A cidade dos mortos

A cidade dos mortos

[tagline_box link=”http://www.mundogump.com.br/dez-dos-bichinhos-mais-fofinhos-do-mundo/” button=”Sair!” title=”AVISO:” description=”Este post contém imagens chocantes e incômodas para pessoas sensíveis.”]
[/tagline_box]
O dia amanhece preguiçosamente. Distante da confusão permanente nas margens do Ganges, surge o farfalhar das penas de uma garça, que com beleza e graça, sobrevoa a superfície ondulada do rio. Ao fundo, ocultas pela fumaça, que emana de forma permanente das margens,  estranhas torres sobem em direção ao céu.
Ao longe, já se pode ouvir o ruido da cidade despertando. Porém, ainda é um som fraco, que não distrai a garça de sua busca incessante por comida. A ave pousa suavemente sobre um montículo de junco e detritos perto da margem esquerda. Ali ela não espera por peixes ou pequenos crustáceos. A ave trepa com delicadeza entre pedaços de galhos, detritos e sujeira. Sem que possa perceber, a pequena ilha em que ela está pousada desce o rio lentamente, girando ao sabor das águas quentes. A Garça arranca com dificuldade algo comestível, que engole rápido, com indisfarçável prazer. É um olho humano…
A pequena ilha é só um dos muitos corpos humanos que boiam à mercê das correntezas do rio Ganges.

Leia maisA cidade dos mortos

Eles vivem na beira do abismo

Eles vivem na beira do abismo

Existem pessoas que tem medo de altura. Certos lugares do mundo não são, digamos, apropriados para estas pessoas. Isso porque corajosos moradores habitam faixas paralelas a verdadeiros penhascos. Tem que ter uma boa dose de coragem para morar nesses rochedos. Confira:

Monges na beira da montanha

Eles vivem na beira do abismo

Construído há mais de 1400 anos nas montanhas Jinlong, na província de Shanxi, o monastério é único! Não somente por sua complexidade arquitetônica, erguido na beira de um precipício , mas também por sua riqueza de elementos, misturando detalhes taoístas, confucionistas e budistas.
O monastério é composto de diversos pavilhões que se fundem nas formações rochosas naturais e que são interligados por passarelas, corredores e escadas.

Eles vivem na beira do abismo
Favorecido pela altura que lhe protege das inundações, da chuva e da neve pelas escavações nas rochas, e do calor pelas montanhas ao redor, o monastério continua erguido por todo esse tempo. fonte

Parece até matte painting!

Eles vivem na beira do abismo

É inacreditável, mas isso é uma foto. Este monastério fica na beira de um precipício, numa altura de 1000 metros das pontiagudas rochas lá em baixo. O Monastério da foto fica no Butão. Segundo a lenda o segundo Buda, Guru Rinpoche foi quem o construiu em 1692. O monastério budista, admite um limitado número de turistas para períodos de meditação. Pra quem tem sangue frio. Haja meditação!

Não deixe de conferir o resto do post! Tem muita coisa louca aqui!

Leia maisEles vivem na beira do abismo