Filhote de Alien descoberto no México?

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on pinterest
Pinterest
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest
Share on whatsapp

Uma estranha criatura que parece metade lagarto, metade humana, foi descoberta numa fazenda do México. Muitas pessoas começaram a afirmar que a descoberta se trata de um cadáver de bebê alienígena!
Os exames preliminares indicaram que pode realmente se tratar de algum tipo de criatura desconhecida na Terra. Será?
Confira o video:


Realmente, segundo o jornal local, os especialistas contratados para analisar a carcaça disseram que aparenta se tratar de uma criatura desconhecida, que passou muito tempo submersa, e que a despeito de sua estrutura óssea parecer com a humana, ele possui dentes sem raízes, algo incompatível com os dentes de primatas. Fora isso, o corpo parece em acordo com o estereótipo clássico do alien: olhos grandes, cabeça grande e boca pequena, embora possua uma cauda e um corpo bem pequeno.

Segundo afirmou o fazendeiro que descobriu a criatura, Marao Lopes, havia mais de uma, que correu quando ele se aproximou. Marao teria conseguido capturar o ser que se encontrava preso com uma armadilha para ratos.
A propriedade de Marao Lopes fica em Metepec, subúrbio de Toluca. Não há natureza selvagem nas proximidades tornando o achado ainda mais estranho.

A criatura estava viva, assustada e gritando. Um grupo pequeno de homens levaram-na para o rancho. Eles ficaram impressionados com o que viram e tiraram várias fotos. Após cerca de 3 dias eles decidiram matar a criatura e preservá-la. Submergiram-na em água por alguns minutos, mas a criatura não morreu, tentaram de novo por vários minutos, mas ela ainda estava viva, então a deixaram submersa por várias horas e ela finalmente morreu. Sua habilidade em resistir ao afogamento levantou suspeitas de que fosse anfíbia.

foto da criatura ainda viva
foto da criatura ainda viva

Rumores sobre a criatura chegaram até Jaime Maussan, que conhece desde a infância uma das testemunhas que havia observado a criatura viva. Esta testemunha jura que enquanto viva a criatura era exatamente como aparece na foto, angustiada e sem pêlos.
Segundo Jaime Maussan, o primeiro grupo de cientistas a ver a criatura consistiu de um antropologista, um patologista, um perito forense e um odontologista. “Foi feita análise de DNA e não houve similaridade com dados arquivados de nenhuma criatura. Neste tempo, dois peritos especularam que poderia ser um “macaco escalpelado”. Entretanto eles reconheceram que as características básicas não são a de um macaco. O número de dentes, tipo de dentes, número de ossos na espinha não combinam com um primata. Os dentes também não tem raiz (como répteis e alguns peixes), e a parte do tornozelo parece muito com a humana.

Por volta de Abril de 2009, Jaime levou o espécime para o Dr. Jesus Higuera, chefe do Departamento de Imagem do Instituto de Nutrição Mexicano. Lá o corpo passou por uma tomografia 3D computadorizada para um completo exame interno. Jaime disse que o Dr. Higuera ficou “absolutamente impressionado”. Comparado ao crânio a parte posterior da criatura era maior e mais sofisticada do que qualquer criatura conhecida. O cientista conclui que não se trata de um primata e que não há explicação para o espécime que provavelmente é uma espécie nova.
A história ganha uma conotação ainda mais estranha graças a misteriosa morte de Marao Lopes, poucos meses após trazer à tona a captura do cadáver supostamente alienígena.

Marao foi encontrado carbonizado dentro de seu carro, num acostamento ao lado de uma rodovia. Segundo as investigações, o fogo teria atingindo uma temperatura incomum em casos de incêndios automobilísticos. A população local acredita que o fogo que destruiu o carro e matou Marao Lopes seria proveniente de uma espécie de represália alienígena contra o homem que matou um deles. O assunto é controverso, embora todos concordem que a morte de Marao tenha claros indícios de assassinato.

O México é um dos países com mais casos envolvendo ufos. A média chega a impressionantes 366 casos por ano. Praticamente um avistamento bizarro AO DIA!
A região onde o pequeno ser foi encontrada já esteve nos noticiários locais graças a fenômenos de natureza desconhecida, como crop circles, que surgiram nas plantações. Investigadores do fenômeno ufo alegaram que a criatura pode não se tratar de um alienígena capaz de fabricar um ufo, mas sim um animal mais primitivo, uma espécie de cobaia ou bicho de estimação que teria sido largado para trás.

Seja o que for que tenha ocorrido neste caso, é bem estranho. Particularmente, eu tenho dúvidas de que isso não seja da Terra. Me parece muito similar a um macaco morto.* Mas quem sou eu para alegar isso quando os 4 exames de DNA não puderam comprovar do que se trata, não é mesmo?
Em breve dou mais notícias do desdobramento deste caso.

Fonte, Fonte Fonte

* Outro que também pensa ser um macaco é o meu amigo Kentaro Mori, lá do Ceticismo aberto.

Filhote de Alien descoberto no México?

Comments

comments

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on telegram
Telegram

LUMINÁRIA UFO 

compre a sua em www.obscura.art.br

error: Alerta: Conteúdo protegido !!