Microondas da fé

Praticamente nenhum jornal teve peito de denunciar a chacina cometida por muçulmanos contra cristãos na Nigéria. Por discordâncias religiosas, botaram fogo na galera.

EDITADO: A foto abaixo, conforme muitos leitores informaram, provavelmente não é do incidente que eu cito neste post. Em todo caso, a imagem abaixo é até melhor de ver que as fotos da tal chacina. O site e-farsas diz que os mortos carbonizados abaixo estavam roubando combustivel de um caminhão tanque que tombou no Congo. Mas o proprio e-farsas confirma a guerra santa na Nigeria, e por esta razão, o texto não perde sua validade por conter uma outra imagem que não a das criancinhas com a cabeça esmagada.

Microondas da fé
Microondas da fé

4ª SURATA: 56 DO LIVRO DO ALCORÃO
Quanto àqueles que negam os Nossos versículos, introduzi-los-emos no fogo infernal. Cada vez que a sua pele se tiver queimado, trocá-la-emos por outra, para que experimentem mais e mais o suplício. Sabei que Deus é Poderoso, Prudentíssimo.

Nessa os cristãos se ferraram. Mas ao longo da História eles também já ferraram muita gente, incluindo os Muçulmanos.
O que me deixa abismado é ver como isso acontece em pleno ano de 2011, quando já fomos a Lua, já mandamos sondas para fora do sistema solar, já desvendamos o DNA, sabemos como levitar, conhecemos os segredos da eletricidade, do átomo…
Este tipo de atitude completamente imbecil reforça minha teoria de que o tempo não passa igual pra todo mundo. Enquanto algumas pessoas estão na era do átomo, outras estão nos primórdios evolutivos da sociedade humana, milhares acreditam no criacionismo, e milhões de pessoas estão ainda na Idade média.

Foi na idade média, entre 1450 e 1750 que a Santa inquisição, da Igreja Católica, condenou a morte pelo fogo cerca de 9 milhões de pessoas, sendo que 80% eram mulheres e crianças, acusadas de bruxaria e pacto com o demônio. Naquele tempo, qualquer merdinha era motivo para ser acusado de amizade com Satã. Tipo, se você era uma mulher maluca = morte. Se você era uma mulher com um defeito físico qualquer = morte. Se você era uma mulher bonita e gostosa =morte. Se você estava devendo ou fez inimizade com alguém = morte.
Sem falar em questões corriqueiras, como se assumir judia ou duvidar da Bíblia. Aliás, a coisa era tão escabrosa naquele tempo que cada “bruxa” acusada era torturada até apontar alguma outra. A tortura só parava se ela morresse no processo ou quando finalmente jogasse a culpa em alguém que não tinha nada a ver com o pato, só para que o sofrimento parasse. E assim ia, até chegar no ponto de esquizofrenia máximo em que em 1585, no bispado de Trier na Alemanha, duas aldeias inteiras acabaram esgotando todas as “bruxas”, ou seja, só restou uma mulher viva.

Na inquisição cristã, era até mais jogo assumir logo de cara um pacto com o Satã e apontar qualquer outra pessoa como a próxima da fila. Isso lhe dava o benefício de um estrangulamento antes de ser torrada na fogueira, pois se você negasse de pé junto, além de não adiantar nada, seria queimada viva, já que se esperava que apenas quem tivesse em débito com Jesus Cristo sofreria os efeitos do fogo. Teoria que obviamente nenhum Papa fez questão de verificar.

Você acredita piamente em algum livro sagrado? Você pensa que só sua igreja é a certa e o resto é tudo um bando de degenerados? Bem vindo a idade média! Época onde não é o que você pensa que importa, e sim o que querem que você pense e faça.

Related Post

62 comentários em “Microondas da fé”

  1. Gump… isso é fake… melhor dizendo a história dos muçulmanos queimando cristãos na Nigéria é fake… Essa foto é na verdade de um acidente envolvendo um caminhão tanque que explodiu e torrou todo mundo perto…
    olha ai… http://www.loonwatch.com/2011/10/fake-nigerian-christians-burnt-alive-photo-resurfaces-on-facebook/

    Mas que eles são capazes disso não tenho a menor dúvida, assim como os cristãos já fizeram muita merda também…

    • Veja minha resposta ao Julio Martins.
      Para levitar você precisa de nitroigênio liquido, um supercondutor e um ímã de neodímio. O efeito chama-se efeito meissner (procura na wikipedia)

  2. Philipe, me diz uma coisa essa foto é real mesmo??? é dessa chacina que voce falou????
    pq eu achei um pouco estranha, notei que nenhum corpo tem rosto, nem sequer deformado….

  3. Boa tarde Philipe. Pelas informações que tenho a foto postada na matéria acima diz respeito à um acidente fatal envolvendo mais de 200 pessoas no Congo, onde estas pessoas estariam tentando saquear a carga de combustivel de um caminhão tanque que tombou. Poderia verificar se esta informação procede? abraço.

  4. Philpe, aparentemente, pelo que andei pesquisando, a noticia é falsa.Na verdade essas pessoas morreram carbonizadas durante uma explosao de um caminhão tanque. E tal acontecimento se deu em julho de 2010.Corrija-me se estiver enganado por favor.

    Abraços

  5. Nessa notícia diz que foi isso mesmo, acidente num roubo de combustível no Congo, com mais de 300 mortos. O que não deixa de ser bizarro também, eu nem sabia.

    http://ultimosegundo.ig.com.br/mundo/explosao-de-caminhao-com-gasolina-mata-mais-de-200-no-congo/n1237697108913.html

  6. Philipe,
    Esse lance de religiões é  prova de que o tempo é a gente quem faz. Sempre achamos que no futuro vai ter alta tecnologia, viagens interplanetárias e o escambal, mas vai que uma religião que pregue pensamenos medievais consiga dominar o mundo ocidental… daí ferrou.
    O que quero dizer é que se a humanidade passar de uma hora para outra a fechar a mente e valorizar somente pensamentos vigentes na época medieval, vamos sim voltar a viver e preservar aqueles valores arcaicos… imagine se uma religião dessas passe a proibir internet, veículos de combustão própria, etc. etc., vamos regredir tecnologicamente, fazendo com que o futuro temporal seja vivenciado à base de carroças, luz de velas, feudos, etc. 

  7. “Na realidade essa foto é de um acidente que ocorreu no Congo, o pessoal estava roubando combustível de um caminhão quando esse explodiu…”(2).Phillipe, por favor, verifique as suas fontes…

    • Então Julio, a imagem foi enviada pra mim como uma foto de um genocídio. Não achei na internet outras informações sobre ela além de alegações dizendo que são cristãos mortos por muçulmanos. Mas sempre há a possibilidade de que não seja realmente, mas eu penso que um caminhão tanque de combustível, ao explodir não deixa pessoas queimadas, deixa pedaços de pessoas, né?
      Ao que parece, o caso do caminhão que explodiu, pelo menos na Reuters, não contém esta imagem: http://www.reuters.com/article/2010/07/05/us-congo-democratic-fuel-idUSTRE6643HE20100705

      Também não me parece fazer muito sentido tanta gente para roubar combstível, na medida em que os caras lá são paupérrimos e só uns poucos tem veículos. E estes são em maioria diesel. E finalmente, essas fontes aqui mostram mais mortos onde se pode ver claramente que não se trata de uma morte por explosões: (imagens chocantes)

      http://www.anglicandioceseofjos.org/dogo.html
      http://www.citizens4freedom.com/Articles/tabid/1387/articleType/ArticleView/articleId/4618/Warning-Graphic-Photos–NIGERIA-Christian-pastor-and-wife-burned-to-death-by-Muslims.aspx
      http://www.theatheistconservative.com/2010/11/06/acts-of-religion/
      http://barenakedislam.wordpress.com/2010/03/08/muslims-slaughter-thousands-of-christians-in-nigeria/
      http://www.faithfreedom.org/articles/op-ed/why-they-leave-islam-and-become-christians/
      http://sheikyermami.com/2010/10/29/africa-report/

      Agora, pode ser foto de algum outro acidente que os fanáticos estão usando para acusar os muçulmanos de assassinato e assim justificar atitudes belicosas contra eles? Pode, certamente. E seria nada mais nada menos que a babaquice retardada que eu cito no post. Toda e qualquer morte, se justificada pela diferença de credo religioso é atitude puramente babaca. Isso não pode ser invalidado, mesmo que a foto que ilustra o post não seja a das crianças de uma igreja mortas com o crânio esmagado.

  8. Algo que me pergunto às vezes e, confesso, soa meio cômico é:
    “DEUS EVOLUI COM O TEMPO?”
    É estranho e pode parecer blasfêmia, mas tais partes do alcorão, até mesmo da história bíblica, soa muito cruel e malévolo. Eu não concordo que o simples fato de uma pessoa não acreditar em determinados ensinamentos, ou não praticá-los, seja motivo para ser torturada, ou morrer em profunda agonia. 
    Quer dizer, acho que o que vale são as ações no cotidiano, o amor ao próximo, a solidariedade.
    Mas aí entra na questão que disse: será que o tempo não passa para algumas pessoas?

    Esse tipo de coisa, de dúvida, me entristece e me faz indagar sobre muitas coisas na qual procuro acreditar, independente desta foto ser de um acidente ou não, nós não precisamos crer nela para saber o quanto “maus” são alguns seres humanos, tudo na justificativa de uma ordem divina.

  9. Fiquei simplesmente chocada com essa imagem….independente de serem cristãos, muçulmanos, ateus, budistas….são PESSOAS, em primeiro lugar, e nada justifica. Penso o mesmo que vc a respeito de conflitos religiosos, é pura babaquice.

