Urban Golf

Sábado agora eu fui convidado para uma ação da marca de calçados West Coast para (acredite se puder) jogar golf no centro do Rio.
Eu nunca tinha jogado golf na vida, então aquele convite foi deveras surpreendente. Fui numa de ver qual era.
Encontrei o Hamilton e o pessoal envolvido na ação e rapidamente saímos em direção à Lagoa, onde ganhamos kits da West Coast (tênis, camisa polo e um brinde na forma de um kit super legal para jogar gof em casa) e começamos a receber o treinamento para dar as primeiras tacadas.
Jogamos na Lagoa Rodrigo de Freitas, na Praia Vermelha, nos Arcos da Lapa e em Botafogo.
%name Urban Golf

Eu achava que golf só era possível de jogar em campos profissionais. Tinha uma ideia meio preconceituosa de que o golf é coisa de bacana, de ricaço que bebe uísque escocês e fuma charuto.

%name Urban Golf

Ali eu percebi que o golf é um esporte bastante versátil, e que não precisa se limitar apenas a cidade. Ao contrario do que eu sempre pensei, o desafio não era jogar a bola no buraco, mas sim obter a tacada precisa.

%name Urban Golf

E nesse aspecto eu me empolguei bastante. O seu adversário é você mesmo, é o seu corpo. Você fica ligado querendo não errar. E erra o tempo todo. É parecido como tentar aprender a tocar um instrumento. No início eu estava tão descordenado, que nem a bola eu acertava. É importante que se diga, que a bola usada no golf urbano é diferente da bola do golf tradicional. A bola de golf tradicional pode até matar uma pessoa. Já a bola do Urban golf é de espuma de poliuretano. Super leve, bóia na água e não mata ninguém nem quebra vidro.

%name Urban Golf

Existem diversas formas de se jogar o urban golf, e a que eu achei mais legal é ir até uma praça que esteja meio vazia (algo bem comum por aqui) e escolher um alvo. É o jogador que define qual será seu objetivo. Pode ser algo simples, como acertar uma determinada árvore. Ou pode ser algo mais complexo, como passar a bola através de um pequeno buraco numa parede.

%name Urban Golf

No dia, nós usamos bandeiras para marcar onde devia ser o ponto. Isso facilita, pois a bolinha bateu na bandeira, já computou o ponto. Acelera o início do jogo e Evita termos que abrir buracos nas praças antes de jogar.
O ideal é atingir a bandeira com o menor número de tacadas. E dá pra jogar sozinho ou em grupo.
Achei leal porque é uma atividade que te propicia ocupar os espaços urbanos, estar junto à natureza, além de não gastar pilha e ser muito divertido.

Na ocasião, nós gravamos entrevistas para a MTV e também para o Esporte Espetacular, o que significa que vocês deverão me ver na televisão de novo, em algum momento da semana que vem.

%name Urban Golf

Estiveram comigo lá jogando, além dos envolvidos diretamente na produção da ação da Wstcoast, o Flávio Lamenza (Chongas), o Nigel Goodman (Nigel Goodman Show), o Ronald Rios (Badalhoca) e o Erik Gustavo (Badalhoca).

Assim que a galera mandar os videos eu posto aqui.

Fechamos o dia comendo uma picanha à brasileira no restaurante Caravela do Visconde, em Botafogo (uma ótima dica do Nigel Goodman. Cara, vou te contar, foi uma das picanhas mais gostosas que eu comi na minha vida inteira. Pena que tava todo mundo ultra-faminto e não fotografamos a opulência do prato. A picanha era tão gigante que quando o garçom trouxe, eu juro que pensei que era uma “pegadinha do Mallandro”.

No geral eu achei a iniciativa muito legal. Eu espero que o Golf Urbano acabe se tornando um esporte de fato. O maior entrave que eu vejo para a pratica é que no Brasil é dificílimo encontrar tacos de golf para vender, algo que tem até nos supermercados dos EUA, já que o Golf, além do Basquete e o Baseball faz a cabeça dos americanos. Mas é possível que com o aumento do interesse pelo golf urbano, alguém tenha a brilhante idéia de importar tacos de golfe e vender aqui.

Eu mesmo dei uma olhada no Mercado livre e constatei que lá tem gente vendendo jogos de tacos usados na faixa de 150 reais. Um jogo completo de tacos de golf (novos) sai por volta de mil reais.

Artigos relacionados

Comments

comments

6 comentários em “Urban Golf”

  1. Se a picanha era muito grande então te enganaram mesmo, e você acabou pegando uma picanha com um pedaço da alcatra pagando o preço do kilo da picanha.
    Uma picanha é impossível pesar mais que 1,2 kg. Sei disso pq meu pai é consultor de frigoríficos e trabalhou nessa área a mais de 20 anos.

    • A picanha em si era de tamanho normal, bem espessa, e era uma pilha delas.
      De fato, pode até ser que houvesse um pedaço de alcatra colado na picanha, o que tb não foi nada mal. Com a fome monstra que eu estava, nem deu tempo de saber. Acho que se viesse até rato frito com molho a campanha eu traçava.
      E sobre pagar, vc acha que eu paguei? É ruim, hehehe. Foi tudo pago pela West Coast. Como é bom ser blogueiro!

  2. “A picanha era tão gigante que quando o garçom trouxe, eu juro que pensei que era uma “pegadinha do Mallandro”

    E pode ter certeza que foi uma pegadinha, pois não existe picanha gigante. Pelo visto 30% era picanha e o resto alcatra.

    A área do animal que é picanha não é grande, é só uma ponta – que está anexada na alcatra (daí o termo que algumas churrascarias usam “ponta da picanha” que é a parte mais macia).

    Já não vou neste restaurante, que engana o povo vendendo alcatra como se fosse picanha.

    Para se ter 100% picanha gigante o boi teria que ser gigante também, o que duvido muito.

    Ah e finalmente… golf é esporte de rico sim. Agora, se inventaram Urban Golf para presepar o negocio aí é outros 500.

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.