• http://www.porraman.blogspot.com Marcio Melo

    Teve chuva de sapo também no filme Magnólia 😛

  • http://www.mundogump.com.br Philipe

    Isso. Aquilo lá é baseado nesses casos.

  • Thiago

    Caramba.. eu é que não queria passar por uma chuva dessas…

    Exceto a de moedas, claro… O que tem de sapo aqui no Guarujá é brincadeira!

    Uma vez eu tava no pc e um sapo ‘caiu do céu’… em cima do teclado. Maldito desgraçado, olhou pra minha cara e se virou. E ficou paradão virado de costas pra mim.

    Cai do céu, no MEU teclado e ainda me acha feio e me dá um fora.. :/

  • Thiago

    p.S. vai que eu beijava e virava uma princesa… hahaha

  • Misheli

    Ou voce virava sapo o.0…desculpa eu vi o post e nao resisti..

  • fernando

    Solução do caso.
    Se eles estavam perto de árvores é possivel que os sapos caíram delas, pois sapos e rãs vivem também em árvores, acreditem, eles vivem e se reproduzem dentro das bromélias que são plantas capazes de acumular até alguns litros de água entre suas folhas, eu criava umas pequenas rãs na bromélia aqui de casa, a bromélia ficava em uma árvore a uns 2 metros e meio do chão, certa vez veio uma agente sanitária verificar se a casa tinha foco de mosquito e resolveu tirar um pouco d’água da bromélia para espanto dela vieram alguns girinos junto, que eu mandei devolver para a bromélia.
    Então se nestes casos descritos aí em cima tinham árvores com bromélias perto, com a chuva enchendo as bromélias e o vento sacudindo elas foram parar no chão.
    Caso solucionado.

  • Cah_sivieri

    é, manolo… mas com exceção do haiti, os outros locais citados não parecem ter bromélias como plantas nativas, muito menos teriam bromélias em grande quantidade! Caso arquivado. 😉

    • Ddasdasd

      não entendi nada, favor reabram o caso

  • Jean

    Acho que é verdade sim, eu morro em uma cidade pequena do interior, eu não morro na cidade, morro no interior mesmo… rsrsrs…
    Quando eu era menor meu tio sempre contava em dias de chuva que ele tinha visto chover peixe uma vez, um tipo Lambari, que são bem pequenos.
    Eu não acreditava claro, mas agora sei que ele fala a verdade! 😀