Comendo o Gaebul vivo

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on pinterest
Pinterest
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest
Share on whatsapp
Categorias
Night mode

Se tivessemos que elencar os países do mundo com a comida mais nojenta, certamente a Coréia estaria “nas cabeças”. Claro, é totalmente possível que o que para nós seja nojento, para eles não é, e vice-versa. Eles podem morrer de nojo só de imaginar uma feijoada. Mas temos que reconhecer que um sujeito que come o Gaebul vivo (um prato típico) merece nossa consideração gastronômica.

E aí? Você comeria?

Comments

comments

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on telegram
Telegram

16 respostas

  1. Bom, é sim nojento, mas perde tranquilamente pra algumas esquisitisses que eles comem, como insetos e outras nojeiras. Não sei, esteticamente me pareceu ‘menos ruim’. Agora, o fato de estar vivo não ajuda o_O Sem contar que tenho pena dos pobres bichinhos kkk
    Enfim, antes eles do que espetinhos de cachorro ‘-‘

  2. fico imaginando essas coisas se contorcendo dentro do bucho do  cidadão, pois isso deve ser engolido inteiro, ou será que mastigam antes de engolir?kkkkkkkkkkkkkkk

  3. Esse é aquele bicho que comeu um cara na última versão do filme King Kong, não é? Aquele que ele vai sendo engolido e ainda dá pra ouvir seus gritos… blergh!

  4. Alguém me explica, por favor, qual o significado nessa cultura em comer o animal ainda vivo?

    Cru eu até posso entender… mas qual motivo sadomasoquista leva alguém a comer um animal ainda vivo?

    Não tenho muita frescura em comer carne. Infelizmente, até hoje não me apresentaram uma alternativa razoável em trocar a carne por outro alimento. E com relação a ter pena dos bichinhos, vale lembrar que BOA PARTE de nossa sociedade, utiliza animais de alguma forma.

    1. Na cultura oriental, eles desenvolveram uma certa obssessao por alimentos fescos. Com o tempo, a busca por garantia de que o alimento era fesco atingiu um ponto tao bizarro que eles comecaram a comer os animais vivos. Em alguns casos a coisa e bem triste, como quando eles comem as carpas parcialmente fritas, mais ainda vivas no prato. Algumas crendices locais potencializam a crueldade, como a crenca de que ao sentir dor, o animal libera uma condicao quimica que amacia a carne. Gracas a esta ideia sem fundamento cientifico algum, eles prnduram animais vivos em ganchos de acougue, dao pauladas, jogam agua fervente em cima e arrancam a pele deles com eles ainda vivos.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

© MUNDO GUMP – Todos os direitos reservados. Proibida a reprodução sem autorização.