fbpx

animais, bizarro, Curiosidades, incrível, videos

Criatura bizarra encontrada na Carolina do Norte

Uma câmera usada para avaliar as condições das tubulações de esgoto na Carolina do Norte encontrou uma coisa nauseabundamente estranha, que mais...

Escrito por Philipe Kling David · 38 segundos de leitura >

Uma câmera usada para avaliar as condições das tubulações de esgoto na Carolina do Norte encontrou uma coisa nauseabundamente estranha, que mais parece uma forma de vida alien proveniente da mente doentia de uma criador de jogos como Doom, Half Life, Halo etc. Confira:

Imagina esta coisa rastejando na sua direção com contrações espasmódicas horrendas, sem falar no fedor cadavérico que exala.
Seria isso o produto de uma contaminação radioativa no interior dos esgotos da cidade? Seria um alienígena?
Segundo os especialistas que analisaram o video, trata-se de um aglomerado de vermes, (momento saquinho de vômito) que habita solos contaminados com poluição e sujeira. Eles são conhecidos como tubifex. Os vermes vivem no solo, se alimentando e se reproduzindo, mas conseguiram de alguma forma adentrar a tubulação de esgoto, e na falta de terra, eles grudaram uns nos outros, formando estes “clusters” bizarros, que estão literalmente comendo cocô aos poucos.

Horrendo, nojento e estranho. Mas infelizmente, não é alienígena e nem vomita ácido.

Escrito por Philipe Kling David
Designer, blogueiro, escritor e escultor. Seu passatempo preferido é procurar coisas interessantes e curiosas para colocar neste espaço aqui. Tem uma grande atração por assuntos que envolvam mistérios, desconhecido e tecnologia. Gosta de conversar sobre qualquer coisa e sempre tem um caso bizarro e engraçado para contar. Saiba mais... Profile

Video bizarro: O que é a criatura atacando uma cabra?

em bizarro, polêmica
  ·   4 Minutos de leitura

Foto Gump do dia: A Cauda da baleia

em Curiosidades, foto gump do dia, incrível
  ·   16 segundos de leitura

Pessoas que ficaram ricas inesperadamente

em incrível
  ·   2 Minutos de leitura

36 respostas para “Criatura bizarra encontrada na Carolina do Norte”

  1. Caraca muito nojento hehe , pena mesmo nao ser nenhum alien vomitador de ácido :shocked: / adoro seu blog e esse é meu primeiro post , keria dar parabéns a voce por ter o melhor blog que eu ja vi o/ tbm caraca fiquei extremamente impressionado com suas esculturas mto show , parabéns continue assim :B

  2. Antes de ler o post me veio somente um nome a cabeça : The Blob, Vulgarmente conhecida como “a bolha assassina”.

    Foi um tanto quanto perturbador ver esta bola viva de vermes.. mas de certa forma (bizarramente) facinante. Me lembrou bastante filmes de terror … agora garanto que filmes com coisas parecidas com isto se tornaram mais aterrorizantes.

  3. Cara, essa foi a coisa mais nojenta que já vi na minha vida x_x
    espero nunca bater esse recorde xD

  4. Quem já jogou Duke Nukem conhece as primas dessas bolhas de macarrão com molho.

    Eu vou fundar uma empresa de sacos de vomitos estéticos não poluentes e que não se rasgam com facilidades e lacre e vender pra empresas de avião, pq quando o avião vai sobrar o “vumito” pra fazer analise de DNA. xD :ohhyeahh:

    Nome da Empresa: “Saccu de Vumittu” :lol2:

  5. Na verdade, quando você morre e vai pro inferno, nasce como um dos tubifex e vive a outra reencarnação só comendo lixo de esgoto.

  6. Cara… O engraçado é que eu tava vendo esse video ontem de manha… Putz! Ligaçoes telepaticas Philipe? Estranho demais, mas ainda acredito q tudo isso esteja dentro do corpo de algum infeliz, e nao em um esgoto… Possibilidades…

    1. Meu caro amigo, se você acredita nisso, é porque não viu o video. Se realmente tivesse visto o video desde o começo, teria visto que a câmera está dentro de uma tubulação de esgoto. Se mesmo assim você acha que isso é dentro de algum ser vivo, então deve ser o intestino de uma baleia-azul, porque o túnel é grande demais.

      (Esse é um daqueles engraçadinhos que só gostam de comentar como “FAKE”)

    2. Cara é um esgoto mesmo. Mas quer ver algo nojento e bizarro dentro de um ser humano? Procura o post “cara a cara com o verme”

  7. Eu ainda acredito que essas coisas saíram do game Duke Nukem.

    E eu tô de apoio com o (a) Mel., nunca acesse o Mundo Gump quando estiver comendo. Foi assim que acabei com meu teclado antigo. Fui ver a Meior Espinha do mundo enquanto comia pizza com maionese. Daí acabei com meu teclado. 🙁

  8. Aii to ruim…se eu tiver um pesadelo com isso à noite, amanhã eu mando um post mortal…eu te mato! que coisa mais nojentaaaaaaaaaaaaaa…ultrapassou mesmo qualquer nível de anormalidade….credo eles se mexem de forma sincronizada….ai to verde…..

  9. Esses bichos são usados pra alimentar peixes e anfíbios em terrários. Quando eu criava salamandras e tritões eu sempre comprava isso em lojas de aquarismo…

  10. Cara, que coisa nojenta e bizarra. Como esses bichos conseguiram sobreviver no esgoto? Sou bióloga, conheço esses bichos, e alimento meus betas e meus peixes palhaço com essas coisas. Já criei eles, inclusive. Nós, na faculdade, alimentávamos eles com mandioca cozida, rsrs!
    Legal o post, hehe! Mas acho tão chocante associar os vermes com coisa bizarra, nojenta e de outro mundo.
    Beijos!

  11. Nosso corpo é resultado de uma aglomeração de células que ocorreu há milhões de anos, formado no barro dos mangues.
    Ou seja, uma associação de seres simples parecida com essa, com o tempo resultou em animais superiores. Pode ser que esses vermes estejam se juntando naturalmente com o mesmo fim, dando o passo seguinte na evolução em direção a um novo tipo de animal. Ou de monstro, como queira.

  12. :wow: Putz, que negócio nojento ! Esse bicho é muito tosco… E a forma que ele se mexe, então ? É incrível como eles conseguiram sobreviver em um esgoto.

  13. putz que coisa NOJENTA do inferno é essa porcaria de belota de vernes amigos que se uniram só pra matar humanos de nojo.

  14. eu vi uma coisa parecida,so q os bichos pareciam com umas lacrainha tudo entrelaçado,taquei fogo hahahahahahahaha 😀

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.