Tarzan em 3d

Eu me lembro que estava na rua. Matando aula de inglês. Ao invés de ir para o CCAA, eu mudava de rota e ia direto para a rodoviária. Não, eu não ia pegar um ônibus, mas pretendia viajar. É que a biblioteca municipal de Três Rios ficava em cima da rodoviária velha. Talvez ainda fique, …

Leia maisTarzan em 3d

ZUMBI – O LIVRO

ZUMBI - O LIVRO

Galera, tenho a satisfação de comunicar que acabo de lançar o livro do Zumbi. O livro tem 285 paginas e saiu pelo Clube de Autores. Eu mesmo ilustrei o livro com desenhos a lápis, aquarela, fotomanipulação e pintura digital. Eu queria mesmo fazer uma história em quadrinhos na forma de livro, tipo um mangá, o …

Leia maisZUMBI – O LIVRO

Fotos do lançamento do livro do blog

Olá pessoal. Estive enrolado com as etapas prévias da minha segunda mudança só neste ano. Sabe como é,  arrumar uma casa é algo muito trabalhoso. É gesseiro, pintor, marceneiro, eletricista… A gente fica maluco com o preço gigantesco que tem que desembolsar para comprar algumas coisas. Mas voltando a falar do lançamento do livro do …

Leia maisFotos do lançamento do livro do blog

É hoje! (sexta-feira)

Galera, é hoje o dia do lançamento do livro do mundo Gump! Estou ansioso! Lançamento do livro “O melhor do Mundo Gump” Quando: Sexta-feira (06 de agosto), às 18h Onde: Espaço Cultural Multifoco, Av. Mem de Sá, 126 -Lapa – Rio de Janeiro Não vá sozinho! Leve TODOS os seus amigos. E também os amigos …

Leia maisÉ hoje! (sexta-feira)

Entrevista com meu pai

Meu pai acaba de lançar seu… (puts, que vergonha, já nem sei mais qual) livro. Deve ser o quarto ou quinto. Seja como for, a obra se chama “A mula do Ouro”. Muitos leitores conhecem uma ou outra história envolvendo o meu pai. Volta e meia alguém me pergunta o que ele está fazendo, inventando …

Leia maisEntrevista com meu pai

Livrinho caro, hein?

Acabo de receber uma graninha inesperada de um dos serviços de afiliados do meu blog. Estou ganhando uma boa graninha com o mercado livre, uhuuu! Acho que já dá pra comprar mais um videogame. Mas enquanto isso, resovi comprar uns livros de arte da Ballistic, que eu estou querendo comprar faz muito tempo. Meu sonho …

Leia maisLivrinho caro, hein?

O livo sobre pênis grande

Eu tava na livraria com a primeira dama quando me deparei com uma parada tão bizarra que tive que fotografar, pois contando ninguém acredita. Olha só a brochura: Fala sério. Será que alguém compra mesmo isso sem ser com a intenção de zoar o cunhado? Duvida que é real? Veja aqui. Certamente Motumbo está neste …

Leia maisO livo sobre pênis grande

O esporro do estupor

Tenho um compadre cabuloso que só. Um porre!

Cheio de nó pelas costas, amarrado, mas estribado feito a murrinha. Encarnou bem um mês em mim, adulando promode eu espiar a trepeça de um computador “rochedo” que ele tinha comprado.

O cabra tava tão azoretado com o mondrongo, que passava o dia escanchado nele e a noite sem cochilar. Não arredava o pé nem pra ir no aparelho e chega ficou mofino de não comer. Até que eu criei coragem pra avoar da rede, amontar na magrela, deixar de ser tratante e não farrapar mais com ele.

Cheguei impando na casa do desinfeliz. Pipocando de suor, bufando de tão esbaforido e com a calça descosida noparreco (do esfregado da cela de mola). O compadre me deu um abano e uma meiota de garapa (pra abaixar o mormaço), conversou um tanto de miolo de pote e disse (apontando pro bicho): “Diga aí: tu visse? É cabaço!”.

O tribufu medonho parecia uma televisão encangada com uma máquina de escrevinhar. Tinha até transformador. Só que o controle remoto eraapregado num fio.

Foi aí que eu atinei porque o infeliz das costas ocas não saia de riba do cafinhoto. Depois de afolozar uma ingrisia, encarcar um negócio do coisae catucar num pitoco, começou a passar a calunga se bulindo de uma rapariga (amostrando a periquita) e a estampa de uma quenga com a saia alevantada (aparecendo o oiti).

Bem nessa hora chega a nêga véia dele, desplanaviada (saída não sei de onde), e danou-se foi tudo! Era uma sarará caraôia (zarôia) e guenza, com um dente faltando, o outro cariado, o nariz de porrote e buchuda, mas braba que só um siri na lata (parecia uma capota choca) e berrando feito uma gasguita. Avalie.

Deu-lhe um muxicão e um esporro do estupor, avacalhando o miserento com gosto de gás: “É por isso que tu num quer xumbregar mais eu! Né, estrupício?”.

Fiquei meio aguado (todo empulhado e amojado), tapeando pela beirada do birô e me fazendo de alesado (pro bafafá não sobrar pra mim), sem poder acudir. Mas tu pensa que depois disso o sonso (cara-lisa) do maluvido se aperreou?

Largou foi da mulher, mas não deixou o computador nem com a pleura!

AUTOR: Gustavo Arruda

Eu não tenho o costume de colocar textos de outros autores aqui no Mundo Gump, mas achei tão impressionante este texto, que acredite ou não está escrito em português, que não posso deixar de divulgá-lo. Para quem curtiu e quer conhecer mais textos desse cara, ele tem um livro  chamado deu com a Pleura, que está sendo vendido on line.

Para quem ficou na duvida sobre alguns dos termos usados no texto, confira no glossário:

Leia maisO esporro do estupor