Pin It

Os Moglis reais – Casos assombrosos de crianças criadas por animais


Quem nunca viu aquele desenho da Disney “Mogli”? Na história de Rudyard Kipling, imortalizada no traço da Disney, um menino é criado por animais selvagens e tem como amigos macacos e ursos.
mogliy Os Moglis reais   Casos assombrosos de crianças criadas por animais   Curiosidades
Pode parecer incrível, mas a história da humanidade está recheada de lendas e fábulas sobre crianças sendo criadas por animais. Talvez um dos maiores expoentes disso na nossa cultura ocidental, seja o clássico literário de Edgar Rice Borroughs, “Tarzã, o rei dos macacos”.

Em contrapartida, na história das civilizações antigas, a criação por animais é parte integrante de sua existência. Veja por exemplo o caso de Rômulo e Remo. Dois gêmeos recém nascidos do século VIII A.C. que abandonados por um tio, encontram numa loba sua mãe adotiva. Alimentados pela loba, Rômulo e Remo crescem e posteriormente são encontrados por um pastor, que os ensina a agir como humanos. Os dois dão origem a uma civilização que posteriormente dominou o mundo: Roma. Ficção? Talvez.

Muitas vezes, é bem difícil separar o joio do trigo nessas lendas, mas sabemos que muito do que se pensava ser apenas mitologia tem um fundo de verdade. O ser humano, quando extirpado de seu local numa estrutura social organizada, perde quase completamente o comportamento e adota uma forma de vida eminentemente selvagem, regredindo milhares de anos de evolução num piscar de olhos.

Geralmente, a tentativa de resgatar essas pessoas e trazê-las de volta para a sociedade de onde saíram, resulta em retumbantes fracassos e sofrimento de ambos os lados. Uma vez selvagem, dificilmente o ser humano consegue se reintegrar à civilização. Este fator, percebido em inúmeros casos de tentativas de reintegração,  expõe duramente  uma verdade:  A de que a Humanidade só evolui em conjunto. Pensamos nossa vida de modo individual e podemos ter a ilusão de que nós nos bastamos, mas essas histórias mostram o quanto somos dependentes do outro. Isso nos mostra também, o poder da linguagem, que permeia as sociedades pré e pós-civilizadas desde um período anterior aos dois milhões de anos atrás e que segundo muitos estudiosos foi o que nos separou dos animais selvagens e propiciou uma rápida ascensão evolutiva e também na cadeia alimentar.

Pensando nisso, acredito que seja interessante agrupar aqui alguns dos mais interessantes e intrigantes casos de crianças que foram adotadas e curiadas por feras selvagens, vivendo como animais, alheios ao mundo e até da  percepção de que pertenciam a uma outra espécie.

O menino lobo de Hesse -

Este é um dos casos mais antigos já registrados de crianças humanas vivendo como feras. O menino logo de Hessie foi precariamente registrado, o que gerou conflitos e imprecisões históricas. Estima-se que o menino lobo de Hessie, pode ser a soma de três casos distintos.

Em 1344, (com variações entre 1544 e 1744) caçadores do reino alemão de Hesse capturaram um menino que tinha entre 7 e 12 anos de idade. O menino estava completamente fora de si, e agia como um animal. Ele estivera vivendo com os lobos durante grande parte de sua vida. Monges Beneditinos que registraram o caso em seus alfarrábios contam que o menino teria sido roubado da família aos três anos, pelos próprios lobos que o criaram.

Quando descoberto na floresta, o menino vivia nu, se alimentava de carne regurgitada pelos lobos e dormia em tocas cavadas no chão.  Além disso, o menino logo de Hesse corria de quatro com extrema habilidade, e era capaz de saltar distâncias impressionantes para sua idade. Tratado como uma curiosidade anormal por seus captores, o menino não sobreviveu mais que uns poucos dias. Existem suposições que a morte do jovem tenha se dado em função de uma dieta reforçada de alimentos cozidos.

O segundo menino de Hessie, como é conhecido, pode ser apenas uma versão errada do primeiro menino, mas também é possível que se trate  de uma outra criança. Este nunca teria sido capturado por humanos, embora houvesse tentativas infrutíferas de capturá-lo. Em alguns relatos, o segundo menino teria mordido, arranhado seus captores e fugido para a parte mais densa da floresta na companhia de uma alcatéia, para nunca mais ser visto.

