Inesquecíveis filmes de fantasia

Uma coisa que eu sempre me amarrei – antes mesmo dos RPGs chegarem ao Brasil (sou velho) – eram os mundos de fantasia. Não sei exatamente onde eles começaram, mas muitas dessas obras foram parte da minha infância e juventude, e alguns deles estão tão fortemente registrados nas minhas memórias que se tornaram praticamente uma parte da minha personalidade. Outros eu vi depois de adulto, mas continuam a encantar com a mesma magia.
Para trazer a lembrança dessas obras à tona, eu resolvi criar esta pequena lista, com alguns dos filmes de temática fantástica que mais me marcaram. Obvio que são muitos filmes, mais do que eu seria capaz de me lembrar então só citarei aqui alguns, mas isso não significa nem que eles estejam categorizados por qualidade nem que algum filme que eu tenha me esquecido não preste. Não incluirei aqui filmes envolvendo aliens e nem super-heróis, embora eu reconheça que a temática dos super-heróis tem os pés na fantasia.

1- A Lenda (1985)

Filmaço. Quando alguém fala em filme de fantasia, eu penso logo nesse. A Lenda é um filme com Tom Cruise, interpretando um de seus melhores personagens. Tem tudo que a gente merece: Fadas, duendes, unicórnios e o capetão mais alucinante do cinema. Recomendo Veementemente. A fotografia é qualquer coisa de absurda. O filme é uma obra de arte. Do tipo que todo fã de Fantasia merece ter um Dvd edição de colecionador.

2- O cristal negro – 1982

O cristal negro estava adormecido no fundo das minhas memórias até agora a pouco, quando a Débora me mandou um email e eu lembrei dele. Foi daí que surgiu a vontade de fazer este post. O Cristal negro é um filme quase totalmente feito com puppets. Obra do Jim Henson e Frank Oz. Engraçado como pouca gente conhece este filme e ainda assim ele é cult.

3- Conan o bárbaro

Não preciso dizer o quanto eu adoro este filme. Não sei o que eu prefiro em Conan o Barbaro. Só sei que gosto de tudo nele. Tudo. Eu não mudaria absolutamente nada nessa obra. Adoro a forma como o Tulsa Doom fala, com o olhar vidrado de um psicopata, a transformação dele na cobra… A mensagem velada sobre o crescimento das religiões e seitas fundamentalistas no roteiro… A crucificação do Conan onde ele mata a dentadas o abutre, as porradas quando o Conan ainda está vivendo como escravo-gladiador. Porra é tudo foda! Tudo! Me intriga como depois desse fizeram uma BOSTA completa com “Conan o destruidor”. Achei “Conan o destruidor” tão merda que nem cito ele aqui. Mas eu curto tanto os filmes do Conan que até esta merda eu assisto sempre que passa.
O Conan O bárbaro marcou tanto minha infância que eu assisti na Tv e gravei no video. Daí eu vi isso pelo menos umas 200 vezes ao ponto de decorar as falas. O que eu gosto nesse filme é que ele é naturalmente violento. Não tem aquele joguinho de cena boçal para disfarçar a violência. É o melhor do estilo capa-e-espada nos anos 70, quando ninguém sabia o que era o “politicamente correto”. E a musica é F-O-D-A.
Este não é o melhor filme de fantasia que tem, mas é sem dúvida o meu preferido.

4- A história sem fim

Tá aí um filmaço. O filme é muito, muito bom, mas ainda assim fica aquém do livro, que é uma das obras primas da literatura.

5- Labirinto

Outro clássico dos anos 80. Com David Bowie e tudo mais! Bons efeitos para a época, temática sensacional. Vale a pena assistir.

6- Caravana da coragem – 1984

caravana da coragem é um dos grandes clássicos da sessão da tarde em todos os tempos. No filme estão de volta os Ewoks, o que indica que o filme se passa na Lua de Endor. Há monstros gigantes, fadas brilhantes, mágica. Bom filme.

7- Guerra nas Estrelas, o Império Contra-ataca e o Retorno de Jedi

Tá aí um filme que afetou a minha cabeça desde cedo. Infelizmente eu vi a obra fora da seqüencia certa. Comecei pelo império contra-ataca, ainda no cinema. Mas nunca mais me esqueci. Aquilo afetou meus miolos e eu virei um jedi maníaco. Mas eu tenho um certo preconceito com os demais filmes da saga fora dos três iniciais. Acho os outros excessivamente pirotécnicos, com muito efeito especial, mais do que precisava.
Vocês podem dizer que Star Wars devia estar na categoria ficção científica e não fantasia, mas devo lembrar que no fundo é um filme de fantasia com um toque sci-fi. Espadas de luz que colidem, naves que pegam fogo no espaço… “A força” dos jedis… Enfim, até um ork tem no filme – os soldados do palácio do Jabba.

