Mistério alien: Os crop circles seriam diagramas de motores magnéticos?

Compartilhe

Creio que ja falamos anteriormente aqui no Mundo Gump sobre o misterio dos crop circles. Essas estranhas marcas que surgem nos campos da Inglaterra há muitos e muitos anos. Segundo muitos pesquisadores, concentrados no tema “agroglifos”, essas marcas remontam à Idade Média.
Como tudo de misterioso daquele tempo era atribuído à ação de um demônio desocupado, surgia ali a figura do “demônio ceifador”.

circuloimagem3 small2 Mistério alien: Os crop circles seriam diagramas de motores magnéticos?
O Demônio Ceifador é uma criatura de existência não provada que supostamente seria responsável pelos estranhos círculos que freqüentemente aparecem nas plantações inglesas. A primeira menção ao Demônio Ceifador foi feita por um jornal tablóide inglês em 1678. A matéria foi publicada com o título de DEMÔNIO CEIFADOR: ou NOTÍCIAS ESTRANHAS DE HARTFORD-SHIRE.

Um cético poderia sugerir que o demônio ceifador de outrora agora é o alien, mas a estrutura de atribuir a seres míticos algo que não conseguimos explicar permanece do mesmo jeito de sempre e eu não posso dizer que quem disser isso está errado, porque é a mais pura verdade. Mas por outro lado, se aliens realmente existirem, poderíamos supor que desde sempre eram os aliens, mas que as pessoas do passado simplesmente não conseguiam conceber o conceito de um alienígena porque essa ideia não estava em seu repertório.
Independentemente de quem faça os círculos misteriosos das plantações, temos que dar o braço à torcer que ali está alguém (ou coisa) persistente.

Os círculos aparecem em profusão, geração após geração, e de uma forma que deveria ser considerada como um fenômeno à parte associado ao mistério, eles gradualmente estão se tornando mais e mais complexos, como uma lição de escola, que começa fácil e gradualmente se complexifica, à medida em que o conteúdo vai sendo compreendido pelo aluno.
O relato mais antigo de um círculo na plantação data de 1500, o ano em que Cabral aportou no Brasil!
Isso nos leva a pensar que talvez quem esteja realizando essas proezas fantásticas não seja um indivíduo, mas sim uma entidade, que pode ser até uma sociedade secreta, como muitas que existem por aí. Isso justificaria um trabalho de tão longo prazo.

Em uma edição de 1880 do jornal “Nature”, o cientista amador John Rand Capron relatou uma formação perto de Guildford, Surrey, no sul da Inglaterra. Ele descreveu sua descoberta como “um campo de trigo consideravelmente destruído, não totalmente, mas em pedaços, formando, quando se vê à distância, manchas circulares”. Ele continuou: “Eu não pude rastrear no local qualquer circunstância que esclarecesse as formas peculiares daqueles pedaços no campo. Eles me sugeriram alguma ação ciclônica do vento”.

A taxa de aparecimento dos círculos é inegavelmente alta: Surgem quase 200 círculos por ano, 150 somente na Inglaterra. Mas o fenômeno, embora se concentre na Inglaterra, já teria sido observado em vários outros países como EUA, França, Japão, Canadá, Holanda, Hungria, Índia e Rússia. Os pesquisadores dos agroglifos sustentam que mais de 10.000 círculos foram registrados em 30 países diferentes nos últimos 30 anos.

É evidente que a atenção midiática dada ao fenômeno nos anos 70, 80 e com ápice nos 90 e 2000, quando a onda Arquivos X e seu lema “quero acreditar” ganhou corpo no mundo levou a inúmeras suspeitas de que os círculos eram feitos por piadistas, aproveitadores e vendedores de bugigangas ufológicas.

circuloimagem8 small Mistério alien: Os crop circles seriam diagramas de motores magnéticos?

Surgiam ali os criadores de círculos profissionais, que não contentes em alegar serem eles os responsáveis por todo o fenômeno, catapultando a atenção da imprensa para si, desencadearam ondas de criações nos campos de trigo que foram usadas (e ainda são) para desacreditar o fenômeno como sendo uma mera curiosidade cultural da região.

 

circuloimagem10 small Mistério alien: Os crop circles seriam diagramas de motores magnéticos?

 

Poucos foram os que pararam para pensar que o fenômeno das reproduções humanas nos campos de trigo, que é um fenômeno cultural, poderia vir a ser interpretado por quem estivesse fazendo os círculos chamados “verdadeiros” como uma “resposta”. Seja lá como for, essa hipótese soa lógica e ao que parece, isso ajudou a desencadear uma gradual complexificação dos desenhos, como uma criança de alfabetização que aprende a desenhar a letra “A”, e a professora logo ensina o “B”…

Em um vôo sobre Stonehenge, um avião de passeio parou poucos quilômetros depois, abasteceu e fez o caminho de volta cerca de 20 minutos depois, então verificaram o aparecimento de uma formação composta por 151 círculos, que até então não estava ali quando passaram, o que indicaria que um dos mais complexos agroglifos, foi realizado rapidamente à luz do dia. Por quem? Ninguém sabe.

Outros círculos complexos começaram a surgir, como a colossal espiral formando o desenho Milk Hill, com 409 círculos:

circuloimagem15 small Mistério alien: Os crop circles seriam diagramas de motores magnéticos?

Como eu disse, quem os faz, ninguém sabe dizer com certeza absoluta, mas se podemos inferir um dado a partir do estudo estatísticos das formas geométricas e padrões representados nas plantações inglesas é que quem cria isso sabe muita matemática. Mas muita mesmo. Num nivel quase jedi.

Podemos dizer isso com base nos estudos de um homem chamado Gerald Stanley Hawkins, que ficou conhecido mundialmente nos anos 60 quando estudou a formação neolítica de Stonehenge, na Inglaterra.
No fim dos anos 80 ele se envolveria com o estudo dos círculos em plantações na Inglaterra. Hawkins realizou seus estudos em uma época em que os círculos ingleses ainda eram primariamente somente círculos e somente ingleses.
Fazendo o “dever de casa”, ele passou a analisar “estatisticamente” as medidas dos círculos, isto é, analisar razões e relações entre comprimentos, diâmetros, larguras ou áreas de certas partes de formações em cereais. Para sua surpresa, o pesquisador encontrou repetidas vezes entre tais medidas razões de números inteiros, e razões que constituem parte da escala diatônica justa.
A escala diatônica justa é a escala por trás das notas musicais que conhecemos (Dó, Ré, Mi, Fá, Sol…), e segundo Hawkins indicava algo sobre a inteligência de seus autores.
Chega a ser assustadora a correlação de um conceito matemático-musical encontrado nos círculos e a “frase musical” que opera como a chave do contato no filme Contatos Imediatos, do Spielberg.

Mas enquanto a chave musical do filme de Spielberg parecia diretamente atrelado ao grande contato, no caso dos círculos, alguns sugeriram que aquilo poderia ser somente uma coincidência.
O pesquisador então traçou as chances matemáticas de tais ocorrências, chegando a uma assustadora conclusão: Elas eram de 1 em 25.000.

Mas a complexidade dos círculos aumentava, e assim, tempos depois, ele descobriu que alguns círculos pareciam ser demonstrações geométricas de teoremas matemáticos. Esse novo nível de complexidade culminou com Hawkins notando que os quatro teoremas indicados geometricamente nos círculos eram casos especiais de um quinto teorema geral, desconhecido até então na Terra.

Em 1992 o problema foi exposto na revista Science News como um desafio aos seus 267.000 leitores CDF, mas ninguém deduziu o quinto teorema e sua demonstração.

A precisão das formas indicava inegavelmente que quem quer que estivesse realizando tais proezas, dominava um conhecimento complexo de geometria Euclidiana. Quatro dos teoremas identificados são teoremas Euclidianos. O quinto – um teorema geral do qual os quatro primeiros teoremas podiam ser derivados – foi deduzido por Hawkins, sendo desconhecido até então.

Os estudos científicos não se restringiram aos aspectos indiretos e estatísticos dos círculos. O BLT Research Team (http://www.bltresearch.com/ ) é uma organização que estuda os círculos nas plantações e já publicou 3 artigos em revistas científicas, nos quais aponta para os nós (articulações das plantas) alongados, o que não acontece com o feito pelo ser humano. O grupo acredita que seja causado pelo calor ou por um vórtice de plasma, que não se provou existir até agora. Suas pesquisas apontam também que, em laboratório, plantas retiradas de dentro dos círculos cresceram mais do que aquelas retiradas de fora deles.

Há hoje, pelo mundo, muitas pessoas tentando desvendar o mistério. Milhares de indivíduos estão convencidos que os círculos e desenhos de toda sorte de complexidade, são uma forma de comunicação de alguma inteligência desconhecida. Parece bastante improvável e até idiota a hipótese alienígena, onde imaginar que uma civilização capaz de atravessar o cosmos viria ate aqui fazer desenhos nas plantações humanas, e usar este método primitivo de comunicação.
Essa questão é parte central do mistério dos agroglifos. Parece loucura, mas também me soa completamente insensato nós querermos estabelecer como deve ser a lógica que regeria o pensamento de uma suposta espécie alienígena e com base nessas nossas conclusões batermos um martelo sobre o fenômeno, que é físico e historicamente registrado.

A despeito de tudo que podemos teorizar sobre as origens dessa formas, elas continuam a aparecer, desafiando nossa tecnologia atual. Há relatos de círculos aparecendo dentro de áreas militares, o que indica que quem quer que os realize, tem uma boa dose de coragem, ou simplesmente ignora as convenções que conhecemos por aqui, como espaço aéreo restrito ou áreas inacessíveis a civis.

Existe um cientista italiano que apareceu com uma nova e instigante hipótese para o novo grau de complexidade dos círculos. Umberto Baudo tem realizado o trabalho de estudo dessas formas há muitos anos. Ele fez uma leitura própria dos crop circles.
Baudo acredita que muitos dos agroglifos sejam uma representação gráfica de modelos de motores magnéticos. Não obstante a pensar sobre isso, ele vem usando simuladores para testar sua hipótese, convertendo os desenhos em motores com estes designs.
Baudo pensa que os agroglifos são realmente mensagens alienígenas, e mais que somente comunicar, eles estariam nos ensinando o “pulo do gato” para nossa derradeira transmutação como espécie espacial.
Se pararmos para pensar na história humana, sempre ocorreram gatuilhos evolucionários que nos levaram a degraus cada vez mais acima em nosso processo evolutivo. Foi assim com o fogo, foi assim com o uso da ferramenta e depois com a escrita, a agricultura e a máquina à vapor, o domínio atômico e finalmente, a internet.

Cada “gatilho” afetou a humanidade de maneira brutal. Nem sempre positivamente, mas sempre um passo à diante, nos distanciando de nossa origem primitiva, animalesca e completamente à mercê do controle da natureza. Se Umberto Baudo estiver correto, esses desenhos que podem representar os motores que nos levarão ao controle da energia, poderão ser o novo gatilho evolucionário que necessitamos urgentemente como meio de conter a degardação que nós mesmos estamos infligindo ao planeta. Planeta este, é sempre bom lembrar, do qual ainda não podemos escapar.

Estaria o cientista italiano interpretando corretamente estes misteriosos desenhos? Ninguém pode dizer com certeza, mas já parece altamente GUMP que os motores que ele desenhou com base no estudo dos agroglifos funcionam no simulador, e para espanto total: Funcinam com propriedades super estranhas.
Muitos deles operam usando a força centríufuga. E é irresistível não pensar nisso se relacionando com a forma discoide, ovóide, esférica, gota e charuto, que são superfícies circunvolucionadas que vem aparecendo ao longo de toda a história da ufologia. Superfícies circunvolucionadas são superfícies criadas a partir de um ponto central. Basta pegar uma curva qualquer e girá-la sobre seu eixo mínimo e teremos uma superfície circunvolucionada. A maioria dos nosso motores giratórios operam em superfícies circunvolucionadas. Essas coisas estariam inter-relacionadas?
Muitos relatos de ufos envolvem comportamentos parecidos. Um deles diz respeito ao som de motores e catracas vindos da nave. Sons de objetos de metal se raspando que vão se acelerando e emissão luminosa que segundo muitos estudantes do mistério poderiam se relacionar com campos elétricos, e seus efeitos secundários, ou colaterais.
Também podemos nos lembrar que o Nikola Tesla, que alegava receber comunicações de seres do espaço, e que entrava em estranhos transes, no qual desenhava naves e objetos tão estranhos que muito de seus documentos permanecem ainda hoje guardados na Biblioteca do Congresso dos EUA com acesso restrito, sonhou com a energia grátis para o bem da Humanidade – e se ferrou.
Apesar de seu fracasso em seus sonhos de energia grátis para o mundo, Nikola Tesla foi creditado para a criação de grande parte da tecnologia que foi nos concedido hoje. Não seria nenhuma surpresa pra mim se descobrissem que Tesla estudou a hipótese da antigravidade com base em estranhas propriedades elétricas.

Estaria Tesla sendo usado como um canal para trazer ao mundo os motores elétricos que Humberto começa a testar em simuladores computadorizados?
Todas essas questões parecem estranhamente se encaixar num quebra-cabeças maluco e instigante.

crop magnetic capa 686x350 Mistério alien: Os crop circles seriam diagramas de motores magnéticos?
Um dos motores magneticos de Umberto já em fase de protótipo e o respectivo agroglifo que o inspirou.

No video abaixo podemos ver uma entrevista (em italiano, com legendas que podem ser traduzidas – mas fica uma merda) onde ele explica sua ideia e seus motores e as estranhas propriedades que gradualmente começa a investigar.

É difícil dizer se Baudo é só um lunático desses que existem aos borbotões por aí, tentando fazer moto-cntínuos e acreditando em energia do vácuo e outras coisas ou se é alguém que está se aproximando perigosamente da verdade. E digo perigosamente para o status quo a quem interessa manter o mundo preso aos grilhões de uma energia cara e poluente, mas que mantenha seu rico padrão de vida, à custa de violência, morte, destruição ambiental, sofrimento e desespero.

Após fracassar quando Wstinghouse retirou o apoio financeiro para seu projeto de energizar a Terra por ressonância magnética, Tesla deslocou-se para as turbinas e outros projetos hoje desconhecidos. Por causa da falta de fundos, suas idéias permaneceram em seus cadernos, que ainda são examinados por engenheiros atrás de pistas inexploradas.
É curiosa a questão dos estudos de turbinas feitos por Tesla, quando confrontados com certos padrões de crop circles que também parecem se relacionar com sistemas de turbilhonamento complexo.
umberto baudo 2 Mistério alien: Os crop circles seriam diagramas de motores magnéticos?

Em 1915 ele estava muito desapontado quando descobriu que Edison teria recusado a dividir o premio Nobel com ele. Tesla foi o ganhador da Medalha Edison em 1917, a mais alta honra que o Instituto Americano de Engenheiros Elétricos podia conceder. Apesar de ter tido reconhecimento muito tardio (Tesla morreu praticamente na miséria e após sua morte muitos de seus materiais mais secretos foram roubados) há quem sustente que suas contribuições mais significativas para a evolução humana ainda não são do conhecimento do público. Pesquisadores da história do cientista dizem que muito do trabalho de Tesla está nas mãos dos militares americanos e que suas invenções e descobertas estão sendo usadas com sucesso hoje em armamento avançado, incluindo armas de feixe de partículas, viagem espacial (em projetos muito além das capacidades dos ônibus espaciais) estudos de viagem no tempo, o deformação-temporal, dispositivos anti-gravidade, e comunicações com o espaço.
É difícil ter certeza se tudo isso corresponde religiosamente à verdade, porque Tesla era um ser de fato único. Suas invenções conhecidas revolucionaram o mundo e ele era o tipo de pessoa estranha o bastante do qual você poderia esperar qualquer coisa. Inclusive conversas num tipo de radio inventado por ele, com alienígenas, fato que ele garantiu que fazia – apesar do escárnio público que isso gerou.
Pouca gente sabe, por exemplo, de uma teoria da conspiração que diz que há supostas relações entre Tesla e Mary Orsic, uma outra pesquisadora Iugoslava. Toda a correspondência dos dois teria sido mantida em segredo durante décadas. Talvez por seu conteúdo espantoso: Os dois trabalhavam numa coisa que só poderia ser descrito como um DISCO VOADOR!
nikola tesla y maria orsic Mistério alien: Os crop circles seriam diagramas de motores magnéticos?

Mary além de gata num nível “modelo”, era uma espécie de “canal”! A dupla parecia improvável. Nikola era um cientista, um gênio do eletromagnetismo, mas Mary era uma menina que gostava de usar cabelos longos abaixo da cintura, quase nos joelhos, e ensinava balé para iniciantes e complementava a renda como professar de línguas. Até o dia em que entrou em transe (lembra que eu contei que Tesla também entrava em Transes? Ele era acometido por transes desde sua infância) e assim ela começou a ter experiências mediúnicas contínuas em que ele recebeu dados técnicos e até “desenhos” para a construção de uma nave anti-gravitacional.