    Maaaaaaas, por acaso, eu estava olhando um site sobre farsas virtuais e encontrei isso: http://www.e-farsas.com/cena-chocante-cristaos-queimados-vivos-verdadeiro-ou-falso.html

    Acho que seria interessante corrigir o post, essa galera é vítima de um acidente com um caminhão de combustível.
    Pena que os assassinatos religiosos realmente ocorram no mundo td, pq a única coisa infinita além do universo é a estupidez humana…

  10. O mais engraçado é que ,quando você entra no novo site da diocese que foi atacada, já está logo na primeira página: 10 razões para rejeitar a homosexualidade. Em suma, tanto cristãos e islãmicos são farinha do mesmo saco. Isso só serve pra mostrar os efeitos “benéficos” da religião no mundo.

  11. caralho, querem foder com o islã mesmo, que pena que li isso no seu blog phelipe. eu nao sou mulçumano, mas conheço a religiao a fundo e sei que o mulçumano SUNITA nao faria isso com 100% de certeza…eu duvido. fora que, o alcorao diz que os fieis que seguem os outros livros sagrados (judeus e cristao),se seguirem a religiao como manda os livros, tambem irao entrar no paraiso…( o isla nao tira o valor das outras religioes)porisso nao justifica vc postar esse versiculo ai no post ,pq ele fala sobre os ateus,e, no caso, so quando forem para o dia do juizo final. esse versiculo nao é um manual de como matar nao mulçumanos.

    • Em momento algum eu disse que o alcoorão é um manual de matar. Você que concluiu isso.
      Eu também não disse se quem matou foi Xiita ou Sunita. O problema não é um livro secular dizer isso ou aquilo.
      O problema é que esta escrito isso lá e tem um monte de demente que acha que o certo é seguir a risca o que está escrito. Não critico o que esta escrito. Critico os imbecis religosos, de TODOS OS TIPOS DE CREDO que pensam que a violência é solução para impor seu sistema de crenças.
      A religião serve unicamente a um propósito: Controlar o ser humano. Admito que existem pessoas que necessitam deste controle. Mas é lamentavel que muitas vezes isso atinja essas proporções em nome de Deus, seja ele qual for, mas que está sempre levando a culpa pelas cagadas dos fracos.

  12. Gump! ai ai…

    Religião não é  nem de longe o motivo de tantas mortes…
    Apenas Mao -ATEU- com a doideira do comunismo matou cerca “de 50 a 70 milhões de pessoas”,
    Sem contar as millões de mortes na Coreia,Afeganistão,Russia,Africa e Alemanha que totalizam mais de 100 milhões de mortes através de alianças de governo comunistas e assumidamente ATEUS seguindo a mula do Karl Marx.
    Não nego as mortes causadas pela religião, mais tenha pelo menos o bom senso de declarar que o ser humano mata mesmo, acreditando em Deus ou na utopia vermelha.

    FONTE:
    Le Livre noir du communisme, Éditions Robert Laffont, (livro Negro do Comunismo, alás vocês deveriam ler, o grupo record publica no Brasil)
    J Arch Getty, The Atlantic Monthly, Boston: Mar 2000. Vol.285
    http://www.sovietstory.com/
    Noam Chomsky http://archive.zcommunications.org/chomcambodforum.htm

    • Pô mas isso é uma coisa completamente óbvia, né? Será que preciso dizer que pessoas estúpidas matam não somente pela religião mas pelas ideologias mais diversas? Seja como for, é bom que isso fique registrado aqui. A estupidez humana não se restringe a religião, ela assume mil faces.

  13. Gostaria de acrescentar algo:

    Um dos primeiros principios do Corão é que a fé não deve ser coercitiva.

    O texto em destaque se refere a vida “vindoura” (sim, o neo-platonismo tbm pegou o islã…).

    Ah, antes que eu gere suspeitas: sou ATEU.

    Abraços!

    • Falar que caras que matam em nome da fé é sensacionalismo pra você? Pra mim sensacionalismo bloguístico é falar da capa da playboy ou colocar o moleque cantando pintinho-piu, ou ainda só fazer posts envolvendo fuuuu e pokerface.
      Mas com mais de um milhão de acessos ao mês, não preciso lançar mão desses recursos.

  14. “Será que preciso dizer que pessoas estúpidas matam não somente pela religião mas pelas ideologias mais diversas?”

    Não sei, acho que deveria, já que você mesmo afirmou : ” Você pensa que só sua igreja é a certa e o resto é tudo um bando de degenerados? Bem vindo a idade média! ”

    Mais tudo bem, tá ok! =]
    Não tem por que cobrar coerência aqui, Orwell infelizmente não deixou muitos discípulos na arte de expor uma opinião.

