Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on pinterest
Pinterest
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest
Share on whatsapp

Conheça o “Rei dos cupons” do Japão que está há décadas vivendo somente deles

 

Viver de cupons e promoções desse tipo parece um desafio, mas imagine então fazer isso  por quase quatro décadas? Um japonês afirma ter feito isso nos últimos 36 anos, acrescentando que não gastou um iene sequer de seu próprio dinheiro durante esse tempo.

 

Hiroto Kiritani, de 71 anos, virou celebridade em seu país, o Japão. Sua capacidade de viver confortavelmente com cupons sem gastar nenhum tostão a menos que seja realmente necessário é lendária, e ele foi convidado para vários programas de televisão e eventos ao longo dos anos. Kiritani diz que vive sem gastar dinheiro de verdade, exceto com serviços públicos e aluguel. Mas ele não é tão frugal quanto você poderia pensar. Ele consegue viver confortavelmente com os cupons que recebe de empresas em que investiu ao longo dos anos.

Kiritani, que era um shogi profissional (enxadrista), investiu em ações quando tinha 35 anos. Ele foi convidado a ensinar a equipe de uma empresa de investimentos chamada Tokyo Securities Kyowakai sobre shogi e ficou fascinado com a ideia de possuir ações de várias empresas. Ele comprou sua primeira ação em 1984 e rapidamente desenvolveu um gosto por ela, encorajado pela bolha de ações da década de 1980.

Infelizmente, em dezembro de 1989, o Nikkei Stock Average quebrou e ele perdeu cerca de 100 milhões de ienes.

Foi um golpe terrível, mas também o ajudou a descobrir o valor dos benefícios para os investidores, uma alternativa aos dividendos. Basicamente, desde que a lucratividade de uma empresa permaneça acima de um certo limite, os acionistas se qualificam para certos benefícios oferecidos na forma de cupons e vouchers.

Durante o período conturbado da quebra da bolsa de valores japonesa em 1989, esses benefícios aos investidores ajudaram Kiritani a sobreviver, permitindo-lhe comprar comida e roupas sem gastar nenhum dinheiro real. O mesmo aconteceu em 2011, após o Grande Terremoto do Leste do Japão, quando a bolsa voltou a quebrar. Os cupons que ganhava eram mais do que suficientes para sobreviver e, à medida que se espalhava a notícia sobre sua capacidade de viver quase que exclusivamente com eles, ele se tornou famoso no Japão.

Segundo Hiroto Kiritani, se o desempenho de um negócio piorar, os dividendos serão reduzidos, então esse sistema é vantajoso para grandes investidores. Os acionistas menores estão muito melhor com os benefícios para os investidores que mais de 40% das grandes empresas japonesas oferecem, já que a lucratividade precisa permanecer acima de um certo limite.

Além disso, os dividendos dependem do número de ações que uma pessoa possui em uma empresa, enquanto os benefícios para o investidor são muitas vezes os mesmos, independentemente do número de ações. Portanto, mesmo possuir uma única ação pode qualificar os investidores para vários benefícios.

Kiritani afirma que tem acesso a tudo o que precisa apenas com cupons. Um cupom permite que ele vá ao cinema gratuitamente 300 vezes por ano, outro oferece inscrição gratuita na academia. Ele pode até comprar vegetais com cupons. Por exemplo, um cupom que ele recebe da ORIX Corporation permite que ele escolha uma variedade de produtos alimentícios de um catálogo muito generoso, de graça.

Embora consiga todo tipo de mantimento com seus cupons, Hiroto Kiritani diz que prefere comer fora, o que, é claro, pode fazer com cupons. Ele possui ações em mais de 1.000 empresas e corporações japonesas (das quais cerca de 900 são ações preferenciais), então ele basicamente tem todos os tipos de cupons para usar em tudo o que precisa. Ele se tornou tão bom em viver nesses pedaços de papel que foi convidado para vários programas de TV e deu entrevistas para revistas sobre o assunto.

“Eu só uso dinheiro para pagar aluguel ou para cobrir despesas que não são 100% cobertas pelos meus cupons. Não gasto muito dinheiro e vivo com um tratamento especial, então, no final, estou economizando cada vez mais ”, disse Kiritani .

“Homem dos cupons do Japão” vive há quase 40 anos sem gastar dinheiro

Comments

comments

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on telegram
Telegram

3 ideias sobre ““Homem dos cupons do Japão” vive há quase 40 anos sem gastar dinheiro

  • 25 de março de 2021 em 10:40
    Permalink

    Existe um reality show japonês bem antigo, porém, um dos mais engraçados que já assisti, basicamente um sujeito é levado pra um apartamento vazio e deixado lá pelado….O objetivo dele, é mandar cartas pra sorteios de produtos e assim viver até completar 1 milhão de yenes equivalentes a produtos ganhos.
    Vale a pena conferir:
    https://www.youtube.com/watch?v=2YUyU-LE6qU

    Resposta
  • 26 de março de 2021 em 15:20
    Permalink

    Philipe , você acha que isso é possível no Brasil? Ensine-nos maneiras gump de ganhar dinheiro; mando presentes para você se der certo.

    Abraço /o/ \o/

    Resposta
    • 30 de março de 2021 em 18:42
      Permalink

      creio que no Brasil não seja possível. Há pouca tradição de cupons aqui. Há outras maneiras mais efetivas de ganhar dinheiro.

      Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

error: Alerta: Conteúdo protegido !!