O menino lobo de Wetterau

O caso do menino Lobo de Wetterau ocorreu em 1344, durante um inverno excepcionalmente frio. Nobres Caçadores que se embrenhavam nas florestas de coníferas em busca dos lobos, descobriram um menino que estava vivendo com uma alcatéia nas proximidades de uma fazenda chamada Echtzel. Os nobres capturaram o menino, que foi levado de volta à civilização. O menino viveu até os oito anos de idade. Especulou-se que dada a proximidade e a pouca idade da criança, ele poderia ter sido roubado da fazenda.

O menino lobo de Ardennes

Outro caso interessante de criança capturada por lobos foi relatado no livro “Schediasma de hominum inter ferus educatorum statu naturali solitario”, Publicado em1730. Neste livro,  Koenig, Henricus Conradus conta que uma criança foi roubada por lobos e criada por eles. Quando descoberta, ela agia como um animal selvagem e só comia carne crua. Criada por uma família e alimentada gradualmente com outros alimentos, vivendo na presença de outras crianças, seu comportamento bestial foi gradualmente sumindo e ela inclusive aprendeu a falar.

O menino urso da Lituânia

Em 1661, numa floresta da Lituânia, um grupo de caçadores em busca de peles encontrou um menino vivendo em meio a um grupo de ursos. Apesar da forte resistência imposta pelo menino, que mordia,  arranhava e se debatia ferozmente, ele foi capturado. O menino urso foi levado para Varsóvia, na Polônia e batizado como Joseph. Durante anos o menino continuou a comer apenas carne crua e pastar na grama. Embora nunca tenha deixado de rosnar, Joseph adquiriu um limitado vocabulário e terminou sua vida como empregado de um nobre polonês.

O menino ovelha da Irlanda

No ano de 1672, um jovem de apenas 16 anos foi descoberto preso numa armadilha nas montanhas da Irlanda do Sul. Desde que fugira da casa dos pais quando criança, o jovem viveu com um rebanho de ovelhas selvagens. Embora só comesse capim, ele era curiosamente saudável e também bastante musculoso. Levado numa rede para a Holanda, ele foi entregue aos cuidados do Dr. Nicholas Tulp, de Amsterdã. O menino nunca aprendeu a fala humana e berrou como uma ovelha por toda sua vida.

A menina urso de Fraumark

Em 1767, dois caçadores capturaram uma jovem que os atacou depois que eles atiraram num urso, durante uma caçada nas montanhas de Fraumark, na Hungria. A jovem de 18 anos era alta e bastante musculosa. Segundo indícios, ela estava vivendo com os ursos desde a infância. Mais tarde ela foi internada num asilo em Karpfen, porque se recusava a usar roupas e comer qualquer coisa que não fosse carne crua ou casca de árvore.

Dina Sanichar

O caso de Dina Sanichar é emblemático. Ele foi encontrado nas florestas úmidas da Ìndia, vivendo com  lobos selvagens e habitando uma caverna em Buland-shahr. O Jovem foi levado para o orfanato de Sekandra, próximo a Agra, onde recebeu o nome de Dina Sanichar. O menino nunca conseguiu usar roupas e passava o dia afiando os dentes em um pedaço de osso. Ele ficou 28 anos no orfanato, mas nunca falou. Em 1895, ele morreu de tuberculose agravada pelo único hábito humano que aprendeu: Fumar tabaco.

William Mildin, o rei dos macacos

Este caso carece de mais dados comprobatórios e muitos acreditam que tenha sido o caso que inspirou a história de Tarzã. Nele, um jovem (que investigadores do caso acreditam chamar-se William Russel) William Mildin, que seria o 14 conde de Streatham. Ele era uma criança de 11 anos quando teria naufragado na costa oeste da África em 1868. Mildin teria conseguido chegar a costa de alguma maneira e lá foi adotado por uma família de macacos, onde viveu por 15 anos, até ser descoberto e levado para a Inglaterra.