  15. Quem quiser saber o que os muculmanos fazem com os pretos na Africa deve assistir o filme Darfur – Deserto de Sangue. Outra coisa que me deixa chocado com os adeptos da religiao do Ala: a sharia, ou julgamento pela religiao. Colocam o infeliz (ou a infeliz) num buraco coberto de terra ate a cintura e apedrejam. Mas e com uns pedraos enormes, e ate matar. Pergunta idiota: se os muculmanos sao assim demonios, porque uma vez por ano jogam pedra no Satanas? Ou melhor, para que  atirar pedra no chefe?

  16. Os ATEUS esperam um mundo livre de religião — sem homens-bomba, sem guerras religiosas e sem tele-evangelistas explorando seus fiéis. Você também acha essa ideia atraente?

    Antes de responder, pergunte-se: ‘Há alguma evidência de que um ateísmo universal produziria um mundo melhor?’ 

    Pense no seguinte: Quando o grupo guerrilheiro Khmer Vermelho estabeleceu um estado marxista ateu no Camboja, é possível que 1,5 milhão de cambojanos tenham morrido.

    E na oficialmente ateísta URSS, o domínio de Joseph Stalin causou a morte de dezenas de milhões de pessoas. 

    É claro que essas atrocidades não podem ser diretamente atribuídas ao ateísmo.
    Mas revelam que ele não garante paz e harmonia.

    Tanto a religião como o ateísmo têm cometido atrocidades.
    A conclusão e que a natureza imperfeita do homem é o que tem causado a maldade, o ódio e a violência extrema.A Igreja Católica apoiou as decisões de Hitler.link para imagem: http://3.bp.blogspot.com/_WSTgQ8kB85Y/TPw6ibobFtI/AAAAAAAABgg/oBtKLGOJQBg/s1600/hitler_cardinal4.jpgNo Crânios existe uma exposição com milhares cranios de vítimas do Khmer Vermelho, no Camboja.
    link para imagem: http://www.alfredo-braga.pro.br/discussoes/khmervermelho-wurman.jpg

    NOTA:
    [Não são poucas as pessoas que admitem que a religião tem causado muito sofrimento. 
    Mas será que a culpa é de Deus? 

    Não! 

    Culpar a Deus seria o mesmo que culpar uma montadora de automóveis pelo acidente causado por um motorista que usava o celular ao volante. 

    O sofrimento da humanidade tem muitas causas, mas as crenças religiosas não são a principal.]

    • Jochtan, eu não sei se os ateus esperam um mundo sem conflitos. Eu pessoalmente, não imagino um mundo sem conflitos, porque o ser humano é uma espécie belicosa por natureza.
      Mas uma coisa eu sei: O Ateu não acredita em Deus, e portanto, se não houvesse religião no mundo, os conflitos se dariam por outros motivos, mas não haveria conflitos por pessoas que acham que seguem o Deus certo e acreditam que todos os outros infiéis devem morrer.
      Quando você cita que o ateísmo tem cometido atrocidades, eu acho que você está errado, porque o ateísmo não é – pelo menos ao meu ver – um partido, uma filosofia ou mesmo uma ideologia qualquer. Então, não crer que deus exista não faz ninguém matar ninguém. Os nazistas mataram porque queriam tomar o controle da Europa e de quebra exterminar os Judeus e todo mundo que eles consideravam “sujos”. Stalin matou por ideologias políticas. A mesma coisa no caso do Camboja.
      Pegar mortes que não tem conotação religiosa, e sim política, para contabilizá-las como “mortes causadas pelo ateísmo” é apelar bonito.
      O problema com muitas religiões é que certas doutrinas são levadas ao pé da letra. Como a ampla maioria das religiões carece gravemente de um substrato lógico e coerente que as amparem, os líderes religiosos tentam impor suas doutrinas guela abaixo da população, e isso abre o caminho para a violência.
      Mas por que isso é assim? Porque a religião é um caminho direto para o controle social, e em muitos Estados, o controle poítico e financeiro. O poder.
      Obviamente não estou colocando todas as religiões no mesmo saco, e muito menos dizendo que elas devem acabar. Eu acho que o mundo entraria num caos se retirassem as religiões de uma hora para outra, porque são milênios de controle das massas por esta via. Depois que se cria o super-ego adicional, a muleta existencial para tanta gente, seria grave tirar isso deles.
      As religiões não tiveram apenas impactos negativos para a sociedade moderna. Quem pensa isso é estúpido e não conhece História.
      Eu não sei se alguém atribui os problemas com os religiosos fanáticos e as mortes causadas pelos sistemas de crenças do mundo a Deus. Mas uma coisa eu sei, se alguém faz isso, não são os Ateus, já que seria muito estranho os caras culparem justamente a divindade que não acreditam existir por cagadas humanas, né?

