Estou de férias e vou viajar para a Argentina

Sharing is caring!

Não estou 100% feliz, mas a vida continua…

Acho que em vista do ocorrido com meu avô, não terei tempo hábil para fechar o boneco do alien, pois vou viajar para a Argentina  de férias com a primeira dama amanhã. Vou postar de lá, mas não garanto a periodicidade de sempre, já que pretendo me divertir bastante. A minha viagem está planejada desde janeiro, e quando aquele vulcão maldito resolveu sacanear Bariloche, eu comecei a me perguntar se não seriam os efeitos gumps viajando pela ionosfera. (uma vez que quando eu fui viajar para a Espanha, perdi minhas malas, levei dura no aeroporto Francês, teve suspeita de mala-bomba, quase perdi o vôo, tendo que atravessar a cidade de um aeroporto a outro, e no Chile, deu terremoto. Sem falar de quando fui passear nos EUA, os Marines americanos pensaram que eu era um terrorista e apontaram fuzis pra mim)

Nunca esquiei. Tomara que eu consiga voltar inteiro, hahaha.

Se alguém tiver boas dicas de passeios em Buenos Aires e Bariloche, é só postar aí. Como sempre faço, se algum leitor me encontrar lá, ganha uma cerveja e uma camiseta de brinde do MG.

Comments

comments

Luminária Ufo

38 comentários em “Estou de férias e vou viajar para a Argentina”

  1. Bariloche é muito legal! Estive por lá com minha esposa em 2009, e a dica que deixo é alugar um carro no aeroporto para conseguir visitar cidades em volta de Bariloche, como Junin de los Andes e San Martin de Los Andes, indo por uma estrada que corta uma reserva natural, costeando vários lagos lindissimos, e voltando pelo caminho de estrada asfaltada, com paisagens igualmente fantásticas do meio pro final nessa parte. Ficamos no hotel Lirolay suites, que não é dos mais baratos, mas como estavamos em lua de mel, valeu muito apena. Boa viagem!

    Responder
    • VAleu a dica, Gustavo, mas como eu tava com receio das cinzas, aloquei só dois dias inteiros em Bariloche. Foi muito pouco. MAs consegui me divertir muito na neve e tirar boas fotos.

      Responder
  2. Olá Philipe!
    Estive em Buenos Aires ano passado, meu marido queria uma jaqueta de couro e falaram que lá era barato. Não caia na bobeira de ir na Florida, pois lá tem vendedor catando brasileiro na rua oferecendo jaqueta de péssima qualidade e preços altíssimos. Vá até a Rua  Murillo, pois essa rua só tem lojas de artigos de couro, preços muito bons e uma infinidade de modelos.

    Segue link do Google Maps pra facilitar, espero que seja útil.
    http://maps.google.com.br/maps?q=Murillo,+Villa+Crespo,+Ciudad+Aut%C3%B3noma+de+Buenos+Aires,+Capital+Federal,+Argentina&hl=pt-BR&ie=UTF8&ll=-34.601192,-58.443484&spn=0.003122,0.004528&sll=-14.093957,-53.173828&sspn=57.814846,74.179688&geocode=FScQ8P0dijCE_A&t=h&z=18

    Boa viagem e boa diversão com as turbulências no avião.
    ;o)

    Responder
    • Valeu, Lilian. Ja tinham me dado a dica da Rua Murillo. EU sou bem comedido na questão das compras. Os caras da Florida estão chatos demais. Agarram a gente pelo braço, um saco!

      Responder
  3. Dicas que eu considero:

    1 – Sr. Tango. O clássico dos turistas, ótmo pra conhecer a culutra sem ser old school demais.
    2 – Se der tempo, conhecer San Isidro. Um dos lugares mais bonitos que já conheci.
    3 – Puerto Madero pra jantar é bem legal, MUITOS restaurantes bons. Nos hotéis fazem vários “packs” com restaurantes de lá.
    4 – Não sei como está agora com a Argentina falidaça, mas passear na Florida de noite era bem legal. E, claro, o Palácio das Papas Fritas, o melhor bife do universo.

    O resto, é de praxe. Obeliso, Parques, Museu, Bar da Ferrari, etc.etc.etc.

    PS: Sim, sou gordo (ao menos mentalmente), metade das minhas dicas envolvem comida.

    Responder
    • O show de tango eu assisti no centro cultural da galeria da Florida, que é pertinho do meu hotel. E posso dizer, foi DO CARALHO. Bom demais!
      TAlvez eu vá a San Isidro ainda, Eu comi lá em puerto MAdero. Comida boa mesmo.
      Com a argentina quebrada a florida tá bombando absurdamente. Tudo parece riduclamente barato. Os brasileiros entram nas lojas falando alto, rindo, fazendo o maior auê, comprando tudo que vêem pela frente. Nego saca cada bolão de dinheiro que eu fico até assustado. As ruas estão lotadas de camelôs – a maioria bolivianos – vendendo de tudo que vc puder imaginar até cabelo usado (e sujo, tipo pentelho) acho que é pra fazer dreadlocks…
      Fui no imortais e no palacio das papas fritas, Mas no palacio o atendimento foi uma bosta. E estranhamente, todo mundo ficou olhando pra minha cara. Parecia que eu estava com o cabelo verde. Foi uma coisa mega-estranha, todo mundo olhando pra mim e pra nivea. Chegou a incomodar. E nunca descobrimos o motivo.

      Responder
  4. Ah e se tu gostas de históris Gumps, conversa com os argentinos do “povão”.
    Geralmente eles são bem receptivos e tem cada um que poderia postar até aqui no blog, com umas histórias tensas.

    Responder
  5. cara, vc precisa ir no morphy que é o melhor cachorro quente de bariloche! fica perto daquela loja de alfajor (acho que a loja chama bambi) tipo num beco que dá no lago… procura lá perto daquela praça principal que o morphy é muito bom! e fala português!!

    Responder
  6. Boa Phillipe, estou indo pra la em Setembro.
    Me diz uma coisa: no aeroporto tem que apresentar RG com menos de 10 anos?
    Tenho medo de chegar la e ser barrado com o meu que tem 13 anos.
    No mais, boa viagem.

    Responder
      •  Não precisa ter menos de 10 anos; basta que esteja em bom estado e que seja possível identificar seu portador pela foto. Não há nenhuma regra, acordo, tratado ou lei no Brasil ou na Argentina por que se exija que o documento tenha menos de 10 anos. Isso é lenda que começou a partir de recomendações de agências de viagem e de companhias aéreas. São recomendações apenas.

        Responder

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Apoie este projeto

Criar este website não é uma tarefa fácil. Mais de 5000 artigos, mais de 100.000 comentários e conteúdo próprio, demandam muito trabalho. Saiba como você pode ajudar a manter o Mundo Gump cada vez melhor e evitar que ESTE SITE ACABE
Ajuda aí?
MUNDO GUMP – © 2006 – 2020 – Todos os direitos reservados.