Os sequestradores de Madeleine McCann foram identificados?

Você se lembra do caso até hoje em aberto do desaparecimento da menininha Madeleine McCann que sumiu num resort no Algarve, em Portugal anos atrás?

Madeleine McCann desapareceu enquanto dormia num quarto de hotel de um complexo turístico da Praia da Luz, no Algarve, em Portugal, em maio de 2007, quando estava prestes a completar 4 anos. Quase uma década depois, sem pistas do que teria acontecido, a polícia britânica segue investigando o caso, e anunciou recentemente que pode haver avanços.
Madeleine estava com seus irmãos, gêmeos na época com 2 anos, quando desapareceu. No momento de seu sumiço, seus pais, os médicos Kate e Gerry McCann, haviam saído para jantar num restaurante próximo do local.
Após o sumiço, houve apelos por informações da menina em diversos locais do mundo, e pessoas famosas, como os jogadores Cristiano Ronaldo e David Beckham, fizeram apelos na televisão para que a menina fosse encontrada com vida.
Centenas pessoas foram ouvidas pela polícia portuguesa – os pais da menina, funcionários do hotel, outros frequentadores. Cães farejadores também participaram das buscas. A polícia pegou peças de roupa da menina inglesa, e graças aos animais, foi possível descobrir que Madeleine chegou a passar por outro apartamento do balneário antes de desaparecer.
Passado um mês, apenas uma das pessoas ouvidas pela polícia foi considerada oficialmente suspeita – o cidadão britânico Robert Murat, de 33 anos, que mora com a mãe em uma casa próxima ao hotel onde a menina desapareceu. Ele chegou a ser detido e interrogado, mas foi solto por falta de provas. Ele disse posteriormente que a história “acabou com sua vida”.

Em setembro de 2007, quatro meses após o ocorrido, a polícia portuguesa declarou os McCann suspeitos do desaparecimento da menina, o que eles negaram categoricamente.
Após diversas reportagens que os responsabilizavam pelo ocorrido, os pais de Madeleine aceitaram, em março de 2008, um pedido de desculpas e uma indenização por danos morais de dois jornais britânicos.
As autoridades portuguesas encerraram sua investigação sobre o caso em 2008.

Madeleine quando sumiu e quando tinha 9 anos (em simulação digital)
Madeleine quando sumiu e quando tinha 9 anos (em simulação digital) hoje ela teria 13

Houve ate quem suspeitasse de que os pais dela haviam vendido os órgãos da própria filha. Mas eventualmente também surgiram rumores de que a menina tinha sido vista.  Desde o desaparecimento, centenas de relatos de aparições de Madeleine surgiram ao redor do mundo. Em alguns casos, a menina estaria viva e teria sido vista com outros adultos – alguns alertas resultaram na mobilização de dezenas de policiais.
Em outros, Madeleine estaria morta – a polícia portuguesa chegou a analisar ossos encontrados durante a busca, que acabaram não sendo da menina.
Em 2011, a mãe da menina, Kate, publicou o livro “Madeleine”, no qual relata o “pesadelo sem fim” e “as visões horríveis” que teve sobre o paradeiro da filha.
Em julho de 2013, a Scotland Yard anunciou que iniciaria uma nova investigação sobre o desaparecimento de Madeleine.
Em outubro, foram revelados novos detalhes sobre o desaparecimento da menina no programa de investigação da BBC “Crimewatch”, que derrubaram a linha inicial de investigação da polícia portuguesa.
A Scotland Yard afirmou que uma das possibilidades da nova linha de investigação é a de que o desaparecimento da garota poderia ter sido planejado.
Tempos atrás a polícia disse ter feito uma nova e mais completa reconstituição do caso e divulgou um novo retrato falado de um homem que pode ser “vital” para a solução do desaparecimento, segundo os investigadores.

suspeitos_madeleine

Em uma investigação paralela, a própria família McCann conseguiu um outro retrato falado de um homem suspeito que foi visto por diversas testemunhas vagando naquela área e que ate teria pedido doação em dinheiro para um “orfanato” – que depois, descobriram, não existia.
feioso

O caso Mccann é impressionante porque é muito cheio de detalhes. Recentemente uma nova leva de detalhes veio a publico.

E o negócio é MALUCO! Se prepare para ficar bolado agora.

Surgiram relatos de que uma câmera de segurança mostrou um homem carregando a menina em direção à praia. Posteriormente, usando alta tecnologia, a scotlandyard gerou um retrato falado de melhor qualidade que mostra um suspeito. Diversas testeminhas teriam visto essa pessoa e ela parece estar diretamente relacionada nos eventos do crime, podendo ser uma testemunha importante, ou mesmo um suspeito direto.

Undated e-fit images of a man seen in Praia da Luz at the time of Madeleine McCann's disappearance

Essas imagens foram reveladas num programa de Tv  similar ao “linha direta” que passava antigamente na Globo.  Tão logo o programa “crimewatch” da BBC foi exibido, centenas de ligações surgiram dizendo que pessoas teriam visto pessoas iguais no lugar e época do desaparecimento.

