Revisão de aposentadoria – 10 Brechas na lei para ganhar mais dinheiro

O Mundo Gump tem muitos leitores jovens, mas temos bastante leitores da terceira idade. Então num serviço de utilidade pública, aqui está um texto sobre dez brechas na lei que permitem revisão da aposentadoria, de modo que você poderá ganhar mais. Espero que ajude alguém.

10 BRECHAS LEGAIS QUE RENDEM REVISÃO DA APOSENTADORIA

As constantes alterações realizadas pelo governo para combater o déficit da Previdência Social (INSS), que atingiu, em 2004, o patamar de R$ 32 bilhões, abriram “brechas” legais que permitem aos aposentados e pensionistas do INSS pedir a revisão de suas aposentadorias.
Aproveitando essas “brechas” na legislação, a advogada previdenciária Cláudia Timóteo, da Advocacia Innocenti e Associados, levantou dez possibilidades para o pedido de revisão dos benefícios para os aposentados e pensionistas do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS).
“Devido às alterações na legislação previdenciária, o governo acaba cometendo injustiças no cálculo da renda inicial dos aposentados e pensionistas do INSS que durante muitos anos contribuíram para a previdência social, com a esperança de receber, ao se aposentarem, o benefício condizente à realidade. Agora, existem dez possibilidades legais do aposentado ou pensionista rever os valores de seus vencimentos”, afirma Cláudia Timóteo.
A advogada alerta que, para realizar o pedido da revisão, o caminho não é complicado. “O aposentado deverá ingressar com ação judicial em face do INSS perante o Juizado Especial Federal ou Vara Previdenciária, devendo inicialmente ter em mãos a carta de concessão de aposentadoria, memória de cálculo ou relação de contribuição”, explica.
Cláudia Timóteo afirma que para as dez possibilidades de revisão existem decisões favoráveis no Tribunal Regional Federal e Superior Tribunal de Justiça. “Nos casos de ORTN/OTN, URV e pensão 100%, todas as ações estão sendo julgadas procedentes pelo Juizado Especial, desde que o beneficiário preencha todos os requisitos necessários para revisão.
Confira abaixo as dez possibilidades para o pedido de revisão das aposentadorias.

Tipos de ação

1. Revisão de aposentadoria – OTN/ORTN.
Beneficiários : Aposentados com benefícios iniciados entre 17/06/77 a 05/10/88.
O que muda para o aposentado: Ganha reajuste de até 52,7% no benefício mensal e tem direito aos atrasados (não pagos nos últimos cinco anos), que são, em média, R$ 10 mil.
Tempo de julgamento: Até seis meses.
2. Aposentadoria especial pelo tempo trabalhado após novembro de 1998.
Beneficiários : Aposentados que tiveram o benefício negado por falta de laudo médico.
O que muda para o aposentado: Ganha reajuste no benefício proporcional ao tempo trabalhado a mais e tem direito aos valores atrasados. Se a aposentadoria não foi dada até agora, ele tem direito ao benefício e aos atrasados.
Tempo de julgamento: Mínimo de um ano e máximo de três.
3. Revisão de aposentadoria – aplicação do IRSM de fevereiro de 1994 (39,67%) e da URV.
Beneficiários : Aposentados com benefícios iniciados entre 01/03/94 a 28/02/97.
O que muda para o aposentado: Ganha reajuste de até 39,67% no benefício mensal e tem direito aos valores atrasados que são, em média, R$ 10 mil.
Tempo de julgamento: Até seis meses.
4. Revisão de pensão – coeficiente de 100%.
Beneficiários : Pensionistas com benefícios de pensão por morte iniciados entre 05/10/88 e 28/04/95, em que o percentual seja inferior a 100%.
O que muda para o aposentado: Tem direito a receber o valor integral do benefício do segurado morto e também aos atrasados que são, em média, R$ 14 mil.
Tempo de julgamento: Na primeira instância até três meses. Na segunda, até dois meses.
5. Aposentadoria especial – concessão de tempo especial, pelo tempo trabalhado até 20/11/98.
Beneficiários : Aposentados ou pessoas que tiveram negado o direito ao benefício em razão de não-aceitação da conversão de tempo especial em tempo comum comprovados por SB-40.
O que muda para o aposentado: Ganha reajuste no benefício proporcional ao tempo trabalhado a mais e tem direito aos valores atrasados. Se a aposentadoria não foi dada até agora, ele tem direito ao benefício e aos atrasados.
Tempo de julgamento: Mínimo de um ano e máximo de três.
6. Aposentadoria por idade – carência mínima.
Beneficiários : Segurados do INSS que tiveram pedido de aposentadoria por idade indeferida por falta de contribuição mínima.
O que muda para o aposentado: Ganha o direito à aposentadoria, que nesse caso é de um salário mínimo e pode ter direito a atrasados a contar do pedido de aposentadoria.
Tempo de julgamento: Mínimo de um ano e máximo de três.

7. Aposentadoria e auxílio-acidente.
Beneficiários : Beneficiários de auxílio-cidente iniciado antes de 10/12/97 e que, com aposentadoria posterior teve cancelado o auxílio-acidente.
O que muda para o aposentado: Ganha o direito a receber os dois benefícios, de forma cumulativa, com o pagamento dos valores atrasados.
Tempo de julgamento: Mínimo de um ano e máximo de três.
8. Pensão por morte – valores atrasados.
Beneficiários : Pensionista de segurado falecido em data anterior a 11/12/1997, em que a ação foi deferida tendo como início a do requerimento, e não a do óbito.
O que muda para o aposentado: Ganha os valores atrasados, a contar da morte do segurado até hoje.
Tempo de julgamento: Mínimo de um ano e máximo de três.
9. Contagem de tempo rural para fins de aposentadoria.
Beneficiários : Trabalhadores rurais que atuaram em pequena propriedade da família, sem ajuda de empregados, antes de julho de 1991.
O que muda para o aposentado: Ganha a contagem do tempo de serviço no campo no cálculo da aposentadoria.
Tempo de julgamento: Mínimo de um ano e máximo de três.
10. Contagem de tempo de serviço de aluno-aprendiz.
Beneficiários : Aqueles que solicitaram a contagem do tempo no INSS e tiveram indeferido o pedido. Devem comprovar que havia bolsa de estudo, paga pelo orçamento da União.
O que muda para o aposentado: Ganha a contagem do tempo como aluno-aprendiz no cálculo da aposentadoria.
Tempo de julgamento: Mínimo de um ano e máximo de três.

Fonte: Orkt

105 Comentários

  1. maicon 9 de abril de 2008
    • Alan 1 de abril de 2011
      • Alan 1 de abril de 2011
  2. Philipe 9 de abril de 2008
  3. Raquel 10 de abril de 2008
    • Carlos Henrique 2 de setembro de 2011
  4. Hunteriunn 11 de abril de 2008
  5. joker 24 de abril de 2008
  6. advprevi 13 de junho de 2008
    • adriana 8 de abril de 2009
  7. Fabiana 19 de junho de 2008
  8. Junior Arantes 21 de agosto de 2008
  9. dayanna 29 de agosto de 2008
  10. Vitor Mazzi Miranda 2 de setembro de 2008
  11. lourdes carmo piccoli 4 de setembro de 2008
  12. jose dos santos araujo 8 de dezembro de 2008
  13. marçal claudio dos santos 18 de fevereiro de 2009
    • Anônimo 8 de abril de 2009
    • Aline 9 de junho de 2009
  14. Philipe 19 de fevereiro de 2009
  15. otavio 11 de março de 2009
  16. Alex 16 de março de 2009
    • Adriani 22 de outubro de 2010
  17. Anônimo 21 de março de 2009
  18. glenio 10 de abril de 2009
  19. Francisco 14 de abril de 2009
    • PAULA DANIELA MUNIZ 15 de fevereiro de 2010
  20. Luciano 22 de abril de 2009
    • Lucimar Santana da Cruz 26 de outubro de 2009
  21. Wagner Guidotti Machado 7 de maio de 2009
  22. Renato 11 de junho de 2009
    • josé ventini 27 de junho de 2009
  23. josé ventini 27 de junho de 2009
  24. Paulo Roberto Costa Dantas 15 de julho de 2009
  25. jair 26 de julho de 2009
  26. edy martins 11 de agosto de 2009
  27. Antnio Júlio da Silva 15 de agosto de 2009
  28. Suse 21 de agosto de 2009
  29. Antonio Bedete de Paula 6 de outubro de 2009
  30. viviane dib soares lima 28 de outubro de 2009
  31. viviane dib soares lima 28 de outubro de 2009
  32. viviane dib soares lima 28 de outubro de 2009
  33. viviane dib soares lima 28 de outubro de 2009
  34. luis 14 de janeiro de 2010
  35. Maria Jose Costa da Silva 22 de janeiro de 2010
    • Maria Jose Costa da Silva 25 de janeiro de 2010
    • Sebastião Ribeiro dos Passos Costa 11 de novembro de 2014
  36. SILVIO 6 de fevereiro de 2010
  37. walter jose pereira 19 de março de 2010
  38. FABIANA AMARO 30 de março de 2010
    • Mario Kendy 2 de abril de 2010
  39. Vera Helena Gasparotti Praxedes 27 de abril de 2010
  40. maria das dores silva 28 de maio de 2010
  41. sebastiao da cruz 1 de junho de 2010
  42. Sebastiao Carvalho 23 de julho de 2010
  43. Debora de A.Ferreira 10 de agosto de 2010
  44. Marco 31 de agosto de 2010
  45. Marco 31 de agosto de 2010
  46. Marco 31 de agosto de 2010
  47. JULIO CESAR 15 de outubro de 2010
  48. Paulo Roberto Ferreira 21 de outubro de 2010
  49. paulo 23 de outubro de 2010
  50. ivanhoe vieira junior 2 de novembro de 2010
  51. ezio galhardo 11 de novembro de 2010
    • Philipe 12 de novembro de 2010
  52. GERALDOTAVARES RJ 28 de dezembro de 2010
  53. jandir 2 de janeiro de 2011
  54. Roqueoliveira1948 4 de fevereiro de 2011
  55. Porfirio13 18 de fevereiro de 2011
  56. Vera Regina Ribeiro 23 de fevereiro de 2011
  57. Nilson 23 de fevereiro de 2011
  58. Maria Inês Esquitini 27 de fevereiro de 2011
  59. Antonio cardoso da silva 21 de março de 2011
  60. Monica Gimino 19 de abril de 2011
  61. Arno Disiderio GAzzana. 24 de abril de 2011
  62. Francisco Soares Barbosa 2 de maio de 2011
  63. Rivaldoribeiro 23 de maio de 2011
  64. Tamara 25 de maio de 2011
  65. Sérgio De angelis 29 de maio de 2011
  66. Climaco cezar 30 de maio de 2011
  67. Ricardinho_niggaz 17 de junho de 2011
  68. Sebastiaocapuchinho 20 de junho de 2011
    • Clayton 29 de maio de 2012
  69. marlene caleiro 25 de junho de 2011
  70. Welingtonrodrigues 30 de junho de 2011
  71. Roqueoliveira1948 10 de julho de 2011
  72. Paulo Afonso Soares 12 de julho de 2011
  73. Cadialoch 21 de julho de 2011
  74. K_kestian 21 de julho de 2011
  75. Marilenesantos soares 13 de setembro de 2011
  76. Paulo de Andrade 27 de setembro de 2011
  77. luiz emidio da silva 10 de abril de 2012
  78. José maria reis frazão 2 de maio de 2012
  79. Márcia 11 de julho de 2012
  80. patricio nunes 12 de novembro de 2012
  81. Carlos 3 de dezembro de 2012
  82. liliane 29 de janeiro de 2013
  83. Luiz Emidio 22 de março de 2014
  84. Luiz Emidio 29 de março de 2014
  85. Roberto Vitorino Vitorino 24 de maio de 2014
  86. Josete T. de Araújo 3 de agosto de 2014
  87. Elenice Rocha 18 de setembro de 2014
  88. Elenice Rocha 18 de setembro de 2014
  89. Maria Soledade Santos Santos 21 de setembro de 2014
  90. reinaldo b. aguiar 17 de novembro de 2014


Deixe seu comnetário

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *