Novas fotos e video em câmera lenta

No fim de semana passado estive com os meus sobrinhos e meu amigo Rafael no Zoológico do Rio. Aqui estão algumas fotos que tirei no dia.

Novas fotos e video em câmera lentaTucano ao sol. Adorei esta foto.

Novas fotos e video em câmera lenta

Quase um dinossauro

Novas fotos e video em câmera lentaUma expressão estranha

Novas fotos e video em câmera lentaO observador

Novas fotos e video em câmera lentaLince

Novas fotos e video em câmera lenta

Olhar 43

Novas fotos e video em câmera lenta

Carpa solitária

Novas fotos e video em câmera lentaDepois de muito rebolar a bunda gorda na minha direção, ele finalmente se virou

Novas fotos e video em câmera lentaUm belo dia de sol no Rio

Novas fotos e video em câmera lentaSimetria ofídica

Novas fotos e video em câmera lentaO estranho sorriso de Blu

Novas fotos e video em câmera lentaOnça tirando uma soneca

Novas fotos e video em câmera lentaSeleção do olhar 1

Novas fotos e video em câmera lenta

Seleção do olhar 2

Novas fotos e video em câmera lenta

Seleção do olhar 3


Novas fotos e video em câmera lentaOrangotango pensativo


Novas fotos e video em câmera lentaO urso ao sol

Novas fotos e video em câmera lentaNo presídio

Novas fotos e video em câmera lentaGiraffas

Ao fim do dia, minha mulher foi passear de pedalinho com as crianças e eu vi um monte de meninos e meninas pobres nadando num lago de água verde. Eles estavam bochechando aquela água. Foi engraçado isso porque senti uma grande tristeza de imaginar que aquela água suja é a piscina deles e ao mesmo tempo, meu sentimento contrastava com a alegria daquelas crianças ao pular naquele lago. Todos completamente alheios à minha presença e ao fato de que ingerir aquela água suja poderia matá-los.  Não vi nenhum fiscal ou segurança tomando conta.

Novas fotos e video em câmera lenta

A sensação é que o parque é meio “terra de ninguém”. Mas a cena deu umas boas 5 fotos. Pena que a pilha acabou. Antes de secar de vez a bateria, consegui obter dois registros que achei muito bonitos. Eles estão em preto e branco aqui no fim.

Novas fotos e video em câmera lentaOs argonautas e a serpente marinha

Novas fotos e video em câmera lentaHércules

Hoje pela manhã a primeira dama reclamou que uns videos meus estavam ocupando espaço na maquina dela e eu resolvi montar alguns deles em um filminho que mostra o efeito de Super câmera que minha câmera tem. Queimei o dedo, mas valeu a pena. Saca só:

Para saber mais sobre a câmera, aqui tem um post em que falo das vantagens e das desvantagens dela.

Related Post

25 comentários em “Novas fotos e video em câmera lenta”

  1. Sensacional a foto do olhar do elefante. Roubei pra usar como plano de fundo.
    E a do menino com a serpente também… nossa, fenomenal.

    Aliás, passei aqui sem pretensões, mas como vim comentar quero aproveitar a deixar minha sugestão de… escultura? Bonequinhos.. Sempre leio o blog e acompanho assiduamente ( e com muita inveja) as peças que você bota passo a passo. queria eu ter esse talento.

    Esses dias uma imagem me veio num salto e eu fiquei imaginando que seria uma coisa gostosa de fazer, se eu soubesse fazer essas coisas. Uma coisa meio pra expor em algum lugar, de tão genial.

    Uma imagem meio autoantropófaga e ao mesmo tempo sexual… A cena na minha cabeça seria um homem que fosse que nem aquelas peças de livro de ciências, só os músculos, comendo uma mulher normal. E ao mesmo tempo que eles se comem ela abocanha e arranca um pedaço de um músculo dele, tipo um trapézio, e ele come um pedaço dele direto da boca dela. E comeria ela também. Essa coisa de mútuo consumo e consumação, nem sei explicar. AChei legal dizer, por mais que você não vá fazer isso, é gump suficiente pra ficar registrado aqui. Essa idéia não sai da minha cabeça, tive esse surto antropofagico ontem. Só muita força de vontade me impediram de tentar arrancar um pedaço de mim e comer. Também, né, eu ia sofrer depois.
    QUeria ser uma fêmea de louva a deus, hahahaha, imagina que legal.

    fiz até um poeminha, pra tentar me livrar dessa imagem. mas não deu. Ficou algo como

    em lençóis brancos
    e sujos
    de dor e de cor
    os dois se deitam
    voluptuosamente canibais
    a si mesmos
    comem

    a luxúria de baco
    o banquete de afrodite
    o pathos

    comem-se,
    enfermos.
    devoram-se,
    ensandecidos

    consomem-se
    em carne e sexo
    a carne da carne
    o banquete dos deuses

    a última ceia
    o consumo e explosão
    da fagulha
    dos que se devoram e se comem
    mutuamente

    nem está pronto, é só uma idéia. Mas sei lá, pensei em como isso era GUMP! e aproveitei que comentei pra desabafar na caixinha de comentários.

    beijo.

