Experimentos de reviver animais mortos

Compartilhe

Atenção: Se você é sensível, NÃO VEJA ESTE VIDEO! As experiências mostradas ele são cruéis, feitas num tempo em que não se considerava maldade decepar a cabeça de um cão só pára ver o que acontecia.

Durante vários anos, na União Soviética, experimentos dignos do Dr. Frankenstein foram levados a cabo por pesquisadores médicos. Eles objetivavam descobrir mecanismos de superar a morte. Para tal, usaram animais e seus órgãos em pesquisas absolutamente bizarras e chocantes.

Neste video anexo você verá um coração funcionando sem um corpo, pulmões operando sem uma criatura viva e talvez o mais bizarro de tudo: Um cachorro sem corpo, sendo só a cabeça ligada a aparelhos que mantiveram suas funções básicas em atividade.

As cenas são tão assustadoras e impactantes que o meu amigo Kentaro Mori lá do Ceticismo Aberto resolveu investigar.

Segundo o Mori apurou, mesmo este video sendo uma peça de propaganda russa, recorrendo a dramtizações para mostrar os procedimentos, de fato experimentos bizarros com animais foram levados a cabo na década de 40. Mas não só na Rússia. Vários países deram suas contribuições para ramos de uma pesquisa que durante muitos anos se manteve em sigilo dadas suas características grotescas.

Os experimentos de manutenção de vida em cabeças de cachorro decepadas levaram ao aperfeiçoamento dos transplantes de cabeça.

Isso mesmo, você não leu errado. Eu disse TRANSPLANTES DE CABEÇA!

O video acima é certamente uma peça de propaganda soviética da Segunda Guerra Mundial, mas isso não afeta em nada a crueza assustadora das pesquisas. Eu realmente desejei que isso fosse mais uma das dezenas de milhares de fraudes da internet. Porém, tudo leva a crer que os caras fizeram mesmo isso (e muito mais).
Segundo o Mori disse acerca deste video:

O filme supostamente documenta experiências realizadas pelo Dr. S.S. Bryukhonenko no Instituto de Fisiologia e Terapia Experimental na U.R.S.S. Foi lançado em novembro de 1943, quando o Conselho Nacional de Amizade Americano-Soviética e a Sociedade Médica Americano-Soviética o exibiram a mil cientistas americanos na cidade de Nova Iorque.

(No site Ceticismo Aberto estão dados para download que apóiam estas evidências)

Certamente que as experiências assustadoras de trazer animais mortos de volta à vida, disciplina batizada de “reanimatologia” não pararam aí. Em 1954, Vladimir Demikhov um renomado reanimatologista não só trouxe de volta uma cabeça de cachorro como feito uma década antes, como costurou a mesma num cão saudável, mantendo as duas cabeças vivas num só corpo!
cheryldogs Experimentos de reviver animais mortos

A reanimatologia aplicada a cães rapidamente evoluiu para outras espécies, em outros países, como os EUA.

Durante as décadas de 60 e 70, médicos americanos tiraram os cérebros de mais de 40 cães, para logo depois trazê-los de volta a vida. Um dos mais prolíficos reanimatologistas norte americanos foi o Dr. David Gilboe da Universidade de Wisconsin.

Medindo a atividade dos cérebros do cão com um eletroencefalógrafo, Gilboe concluiu que era possível manter os cérebros de cachorro funcionando por aproximadamente duas horas fora do corpo.

Estranho? Bizarro? Grotesco? Espere só até eu contar o que eles fizeram com primatas!

A esta altura você deve estar imaginando um macaco de duas cabeças, certo?

Pois nesta época, um neurocirurgião de Cleveland chamado Robert J White resolveu investir seu tempo em uma pesquisa com primatas e fez a primeira transfusão de cabeça bem sucedida da história!

o Dr. White fez e documentou exatamente o que o personagem Frankeinstein fez na obra de Mary Shelley. Segundo o Mori, que investigou o caso:

Quando a cabeça de macaco recentemente incorporada tentou morder o dedo de um pesquisador, diz-se que a equipe inteira de White vibrou.

Duvida? Aqui está o link para o índice da experiência “Transplante de Troca Cefálica no Macaco”.

O video abaixo mostra o procedimento – Note que tem uma dessas babaquices de monstro gritando para dar susto no fim do video. Mas fora isso, é o procedimento que estamos nos referindo aqui.

O passo seguinte, (a esta hora você já deve estar esperando por isso) foi tentar fazer o mesmo com humanos! Infelizmente, este tipo de pesquisa tem uma natureza tão grotesca que beira a loucura e a fantasia. O assunto se mistura com fraudes e lendas urbanas, e por conseguinte, não é levada a sério. Mas é fato que pesquisas envolvendo pessoas foram de fato realizadas nos porões da Guerra Fria e talvez ainda estejam sendo levadas a cabo em algum tipo de ilha do Dr. Morreau… Mas dificilmente estas coisas virão à tona, devido aos graves aspectos éticos dos processos de troca de cabeças.

Segundo Mori disse em seu artigo, existe uma empresa chamada Brain trans, cuja pagina não revela seu endereço físico, mas fala um pouco do que eles fazem. E o que eles fazem, para nosso espanto e horror, é propor a troca de cabeças entre pessoas.  O site deles tem um aviso bem claro sobre perguntas:

Por causa dos aspectos éticos nós não discutimos como e onde conseguimos novos corpos humanos para o transplante de cérebro. (sic)”

O Mori manda avisar que o lance da Brain Trans é uma zoação e que o artigo dele é uma tradução do artigo original de Ken Freedman

x_x

Dica do Mamooth Jean

Artigos relacionados

32 comentários em “Experimentos de reviver animais mortos”

  1. Valeu pela indicação, Philipe! Só um detalhe: o artigo é do Ken Freedman, eu apenas traduzi, com a autorização dele.

    Pessoalmente, concordo com as conclusão de Freedman. Que são a de que o vídeo é provavelmente apenas uma reencenação, uma dramatização. Mas que os experimentos em si foram sim conduzidos e que os soviéticos de fato devem ter conseguido manter as cabeças decepadas vivas por algum tempo.

    Os experimtnsoc om transplante de cabeça também são razoavelmente bem documentados, como o próprio vídeo que você indicou.

    Já a Brain trans é só sacanagem mesmo :B

  2. Cabuloso!…lógico q muitos axam isso chocante demais…pois animais tem direito a vida…blablabla… disso tudo a gente ja sabe… mas a amplitude desses experimentos são inimaginaveis… eu como estudante de medicina veterinária axei super foda…. e claro q todos tem direito à vida.. mas a medicina é o que é hoje graças a sacrifícios… e so pra constar… ate hoje experimentos são feitos… nas faculdades de veterinária,por exemplo, existem vários animais para aulas cirúrgicas (eles não tem problema algum.. só estão la para os alunos “brincarem”).

    • è incrível seu nível de vocabulário acham com X e achei com X tambem, não quero nem imaginar a faculdade que você cursa, e com certeza animal tem direito a vida, até porque todos somos animais racionais, ao inves da faculdade fictícia sua dar animais para vocês brincarem deveriam é dar aulas de portugues. Há,
      só pra constar não é feito nunhum experimento em faculdades por estudantes, o que é feito é AULA.

  3. Bem cabuloso o primeiro vídeo, adoro esse tipo de coisa bizarra.(Não que eu as pratique também =P).
    Sobre o transplante de cabeças de macaco… Meu pai tem uma coleção de revistas Seleções aqui em casa, eu me lembro bem, em uma das edições antigas da revista, tinha uma matéria sobre esse transplante, era uma coisa bem detalhada. Agora só me falta caçar a revista e achar o artigo lá no meio delas. Tenho que dar uma saída agora, hoje de noite eu dou uma pesquisada no meio das revistas(deve ter umas 90 na coleção…) e posto aqui o que encontrar.
    Abração!

