Bolas de aço: Veja como é o treino do Kung Fu para deixar o atleta à prova de chute no saco

Ontem o Davi tava numa festa e quando o padrinho dele deu uma bobeira, o Davi acertou o saco do Nicolas com toda vontade. Deu pena de ver. Rapaz, fiquei impressionado. Quem tem filho pequeno como o meu, de dois anos, sabe a merda que é quando a criança dá a exata altura do seu saco. Eles tem essa terrível mania de virem correndo sem freios, desgovernados, e meterem a cabeça nos teus ovos com tudo que tem direito.

13165100250640

 

A sensação é digamos, peculiar. Você quase vomita de dor e ainda tem que ver o moleque achando graça.
Quem joga futebol sabe o que é isso, afinal quando aquele oponente esquece e vai na bola com toda vontade, só que na bola errada, a coisa fica feia. Né amigão?
chute-no-saco-doi

Só quem levou uma bolada, bicuda ou qualquer tipo de espancamento no saco sabe o que é a dor que te leva imediatamente à nocaute. Mas isso não é com todo mundo. Os lutadores de Kung Fu costumam treinar para aguentar essa dor cabulosa no saco de maneiras inacreditáveis. Vai doer aí só de ver, mas esse video abaixo é imperdível:

Um chute no saco dói tanto (não me refiro a esses caras) porque o saco, ou escroto, é uma região rica em terminações nervosas. E, para piorar a situação, os testículos não são protegidos por uma grossa camada de derme, como ocorre com outras áreas de grande sensibilidade no corpo, como a ponta dos dedos. “É por isso que, apesar de ambos serem muito sensíveis, um impacto nos testículos dói muito mais do que, por exemplo, bater os dedos na mesa”, diz o urologista Mário Paranhos, do Hospital das Clínicas, em São Paulo. fonte

Mas como esses caras conseguem aguentar as pancadas? A única explicação que encontro para isso é um misto de controle da musculatura capaz de puxar os testículos para dentro do corpo. O testículo humano tem um mecanismo engenhoso que busca o tempo inteiro regular a temperatura na “máquina de fazer filhotes”, pois ela só trabalha direito sob certas condições de temperatura. Assim, no calor, o saco do homem tende a ficar mais baixo, distanciando-se do corpo para se resfriar. Já em épocas frias, o saco se recolhe para junto do corpo buscando o calor. É possível que por algum treinamento, eles consigam recolher à força essa musculatura que é autônoma a maior parte do tempo.

(gente, isso não é cientifico! Eu estou especulando livremente e posso estar falando merda porque não sou médico.)

Devia... ter... estudado... Kung... Fu... Ui.
Devia… ter… estudado… Kung… Fu… Ui.

Mas eu acho que pode ser uma boa explicação, uma vez que em situações de medo, a retração dos testículos vêm de um estímulo de adrenalina. É ela que deixa todo o organismo em estado de defesa, inclusive as bolinhas, que “sobem” pra evitar um possível choque.
Apesar de ser muito sensível à dor, o saco consegue se preservar de danos maiores por estar suspenso, o que amortece o trauma. Eventualmente, há casos em que a coisa pode dar “merda” mesmo, gerando hematomas, inchaço e uma dor lancinante. Há muita coisa ruim que pode acontecer num saco atingido por uma bicuda. Um dos piores problemas colaterais é a torção. O músculo que envolve os testículos pode se retrair tão depressa que nervos e artérias que seguram as bolas se enroscam, impedindo o fluxo de sangue. Se a torção persistir, os ovos podem gangrenar…
Imagina que delícia uma gangrena no saco?

Um cavalo chamado Bruce  Lee
Um cavalo chamado Bruce Lee

Eventualmente, se quem te bicou o saco foi alguém como o Bruce Lee, você está fodido num grau especial, que pode levar seu saco a se romper, e a única solução viável é operar seu saco.
Se você levar uma bica ou uma cabeçada no saco, a melhor coisa a fazer é deitar em posição fetal, pois ela ajuda a diminuir a dor. Um pouco de gelo também vai bem. Agora, caso a dor não passe mesmo, corra para o urologista, antes que seu saco gangrene.

Este post foi uma dica do Alexandre

Related Post

8 comentários em “Bolas de aço: Veja como é o treino do Kung Fu para deixar o atleta à prova de chute no saco”

  1. Acidente com bicicleta. O cara bateu com tudo o saco no “guidom”, e capotou. Resultado : abcesso escrotal.Uma bola de puz e carne podre do tamanho de um melão. 30 dias de tratamento, curativos diários terriveis com movimentãção de dreno, vária injeções de penicilinas (2.400.000) e uma tonelada de antibióticos. Ficou esteril, também, evidentemente.

  2. Os testículos ficam no saco escrotal para ter certa “distância” do corpo, e assim se manterem frios, pois só conseguem produzir espermatozóides numa temperatura um pouco abaixo da corporal (por isso a recomendação de não manter o notebook no colo).
    Acho que esses caras devem “encaixar” os testículos nas cavidades que ficam logo atrás deles (isso às vezes acontece naturalmente quando ejaculamos), evitando assim o impacto direto neles.
    Mesmo assim, uma porrada mais séria no próprio pênis pode gerar coágulos que depois comprometerão os corpos cavernosos, e por consequência a virilidade do cara.
    Ou é isso, ou esses chinas tem bolinhas de gude no lugar dos testículos, e salsicha perdigão no lugar do pênis!

  3. E a vontade de cagar que vem depois de levar uma bem mirada nas bolas? Aquela dor vai subindo, se espalhando pelos seus intestinos até chegar no estômago, e de repente a vontade de cagar aparece. É terrível! hahahah

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

shares