“Fritando ovo no chão do apartamento”: O vizinho russo maluco que usou um canhão de micro-ondas contra a galera do andar de cima

Olha só que história maluca. Imagine você deixar um ovo cair no chão e se assustar quando ele começa a fritar bem na sua frente.

Segundo os jornalistas do Gazeta.ru, que publicaram uma reportagem sobre este misterioso caso, tudo começou há cerca de uma semana em um apartamento de Moscou na rua General Antonov, onde o engenheiro civil Roman Matsukov mora com sua esposa grávida e um filho.

A esposa acidentalmente notou que o chão de seu apartamento estava ficando excepcionalmente quente. A princípio, o casal assumiu que a falha estava na fiação elétrica, ou melhor, no isolamento, mas o especialista que eles chamaram disse que o calor tinha um motivo bem mais misterioso: O nível de radiação de micro-ondas. Aparentemente havia algum tipo de canhão de   micro-ondas apontado para seu apartamento.

Essa radiação é a mesma que faz com que os alimentos sejam aquecidos em fornos de micro-ondas.

Segundo Matsukov, essas radiações pareciam durar em emissões cíclicas de 2 a 3 minutos com um intervalos de 5 minutos. E quando o homem começou a procurar informações sobre esses estudos, encontrou informações de que era possível fabricar um canhão gerador de micro-ondas.

Depois disso, Matsukov suspeitou de tal atrocidade poderia estar vindo de seu vizinho, porque já havia tido um conflito com esse vizinho do andar debaixo antes.

O conflito com o tal vizinho ocorreu há seis meses, quando o casal havia acabado de se mudar para este apartamento, e o vizinho de baixo começou a reclamar que a criança fazia muito barulho quando corria. Em resposta às reclamações, Matsukov colocou o piso em seu apartamento, mas o vizinho ainda estava insatisfeito.

Uma vez esse vizinho até chamou a polícia e eles foram ao apartamento dos Matsukovs.  Ao abrir a porta ali estava a polícia e o vizinho doido do andar debaixo, que começou a garantir que os Matsukovs estavam fazendo muito barulho, que eram vizinhos insuportáveis ​​e que era impossível para ele morar ao perto deles. No entanto, a polícia não notou nada que violasse a lei e descartou todas as alegações do cara.

Parece que o conflito diminuiu, mas não era bem assim. Em abril de 2022, o vizinho dos Matsukov comprou colunas vibratórias que transmitem vibração a uma laje de concreto. Então ele começou a ligar equipamento para importuná-los. No entanto, os Matsukovs não reagiram a isso.

Agora a paciência deles acabou e o próprio Roman recorreu à polícia quando descobriu que seu apartamento tinha um alto nível de micro-ondas. Ele mostrou aos policiais que chegavam os ovos mexidos, que estavam sendo sido fritos diante de seus olhos em um prato no chão. Então os Matsukovs mostraram outro “truque”, eles trouxeram uma lâmpada fluorescente para o chão e ela acendeu sozinha.

“A equipe olhou para nós com expressão estarrecida. Eles ficaram chocados, pensaram que estávamos inventando histórias”, diz Roman Matsukov.

Então a polícia foi ao apartamento do vizinho de baixo, mas ele não abriu a porta para a polícia. Vendo que o homem se recusava a receber as autoridades, eles foram embora, levando o depoimento dos Matsukovs. E quando eles saíram, o canhão de micro-ondas atingiu novamente seu apartamento.

Os jornalistas da Gazeta.Ru entraram em contato com Rospotrebnadzor, contando sobre este caso, mas desconfiaram do que ouviram. Disseram que todos os dias (!) recebem dezenas de reclamações de pessoas que acham que estão sendo irradiadas e toda sorte de delírios.

Apesar disso, Andrei Guskov, vice-chefe do departamento de supervisão sanitária de Rospotrebnadzor, disse que a radiação de micro-ondas só pode ser detectada com a ajuda de dispositivos especiais para tal.

“É tudo bobagem. É impossível medir o nível de radiação com o dedo, o equipamento é necessário, é um equipamento caro. Portanto, a única saída é convidar um laboratório credenciado na forma prescrita para realizar tais medições. Até que haja medições , não há absolutamente nada a dizer. Sem medidas instrumentais, nenhum outro indicador indireto pode acusar o uso da radiação como arma “, disse Guskov .

Ao mesmo tempo, observou que, com a ajuda de um magnetron e um micro-ondas, é realmente possível prejudicar a saúde das pessoas, mas isso não pode ser feito com concreto armado, pois ele funcionaria como uma gaiola de Faraday, bloqueando a radiação.

A propósito, na net você pode encontrar esta história:

“Os socorristas de Petersburgo contam uma história sobre um homem com um chapéu de papel alumínio. Ele reclamou com todas as autoridades sobre seu vizinho de cima que o irradiava. é necessário nesses casos: o teto e as paredes coladas com papel alumínio, histórias obsessivas sobre irradiação.

Eles conversaram com as vítimas e as acalmaram. Por uma questão de ordem, eles decidiram ir ao vizinho, mas mais para descobrir se ele estava preocupado em ser paranóico. O vizinho abriu a porta e os socorristas viram cerca de uma dúzia de fornos de microondas ligados, com as portas abertas. O homem explicou que é assim que ele luta com um alienígena que vive abaixo que quer escravizar o mundo.”