É claro que essas coisas envolvendo Tesla, crop circles e contatos com alienígenas é um terreno pantanoso e confuso, repleto de invenções e pura viagem na maionese triplamente destilada. è difícil saber no que dá para acreditar nesse campo, o que nos leva a buscar auxílio no que de fato aconteceu. E uma coisa que aconteceu e foi amplamente registrada em video, fotos e etc e tal foi a “foto” de uma cabeça que deu de aparecer num campo inglês em 2001.

Em 19 de agosto de 2001, o mundo dos círculos ingleses sofreu um violento revés: Apareceram duas formações bastante especiais, completamente distintas de tudo que havia aparecido até então. Com apenas uma semana de diferença, surgiam, num campo de trigo ao lado do observatório de Chilbotlton um retrato que parece ser uma face humana (ou alien) e outra imagem, reproduzindo o código transmitido ao espaço em 1974 pelo rádio-telescópio de Arecibo como parte do programa SETI (Search for Extraterrestrial Intelligence). Se isso não for produto de fraudes engenhosas envolvendo um time de profissionais treinados para trollar o mundo, quase 27 anos depois que um contato humano foi enviado para o espaço, ele teria “voltado como uma resposta” já falei disso em outro post aqui.

 

circuloimagem17 small Mistério alien: Os crop circles seriam diagramas de motores magnéticos?

circuloimagem16 small Mistério alien: Os crop circles seriam diagramas de motores magnéticos?

Nela se vê claramente a figura humanóide de um alienígena, um DNA modificado com um hélice extra contendo silício em sua composição, um conjunto de planetas diferente do nosso e o número 21 bilhões no lugar da população da Terra.

circuloimagem18 small Mistério alien: Os crop circles seriam diagramas de motores magnéticos?

 

Em 15 de agosto de 2002, a fazenda “Vale”, situada na localidade de Sparsholt, nas cercanias de Winchester, Inglaterra, apareceu uma formação de 110 por 76 m, na qual se via o busto de um ser alienígena sustentando em sua mão um disco em sua mão direita, o qual parece conter informação em um código presumivelmente binário. Tal círculo tornou-se conhecido como “formação de Crabwood”.circuloimagem22 small Mistério alien: Os crop circles seriam diagramas de motores magnéticos?

Muitos sustentaram que o grande “lance” nessa imagem seria o disco, contendo uma série de informações binárias.

image0161 Mistério alien: Os crop circles seriam diagramas de motores magnéticos?

Até hoje o disco esta sendo analisado tentando encontrar o que ele quer dizer. Uma das hipóteses é que ele contém uma frase binária que seria:

Beware the bearers of FALSE gifts & their BROKEN PROMISES.Much PAIN But Still time.BELIEVE.There is GOOD out there.We oppose DECEPTION.COnduit CLOSING\

Bom, o post esta ficando grande demais. Vou parar por aqui, porque este assunto é muito extenso. Se você leu até aqui, muito obrigado.

fonte, fonte, fonte, fonte, fonte, fonte

Artigos relacionados

31 comentários em “Mistério alien: Os crop circles seriam diagramas de motores magnéticos?”

  1. Philipe,

    Boeing, GE, Raytheon, Lockheed, Grumman e afins têm em suas respectivas folhas de pagamentos os cientistas mais brilhantes do mundo pesquisando dia e noite formas de fazer uma turbina de avião queimar meia grama a menos de combustível. A hipótese do senhor Baudo é interessante, mas acho que se fosse correta as gigantes aeroespaciais já teriam descoberto alguma coisa e, consequência, as patentes já começariam a serem publicadas aqui e lá.

    Mesmo imaginando que essa tecnologia seria empregada inicialmente em defesa e em projetos ultra-secretos, tecnologias secundárias, decorrentes da pesquisa principal, seriam lançadas no mercado para financiar a coisa grande, e não parece que isso acontece. Com exceção da introdução de computadores, o A380 e o DeHavilland Comet ainda são essencialmente a mesma coisa. Não acredito que alguém tenha acesso a tecnologia alien por aí.

    De qualquer forma, excelente post; Abç.