      • Se não houvesse religiões e as motivações fossem outras que diferença faria? Num ponto concordo com você. A religião é mesmo um caminho direto para o controle social, assim como qualquer outra crença ou falta dela (e isso inclui o ateismo) pode se tornar (e muitas vezes se torna) um caminho direto para o controle social nas mãos das pessoas certas. O problema de alguns ateus é que só criticam determinadas religiões porque lhes convém, e isso, por si só, já é uma forma de tentar controlar e impor sua falta de crença às outras pessoas (exatamente como as religiões fazem). Não basta não crer em algo, é necessário atacar aquilo em que você não acredita (algo, do meu ponto de vista, meio sem lógica… Mas enfim…). As industrias do tabaco e das bebidas matam tanto quanto os genocídios religiosos e nem por isso se vê um ateu atacando essas industrias. Existe ai uma necessidade de se auto afirmar superiores só porque pensam diferente e se dizem mais intelectualizados do que aqueles que acreditam em uma força superior e nesse quesito vocês pecam tanto quanto os que se dizem religiosos.

        Resumindo: São todos a mesma merda, a diferença está na intensidade do fedor.

        • Cara se vpcê acha que o ateísmo é um mecanismo para o controle social, eu gostaria que você me explicasse de que modo isso funciona, porque não consigo imaginar como a não crença num ser divino superior pode funcionar como controle de alguma coisa.
          Você diz que ão existe ateu que ataque a industria do tabaco, mas sei lá. Não sei se dá pra afirmar isso sem ter uma onisciência divina, já que crer em Deus ou não crer, é uma questão de foro íntimo das pessoas, e entre os milhões de indivíduos do mundo que criticam indústrias assassinas, acho extremamente improvável que não haja um ateu por ali.
          Agora, eu também não sei se um ateu iria tentar fazer campanha anti-Deus, já que seria uma extrema perda de tempo e falta de sentido pratico, pois seria como alguém fazer campanha dizendo que o Coelho da Páscoa e o Papai Noel não existem. Mas nunca duvido da capacidade humana de ser idiota, e até é possível que existam esses caras, que vêem no crescimento de religiões fundamentalistas um risco para os que creem em outras religiões e até mesmo pra eles próprios, pois como se vê, o Isamismo condena a morte fundamentalmente o descreente. E é um direito inalienável não acreditar em Deus, Buda, Tupã, Zeus, Mitra, Alá, Kali, Rá, Jesus, e mais milhares de outros. Este direito, é igual o de outras pessoas acreditarem. O problema é que em muitas religiões, as pessoas são orientadas a não apenas seguirem aquilo, elas precisam converter as outras na sua fé. E isso é um saco.
          Eu não penso que um ateu se sinta superior por não acreditar no que as pessoas acreditam, não sei como alguém poderia se sentir superior por isso. Essa coisa de se sentir superior é da índole humana, (como matar) porque se você vai numa tribo afastada no meio da África vai achar naquele diminuto universo cheio de doenças e pobreza um sujeito que se sente superior aos demais, porque é mais alto, porque pula mais alto, porque tem a cabana mais bonita… Enfim. Talvez haja mesmo um incrédulo que se julgue melhor por achar que as pessoas que seguem religiões são simplesmente estúpidas, mas ao meu ver isso também é um tipo sofisticado de estupidez, pois sem imergir no que realmente ocorre no âmbito de uma microsociedade baseada na fé, ele não poderia saber realmente se ele é o superior ou é o inferior.
          Mas eu também não sei se posso afirmar isso, na medida em que como eu não sou um ateu convencional, então é mais complicado.

          Eu não consigo compreender qual razão o leva a comparar um ateu (ou infiel) a um fanático religioso. Eu nunca vi um ateu matar um religioso porque ele crê em Deus, mas o contrário…

          http://vodpod.com/watch/8331038-very-graphic-video-a-whole-family-hanged-or-beheaded-including-a-9-years-old-kid-in-narathiwat-district-located-a-deep-south-thailand?u=milenio&c=milenio

      • Diga um exemplo de um estado ateista que não cometeu atrocidades e violações diretas aos direitos humanos, principalmente por acreditarem em Deus.
         
        Simplismente não existe.

        Lembre-se que um tipo de governo só pode ser “sustentado” com o apoio (ou pelo menos por conivência) do povo.  

        Você pode ter a mente aberta e acreditar que é injusto generalizar a culpa de um e aplicar o julgamento a todos.

        Mas infelizmente a expressão “farinha do mesmo saco” tem sido constantemente aplicada ao longo da historia.

        Um exemplo e culpar todos os (não gosto do termo “evangelico” para aplicar a quem não e católico mas é cristão, então vou dizer: cristãos não-católico) por causa da cobrança exorbitante de dinheiro dos fiéis pela da Igreja Universal.