De volta ao pior vizinho da Rússia, ainda nãos e sabe como a coisa se desenrolou. Ele pode ter sido influenciado por uma lenda urbana ou todo o caso pode seu só uma lenda urbana publicado num jornal estilo o Notícias Populares. A história pra mim fica suspeita quando o vizinho se recusa a abrir a porta aos policiais e eles desistem e vão embora. Polícia russa?  Sei lá, hein?

Seja como for, fico imaginando ter uma treta com um vizinho e fabricar um canhão de microondas para fritar o miolo do cara. Que ideia de pirado, meu.

O especialista Svyatoslav, que fez medições a pedido de Roman Matsukov, admitiu ao jornal russo que seus experimentos não podem ser considerados profissionais. O serviço que ele costuma prestar é encontrar rachaduras nas paredes por onde entra o ar frio, usando um monitor termográfico. Foi a primeira vez que ele encontrou um efeito semelhante em sua prática.

“Liguei o dispositivo de imagem térmica, apontei-o para o chão e encontrei um círculo com um diâmetro de 16 cm, que difere em temperatura da superfície do piso em 10 a 15 graus. Quero dizer, ele estava quente. Aproximei o termovisor deste lugar, mas o termovisor falhou, queimou.

E eu tenho um dispositivo comigo para detectar dispositivos como telefones celulares, Wi-Fi, Bluetooth. Um dispositivo universal projetado para determinar a radiação de uma rede celular. Resolvi tentar ligar o aparelho, e ele gerou uma leitura tão alta que saiu escala. Este dispositivo não foi projetado para determinar o micro-ondas, mas pelo que entendi, o micro-ondas afeta esse espectro, no qual os dispositivos operam. E então recorremos a experimentos simples com uma lâmpada de mercúrio e um ovo no chão em um prato”, disse Svyatoslav.

Segundo ele, se você colocar a mão no chão, ela esquenta. Ele continuou:

“Os experimentos que realizamos são amadores, mas permitiram entender em um nível básico que existe algo capaz de aquecer ovos mexidos pelo chão à distância, fritando-os. Isso deve ser verificado por especialistas qualificados, com dispositivos especializados comprovados que determinam a radiação de micro-ondas. Acho que isso deveria ser feito pela central de radiofrequência do estado. Eu escrevi uma carta para eles, e eles disseram que poderiam fazer medições”

O advogado Vasily Vorobyov disse ao Gazeta.Ru que, mesmo que as acusações de Roman Matsukov contra seu vizinho sejam confirmadas, não há muitos mecanismos para lidar com tais ações dos vizinhos. E explicou a reação pacífica da polícia: A lei não permite o exame coercivo do domicílio de uma pessoa e nem o Código Penal nem o Código de Contra-ordenações prevêem sanções para tais atos.

“Caso não haja dano comprovado, os argumentos de que pode ser prejudicial não funcionam. Você pode pleitear indenização por danos morais e materiais. Mas somente se o dano for realmente estabelecido e se for estabelecido que a fonte do dano está no apartamento do vizinho. As pessoas muitas vezes vêm a mim com uma situação em que acreditam que seus vizinhos estão intimidando e assim por diante. Em regra, trata-se de especulações de pessoas e as suspeitas não se justificam”.

Um correspondente do Gazeta.Ru entrou em contato com o tal vizinho do andar debaixo que Roman Matsukov acusou de criar um canhão magnetron, mas o homem disse que “é um assunto delicado”.

“Primeiro, você precisa lidar com as agências de aplicação da lei, e não com algum jornal. Tais questões não são resolvidas através do jornal. Tenho respostas para todas as perguntas, mas não só pelo jornal, tem que ser feito de outra forma. No telefone, não confirmo nem nego nada. Não há queixas contra mim agora, então não vou me defender de nada agora”

Assim, ele nem negou nem confirmou nada, embora essa declaração pra mim soe como uma admissão de culpa.

Treta de vizinho na Russia, é outro nível.

 

Receba o melhor do nosso conteúdo

Cadastre-se, é GRÁTIS!

Não fazemos spam! Leia nossa política de privacidade

Philipe Kling David
Philipe Kling Davidhttps://www.philipekling.com
Artista, escritor, formado em Psicologia e interessado em assuntos estranhos e curiosos.

Artigos similares

Comentários

  1. Treta russa!
    Eu vi em algum lugar de um cara que fez quase isso, mas com ondas sonoras, em frequências que não conseguimos ouvir mas que incomodam.
    Não me lembro onde li, nem onde ou quando ocorreu. É o tipo de coisa que eu veria por aqui rs

  2. Sim, eu desmontei o forno microondas de minha esposa e uma parabólica fiz uma espécie de canhão com o magnetron, não era muito potente, nomáximo 50 pés mas o suficiente para distorcer o som infernal do vizinho e deixar o quarteirão sem tv. A conta de luz veio alta mas a minha paz interior é um bem que ninguém pode me tirar.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here

Advertismentspot_img

Últimos artigos