8- Willow

Eu confesso que nunca gostei muito de Willow. aqueles anões sempre ma pareceram uma tentaiva velada de fazer uns hobbits. Mas No cômputo geral, Willow é o clássico filme de fantasia. Tem bons personagens e uma história estruturada de modo simples, com uso de muitos arquétipos, como o do predestinado. Bons efeitos e tudo mais. É um conjunto de muitas coisas boas individualmente que somados produzem um resultado bom, mas não ótimo e muito aquém de excelente. Diverte mas não empolga.

9- Coração de dragão

Coração de dragão é um dos filmes com dragão mais bem feitos que tem. O monstro é todo CG, o que foi uma novidade na época. Ele veio a reboque dos dinos de jurassic park. O Lipsink do dragão é ótimo. A história é mais ou menos. Mas o dragão segura o filme.

10- O matador de dragões – 1981

Não achei o trailer oficial, mas sim o filme inteiro. Recomendo.

Ok. Pausa de reverência que este filme é foda.

Pronto. Tá aí uma obra daquelas que eu tiro o meu chapéu e se usasse, tiraria até a peruca. Num tempo que não havia 3d, os caras fizeram um filme sobre um caçador de dragões fenomenal. Dá medo mesmo. (pelo menos deu quando eu era guri). Ali tem de tudo, marionete, trucagem de câmera, perspectiva forçada, miniatura, stop motion. É uma aula de como fazer filmes fodas sem o computador. Coisa que quase nenhum diretor sabe fazer mais. (tirando o Guilhermo del Toro)

11- Excalibur – 1981

A história do rei Arthur todo mundo conhece, mas acho que só este filme foi fiel a lenda. Muito bom mesmo. Belas cenas, boa musica (Carmina Burana meu!), atuações decentes e uma grande coleção de objetos de cena. Neste aspecto, acho que só perde para LOTR. É um filme muito bom, sob todos os aspectos.

12- Krull – 1983

Krull é um filme fodaço, que também é um clássico da Sessão da Tarde. Os efeitos para a época eram ótimos, mas deixaram ele datado. Uma obra bem legal, para matar a a saudade da infância.

13- Fantasia

Um dos maiores êxitos do Walt Disney, Fantasia tem um lugar cativo nas memorias da minha infância. Lembro de ter visto o filme no cinema, naturalmente em alguma reprise, pois fantasia é antigaço (1940), mas fez tanto sucesso que repetiu varias vezes no cinema durante as décadas seguintes. Nos 90 ele foi remasterizado. Eu adoro a parte do Mickey, aprendiz de Bruxo, mas o que eu realmente nunca mais esqueci é a Toccata e Fuga do Bach, executada magnificamente.

14- Monthy Pyton e o Cálice Sagrado ( eu existo graças a este filme!)

Este filme é uma comédia bema antiga. Certa vez minha mãe me disse que estava vendo Tv com meu pai e achando o filme chato. Daí eles resolveram fazer algo mais interessante… E eu nasci. Logo, devo minha vida a este filme. Nesta obra existem cenas antológicas, como a do cavaleiro negro e a das andorinhas africanas.

15- Fúria de Titans

Fúria de Titans é um filme sensacional. Despertou meu interesse pela mitologia. Eu dei sorte do filme passar na Tv na época em que minha mãe estudava a mitologia grega na faculdade e então eu gostava de ver ela explicar aquele monte de deuses, e tal. Eu ligava os Deuses da mitologia ao visual do filme e era como ver filmes dentro da cabeça. Tá aí mais uma das bilhões de ótimas coisas que minha mãe fez pra mim. O pégaso e a medusa são inesquecíveis. Obras do Ray Harryhausen.

16- Highlander

Este está no coração, junto com Conan, fantasia, A lenda e outros. Eu adorei Highlander. Nesta fase eu jogava RPG feito louco e tinha uma certa obsessão por colecionar espadas. Não precisa dizer que eu pirei com este filme. O melhor filme do Cristopher Lambert. Tão bom quanto o do Tarzã que ele fez.
Chato é que highlander sofre do mal que é o bordão do filme: “Só pode haver 1″. Só o primeiro prestou. O resto todo foi fiasco atrás de fiasco. Aliás, a franquia detém o recorde de maior vergonha alheia por um filme na história do cinema. (highlander 2)

17- Senhor dos anéis (os 3)

Não tenho muito o que dizer de LOTR além do fato de que aqui está uma obra muito, muito bem feita mesmo. Acho que é o máximo que dá pra fazer com o que o dinheiro pode pagar em termos de filme de fantasia. A obra original é um clássico e trazer isso para o cinema foi considerado insanidade durante décadas. Eu quase trabalhei nestes filmes, então eles são de certa forma, especiais pra mim.