        Assim, se um governo levar em conta o número de atentados terroristas causados por aqueles que se denominam “mulçumanos legitimos”, as atrocidades causadas ao longo das décadas pela igreja católica (e tambem dos diversos escandalos de pedofilia os quais o vaticano tem encoberto) e também por alguns grupos protestantes (No século 20, a Igreja Reformada Holandesa, calvinista, usou o ensino da predestinação como base para a discriminação racial na África do Sul.), a carnificina causada por tribalismo religioso (lembra-se do filme apocalipto?), Judeus contra os Muçulmanos (especificamente os palestinos, mas podemos citar o irã) que tem (ironicamente) matado indiscriminadamente os palestinos com o mesmo o mesmo odio que os nazistas, se tudo isso for generalizado, somando o argumento de que a religião é um caminho direto para o controle social, financeiro e político, temos ai uma formula perfeita para se criar um estado, que visando o bem-estar social, se denomine Ateista (proibindo qualquer manifestação religiosa), lembrando que, como já foi citado a cima, a historia tem mostrado que os governos não enxergam excessões e sim generalizam. 

        Lembre-se tambem que um partido e feito por pessoas que tem pensamento convergente.
         
        A historia é feita por um processo gradativo.(destaque para essa frase)

        Quantos anos se passaram até o povo do Egito arrancar do poder Hosni Mubarak? Não foi do dia pra noite.

        Assim também, hoje existem milhões de pessoas que são ateistas(e que até estão no poder) mas são até certo ponto tolerantes. Inclua o fato de que quase todos os Estados são ‘Laicos’.

        Mas não se pode ter certeza de que num futuro próximo esse pensamento se torne ativo.

        Leve em conta que a divergência de pensamento, a violência e o ódio mutuo da parte de alguns que acreditam em um Deus e os ateus (motivados quase que totalmente pelos motivos citados anteriormente) cressem quase que numa PG (progressão aritmética).

        Uma dia, esse bolha de odio e descrença vai estourar.

        E ai a palavra tolerancia vai sumir do mapa. Mas vai ser desvantagem para os não-ateus, independente da crença.

        Quanto a questão da Muleta ideologica (gostei da expressão), dê uma pesquisada na historia da Albânia. Você vai ver ali uma pequena demostração do que acontecerá no futuro proximo.

        A historia Philipe, dá ENORMES reviravoltas. Ou será que o rei Luís XVI espera ser decapitado por milhares de revoltosos? Será que o mundo de 1914 esperava aquela serie de acontecimentos que mudaria a historia da humanidade para sempre?

        Pense nisso.

        Eu não quero passar a impressão de profeta ou visionário sensacionalista, mas se você analisar os fatos com cuidado vai ver que estamos nesse caminho.

        Ah, só lembrando, não é dizer que existe e culpar e sim negar por não intervir. 

        • “Diga um exemplo de um estado ateista que não cometeu atrocidades e violações diretas aos direitos humanos, principalmente por acreditarem em Deus.”

          Todos os estados cometem atrocidades, ué. Já falamos disso. Ateísmo que eu saiba não mata, mas discordâncias políticas sim, não é isso? Agora, se realmente os ateus se organizarem, criarem postulados, dogmas, clubes secretos ou coisas assim e resolverem limpar o mundo das religiões, é fato que vai dar merda. Mas aí, no meu ponto de vista, eles deixaram de ser meros ateus faz tempo e tornaram-se uma agremiação, um partido ou coisa que o valha.

          • O Phelipe se perdeu um pouco aí mais não quero mais discutir.
            Indico a leitura do texto onde John Gray critica a postura de Richard Dawkins em relação a pregação do evangelho ateísta no mundo inteiro, não lembro o nome porém sei que está no livro Anatomia de Jonh Gray, a record publica, detalhe importante é saber que ele também é ateu, assim como Hitchens que tem uma postura bem mais “profissional” em relação ao argumento religioso, virando o jogo, quem procura uma defesa real da fé cristã pode começar com a leitura de Ortodoxia de Chesterton ou qualquer coisa da era “dourada” de C.S Lewis como “Cristianismo puro e simples”, sem esquecer dos textos de Liev Tostoi que exemplificam uma vida Cristã na prática livre de muitos dogmas e doutrinas falhas -“O reino de Deus está em vós por ex”, e tem também o Tim Keller lá de Ny city com seu livro “A fé na era do Ceticismo” (tem pela Elsevier).
            Estava postado seriamente no blog, pois acompanho desde 2009 mais o Philipe disse que eu estava de “mimimi”, então quem quiser saber um pouco mais sobre esses assuntos indico as leituras acima, não vou deixar de frequentar isso aqui porque gosto do blog mais o Phelipe deveria respeitar o que eu disse, ele criticou um cara que falou algo sem base mais como definir um argumento como “mimimi”, até parece que ele acabou de ler o “Dialética Erística” do Schopenhauer.
            NON SOLUS

          • Felizmente você não quer discutir, hahaha. Mas cara, eu não desrespeitei sua opiião, só achei que aquele papinho de “Orwell não deixou discípulos” um mimimi danado. Mas não fique magoado comigo por causa disso. Eu também já fiz muito mimimi na vida.