Mas o negócio ficou bizarro mesmo foi quando a discussão caiu nos foruns da internet e no Twitter. Alguém percebeu que esses dois rostos não eram muito incomuns. Aliás, pelo contrário, eles eram FAMOSOS! E os dois eram IRMÃOS!
São os dois irmãos que trabalham, veja só que gump, véio, na campanha presidencial da Hillary Clinton, os Irmãos Podesta!

podestabrothers

O retrato falado feito eletronicamente pela Scotland Yard é tão, mas tão parecido com os dois que eu cheguei a pesquisar se isso não era um boato para zoar a campanha. Mas não era (até o momento, que eu saiba).

Seria uma inacreditável coincidência?  Coincidências incríveis realmente ocorrem, mas veja só, essa história ainda não acabou e vai ficar mais bizarra agora:

John Podesta, o homem que acreditam poder ser o sequestrador de Madeleine McCann aparece nos emails vazados pela Wikileaks. Entre os emails, há um que revela um detalhe interessante: Eles estavam viajando no momento que Madeleine desapareceu. VBiajando pra onde? Se você chutou Portugal, acertô miseravi!

5qfoht

screen-shot-2016-11-07-at-3-23-09-am-768x727

Estranho né? Mas ainda não acaba aqui. Existem evidências apontam para os Podesta estarem ligados com envolvidos com crimes potenciais ou pelo menos bizarros rituais que envolvem crianças menores de idade.

A fundação Clinton tem laços de longa com uma traficante de crianças do Haiti chamada Laura Silsby.

Também descobriram que  John Podesta, tem laços familiares estreitos com Denny Hastert, condenado por molestar crianças.

No e-mail abaixo, o irmão de Podesta menciona Denny, dizendo que eles são “próximos”.

screen-shot-2016-11-05-at-12-49-11-pm-1

Mas quem é Denny Hastert? Ele foi um treinador de wrestling que foi referido indiciado e julgado por molestar crianças de modo serial.

Estariam os irmãos Podesta envolvidos com o sequestro de Madeline Mccann? Não sabemos ao certo ainda, mas é no minimo digno de nota essa conexão com pedófilos e o fato de estarem em Portugal no período do desaparecimento da menina. Há uma conexão direta entre esse desaparecimento e alguma seita misteriosa enfiada nos porões do poder? Eu não sei, geralmente acho isso fantasia maluca de conspiradores de plantão, mas a gente sabe como são certas coisas. A grande mídia gosta de tentar esconder algumas coisas inconvenientes e fazem tudo o que podem para proteger suas marionetes políticas. Não é impossível que eles chamem isso de uma “vasta conspiração da direita”. Mas sempre podemos lembrar que o escândalo da Monica Levinsky também já foi chamado assim.

O fato é que há uma grande comoção quando a semelhança entre as fotos e as simulações de computador vieram à tona. Evidentemente como era de se esperar, os mais afobados, até porque estavam mobilizados por destruir a credibilidade na campanha democrata pela presidência, já começaram acusar os caras como se não houvesse amanhã.

Acho perigoso esse negocio de sair acusando. Mas se eles estavam no país e estão ligados direta ou indiretamente à pedofilia (naquele video bem exagerado postado acima me pareceu bem claro que “pizza” é um código entre os pedófilos), creio que este caso merece uma investigação aprofundada. O que me é mais intrigante nisso tudo é como a simulação 3d dos suspeitos bate muito igual aos dois irmãos Podesta. E então, fuçando, achei esta matéria muito interessante de 2014 onde os repórteres da Fox dizem que fontes da Scotland Yard dizem SABER quem foi que sequestrou a menina, mas que estão impedidos de apontar os culpados.

Se é como o programa diz, então, não seria de espantar que talvez o retrato falado tão preciso seja uma acusação implícita.

É absolutamente inegável A rede de pedofilia mundial é extremamente poderosa e muito ramificada. Eu não duvido que uma significativa parcela dela esta infiltrada no mais alto escalão do poder, e também não posso deixar de lembrar daquela morte em circunstâncias estranhas do conspirador Max Spiers, que estava justamente investigando crimes sexuais envolvendo grandes figurões.

É cristalina a verdade que esse assunto só voltou à baila dado o clima de combate pela eleição norte-americana, mas seria uma reviravolta interessante se as investigações apontando nessa direção se concretizassem. Há quem possa teorizar que o retrato falado foi divulgado para atrapalhar a eleição da Hillary, mas esse argumento cede diante do fato de que essa simulação foi feita no ano de 2013! Porém, ela não é um retrato falado de dois homens, mas segundo a Scotland Yard divulgou na época, de um homem só.

O que realmente aconteceu com essa menina? Ela ainda está viva?

fonte fonte fonte fonte fonte

 

Related Post

6 comentários em “Os sequestradores de Madeleine McCann foram identificados?”

  1. Realmente SINISTRO hein! Parece roteiro de filme essa história, mas creio que tenha um fundo de verdade bem grande!
    Enfim, ótimo texto como sempre, obs: já li todas as suas histórias de vida, e caramba, tu é um merdeiro hein! Haha

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

shares