Amala e Kamala

amala e kama Os Moglis reais   Casos assombrosos de crianças criadas por animais   Curiosidades

Na faculdade de Psicologia, nós estudamos alguns desses casos, e um dos mais interessantes pra mim foi o caso de Amala e Kamala, ocorrido no ano de 1920. O caso das jovens, um dos mais fartamente documentados, é relatado por um padre, o reverendo J.A.L. Singh, que capturou as duas crianças, uma com 3 e outra com 5, que estavam vivendo em uma alcatéia. Os lobos que as adotaram viviam nas florestas próximas a vila de Midnapore, na Ìndia. Batizadas de Amala e Kamala, as duas meninas eram mudas, só emitindo grunhidos e rosnados.

kamala Os Moglis reais   Casos assombrosos de crianças criadas por animais   Curiosidades

Elas andavam de quatro e só comiam carne crua. Após um ano na civilização, Amala morreu. Kamala aprendeu a ficar em pé e adquiriu um vocabulário limitado de 45 ou 50 palavras antes de finalmente morrer, em 1929.

Posteriormente, surgiram rumores de que a história de Amala e Kamala seria uma fraude deliberada para tentar obter proventos e sustentar o orfanato do padre. Fortes evidências surgiram que indicam isso, deixando dúbioa a questão. Independente da questão fraudulenta da história, muitas pesquisas sobre a linguagem e o desenvolvimento cognitivo usaram Amala e Kamala para ilustrar pontos de vista, e por isso a história das meninas é ensinada até os dias atuais. fonte

O menino Leopardo de Cachar

O menino leopardo de Cachar foi descoberto em 1938 por um esportista inglês, que viu o jovem, de oito anos morando com uma fêmea de leopardo e seus filhotes nas montanhas de Cachar, ao norte da Índia. O menino, que fora levado pelo leopardo cinco anos antes, foi posteriormente devolvido a sua família de origem que era composta de fazendeiros e camponeses. Embora ele fosse quase cego, o jovem conseguiu identificar indivíduos e objetos através de seu olfato extremamente desenvolvido.

Ramachandra – O menino anfíbio

Um caso bastante curioso de crianças-fera é o de Ramachandra, um menino descoberto em 1973, vivendo na beira do rio Kuano, na Índia.Embora tenha sido testemunhado em 1973, o menino anfíbio só foi capturado em 1979. O jovem foi levado para um vilarejo próximo ao rio, onde tentaram criá-lo como uma pessoa normal. Mas ele nunca andou de pé. Pulava como um sapo e passava as horas contemplando a beira do rio. Não aprendeu a falar e preferia comida crua. Ele também nunca usava as mãos para pegar a comida. O menino anfíbio morreu em 1982, após se aproximar de uma mulher indiana (especula-se) com o intuito de copular. A mulher se assustou e vingou-se do menino anfíbio jogando água quente no corpo dele.

Traian C?ld?rar
meninoz Os Moglis reais   Casos assombrosos de crianças criadas por animais   Curiosidades Em fevereiro de 2002, um pastor da Romênia, descobriu o jovem, morando numa velha caixa de papelão em meio a floresta. Desnutrido, doente, com feridas provocadas pelo intenso frio e nu, o jovem foi levado para um orfanato a 110 milhas de Bucareste. Os médicos que o examinaram disseram que ele não poderia viver sozinho naquelas condições e especularam que ele vivia com uma matilha de cães. Trainan não sabia mais falar. Em seguida, descobriram a mãe do jovem, Lina C?ld?rar que disse acreditar que ele fugiu de casa devido aos maus tratos infligidos pelo pai violento. Um tempo após voltar para casa, o jovem já se comunicava oralmente e gradualmente avançou para um comportamento socialmente aceitável. fonte

A menina das selvas

42469351woman203 Os Moglis reais   Casos assombrosos de crianças criadas por animais   Curiosidades

Uma jovem cambojana surgiu das selvas em janeiro de 2007. Imediatamente após o aparecimento da “menina das selvas” uma família reclamou seu parentesco, afirmando que se tratava de Rochom P’ngieng, nascida em 1979. A jovem foi descoberta quando roubava comida de uma fazenda. Não se sabe como ela foi parar na selva, e os parentes acreditam que “maus espíritos” a roubaram da família. A jovem parecia entender o que falavam com ela, pois obedecia ordens. Mas não falava e não pegava nada que não dessem a ela diretamente.

Levada para casa, ela foi vestida e obrigada a se comportar como uma pessoa civilizada. Logo, a menina apresentou sinais de depressão e numa noite, livrou-se das roupas e fugiu de volta para a floresta.

Meses depois, ela foi recapturada e novamente conduzida para casa. Depois de um longo período de adaptação a jovem começou a se afeiçoar aos parentes, sobretudos as crianças pequenas, que ela abraça e beija todo o tempo. È com os pequenos que a jovem se sente segura, pois sorri e brinca contínuamente.

fonte, fonte, fonte

Oxana Malaya – A menina bicho

oxana01 Os Moglis reais   Casos assombrosos de crianças criadas por animais   Curiosidades

Oxana viveu a maior parte de sua vida na companhia de cães selvagens na Ucrânia.

Filha de pais mentalmente perturbados e alcoólatras, a menina foi expulsa de casa com apenas três anos. Adotada por cães, ela passou a viver com eles numa espécie de cabana que havia nas proximidades da sua antiga casa.

Graças ao contato, a jovem desaprendeu tudo que sabia de hábitos humanos e adquiriu comportamentos e maneirismos de cachorros.  Ela late, anda de quatro e se coça como um cão. Ela só sabe dizer “sim” e “não”. A jovem adquiriu grandes habilidades como olfato apurado e audição excepcional. Sem estímulos intelectuais e emocionais a mente da menina é praticamente a mesma de um cachorro.  Até 2006, com 23 anos, a jovem vivia num lar para pessoas com problemas mentais.

Lyokha – Desaparecido

wolfboy Os Moglis reais   Casos assombrosos de crianças criadas por animais   Curiosidades

Encontrado em dezembro de 2007 numa  floresta de Kalunga, na Rússia, em companhia de uma família de lobos, o jovem russo foi conduzido a um hospital, onde foi cuidado, teve suas enormes unhas cortadas e recebeu banho e tratamento médico. O jovem agia como um lobo, mordendo e grunhindo. Andava de quatro e não falava. Apenas grunhia.  O caso dele foi publicado até aqui no blog.

O jovem Lyokha aproveitou-se de um descuido e conseguiu fugir do prédio de volta para a floresta, onde nunca mais foi visto.  Acredita-se que ele ainda esteja em companhia da família de lobos. fonte

Natasha – O caso mais recente

02091651600 Os Moglis reais   Casos assombrosos de crianças criadas por animais   Curiosidades

O caso de Natasha aconteceu na cidade russa de Chita, em 2009. Natasha é uma menina de apenas 5 anos que viveu trancada num cômodo, sem praticamente nenhum contato com o ser humano. Ela ficava junto com cães, gatos e sem nenhum tipo de aquecimento ou higiene. Quando foi encontrada, a menina não sabia falar. Apenas latia e rosnava, pulando nas pessoas em uma busca desesperada por atenção, como apenas os cães fazem.

A jovem havia sido raptada do colo da mãe ainda bebê pelo próprio pai, que a escondeu numa casa caindo aos pedaços, cheia de lixo e sem nenhuma condição de habitação. O homem trancou a menina no cômodo e chegou a lutar com a polícia, quando anos depois do sequestro, os oficiais chegaram no cativeiro para resgatar a criança. O pai dela foi preso, mas já está solto, aguardando julgamento.

fonte

O caso de Natasha lembra o de um outro famoso selvagem, Kaspar Hauser.

Misha Defonesca – A fraude

Esta jovem tinha apenas sete anos quando seus pais foram capturados por nazistas. Escondida numa casa segura a jovem se manteve ilesa da ação dos nazistas. Misha ficou na casa durante um longo tempo, até que com medo de ser descoberta ela fugiu para a floresta, onde sobreviveu se alimentando de frutinhas e comida roubada de fazendas. A Segunda Guerra seguiu violenta, e a jovem andou por meses através das florestas, cobrindo 4.800 km durante quatro anos de solidão, andando com medo da guerra e em busca dos pais. Ocasionalmente, a jovem vivia com uma alcatéia. Posteriormente, a jovem deu seu testemunho sobre a vida que levava.

Em minhas viagens, eu podia dormir profundamente na companhia dos lobos. Os dias com minha família de feras multiplicavam-se. Não tinha idéia de há quanto tempo estava com eles. Achava que ia viver com os lobos para sempre e isso me parecia melhor que voltar ao mundo humano. Hoje, as lembranças daqueles dias são cinzentas. Foi uma experiência maravilhosa”

A história da menina virou um livro autobiográfico  em 1997. Posteriormente, a história foi convertida num filme, e tempos depois, os editores e o autor confessaram que tudo não passou de uma fraude.  fonte fonte

Embora existam algumas fraudes como a de Amala e Kamala, Misha Defonesca e etc, o numero de seres humanos que adquirem comportamentos selvagens em ambientes hostis, muitas vezes na companhia de animais selvagens é expressivo. Pode parecer, aos olhos do leigo, que tudo é fraude ou erros de interpretação de histórias do passado, ou ainda, manipulações da imprensa marrom para vender jornal. Mas o fato é que o ser humano demonstra uma impressionante adaptabilidade e estes casos de crianças-fera mostra exatamente isso.

Para quem ficou curioso e gostaria de saber mais casos de pessoas assim, confira este site, que contém uma lista de todos os casos de crianças-fera  investigados e comprovados.

Espero que tenham gostado. Até a próxima.

 Os Moglis reais   Casos assombrosos de crianças criadas por animais   Curiosidades Category: Product #: Regular price:$ (Sale ends ) Available from: Condition: Good ! Order now!
Reviewed by on. Rating:


19 Comments

  1. Parabéns pelo post, Philipe! É um assunto muito interessante mesmo, já tinha procurado a respeito.

    Sobre Amala e Kamala, lembro de ter lido que provaram ser um caso forjado, infelizmente (acho que até o artigo em inglês da Wiki menciona isso). E sobre a Oxana Malaya, deve ser o caso mais impressionante de todos de se ver, procurem no YouTube! Aliás, veja lá você Philipe, e poste o vídeo dela aqui. É muito impressionante!

    Reply
    • Boa dica. Adicionei referências à fraude de Amala e kamala no post e vou colocar sim o video.

      Reply
  2. Belíssimo post philipe! Obrigado :B

    Reply
  3. O caso de Oxana Malaya parece fake.

    Reply
    • Tito,

      Desculpa não pegar o link pra você, mas procure o VÍDEO dela no YouTube. Sem comentários: não é fake.

      Reply
  4. Curioso que na maioria desses casos houve uma inversão de papéis.
    Se o ser humano humaniza os cães, eles podem nos animalizar.
    E quer dizer que o Planeta dos Macacos, a versão clássica, poderia virar realidade?
    Os seres humanos poderiam regredir como no filme?

    Reply
    • O maneiro do Planeta dos Macacos é que eles viajam partindo de umas premissas totalmente plausíveis, como o macaco evoluir e ficar mais inteligente (já falar são outros 500, mas aí tem que rolar uma licença poética) e humanos ficarem mais retardados, divididos em classes dos pensantes e dos não pensantes. E cultuar uma Bomba atômica… (bom, a humanidade já cultuou até bezerro de ouro. Tem gente que cultua a água onde nadou uma tartaruga, por que não cultuar uma bomba atômica chamada alpha-ômega?)

      Reply
  5. Bigadu cara vc me ajudou a fazer o trabalho do meu colégio :P

    Reply
  6. vai pra casa do carai, capeta!!!

    Reply
  7. hoje vi no jornal e aposto que terá muito mais acessos por causa diisso parabéns muitas coisas interessantissimas cujo podemos espelhar a triste e dura realidade do nosso planeta, e além do mais temos muitas formas como ajudar postando isso :curious:

    Reply
    • Jornal? Que jornal??

      Reply
  8. ótimo site pra faser trabalhos escolares!

    Reply
  9. Acho isso completamente possível afinal de contas nós nascemos como um animal sem saber nada, apenas temos o instinto de se alimentar dormir esse tipo de coisa básica, se deixar uma criança longe da civilização até crescer sendo criada por animais agente se adapta ao meio ambiente em que vivemos.

    Reply
  10. foi isso mesmo que a proff me pedio

    Reply
  11. isso e o que divulgaram, concerteza tem casos que nao sao divulgados pra nao causa panico na populacao mundial, porque sao casos completamente estranhos, um exemplo: O QUE A DENTRO DA AREA 51 NOS EUA fica a pergunta ai pra quem quiser refletir estamos proximo do  fim do mundo, a coisas que os EUA nao deixa divulga.   

    Reply
  12. O que é mais bizarro: Os posts do Philipe ou as pessoas que comentam aqui?!?!

    Reply
  13. post sensacional!
    ontem descobri um caso muito parecido com o da natasha. Recomendo o documentario “O segredo da criança selvagem”, que conta a historia da pequena Genie. Impressionante!

    Reply

Submit a Comment

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

x
Clique em CURTIR para receber as melhores histórias da web!