Atlântida? Geólogos acham possível continente submerso a 1.500 km do RJ

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on pinterest
Pinterest
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest
Share on whatsapp
Categorias
Night mode

Olha esta notícia:

[box type=”shadow”]


Geólogos brasileiros anunciaram nesta segunda-feira (6) que foram encontrados, a 1.500 km da costa do Rio de Janeiro, indícios de que estaria ali um pedaço de continente que submergiu durante a separação da África e da América do Sul, época em que surgiu o Oceano Atlântico.De acordo com Roberto Ventura Santos, diretor de geologia de recursos minerais do Serviço Geológico do Brasil (CPRM), há dois anos, durante um serviço de dragagem (retirada de solo oceânico para análise) na região do Elevação do Rio Grande — uma cordilheira marítima em águas brasileiras e internacionais — foram encontradas amostras de granito, rocha considerada continental.

Ele explica que, inicialmente, levantou-se a hipótese de que o recolhimento de tais amostras fora engano ou acidente. No entanto, no último mês, uma expedição com cientistas do Brasil e Japão, a bordo do equipamento submersível Shinkai 6.500, observou a formação geológica que está em frente à costa brasileira e, a partir de uma análise, passou a considerar que a região pode conter um pedaço de continente que ficou perdido no mar por milhões de anos.“Pode ser a ‘Atlântida’ do Brasil. Estamos perto de ter certeza, mas precisamos fortalecer essa hipótese.

A certificação final deve ocorrer ainda este ano, quando vamos fazer perfurações na região para encontrar mais amostras”, explicou Ventura ao G1.O diretor do CPRM não especificou a idade dessas rochas, no entanto, contou que os pedaços de crosta continental que foram encontrados são mais antigos que as rochas encontradas no assoalho oceânico, nome dado à superfície da Terra que fica abaixo do nível das águas do mar. De acordo com Ventura, o próximo passo será enviar ao governo brasileiro uma solicitação para que o país reclame a área, que está em águas internacionais, junto à Autoridade Internacional de Fundos Marítimos (ISBA, na sigla em inglês), organismo ligado à Organização das Nações Unidas, para que seja realizada no local prospecção de recursos minerais e estudos relacionados ao meio ambiente.

Fonte[/box]

É sempre legal encontrar continentes perdidos no fundo do mar. Com certeza o que muita gente deve estar pensando é: “Será que tem petróleo ali?”

Comments

comments

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on telegram
Telegram

7 respostas

  1. Fico imaginando o potencial de recursos minerais disso, alias sempre me perguntei o porque de não haver ainda exploração de recursos minerais maritimos, já que o fundo do oceano deve ser muito rico em minerios e sais.

    por exemplo numa visita a empresa carbocloro, um funcionario disse que o brasil gasta bilhões na importação de sal do chile para uso industrial (fabricação de soda caustica etc) por que sai mais barato, e eu me perguntei o porque de não explorarem o pré sal, que além de petroleo, tem como o proprio nome já diz, uma camada de quilometros de puro sal petrificado. Acho que nao sairia muito caro, cortando enormes blocos de sal com robos submarinos, e suspendendo-os com cabos de aço até navios cargueiros. Sei lá, é só uma ideia.

  2. Woooow… ‘-‘ é interessante saber que realmente temos uma coisa assim ,algo que eu acho que podiamos explorar mais é a Exploração Sub-aquatica do oceano ,fiquei sabendo num Podcast dos Poligonautas que no fundo do mar tem muitos minerios muito raros de se achar em terra ,Philipe que tal voce ver esse Podcast e depois ver se poe no Blog 🙂 se nao me engano o nome é esse : Off Topic – Triangulo das bermudas ,se nao for esse procura lá que eles ja falaram muito sobre Ovnis,Fantasmas e Gumpices

  3. Pessoal, eu pude procurar sobre esse local, e descobri que nessa parte, se existe uma anomalia, que é a “Anomalia do Atlantico Sul”, pesquisem ai e verão :/

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

© MUNDO GUMP – Todos os direitos reservados. Proibida a reprodução sem autorização.