fbpx

bizarro, Curiosidades, incrível

A arte de lançar cartões de visita

Escrito por Philipe Kling David · 13 segundos de leitura >

Este cara é um meste na arte de jogar cartões de visita. É desnecessário falar mais do que isso. O Video fala por si. Veja que impressionante o grau de precisão dos lançamentos deste cara. Me parece que o segredo é a inclinação da mão ao lançar.

Tá com alguns cartões de visita dando sopa aí? Comece a jogá-los.

Escrito por Philipe Kling David
Designer, blogueiro, escritor e escultor. Seu passatempo preferido é procurar coisas interessantes e curiosas para colocar neste espaço aqui. Tem uma grande atração por assuntos que envolvam mistérios, desconhecido e tecnologia. Gosta de conversar sobre qualquer coisa e sempre tem um caso bizarro e engraçado para contar. Saiba mais... Profile

Hackers atacam a radio misteriosa UVB 76

em Curiosidades
  ·   33 segundos de leitura

9 respostas para “A arte de lançar cartões de visita”

  1. @Debora dá para fazer isso com baralhos, não se preocupe com seus cartões de visitas.

    @Philipe
    A incliação da mão não influencia muito no lançamento. Mas a rotação do cartão, que dá estabilidade ao vôo se feita corretamente, é importante. Ou pelo menos foi o que os Mythbusters disseram.

    1. É verdade,. O cara do MithBusters era ainda melhor que esse moleque aí. Ele conseguia cravar uma carta de baralho numa pessoa, lembra? O baralho na mão ele era uma arma, literalmente.

  2. Eu até sei fazer isso, mas não sou tão preciso quanto este cara ai! :/
    Esse japa é foda de mais :B

  3. uar O_o tem faculdade pra isso? :ohhyeahh: daqui a pouco vai aparece um cara que faz isso com espadas de 2m

  4. Puxa, eu já distribuo vários cartões de visita da forma convencional…se eu fosse que nem esse cara eu já seria uma advogada famosa hahaha vou treinar esse troço aí.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.