  2. Vc fez um comentário no post anterior (vc pôs o link nesse) sobre como a câmera filmar no passado. Na época li, mas não postei nada pq o que não falta é gente dando explicação. Como acho não ter visto nenhum reply explico que a câmera deve filmar continuamente em loop de 5 segundos quando você coloca em modo de filmagem. Quando vc aperta o rec ela sai do looping mantendo os últimos 5 segundos gravados e passa a usar o resto da memória contiuamente até você parar de filmar. Sei disso pq quando trabalhava numa produtora, o dono comprou uma panasonic HD full profissional com esse recurso e muito mais. No exemplo apresentado pela empresa tem um instante do salto de uma baleia. Com esse recurso vc não perde, fica continuamente apontando para o o ponto. Quando ela salta você aperta o rec e já tem os 5 segundos anteriores.
    Lembre-se essas câmeras hd full comercias, não são fulls de verdade. A do cara era… a imagem era muito full… full… fulldida! HD profissa em tv de alta resolução. Na época só produtora tinha, mais ou menos 2006.
    Minha câmera sony faz apenas 10 segundos em slow motion. É o caso dessa fuji tb?
    Minha experiÊncia com fuji é recente. Comprei aquela fuji 3D. Essa come bateria. Acho que é característica da empresa e não de estar filmando o tempo todo escondido. Ela só deve fazer isso quando você passa para o m0do de filmagem. Talvez dê até para você desabilitar.

  3. Visito quase que diariamente o blog, nunca (até onde lembro) comentei, mas não resisti! Cara, tu fotografa muito bem 😀
    E escreve também, rs. Dia desses eu não tinha o que fazer e não queria desligar o pc, então li todos os links d’O melhor do mundo gump!
    Parabéns 😉

    • Fico muito feliz que goste, Erilane. Eu pretendo juntar uma graninha e comprar uma câmera mais profissional aí pro futuro. Fotografar é uma delícia.

  4. Fotos fodas. E teve algumas onde vc conseguiu praticamente sumir com o alambrado da frente, nota dez. Odeio minha maquininha de foco automático por causa disso…

  5. Fala ae Philipe… cara, as fotos ficaram excelentes… eu tb estive no Zoo do RJ na semana passada…. fui com uma câmera q comprei há pouco tempo… ela é muito boa… é a Sony HX-1… mas eu não tô sabendo fazer com que a máquina faça a distinção de imagens que estão à frente e as que estão em segundo plano… por exemplo, qnd vou tirar foto dos bichos a câmera foca mais nitidamente a grade, que está à frente, não o animal… vc sabe como faz pra ajustar o foco pra tirar a foto do que está ao fundo, ou seja, dos animais?

    • No meu caso, eu joguei no foco manual e escolhi o fundo. Outra dica é esticar o braço pra frente e colar bastante a câmera perto da grade, funciona se o bicho estiver na luz e no fundo da jaula, como ocorreu com o tucano e com a iguana.

    • Mude para foco manual (tecla f perto do botão de disparo) e selecione o foco pontual, aquele que fica um sinal de “+” no meio da tela). Direcione o “+” para o objeto a ser focado e pressione levemente o botãoo de disparo até ele indicar como focado. Em seguida, sem retirar o botão da mesma tecla de disparo, reposicione a câmera de forma a enquadra o que se deseja fotografar. Pronto. Termine de pressionar o botão até ouvir o som tipico de disparo.
      Não esqueçade abusar da tecla ao lado do foco. Permite fazer fotos com efeito HDR. E do modo panorama tb, é claro!

  6. As fotos estão belas, porém todo animal em cativeiro tem uma expressão entristecida, e há quem diga que animais não tem expressão.
    Em relação as crianças no lago de água verde.. te digo uma coisa, elas com certeza tem resistências há doenças. Digo isso pq faço coleta em lagoas para verificação da qualidade de água através de comunidades biológicas que atuam como bioindicadores, e tem uma lagoa imunda que tenho que entrar toda equipada com roupa de proteção e etc, e do meu lado fica um monte de crianças tomando banho, colocando água na boca, brincando e não apresentam sequer um problema de pele, só tem uma barriga cheia de verme.. enquanto eu, já tive milhões de tipos de parasitas, sem falar nas doenças dermatológicas que adquiri. Biólogo sofre!

    • Pois é, mas a pergunta que eu deixo no ar é: Se você está na lagoa, só está vendo as crianças que ainda não estão seriamente doentes. Se uma delas contrair hepatite, não vai ser lá na lagoa que você vai ver, né? No caso do Rio a coisa complica muito, porque aquela é uma área que historicamente alaga com as chuvas, e o esgoto transborda, contaminando a área. Se chove a semana inteira e faz sol no domingo, lá estão os meninos a bochechar esgoto e cuspir um na cara do outro.

  7. Estavam nadando NAQUELE lago!? Vai acabar nascendo tentáculos nessas crianças, esse lago tem tudo, menos água limpa.

    E belas fotos, faz um tempo que não vou lá dar uma olhada nos animais, mas não deixa de ser triste também.

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

shares