  4. simplismente perfeito!basicamente é a mesma coisa que fazer um carro pegar no tranco ou uma chupeta na bateria!eu amo os animais!mas pra certos avanços é preciso certos sacrificios!sou a favor desses experimentos e creio que muitas mortes seriam adiadas por causa desses experimentos,simplismente genial, a gnt pensa que somos tao complexos mas mecanica basica da conta!show de bola,parabens pelo post!

    • ei maluko pq nao se oferece entao pras pesqeuisas saeira um prazer decaptalço babaca, se realmente ama os animais nunk aceitaria uma coisa dessas . a tah Se aceitar a proposta te espero aqui pra ver ss a gente transplanta esse Reservatorio de merda que vc chama de cabeça

  5. E interessante ver que o video e todo narrado pelo Haldane (esse cara de bigodinho no inicio de filme). Nao sabia que ele estava envolvido com esse tipo de pesquisa, so sabia que ele era comunista ferrenho (talvez dai a razao de apoiar esse tipo de pesquisa pelos sovieticos apesar de ser ingles e cidadao Indiano). O Haldane e muito famoso na Biologia pelos seus estudos com genetica de populacoes e evolucao, tendo criado a “lei de Haldane”, considerada um dos dogmas da biologia evolutiva. Muito interessante ve-lo por tras dessas pesquisas “controversas”. Valeu pelo video, vou ate mostrar pro pessoal!

  6. Já tinha visto isso do ceticismo a um tempo atraz. Semana passa peguei o filme do arquivo X… [spoler]cinentista maluco idolatrado e seguidores doidoes que roubam orgãos.[/spoiler].
    Achei até bom o filme.

  7. Eu também já tinha visto essa matéria lá no Ceticismo.
    O pouco que lembro agora é que o transplante das cabeças dos macacos é parcialmente bem-sucedido, eles ficam tetraplégicos, o velho grande problema de restaurar a medula.
    É medonho, mas e se alguém obtiver sucesso além de transplantar a cabeça refazendo a medula?
    Ninguém aplaudiria?
    Por falar em animais usados em experimentos, eu só acho uma grande injustiça até hoje ninguém ter criado um monumento em homenagem à cobaia desconhecida que morreu para nos salvar.
    Como aqueles monumentos ao soldado desconhecido.

  8. Philipe,
    acredito que as mentes doentes de alguns pseudo cientistas tenham até tentado fazer este tipo de experiência. Daí a estes vídeos serem seuqer baseados em realidades, não dá. Os caras me põem uma cabeça de cachorro viva sem o corpo, porém esqueceram de explicar como o cão lambe o ácido cítrico se le não teria a lingua completa e nem mesmo garganta para engolir a saliva produzida e, detalhe que não se ~vê o cão babando. Quanto aos transplantes de cabeça, aí é demais, apesar de bem sucedidos transplantes de rim, de medula e até coração, sabemos os inúmeros problemas de rejeição, de tipo sanguíneo, de logevidade após transplante e etc. Imaginam transplantarmos o cérebro…

  9. São, infelizmente todos FAKES, com bases em um estudo, existente sim, russo.

    Na verdade, nunca saiu nenhum vídeo, até hoje, das experiências soviéticas. Na verdade, o próprio Kremlim, nos primeiros dias da URSS, permitiu que experimentos, pelos então denominados apenas cientistas, fossem conduzidos, em espécimes animais e humanos.
    Quando a URSS finalmente ganhou a Segunda Guerra, aos denominados cientistas era dada uma escolha, servir à Rússia em sigilo ou ser entregue à julgamento.