  2. Ainda domingo estava assistindo um filme pelo netflix sobre esse assunto onde um “reporter pesquisador’ faz um tour acerca desses circulos e inclusive monta uma campana por vários dias para flagar o aperecimento de algum desses circulos. Depois de todas as considerações e explicações, inclusive sobre o tempo que demoraia para se construir alguns deles, dado às complexidades, localização inclusive citando a tal “explosão” do nó, ao dobrar a planta (o que não aconteceria se fosse formamente dobrada) como se recebesse algum tipo de calor ou irradiação que estourasse de dentro para fora, além do fato de aruinar alguma plantação e também levando-se em conta que os propriétários dessas plantações deveriaria estar de acordo com os vândalos e que seriam as vezes em grande número para dar conta do resultado não se chegou a nenhuma resposta conclusiva. Mas como voce mencionou, ficaram sabendo que um artista meio gay, estava tentando construir uma máquina á partir dos desenhos retirados de alguns circulos onde ele alegava que eram reproduções de peças de um disco voador, que também não deu em nada Um filme documenário. Quem tiver oportunidade de assistir vai gostar.

    • Caramba, acho que vi a sinopse disso… Lembro de qualquer coisa sobre um cara fazendo parceria com um(a?) cientista transexual pra tentar construir um disco voador baseado em crop circles… Parecia enredo de sci-fi alternativo, mas tava constando como documentário.

  3. Show Philipe, assim como várias outras matérias! Poderia trazer mais a respeito, esse assunto (e outros talvez relacionados) são bastante interessantes! Ah, e libera a parte 14 do conto! hehe

  4. Comentando a citação:”Parece bastante improvável e até idiota a hipótese alienígena, onde imaginar que uma civilização capaz de atravessar o cosmos viria ate aqui fazer desenhos nas plantações humanas, e usar este método primitivo de comunicação” . Ou talvez, assim também como nós eles não podem ficar passeando por aí a qualquer hora e tenham meios de imprimir esses desenhos à longa distância, não pode ser?

  5. Hoje praticamente qualquer crime cometido no Brasil é automaticamente registrado por câmeras pessoais ou de segurança, estamos numa espécie de Big Brother da vida real. Agora, com tantas câmeras vigiando tanta coisa é interessante pensar como nunca se ouve dizer que um câmera filmou um evento de tamanha grandiosidade.

    • Tá , me responda agora qual fazenda você conhece que tem um sistema de circuito que fica filmando uma plantação de soja , 24 horas por dia , 7 dias por semana?

    • Ao que parecem existe sim um video que mostraria duas naves fazendo um crop, mas não posso atestar a idoneidade desses videos, apesar de ser digno de nota que o período em que o video surgiu, é bem antes da popularização dos softwares de traking 3d o que tornaria este tipo de fraude, se feita na mão, praticamente uma obra de arte.
      https://youtu.be/6M6vP8-SbU0
      O que eu posso dizer é que alguns grupos estão justamente tentando monitorar essa região com câmeras de video, apesar de ser um esforço bem grande pelo tamanho da região e os custos envolvidos.

      • Philipe,

        Você está sendo muito modesto.

        Este vídeo é a prova factual do que acontece.

        Existe outros documentários que analisaram e não houve manipulação.

  6. Cara, esse é um tema que me interessa bastante e encontrei neste blog as mais confiáveis fontes de pesquisas desse googlezão, de forma que, há muitos anos, acredito que tenha lido tudo que tenha sido publicado a respeito neste blog.
    Nas minhas maiores viagens (confesso que muitas vezes perco o controle, principalmente quando tomo umas) acabo correlacionando vários desses temas. Quando comecei a ler, logo percebi que já tinha lido algo sobre a tal Mary, e me lembro que foi em um livro sobre as armas secretas de hitler, onde falam sobre submarinos, foo fighters, discos, etc..
    Nesse mesmo livro falam sobre Hitler ter ido para a Antártida, das frustradas tentativas dos aliados em chegar até lá, que lá funcionaria uma base “universal”.
    Ok, viagens a parte, nunca consigo achar muita coisa sobre Nicolas Tesla e fiquei impressionado de saber que ele mantinha algum tipo de contato com a tal Mary. Partindo do ponto que existem civilizações alienígenas é provável, dada a dimensão do cosmos, que algumas sejam hostis, de modo que, não é difícil imaginar, que alguma civilização alienígena se preste ao trabalho de proteger a terra, tendo em vista que nós seríamos totalmente incapazes de proteger nosso planeta, mesmo porque, ele corre o risco de nós mesmos o destruirmos.
    Portanto, tendo em vista que devemos possuir matéria prima que interesse a outras civilizações e até mesmo que nosso planeta possa ser necessário para o equilíbrio da galaxia e que atualmente não somos capazes de protege-lo, poderia ser de interesse universal que a civilização humana não seja extinta e que passemos a aprender o “beabá” das leis universais.
    Quanto as propriedades que ainda não entendemos de reações que possam a ocorrer na criação de motorização magnética, vejo que, talvez, esse seja o momento de começarmos a apreender algo sobre leis universais (e suas exceções). Parece-me que, atualmente, mais cientistas tenham se interessado pela física quântica (terreno esse que apesar do meu interesse sou totalmente perdido) e talvez essa seja a chave pra nossa evolução.
    Acredito também que uma porcentagem enorme da população realmente não está preparada para um contato aberto e direto de civilizações alienígenas, de modo que crop circles são uma maneira de filtrar a mensagem a aqueles que realmente a informação deve ser destinada.
    Espero que novidades venham por aí.. e fico ansioso para saber onde irão chegar as aulas ministradas por nossos amiguinhos ets.. hahaha

  7. Parabéns pela pesquisa, o artigo está sensacional. Aguardo a continuação!

    Sobre o suposto contato de Tesla com inteligências extraterrestres (ou extrafísicas), lembrei das pesquisas sobre a Trans Comunicação Instrumental (TCI): http://www.ippb.org.br/textos/especiais/editora-vivencia/transcomunicacao-instrumental-novos-contatos-registrados.
    Acho a TCI um assunto bem GUMP, não lembro se já escreveu sobre isso no blog.

  8. Parabéns pela pesquisa e pelo post! Assim como o amigo ai de cima, eu também poderia ficar lendo sobre isso o resto do dia, é MUITO INTERESSANTE! Pena que fora daqui (do blog) eu não tenho ninguém pra conversar sobre isso, sempre que ponho um assunto gump como esse em pauta, eu implanto o silêncio geral, rs..
    Agora veja, vamos supor que voce precise comunicar algo para um indígena (mas um indígena roots mesmo, não esses que usam shortinhos de futebol dos anos 70); vamos supor também que, por via das dúvidas, você não fale a língua dele, e vamos supor mais ainda, que o sujeito é surdo, de modo que, de qualquer maneira (como quando a pessoa fica gritando a palavra, como se isso fosse fazer o surdo ouvir, ou que você tentasse embramar com algum dialeto tupi, ou leitura de lábios) a comunicação verbal e direta esteja totalmente impossibilitada. O que você faz? Uma solução simples seria pegar um graveto e desenhar no chão. O problema está no quê você comunicar; tipo, querendo ser cuidadoso, você desenha pra ele um sapato e, gesticulando, tenta passar pra ele a idéia de que aquilo é um benefício. Ele olha pra você, olha pro desenho, olha pros outros índios, ai olha pro desenho de novo, e então te dá um sinal de que entendeu o que você tava querendo dizer.
    Um tempo depois eles inauguram com um novo tipo de barco. ¬¬
    Se nesse supositório (by Chaves), nos colocarmos no lugar dos indígenas, e colocarmos os fazedores de crop circles no nosso lugar, seria uma situação tão frustrante quanto… mas a idéia do motor magnético é bem interessante, o cara se esforçou!
    Abraço Philipe, sucesso!

  9. É atrante como ficção mas bastante otimista. É bastante semelhante com as teorias inventadas para tentar prever o que haveria abaixo da atmosfera impenetrável de vênus… se existe uma atmosfera então deve ser de CO2, se é CO2 é uma floreta o produzindo, se é uma floresta então o planeta inteiro é um pântano cheio de vida e dinossauros… Conclusões sobre conclusões sem uma única evidência.

  10. Primeiramente, obrigado por compartilhar estas informaçoes conosco, Philipe.
    De algum modo eu acho que a energia centrifuga, momento angular, etc. pode sim influenciar (anular?) a força que chamamos de gravidade. O problema seria saber fazer a coisa. Tecnica, e materiais sempre vao contra as simulaçoes teoricas. Parece que nosso amigo italiano estaria ao menos curioso, e aparentemente patrocinado para por em pratica o que ele acredita. Ainda, acho dificil num ambiente empresarial, um engenheiro dizer que quer por em pratica umas blueprints que ele catou de um milharal e os colegas botarem fe nele depois dessa.

    Agora, sobre a comuniçao com humanos, ne… voce nao ia querer fazer o mesmo? haha. Dar as caras pra uma civilizaçao com tendencias violentas, que me receberia com alvoroço, armas, milhoes de perguntas, protestos, fanatismo religioso, iam se matar por minha causa, fazer atentados … acho que pra esse povo… eu iria ficar so com os desenhos nos milhos mesmo por um tempo. (por segurança / e por ser mais divertido ver as criaturas aprendendo sem interferir muito)

    Abraços 😉

  11. Kr. Tudo relacionado ao Tesla é louco.
    Ótimo post novamente, parabéns.

    Quanto aos crops, talvez não sejam produzidos pelos Aliens in-loco. Pode ser que a energia que os produz vem de outra dimensão… e se eles forem feitos com gravidade (igual os carinhas de interestelar (o filme) se comunicavam) ?

    Varias ideias aqui!

  12. Só fazendo um adendo: a escala diatônica justa não está por trás da escala diatônica que conhecemos, primeiro porque a primeira referência documentada no ocidente de um sistema de temperamento completo foi o pitagórico, que é diferente do justo (que foi, diferentemente de como o cientista coloca, uma afinação que só se popularizou na Renascença). Além do fato de que, até o atual sistema de temperamento que conhecemos se estabilizar, houve outros inúmeros temperamentos por trás do atual, sem o qual o atual sistema poderia não ter se estabilizado. Segundo porque o nosso temperamento atual, ou seja, o que nós reconhecemos, no qual a música ocidental hoje está baseada, não tem a ver com o justo, que é o igual: oitava dividida em 12 sons de iguais proporções. Talvez o cientista tenha encontrado mesmo essas proporções nos círculos, até porque muitos sistemas de afinação são estruturados através da média aritmética, geométrica e, a exemplo do temperamento justo, razões de números inteiros, proporções encontradas não só em determinadas escalas musicais, o que que dizer que as proporções encontradas não necessariamente se referem a uma escala específica. De qualquer forma, eu teria que ler a pesquisa de moço mais a fundo.

  13. Sabe o que mais me decepciona? que talvez iremos morrer e nao vamos descobrir a verdade absoluta, so pq um bando de pau-no-cu (me desculpe o linguajar) prefere guardar a verdade pra si com medo de perder a renda mensal. Depois de ler Brave New World, fica cada vez mais irrefutavel o fato de que somos somente massa de manobra, que vivemos numa realidade que eles aceitam que nos vivemos e ainda assim nos somos ignorante ao ponto de dizer que somos livres e fazemos nossas escolhas. Isso me deixa triste e muito puto ao mesmo tempo. Philipe, vc acha que um dia conheceremos a historia completa? Eu tenho um amigo de infancia que hoje trabalha na LBV e sempre conversavamos sobre religiao, meditacao e seres mais inteligentes (foi por causa dessas conversas que cheguei no seu blog ha anos atras, eu acho: conversavamos muito sobre atlantis, triangulo de bermuda etc.) e ultimamente estavamos falando sobre a biblia e o interessante é que eles tem uma releitura dos livros sagrados em geral completamente diferente. E vc lendo a biblia, por exemplo, com a mente mais aberta e visando o conhecimento que vc tem, vc vera certas verdades, mas que sao bem disfarcadas que era para o pessoal daquele tempo entender. E nela existe uma passagem que realmente nos mostra que existe vida extra-terrestre. Te pergunto: sera que as religioes foram influencias desses seres evoluidos? e escrita de tal modo que nos mostrasse como sobreviver naquela epoca e que com o ganhar de inteligencia e evolucao tecnologica vc realmente a pudesse entender de modo amplo, sem as crendices e mitologias dos nossos antepassados? (nao te pergunto isso como credulo, pois depois de crescer numa familia catolica, eu virei as costas pra religiao, mas o que nao me impediu de sempre querer estudar os livros sagrados e os misterios que existe em cada qual).

  14. interessante, tbm é possível notar semelhanças entre templos antigos e placas de circuito, símbolos esotéricos e do Reiki se assemelham muito com a tecnologia ke move a eletricidade nos dias de hoje, ate o LHC tem seu modelo impresso em teto de templos antigos e religiosos…..

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.