            Evangélio ateísta? Pqp, existe isso?
            Como eu não sou um ateu, e muito menos um crédulo ou religioso praticante, eu não me vejo em posição de atacar ou defender a existênca da religião ou mesmo do ateísmo. O meu ponto de vista, explicitado no meu texto é justamente sobre a forma como certos grupos fundamentalistas se infiltram em diversas religiões e convertem crença em ódio. Eu não defendo que as religiões devam acabar, e também não conheço nenhum ateu que defenda isso, mas não duvido que existam, afinal se tem gente maluca que acha que vai conseguir imprimir a internet, por que não poderia haver um ateu sequelado pensando em eliminar todas as religiões do mundo, né?
            Também não creio que a religião resolva os problemas por aqui, mas reconheço que ela ajuda em muitos casos, em alguns momentos como clubes fechados, em outros como forças paralelas ao Estado, e praticamente todas funcionam controlando as pessoas e eventualmente, mantendo complexas relações com os poderes políticos estabelecidos.
            Curiosamente, as pessoas tendem a pensar que todos os que criticam abusos ocorridos em nome de algum Deus é um ateu, quando isso é uma ideia meio sem sentido. Mesmo quem ataca uma religião específica, ou certops dogmas, não é necessáriamente contra ela por causa disso.
            Para crer em Deus é necessário aceitar a morte em nome dele? No meu ponto de vista, não. Mas então, por que certos caras aceitam? Que tipo de influência lhes é imposta desde pequenos a ponto de fazer um cara se explodir ou degolar criancinhas em nome de um Deus? Este é o foco do post.

  17. Ei phelipe, pirmeiro inicio dizendo que sou fão de seu blog, e acho bastante imparcial quando posta alguma matéria, mais desta vez acho que vc fez como todos os “intelectuais frustrados ” do nosso século.

    Bom, primeiro gostaria de dizer o seguinte: diante de um fato onde a propria materia remete ao massacre de cristãos, voce dedica apenas 3 linhas condenando o tal caso, e incriveis 34 linhas condenando o cristianismo e de como os crtistão agiram na inquisição.

    1- Na inquisição foram homens que se escondiam atras de uma denominação, com interesses pessoais que praticaram tais coisas, (“nem todo aquele que diz: Senhor, Senhor; entrara no reino dos céus, mais aquel que faz a vontade de meu Pai” Mt 7:21) e a palvra de Deus nunca disse para odiarmo uns aos outros, vc acha sensato culpar Deus por isso?

    2-o Cristinanimo é a unica religião que prega o amor verdadeiro, e hoje temos muitos nomes para as religioes do mundo (e nao muitas religioes, ok?!), mais todas pregam que a salvação vem por alguns rituais, ou obras, mais somente o cristianismo, prega a perfeição no amor, seguir os passos do Mestre descrito na Biblia

    3- È fato, que se necessita de mais fé (ou tolice) para creditar na Evolução, do que em Jesus o Messias, qualquer um que realmente queira descobrir a verdade, (e não uma arrogancia, desfarçada de intelecto), a achará, peocure em livros de egiptologia, ou historia antiga, os escritores, nada tem haver com o cristianismo, mais atestam sua veracidade. (Como por exemplo, exitem mais evidencias historicas da existencia de Jesus do que de Julio Cezar, Sabia?, e por que ignora a existencia de Jesus e aceitam a de Julio Cezar?, Pesquise amigo, e Deus Vai abrir seus olhos, “ACREDITEM VOCES NÃO SERÃO OS PRIMEIROS A DESCOBRIREM)

    3- ultimamente tem se falado do tal flme chamado “Zeitgheist” (inclusive por aqui). porém “TODOS” os argumentos do Filme são falsos, mais eu gostaria de fazer uma pergunta aos senhores: Voces ao menos se deram ao trabalho, de pesquisar a respeito, atraves de profissionais sérios? e por que as tais referencias de profissionais no final do filme, repetem tantas vezes o mesmo nome?
    ver em http://www.cacp.org.br/movimentos/artigo.aspx?lng=PT-BR&article=2613&menu=12&submenu=2

    E para terminar:

    P: Eu digo que hoje temos muitos falsos mestres e pastores “pregando” as boas novas.
    R:”porque hão de surgir falsos cristos e falsos profetas, e farão grandes sinais e prodígios; de modo que, se possível fora, enganariam até os escolhidos” Mateus 24:24

    P:Então quem devo seguir? Pastores? Alá? Sedartha Gautama? Padres? o PAPA?
    R:”Tomai sobre vós o meu jugo e aprendei de mim, porque sou manso e humilde de coração; e achareis descanso para a vossa alma” Mateus 11:29.

    Bom acho melhor parar por aqui, desculpe tomar boa parte do seu tempo, mais torço para que todos experimentem a paz que só Jesus pode proporcionar, e peço amigos, quando buscar uma informações seja sincero consigo mesmo, não deixe o orgulho ou a arrogancia tomar conta do seu coração.