18- A Bússola de ouro

Só vi este filme recentemente. É um filme baseado na obra do Philip Pullman. Bem feito, bem pensado e com ótimo acabamento. Eu gostei, apesar de ficar com “gosto de quero mais” no fim.

19- O feitiço de Áquila -1985

Ah, aqui sim. Este é um dos melhores filmes, não só de fantasia, mas filmes mesmo que eu já vi. Adoro a trilha, do Alan Parsons. Ótimas interpretações da Michelle Pfeifer – Lindíssima e Mattew Broderick na melhor forma. Enfim, è uma PUTA obra de arte. Eu queria ter feito este filme.

20- O Mágico de Oz -1939

Este é um dos grandes clássicos do cinema. Talvez um dos filmes mais cultuados do mundo. Me lembro, que ainda criança, eu vi isso na Tv e acreditei em tudo. Eu nem tinha ainda a noção de filme quando vi O Magico de Oz. Dizem que colocando um disco do Pink Floyd sobre o video, a musica combina perfeitamente. Nunca testei, mas este é um dos troços mais estranhos que existem, já que os caras da banda negam veementemente que o disco tenha inspiração no filme.

21- Cronicas de Narnia

Eu acho este filme muito bem realizado, mas por alguma razão, a história não me prendeu. Mas é um excelente filme.

22- A sétima viagem de Simbad ( e todos os demais filmes do Simbad)

Simbad marcou a minha infância de uma forma que só o Furia de Titans conseguiu. E devo isso ao Ray Harryhausen, que criou os monstros de stop motion da franquia. Porra eu ainda adoro estes filmes. Pode ser a hora que for, se estiver passando, eu paro o que eu estiver fazendo para assistir. Pretendo comprar toda a franquia em DVD para assistir em casa em breve e matar a saudade.

23- Harry Potter (tudo)

Tá aí uma franquia que nunca escorregou (até agora). Todos os filmes são ótimos em interpretações, em efeitos especiais e em história. Acho que é um grande sucesso do cinema.

24- O labirinto do Fauno

O labirinto do Fauno é literalmente uma obra de arte do inicio ao fim. Sensacional. Eu aplaudo de pé filmes assim. Pena que são raros.

25- HellBoy (tudo)

Hellboy é uma franquia muito bem executada com ótimos efeitos especiais. É baseado em super heróis dos quadrinhos, então eu violei minhas próprias regras ao colocar o Hellboy como filme de fantasia. Mas veja, um capeta vindo do inferno, que é amigo de um homem peixe e uma mulher que pega fogo e lutam contra o mal é bem fantasioso.

26- Piratas do Caribe (tudo)

Piratas do Caribe era uma atração da dsineylandia que levou décadas para virar um produto audiovisual. E quando fizeram, fizeram bem. Jhonny Deep ficou eternizado com esta obra. Monstros, navios fantasmas, magia e seres intrigantes surgem e somem ao sabor das marés. Super recomendo. Filme para toda a família.

27-Vinte mil léguas submarinas -1954

Baseado na obra de Julio Verne, aqui está um mega-clássico do cinema de fantasia. Cheio de efeitos especiais que impressionaram e marcaram gerações.

28- King Kong – 1933/2005

King Kong é também um clássico do cinema. Com varios remakes na carreira, este filme sempre deu certo. A última versão, conta com impressionantes efeitos especiais e insetos que dão pesadelos.

29- Os aventureiros do Bairro proibido – 1986

Este é super legal. O filme em que Hayden do mortal Kombat faz um participação especial. Tem de tudo neste filme: Caminhoneiros, Kung fu, monstros, imortais, magia negra e um péssimo uso de neon em cenários. Mas apesar disso, é divertido. Estranho que eu tenho a clara sensação de que esta atriz do filme é uma atriz de novela da Globo…

30-Bewoulf

Bewoulf é todo feito em 3d e conta com uma Angelina Jolie digital. Bem feita, a obra impressiona por sua qualidade técnica e estilo. Logo de cara eu esqueci que era 3d e curti.

32- Merlin

Merlin é um telefilmes, ou seja uma obra feita para a BBC. Mas a qualidade e o apuro técnico que foram colocados neste filme fazem dele um clássico imperdível para todos os que curtem cinema de fantasia.

33- Red Sonja -1985

Um tempo depois que Conan fez sucesso, os caras de Hollywood tentaram repetir a magica, mas com outro personagem: Sonja. A guerreira era personagem corriqueiro nas revistinhas do bárbaro e eu confesso, tinha um belo tesão encubado nela. Mas foi triste descobrir da pior maneira que neguinho estragou um personagem cheio de potencial. Tá aí uma que merecia um remake decente, com uma guerreira mais gostosa. Tentaram até botar o Arnold pra dar um “up” no filme, mas nem assim. Eu acho que faltou empenho dos produtores.

34- Dungeosn & Dragons – O filme

Este decepcionou. Eu esperava muito mais. O filme cagou com o potencial do D&D nas telonas. Triste morte para algo tão promissor. Me lembro claramente que só descobri que não era um filme do desenho Caverna do Dragão na poltrona do cinema. Quase chorei de raiva. Antes fosse.

Talvez uma das coisas mais difíceis seja definir exatamente o que é um filme de fantasia. É um filme que se passa na época medieval? Ao meu ver não, já que “Coração Valente” se passa nesta época e não é de fantasia. E Gladiator, apesar de haver belas lutas de espada, também não.
O troço é tão controverso na minha cabeça que por exemplo, “Reign of Fire”, um filme cujo monstro principal é um dragão, eu não considero uma obra do gênero fantasia.

Imagino que a melhor forma de descobrir se uma obra é um clássico do gênero fantasia é haver algum tipo de magia no filme, além de um toque fantástico que saia do aspecto da realidade. Pode incluir criaturas estranhas, seres de outras dimensões, mundos paralelos, pode se passar no passado ou no presente, pode se passar em mundos que não a Terra e pode se tratar até mesmo de um desenho animado. Estes filmes mostram que não existem limites para a criatividade e que as boas histórias são eternas. Infelizmente temos que reconhecer que algumas dessas obras só podem ser vistas se você achar uma antiga VHS num sebo de locadora. Penso que a Tv poderia reprisar muitos desses filmes. Mesmo que na madrugada, pois certamente qualquer um desses aqui é melhor do que a maior parte dos programas de Tv de hoje em dia.

55 Comentários

  1. Gilson 30 de outubro de 2009
  2. Edu Rodrigues 30 de outubro de 2009
  3. Fernando Martini 30 de outubro de 2009
    • Philipe 30 de outubro de 2009
  4. Tatiana 30 de outubro de 2009
    • Tatiana 30 de outubro de 2009
  5. umponto 30 de outubro de 2009
  6. Deborah Caixe 30 de outubro de 2009
  7. Barney Gumble 31 de outubro de 2009
  8. Barney Gumble 31 de outubro de 2009
    • Philipe 31 de outubro de 2009
  9. Dr.Ts 31 de outubro de 2009
    • Philipe 31 de outubro de 2009
    • JCFerranti 2 de novembro de 2009
      • Philipe 3 de novembro de 2009
  10. Lucas B 31 de outubro de 2009
  11. Vitor Carvalho 31 de outubro de 2009
  12. Lucas Fazzi 1 de novembro de 2009
  13. Casimiro 1 de novembro de 2009
  14. michael 1 de novembro de 2009
  15. Rodrigo 2 de novembro de 2009
    • Philipe 2 de novembro de 2009
  16. Daniele 2 de novembro de 2009
  17. K 3 de novembro de 2009
    • Philipe 4 de novembro de 2009
  18. thaurer 4 de novembro de 2009
  19. Johnny 19 de novembro de 2009
    • Philipe 20 de novembro de 2009
  20. Paulo Andre 8 de março de 2010
  21. André 17 de março de 2010
  22. kol joseph 13 de agosto de 2010
  23. vava 26 de outubro de 2010
  24. Silvia Lima 13 de novembro de 2010
  25. KarlBSpi 3 de janeiro de 2011
  26. Cristiano 28 de julho de 2011
    • Philipe3d 29 de julho de 2011
  27. Roberto Candiota Lucas 18 de agosto de 2011
  28. Naty 10 de junho de 2012
  29. Philipe3d 12 de junho de 2012
  30. Emanoel Melo 16 de julho de 2012
  31. cesar 19 de agosto de 2012
  32. Filosofo 11 de dezembro de 2012
  33. Carlos Dente 20 de dezembro de 2012
  34. Junnyperos 30 de dezembro de 2012
  35. Pat 8 de fevereiro de 2013
    • Philipe 9 de fevereiro de 2013
  36. Danielle Duboviski 19 de maio de 2013
    • Gisele 9 de julho de 2013
      • Gisa maia 24 de agosto de 2014
  37. Viviane 7 de junho de 2013
    • Gisele 9 de julho de 2013
  38. gisele 9 de julho de 2013
  39. Lyra Wood 11 de julho de 2013
  40. Sarah 18 de outubro de 2013


Deixe seu comnetário

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *