Feito com caneta esferográfica

Dá uma olhada nisso:

Acredite se puder, essa imagem que chega a parecer uma foto foi desenhada com canetas esferográficas por um advogado autodidata, super talentoso chamado Samuel Silva!

Nascido em Portugal, Samuel começou a desenhar quando tinha apenas dois anos de idade e desenvolveu o seu próprio estilo de ilustração com canetas esferográficas ainda na escola, através da criação de “esboços simples de sala de aula na contracapa de livros de exercícios”.


 

Segundo Samuel Silva, “Canetas esferográficas são subestimadas enquanto material. A questão não é sobre o que você usa, e sim COMO usá-las” – diz.
Seus desenhos são criados usando exclusivamente canetas esferográficas coloridas, embora olhando para as suas obras, muitas vezes as pessoas se perguntam se ele usa outros materiais também. O jovem advogado diz que ele só usa canetas BIC de 8 cores que ele compra na loja Staples, Amazon, eBay ou praticamente em qualquer loja de material de escritório.
Ele também nunca mistura a tinta. Ele explica que “a tinta da caneta esferográfica seca rapidamente, e não pode ser apagada. Eu só preciso sobrepor as diferentes cores em camadas para criar a ilusão de mistura e a ilusão de cores que eu realmente não tenho.”

Cada um de seus desenhos fascinantes leva entre 5 e 50 horas para ser concluído.

Aqui está o DeviantArt do cara.

Receba o melhor do nosso conteúdo

Cadastre-se, é GRÁTIS!

Não fazemos spam! Leia nossa política de privacidade

Philipe Kling David
Philipe Kling Davidhttps://www.philipekling.com
Artista, escritor, formado em Psicologia e interessado em assuntos estranhos e curiosos.
Previous article
Next article

Artigos similares

Comentários

  1. Impressionante! Pelo jeito o cara vai na raça, sem esboço nem nada, partindo direto pra arte final. O mais incrível é ele ter conseguido se formar advogado! No meu caso essa coisa de rabiscar cadernos inteiros deixou algumas lacunas na formação acadêmica, hahaha…
    Deu saudades daquelas canetas de dez cores gordonas que viraram moda no início dos anos 90. Achava demais uma caneta esferográfica que escrevia em amarelo. O cheiro daquela mistureira de tinta no papel também era viciante.

  2. É uma pena que haja gente que não valorize nem reconheça talentos como este… Tantos artistas incríveis por aí escondidos. Esse cara tem o meu respeito.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here

Advertisment

Últimos artigos

Uma breve história da manga

Criptomoedas: Algumas Moedas digitais

Os mistérios da ilha de Páscoa

Eu viajei no tempo