Bizarro: Estátua do Deus da Morte egípcio gira em seu próprio eixo dentro do museu. Será um mau presságio?

Bizarro: Estátua do Deus da Morte egípcio gira em seu próprio eixo dentro do museu. Será um mau presságio?

Imagine a estranha situação de um egiptólogo que ao chegar para trabalhar no museu se dá conta que uma estátua do deus da morte numa vitrine no setor de arqueologia egípcia encontra-se de costas. E a estátua está na vitrine onde só ELE tem a chave. Foi o que aconteceu recentemente no Museu de Manchester. …

Leia maisBizarro: Estátua do Deus da Morte egípcio gira em seu próprio eixo dentro do museu. Será um mau presságio?

Os retratos de Fayum

Os retratos de Fayum

Quando pensamos em pintura antiga egípcia, é provável que nos ocorram imagens assim:

Os retratos de Fayum

Todos nós estamos cansados de ver imagens parecidas com essas. Os egípcios desconheciam a perspectiva, que só seria inventada milênios depois de muitas dessas pinturas que sobreviveram aos tempos. Talvez por isso, a maciça maioria das pinturas egípcias estejam representando pessoas importantes, ou com alguma relação direta com o poder, e regra básica, todas de perfil.

Porém,  no fim do século XIX, num oásis chamado Fayum, os arqueólogos fizeram uma estranha descoberta, que mudaria a compreensão da arte egípcia para sempre. Era uma série de retratos feitos por artistas egípcios, no estilo greco-romano, usando as técnica de pintura chamadas encáustica, que é uma pintura com cera pigmentada e a têmpera, que é a clara de ovo misturada aos corantes naturais. As pinturas tem como suporte a madeira ou peças de linho. Infelizmente, o período histórico que marcou os retratos de Fayum (descritos pelo historiador Plínio) não foi longo. Os hábitos relacionados aos enterros na Dinastia ptolemaica seguiam as antigas tradições. Os corpos dos membros das classes altas eram mumificados, colocados em caixões decorados e era também colocada uma máscara para cobrir a cabeça. Os gregos da região praticavam a tradição da cremação. Isso reflete a situação geral do Egito no Helenismo: os governantes se auto-proclamavam faraós, mas incorporavam apenas poucos hábitos locais, seguindo o estilo de vida grego. Tudo mudou com a chegada dos romanos. Em poucas gerações, todas as tradições gregas desapareceram, e com eles, a mumificação e também os retratos de Fayum.

Os retratos de Fayum

Os retratos encontrados em Fayum foram datados como pertencentes de um período do 1º século aC ao 3º século dC.  Posteriormente, outros exemplares foram encontrados em outras necrópoles, como Memphis (Saqqara), Philadelphia (Er-Rubayat and ‘Kerke’), Arsinoe (Hawara), Antinoopolis, Panopolis (Akhmim), Marina el-Alamein, Thebas e el-Hiba (Ankyronpolis) entre outras.

Ap que parece, a  pintura desses retratos, teria sido feita enquanto as pessoas estavam vivas, mas tinham por objetivo serem colocadas sobre seus corpos mumificados, indicando visualmente quem e como era o morto. É também provável que, em tempo anterior à morte, fizessem parte da decoração da casa do retratado.
Os retratos de Fayum
Uma característica bem peculiar desses retratos é que mostram as pessoas de frente ou em posição 3/4, como até hoje se dá na fotografia. Outra característica marcante é que os retratados não são faraós, divindades ou reis. Nem mesmo nobres. São pessoas comuns, de uma possível classe média-alta. A naturalidade e o realismo das pinturas, também é impressionante, além do fato de que todas parecem olhar direto para sua alma. Algumas pessoas dizem sentir uma estranha sensação de medo e até desespero quando olham nos olhos dessas figuras por demasiado tempo.

Os retratos de Fayum
Os retratos de Fayum

Os retratos de Fayum

Quem foi que inventou o avião mesmo?

Quem foi que inventou o avião mesmo?

Ante a pergunta: Quem foi o inventor do avião? Possivelmente, ante tal pergunta, você tenderá a um mecanismo bipolar de explicação: Ou dirá “Irmãos Wright” ou dirá “Santos Dumont”. Eventualmente, se você for francês, talvez até diga Gustave Whitehead… Mas aqui está um lance que dá uma chacoalhada nos miolos. Veja este desenho: Eu não …

Leia maisQuem foi que inventou o avião mesmo?

Os fabulosos desertos branco e preto no Saara

Todo mundo sabe que o deserto do Saara é um dos lugares mais inóspitos da Terra e sem dúvidas o mais quente deserto do nosso planeta. Com uma dimensão total maior que o Brasil, equiparada a de toda a Europa, o Saara só perde para os desertos gelados, como a Antártica em dimensão. Ao leste …

Leia maisOs fabulosos desertos branco e preto no Saara

Mulher faz 51 operações para ficar igual a rainha Nefertiti

Mulher faz 51 operações para ficar igual a rainha Nefertiti

Depois da maluca que se entupiu de cirurgias para ficar igual um gato e acabou mais feia que o ovo esquerdo do Fofão, depois da moça que nem era feia e só queria a boquinha da Angelina Jolie, aqui está a mulher que se submeteu a nada menos que 51 cirurgias para virar a rainha …

Leia maisMulher faz 51 operações para ficar igual a rainha Nefertiti

Michael Jackson esteve no antigo egito?

Michael Jackson fez um clipe de gosto duvidoso chamado “Remember the Time”, onde ele contracenava com uma Faraó no antigo egito. Lembra? [youtube]http://br.youtube.com/watch?v=5_n7cftdkl0[/youtube] Pois curiosamente uma estátua de verdade deste período egípcio mostra uma cabeça que parece ser a de Michael. Estranhas coincidências. Fonte