10 Comentários

  1. Fabio

    Orraaaaa aí sim hem Philipe! Acompanho você a quase uma década, já me deliciei com quase todos os seus textos – até no Jô te acompanhei – e estava ficando inconformado pensando que tal grande escritor havia ficado deprimido. Cara, não sei qual a porcentagem correta: se um em 100 ou um em 10000 vão aproveitar tamanha densidade de informação e ciência embebecida em opinião e suspense corretos, só sei que é muuuuito bom te ver de volta. Meus sinceros parabéns, espero que tenha voltado com seu coração a mil. Live long and prosper.

    Responder
  2. diogo

    Da hora, eu conhecia a história atômica de Israel e Sul Africana, mas não conhecia essa história envolvendo ambas.

    Responder
  3. vinicius maciel

    Realmente muito intrigante, mas acredito que nunca saberemos a verdade. Mais uma vez um texto excelente, parabéns !!!
    O vídeo no inicio do post é um documento assustador sobre a quantidade de testes feitos, eu nunca havia imaginado que tinha sido tantos

    OBS: obrigado por voltar permitir os comentários par quem não tem Facebook, sou uma destas poucas pessoas.

    Responder

    1. Oi Vinicius, sempre teve a opção de comentários. Antes eu estava usando o disqus, pq ele segurava os spammers melhor, mas troquei pq eu tb achava um saco ter que se cadastrar numa porra pra fazer um simples comentário.

      Responder
  4. Hilton Silva

    Philipe, o teu blog (site?) faz parte da minha, eu não consigo me lembrar de quantas horas passei lendo o que você escreve, mas eu lembro do primeiro texto que li aqui no Gump: um texto sobre uns ratos que depois de passarem muita fome começam a comer uns aos outros.

    Enfim, eu só quero dizer obrigado! Tudo de bom pra você e sua família!

    Responder
  5. Raul

    Sei que dá trabalho e tu tem muito já. Mas dá gosto de ler os posts quando tu “se puxa”!

    Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.