    Por isso a Sibéria era considerada a pior prisão do MUNDO… não era porque era frio ou ser impossível de se escapar, muito pelo contrário, existem até hoje inúmeras estradas na Sibéria, e pouca fiscalização, o motivo real, todos podem imaginar!

    Um fato Gump é a vila radioativa da Sibéria por exemplo!

  10. Com certeza que os responsáveis por tais atos já estão pagando por isso!!! É o que me alegra! Covardia, sacanagem, todo mundo um dia paga por isso…

  11. Não assistir mas, devidos aos comentários soube como era. Deviam fazer desde o principio em seres humanos pois são pesquisa para alavanca as suas vidas ou etc. Erro grave fazer em animais, desgraçados não existi inferno esses demônios nunca irão sofrer o qual deveriam!!!
    Se eu vivesse nessa época, exterminada todos.

    x_x x_x x_x x_x x_x x_x x_x x_x x_x x_x x_x x_x x_x x_x x_x x_x x_x x_x x_x x_x x_x x_x x_x x_x x_x x_x

  12. Fico vidrado e espantado com esses assuntos…

    Um dos vídeos que mais tenho visto no YT, apesar de nunca ter gostado do som da banda, é o “All Nightmare Long”, do Mettalica.

    Na verdade você acaba nem prestando atenção na música e mais no vídeo…

    E tipo… 200% inspirado nesses “fatos”…

    http://www.youtube.com/watch?v=4t8lHEAyvqI

  13. Concordo com arthur laaaaa em cima, nao sou estudante nem de medicina nem de veterinaria como ele mais pra medicina se nao houvesse esses sacrificios muita coisa nao estaria aqui na area de saude, se voces pensarem bem o transplante de orgaos tem menos de 100 anos pouquissimo tempo imaginem se nao existisse esses experimentos? Outra, que um experimento puxa para outro tenho certeza que com esses experimentos que eles e outras pessoas fizeram, eles num pararam e pensaram: “Perai, acho q podemos fazer um transplante de coraçao….”, entao pessoal pode ser horripilante mais para a ciencia ele valeu bastante.
    abraço a todos e a nosso amigo que mantem esse blog que vejo todo dia ehehheh
    abraçaooo 😆

  14. Por pior que foi hitler devemos pelo menos um agradeçimento, porque foi na epoca de “testes” como este só que em humanos a mediçina avançou em 50 anos +-

  15. que interessante o vídeo, pode até mesmo ser um “teatrinho” mas é totalmente real que foram realizadas pequisas deste tipo e outras muito piores que fizeram nossa medicina ser o que ela é hoje em dia, apoio os cientistas que realizaram estas pesquisas e exijo a estátua do pobre desse cachorrinho do vídeo! xD (cachorro voltou a vida gente!:B )

  16. Sou extremamente radical quanto a esse assunto!!! Acho inadmissível esse tipo de atrocidade!!! Na minha opinião, só pessoas doentas da alma ou verdadeiros psicopatas que conseguem fazer esse tipo de coisa. Sadismo puro. Não me interessa se descobriram a cura pra isso ou aquilo, se a ciência avançou, o cacete a quatro. Acho o fim o uso de animais. Deveriam usar pessoas. Acreditem, tem gente que não vale o cocô de um rato. Vá num presídio de segurança máxima e veja o que vc encontra lá. Um bando de vermes consumindo nossa grana!!! Algumas pessoas me dizem que me falta ética e escrúpulo quando digo isso(sou militante na defesa ambiental e de animais), mas eu pergunto: “Um cara que estupra um bebê, dilacera sua vagina e depois vai pro bar beber com os amigos e jogar dominó… tem ética e escrúpulo?” Tive opotunidade de olhar bem no olho de alguns desses vermes, que contavam o que faziam com um sorrisinho no canto de boca, como se aquilo fosse a coisa mais banal do mundo e eu fosse a aberração. Acho um verdadeiro absurdo submeter criaturas inocentes e indefesas, sejam quais forem, a tanto sofrimento.

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.