O arco-íris de fogo e outras maluquices da luz e óptica.

Algumas das mais espetaculares produções ópticas da natureza são os arco-íris. O efeito se dá quando a luz branca é fragmentada por minúsculas gotículas de água em suspensão. Ao passar por elas, a luz é fracionada como em um prisma, dividindo-se em 7 cores principais.

O efeito mais comum é o arco-íris clássico, ou primário, que forma um arco grande (e dá nome) ao fenômeno.Muitas vezes ele é tão grande que só vemos um pedaço, tipo isso:

O arco-íris de fogo e outras maluquices da luz e óptica.

Mas o arco íris primário mesmo é assim:

O arco-íris de fogo e outras maluquices da luz e óptica.

Existe também o arco circunzenital. Isso é bem raro e parece até um arco-íris de cabeça para baixo, mas na verdade é a luz passando através de microscópicos cristais de gelo.

O arco-íris de fogo e outras maluquices da luz e óptica.

Os planos e hexagonais cristais de gelo que produzem este incomum fenômeno, não são maiores do que finíssimos grãos de sal, e surgem geralmente, na forma de uma neblina fria a cerca de 5 milhas de altitude. No extremo norte da Terra, os arcos zenitais são mais comuns do que os arco-íris. Para o fenômeno acontecer, é preciso que a luz do sol atinja a superfície plana do cristal num determinado ângulo, gerando a decomposição da luz. Porém um dado curioso sobre este fenômeno é que ele produz uma alteração na organização das cores, que aparecem invertidas em sua ordem quando comparados com os arco-íris tradicionais. Fonte

O arco-íris de fogo e outras maluquices da luz e óptica.

Há também o halo, que costuma ocorrer ao redor de fontes luminosas pontuais, como lâmpadas de rua, a lua e o sol. O efeito é decorrente da refração da luz em partículas de água ou gelo.

Neste caso vemos que uma nuvem cirrus stratus provoca um halo bastante dramático. Este tipo de halo é chamado de halo de 22 graus.

O arco-íris de fogo e outras maluquices da luz e óptica.

Outro efeito curioso de halo é o chamado coronae, ou apenas “corona”. Este é um halo bem menor que o halo de 22 graus, mas é muito bonito e fácil de se ver.

O arco-íris de fogo e outras maluquices da luz e óptica.

Geralmente ocorre quando há uma nuvem bastante dissolvida pelos ventos, quase plana cobrindo a fonte luminosa. Ocorre também de noite, ao redor da lua. No halo corona, os tons mais facilmente obtidos são os vermelhos e amarelos. Outra curiosidade sobre o efeito corona é que ele não depende só de água ou gelo. Até polen ou poeira pode causar o efeito.E nem sempre o efeito corona é circular. De acordo com a disposição dos cristais numa nuvem, eles podem afetar a forma do halo, gerando muitas vezes o efeito de nuvens iridiscentes, que são nuvens ultra-coloridas. Veja só:

O arco-íris de fogo e outras maluquices da luz e óptica.

fonte

Isso não e Photoshop. É apenas a luz.

Além disso, o efeito de iridiscência pode ocorrer até com um avião que esquenta o ar quando passa numa área fria bastante iluminada pelo sol.

O arco-íris de fogo e outras maluquices da luz e óptica.

Além destes efeitos curiosos, existe o arco de névoa. O arco de névoa é um fenômeno que acontece quando a luz do sol penetra a névoa, e ocorre facilmente com gotículas da ordem de 60 micron.

O arco-íris de fogo e outras maluquices da luz e óptica.

Eles são mais comuns quando o sol esta em ângulo de 30 a 40 graus, e só podem ser vistos a favor da luz, ao contrário dos demais fenômenos.  Além disso, os arcos de névoa são mais grossos e bem maiores que os demais fenômenos mostrados aqui.

Existe também o fenômeno chamado glory. Este fenômeno é bem loucão mesmo, e provoca imagens fantasmagóricas como esta:

O arco-íris de fogo e outras maluquices da luz e óptica.

Um crédulo poderia pensar que tirou a foto de um fantasma, alien, espírito, anjo ou aparição demoníaca,  mas isso nada mais é que o fenômeno chamado “glory”. O Glory é resultado combinado dos fenômenos de difração, refração e reflexão. O Glory é um fenômeno muitas vezes derivativo do halo, como podemos ver nesta foto trada da Golden Gate. Note que o glory se forma bem no centro do arco de névoa. Fonte

O arco-íris de fogo e outras maluquices da luz e óptica.

Outro fenômeno esquisito e pouco conhecido é o ponto antisolar. Basicamente, ele é o ponto de encontro de inúmeros halos, se formando num ponto específico na esfera celestial. Fonte

O arco-íris de fogo e outras maluquices da luz e óptica.

Um outro fenômeno óptico que mais parece um milagre tem um nome bem difícil. Ele se chama Heiligenschein.

O efeito é mais facil de descrever do que explicar. Pelo menos pra mim, que sou apenas um curioso dessas coisas bizarras da natureza. O efeito é este tipo de luz divina, uma espécie de Aura que surge ao redor do objeto fotografado. Neste fenômeno bizarro não existem anéis ou arcos coloridos. Apenas uma forma de brilho que na maioria das vezes fica em volta da sombra do fotógrafo. Parece uma estranha magia, ou iluminação divina, né?  Mas antes de gritar “milagre!”, entenda que o efeito é causado pela luz do sol que encontra em seu caminho gotinhas esféricas, que provocam uma concentração da luz no ponto antisolar.  Os astrônomos estão cansados de conhecer isso, porque esse fenômeno específico é ultra-comum em imagens espaciais. Aconteceu na Lua e acontece em fotos de marte.

O arco-íris de fogo e outras maluquices da luz e óptica.

Entenda como isso aconteceu na lua aqui.

Obviamente aqui na Terra também, como podemos ver pela foto do balão.

O arco-íris de fogo e outras maluquices da luz e óptica.

Um fenômeno estranho e ainda não totalmente compreendido é o do arco-íris duplo.

O arco-íris de fogo e outras maluquices da luz e óptica.

Parece que deu defeito. E pode ser isso mesmo! Cientistas acreditam que gotas defeituosas, por alguma razão não totalmente esféricas gerem um erro na formação de certos (e raros) arco-íris, gerando padrões loucos. Fonte

O arco-íris de fogo e outras maluquices da luz e óptica.

Mas além destes, existem outros tipos mais estranhos de arco-íris, como o fabuloso arco-íris de fogo, também conhecido como arco circunhorizontal. Fonte

O arco-íris de fogo e outras maluquices da luz e óptica.

Existem ainda muitos fenômenos curiosos, como os arco-íris lunares, as luzes anticrepusculares, etc.

Basta olhar para o céu. E dar sorte.

Related Post

18 comentários em “O arco-íris de fogo e outras maluquices da luz e óptica.”

  1. [quote]Basta olhar para o céu. E dar sorte.[/quote]

    Falo tudo.

    Para para ver um este fenômenos ditos raros,o ara tem de ser muito sortudo. XP

    Este dias atrás aconteceu um Halo em São Paulo. Saiu no Terra isso.

  2. [quote]Basta olhar para o céu. E dar sorte.[/quote]

    Falo tudo!!!

    Para ver um deste fenômenos, ditos raros, o cara tem de ser muito sortudo. XP

    Este dias atrás aconteceu um Halo em São Paulo. Saiu no Terra isso.

    (Errinho corrigidos. ;] )

  3. cara super lindas as imagens..mas tipo,..aquela da lua jamais me convenceu…oq dizem é q atras dos astronautas(q na verdade nao estao na lua porcaria nenhuma)é q aquilo é um helicoptero ou um tipo de material de estudio q eles deram a mancada de deixar lá e acabou aparecendo…e q nesse mole..eles tiveram q retocar a imagem como uma especie de borrao! :X

  4. É verdade, esses fenônemos da natureza são realmente belos. Na semana passada quem esteve por SP pôde ver um halo. Mas de todos esses citados, o mais comum é mesmo o arco-íris. Aliás,é a inspiração pra muitos contos, histórias e filmes. Abraços!

  5. pow vey esse fenomeno coronae, acoonteceu no dia 18/03/11 na sexta feira

    um arco iris envolveu a lua por minutos e depois foi ficando fraquinho e sumiu
    varias pessoas ficaram apavorada dizendo que nunca viram isso

    algem viu
    ?
    pow foi bonito o arco iris em forma de uma roda parecia que ia cair na terra vey

    ISSO EH NORMAL NAO EH?:

  6. Se ver uma imagem dessa é ser sortudo, então eu sou uma! Tive a oportunidade divina de ver e registrar dois fenômenos: halo solar e o chamado arco-íris de fogo, incríveis!!!!

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

shares