    Att,

    Alexandre

     

    • Alexandre, vamos por partes. Primeiro, em momento algum eu culpo Deus pelas mortes praticadas por seres humanos. Segundo, a ICAR matou geral na idade média, isso é um fato, e estou expondo-o, não significa um ataque à igreja, e sim fatos concretos. O numero de linhas que dedico a isso é proporcional a sandice que se tornou a caça as bruxas na idade média. Mas o post não é sobre uma ou outra religião específica, é sobre pessoas com miolos moles matando outras pessoas porque elas não acreditam todas numa mesma coisa.

      Eu volto a repetir o meu mantra eterno neste blog: O Deus Católico não é melhor que nenhum deus Indu, Alá, Rá, Tupã ou a divindade de qualquer outra religião ou povo. É uma idiotice suprema matar um semelhante por causa da crença num Deus, seja Ele qual for.
      Sobre a questão 3, sua alegação está tão redondamente errada, que eu nem vou me ater a isso, ou a gente vai passar séculos discutindo o sexo dos anjos. Mas só pra dar um adianto, todo imperador romano era chamado de César, como você espera que eu aceite que haja mais referências a um líder judeu num território pouco importante para Roma do que aos homens que mandavam na época? Aliás, o que mais tem é justamente arqueólogo e historiador duvidando que exista referências históricas ao Jesus (pelo menos a figura religiosa que todo mundo conhece)
      Sobre a pergunta a quem você deve seguir, que tal: Você mesmo? Que tal não seguir ninguém, não ter um superego adicional te dizendo o que é certo e errado e tomar essas decisões baseadas no seu bom senso. Ou talvez, seguir Confucio… Já que até Jesus seguia o que ele dizia. Sei lá.

      • Ok, feliphe.

        Bom, o Deus (que não é catolico, pois Deus só existe um), não é melhor do que outros deuses porque é o unico, não vou entrar em discussões, mais exsitem evidencias historicas da existencias de cristo, e bem, Zeitgheist mente sim e afirmo sem medo de errar, mais tambem nao vou entrar em discussões.
         
        “todo imperador romano era chamado de César”, sério?!?, veja vc mesmo: http://pt.wikipedia.org/wiki/J%C3%BAlio_C%C3%A9sar

        E sobre outras questões, apesar de ter respostas sucintas e diretas para cada uma delas, não vou me ater, para não prolongar a discussão.

        E a respeito de P vs R: eu apenas escrevi para os leitores refletirem, não esperava uma resposta obvia de um ateu, né?! rsrsrs

        Ah, “Ou talvez, seguir Confucio… Já que até Jesus seguia o que ele dizia:” hehehe tenho que admitir que voce tem um ótimo censo de humor hehehehehe 🙂

        Abraços.

        Att, 

        Alexandre

        • Discordo disso. O Deus da religião católica, é diferente do panteão de Deuses do Olimpo, que por sua vez também dioferem dos deuses Indus que também diferem dos deuses egípcios e assim por diante. Esse papo de que só existe uma única divindade, só se aplica numa determinada religião e isso tão somente se ela for de base monoteísta.
          Mas quem é que pode garantir que o monoteísmo é o certo? É uma questão de fé. Dizer que eu tenho certeza que só existe o Deus da minha religião sem provas concretas e irrefutáveis disso cai em falácia e é o mesmo que acreditar em sei lá… Crom? Força Jedi? Monstro do espaguete? Chtulu?
          Lembrando que dizer que è o que está no livro sagrado não muda bosta rigorosamente nenhuma, já que tudo que e religião (excetuando-se os de tradição oral como os índios) tem livros sagrados “atestando” a existência de seus deuses.

          Sobre o César, só agora você menciona ser Julio César. Só dizendo “césar” é complicado, já que a palavra é titulo de nobreza: http://pt.wikipedia.org/wiki/C%C3%A9sar_%28t%C3%ADtulo%29

          Então, voltando o assunto que deu otrigem ao tópico, como eu não tenho meios (e creio que ninguém mais tenha também) de PROVAR empíricamente e de forma absolutamnente irrefutável que Deus exista, e que ele é apenas um e não vários, não posso, de forma alguma, dizer que qualquer outra religião está errada. Todas podem ser a certa, e logicamente, todas podem estar erradas. Dessa forma, a única solução plausível para pessoas de bom senso seria respeitar o vastíssimo sistema de credos humano, considerando que todas podem estar certas. E uma vez tomando esta decisão, fica patente a ignorância suprema das pessoas que matam as outras porque pensam que somente sua religião é a certa, ferindo o direito do outro acreditar no que mais lhe convém.

          obs: Não sou ateu.

  18. Conheci o site faz pouco tempo. Mas como sou pai fresco, se é que você me entende, tenho lido muitas curiosidades.
    Realmente sensacional, desde os ensaios fotográficos, passando pelos mistérios, zumbis…
    Agora este texto foi fenomenal!
    Parabéns!

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

shares