Quem vai querer o cérebro de um ditador?

Falando sério. O ser humano é um bicho muito estranho mesmo. Acredita que alguém colocou à venda no e-bay um item que é nada mais nada menos que o cérebro de Benito Mussolini?

Quem vai querer o cérebro de um ditador?(sei que não preciso dizer, mas o Mussolini é o que não tem bigode)

Antes que alguém pergunte, Benito Mussolini foi um ditador fascista italiano. Famoso por seus punhos de ferro, Benito Mussolini sempre foi violento. Aos catorze anos esfaqueou um colega de classe e jogou tinta no professor. Um belo começo de carreira para um homem que dizimou mais de meio milhão de pessoas na África, com o uso de armas químicas. Durante a segunda Guerra, Benito Mussolini apoiava Hitler e fazia junto com a Alemanha nazista e o Japão o famoso eixo.

Foi capturado, derrubado do poder e preso em 1943.  Mas numa ação cinematográfica da Guerra, conseguiu ser resgatado por pára-quedistas da SS, numa ação conhecida como operação EICHE. Leia mais sobre Mussolini aqui.

Sabe-se que ele morreu baleado, mas até hoje as circunstâncias precisas de sua morte são um mistério. E talvez o cérebro, à venda no e-bay possa esclarecer um pouco o mistério que envolve a morte do ditador Italiano.

Porém, como o cérebro de Benito Mussolini chegou às mãos da pessoa que está oferecendo o estranho despojo no renomado site de leilões é algo igualmente misterioso.

Quem vai querer o cérebro de um ditador?
fonte
Segundo afirmava o anúncio (já retirado do site por violar as regras de uso) o cérebro de Mussolini teria sido retirado de sua caixa craniana logo após sua execução, e seguiu para uma necrópsia. Após a necropsia, o órgão foi devolvido à família, que o preservou. Seria a bisneta do ditador que oferecia o estranho item a quem tivesse 15.000 euros ou mais para pagar por ele. A julgar pela quantidade de gente estranha no mundo, certamente o mórbido item acabaria sendo vendido.

Itens mórbidos sempre foram motivo de interesse. Sobretudo se o dono original do despojo era alguém influente, famoso ou vulto histórico. Querem exemplos de estranhas partes de corpos separadas de seus proprietários?

A cabeça de São Boaventura – Famoso teólogo e filósofo católico, perdeu a cabeça após trezentos anos de sua morte. Em 1562 sua tumba foi saquelada e a cabeça do santo arrancada do corpo. Envolvida numa complicada guerra entre católicos e protestantes, o corpo do santo foi queimado em praça pública, mas a  cabeça, incrivelmente bem preservada, foi mantida em segredo por fiéis até a Revolução Francesa, quando desapareceu para nunca mais ser vista.

O cérebro de Paul Broca – Num dos recantos menos freqüentados do Museu do homem em Paris, estão centenas de vidros e garrafas contendo cérebros. Ali estão preservados cérebros de intelectuais, ladrões, músicos e celebridades. Um deles, talvez o mais curioso seja o do médico e antropólogo Paul Broca, considerado o pai da moderna cirurgia cerebral.

O dedo de Galileu – O famoso astrônomo morreu em 1642, mas seu corpo não foi sepultado em seu local de descanso final até 1737. Durante a transferência do corpo para um mausoléu na Igreja de Santa Croce em Florença, um intelectual de nome Anton Francesco Gori cortou o dedo médio de Galileu para guardá-lo como lembrança. Depois de passar por vários proprietários, o dedo mais famoso do mundo foi adquirido  pelo museu da História da Ciência de Florença, onde está numa vitrine, apontando para o céu.

O cérebro de Eisntein – Todos pensavam que o cérebro de einstein poderia ser o maior cérebro do século XX. Graças a esta idéia, quando morreu o gênio cientista foi privado do órgão, por pedido do próprio Einstein, para que após sua morte seu cérebro pudesse ser estudado para a posteridade. O cérebro de Einstein que não era maior e nem menor, e nem mais pesado que o de um adulto com suas dimensões, foi se4ccionado e fatiado em varias partes. Após ser fotografado o cérebro do cientista foi divido em 240 pedaços, que foram remetidas para várias universidades. Até hoje não se sabe do paradeiro de vários desses blocos. Estima-se que alguns deles estejam perdidos em coleções de patologia, em meio a outros de pessoas menos influentes.  Após estudos dessas partes, descobriu-se que os lobos parietais de Albert Eisntein eram anormalmente grandes.

O cabelo e o dente de George Washington – Em 1793, George Washington presenteou John Trumbull, seu ajudante de campo com um medalhão contendo uma mecha de seu cabelo. Ao morrer, Trumbull legou a mecha a um primo de George Washington, que por sua vez passou para sua família, como uma espécie de relíquia. O dente foi dado ao dentista John Greenwood para que ele usasse como referência para fabricar uma dentadura para Washington. Naquele tempo, as dentaduras eram formadas em sua maior parte por dentes esculpidos. Os novos dentes de George Washington teriam sido feitos com presas de hipopótamo ou com marfim africano.

O Pênis de Napoleão Bonaparte – Sim, meu amigo. Isso mesmo.

Quem vai querer o cérebro de um ditador?

O bingulim de uma das maiores figuras históricas de todos os tempos. Pois em 1972 a famosa Christie’s tentou leiloar o órgão genital do monarca, originalmente subtraído pelo médico que fez sua autópsia. O valor mínimo era US$ 2 500, mas ninguém se interessou. Em 1977 um urologista norte-americano adquiriu o pênis de 2.54 cm por US$ 3 800. Curiosamente, o órgão é minúsculo. Especula-se que Napoleão sofresse com micopênis, o que indica que seu órgão sexual era de tamanho compatível com o de uma criança, mesmo após adulto.
Segundo urologista que adquiriu a trosoba, em vida, ele media apenas 4,1 cm (descanso)  e alcançaria em seu auge de excitação, a marca de 6,6 cm.

Related Post

21 comentários em “Quem vai querer o cérebro de um ditador?”

  1. A peculiaridade mais famosa da morte de Mussolini foi que ele foi exposto pendurado em um posto de gasolina. Hitler se matou no bunker porque não queria ter o mesmo destino que ele.

      • Ele mesmo. Compositor inclusive que pouca gente compreende, acho que existe certa distância entre o nosso senso estético mais espontâneo e a música do séc. XVIII, entre aquilo que achamos meio rococó ou do chamado “estilo galante” e associamos ao piegas. Também é difícil achar boas gravações da música do Haydn. Mas ele é mesmo um gigante – o que ele escreveu em quartetos, sinfonias, sonatas, missas, trios, não tem pra ninguém.

        Enfim. Ele morreu em 1809, e Viena estava em guerra com as tropas napoleônicas na época, por isso fizeram um funeral meio improvisado e simples. Aí no descuido dois empregados da família Esterhazy (aristocratas), pra quem o próprio Haydn trabalhou, foram lá e arrancaram a cabeça do corpo dele! Dizem que um dos vândalos tinha interesse por frenologia, aquela disciplina que tenta entender a psique pela forma do crânio…

        Foi uma longa história até a cabeça voltar ao corpo, heheh. Você lê mais sobre isso aqui: http://en.wikipedia.org/wiki/Haydn%27s_head.

        Abraço.

  2. Também tem a história do Rasputin, que também teve o pênis cortado e guardado num pote que hoje está num museu Russo, tem foto por aí e dizem que tinha 30 cm!!! 0_0

    Também dizem que pra matar o cara foi difícil, primeiro foi envenenado mas sua úlcera crônica expeliu o veneno, depois foi fuzilado com 11 tiros e ainda assim continuou vivo, depois foi castrado e nada… Só depois que ele foi espancado e jogado em um rio congelado na Russia ele morreu, mas não em decorrência dos ferimentos ou por afogamento, mas congelado.

    Chuck Norris perto dele é uma menininha assustada hahaha

  3. Agora imagina se em um filme de ficção sobre clonagem o cientista maluco comprasse o cérebro no ebay ninguém ia levar a sério o filme hehe. Tem coisas que a arte não pode imitar a vida pois não fica plausível.

    Abraços

    Acho seu blog fera!! Parabéns

  4. Ué…a vida inteira li que Mussolini foi enforcado junto com sua p., quer dizer, sua esposa numa praça pública, por uma turba enfurecida.
    Bem, pode ser que meteram uns balaços nele antes…vou pesquisar o Wikipédia para conferir.
    Mas tem gente acreditando que Hitler se matou? Alguém achar que um sujeito esperto igual a ele não tinha um plano B é muita ingenuidade…o cara se mandou, ora…

    • Essa do Hitler foi novidade pra mim. Eu (e a torcida do flamengo) acreditávamos que o Hitler se viu cercado. Com medo do que iria acontecer a ele, ingeriu veneno e meteu um balaço na cabeça.
      Vc tem alguma prova de que foi tudo um golpe?

      • Depois que assisti aquele filme Hitler – A Queda! fiquei seriamente considerando essa possibilidade. Existe uma foto dele morto – que muito bem pode ser um sósia, pois não é tão parecido assim.
        Depois os russos apresentam uma casquinha de osso da cabeça, meio queimada e dizem que foi tudo o que sobrou do cara.
        Porém existiam no Bunker seis crianças que foram envenenadas e cremadas também. A secretária de Hitler, que viveu até poucos anos atrás não confirma a morte, pois se mandou antes de tudo e passou pelas tropas russas na moral. Existiam aviões prontos para a fuga, seria questão de entrar num carro e atravessar alguns quarteirões. Eu sei que é um assunto desagradável e polêmico – mas imagine se descobrirmos alguma evidência concreta…

        • O que eu fico imaginando é se Hitler, egocêntrico como era, não daria um jeito de deixar claro que sobreviveu, entende? Seria algo totalmente irresistível pra ele, demonstrar que os aliados não conseguiram o intento.

  5. Puxa, Napoleão…essa é a prova de que mesmo com pouco se pode fazer muito.
    O menor pinto que eu já ouvi falar aqui pelas redondezas era de um guitarrista: 8 cm. Mas era casado e tinha filhos.
    O maior, de um intelectual, que tipo leu a Bíblia 4 vezes mas era problemático…com 28 centímetros de anaconda.
    Esse era virgem, com 22 anos não conhecia mulher e levava 10 minutos a 15 minutos para trocar de roupa num vestiário, de tão tímido.

  6. Philipe, depois de ler esse post lembrei de algo sobre o cerebro do Einstein que tinha lido a muito tempo atras, e encontrei o link, se não leu ainda de uma olhada achei bem interessante: http://www.ceticismoaberto.com/ciencia/2135/o-crebro-de-einstein

  7. Nossa! O que mais me impressionou foi a história do Napoleão! Coitado, que tristeza! rs Nem posso imaginar como seria algo tão minúsculo. Até por que aqui no Brasil estamos mais acostumadas com pessoas, digamos… Mais felizes! rs :lol2:

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

shares