As figuraças de Harajuku

Harajuku é o nome de uma região de Tóquio, que é famosa por ser a “área fashion” do Japão. O lugar fica no bairro de Shibuya.  É normal vermos por ali – principalmente nos finais de semana algumas pessoas com visual bem estranho.  O melhor horário pra ver esse povão é lá pelas 11h da manhã. Numa rápida visita a  Harajuku  é possível ver de pessoas vestidas com cosplays a verdadeiras fantasias de carnaval ambulantes. Eles ficam lá na maior paz, sentadinhos, comendo lanchinhos, fumando ou só posando para turistas sedentos de fotos. Para saber mais sobre este local, entre aqui. (obs: Dicas da Miyuki)
Agora entendo de onde saiu o figurino bizarro dos personagens do Final Fantasy.

As figuraças de Harajuku

Muitas imagens!

As figuraças de Harajuku

As figuraças de Harajuku

As figuraças de Harajuku

As figuraças de Harajuku

As figuraças de Harajuku

As figuraças de Harajuku

As figuraças de Harajuku

As figuraças de Harajuku

As figuraças de Harajuku

As figuraças de Harajuku

As figuraças de Harajuku

As figuraças de Harajuku

As figuraças de Harajuku

As figuraças de Harajuku

As figuraças de Harajuku

As figuraças de Harajuku

As figuraças de Harajuku

As figuraças de Harajuku

As figuraças de Harajuku

As figuraças de Harajuku
As figuraças de Harajuku

As figuraças de Harajuku

As figuraças de Harajuku

As figuraças de Harajuku

As figuraças de Harajuku

As figuraças de Harajuku

As figuraças de Harajuku

As figuraças de Harajuku

As figuraças de Harajuku

As figuraças de Harajuku

As figuraças de Harajuku

As figuraças de Harajuku

As figuraças de Harajuku

WTF?!:

As figuraças de Harajuku

As figuraças de Harajuku

As figuraças de Harajuku

As figuraças de Harajuku

As figuraças de Harajuku

As figuraças de Harajuku

As figuraças de Harajuku

Fonte

Related Post

42 comentários em “As figuraças de Harajuku”

  1. Cara… eu até entendo diferenças culturais e tudo mais… mas esses japoneses modernos aí são uma aberração… de onde vem essa vontade de ser tão diferente? (ou essa vontade de pertencer a algum grupo, mesmo que seja de freaks passando vergonha…)

    • Não seja tão duro com eles, afinal é interessante pra caramba o visual. Eu gostaria de ver algo assim ao vivo. (se bem que eu já vejo, mas na versão “putas que não sabem se vestir” e “mendigos malucos delirantes” ali na Praça Mauá)

  2. Depois dessas e outras, eis que surge o dilema Tostines (eh sou velho mesmo)…. seriam os animes e mangás baseados em gente como essa ou gente como essa se baseia em animes e mangás?

  3. Harajuku não é uma rua; é toda uma região que existe no bairro de Shibuya, em Tóquio [na verdade, entre Shibuya e Shinjuku, que é outro bairro]. =)

    Esse povo aí se reúne aos domingos de manhã e ficam lá socializando, de boa. Eles ficam lá na maior paz, sentadinhos, comendo lanchinhos, fumando ou só posando para turistas sedentos de fotos. No início da tarde, a maioria dessa gente já sumiu de vista; o melhor horário pra ver esse povão é lá pelas 11h da manhã.

    Um pouco da história do lugar: http://edwardmerrin.wordpress.com/2008/01/28/the-history-of-harajuku-fashion-ed-merrin%E2%80%99s-expose-on-the-harajuku-culture/

  4. eu bombaria nessa rua com uma câmera.
    imagina como deve ser pra essas meninas tiraram esses quilos de trecos que elas botam nos cabelos, e o monte de colares e tal?
    deve demorar…

  5. O pior desse tipo de posts são os comentários preconceituosos…

    Eu gosto bastante do estilo 😀 é uma zona, é colorido, é livre, cada um se veste como quiser, quando quiser, onde quiser e é isso ai
    Só não faço o mesmo no Brasil por que naum quero ser espancada na rua por ser diferente [ o que quase aconteceu quando pintei o cabelo de roxo e subi o moicano ]

    Que saco viver nesse país que todo mundo é igual D:

  6. Moro no japao e acho esse povo bem interessante.
    Sobre os cosplays a verdadeiras fantasias de carnaval ambulantes(fruits).
    Algumas japas ja me contaram que eh uma forma de protesto tb.. contra a sociedade tao exigente que e a japonesa.

  7. Faço faculdade de Indumentária na UFRJ, e acho muito triste as pessoas julgarem ser ridiculo o q eles estao fazendo.
    Acho que todo mundo deveria se vestir do jeito que se sente melhor, acho tb q esse negocio de “como manda a sociedade”, é coisa pra ser esquecida, somos cada dia mais pessoas iguais com rostos diferentes, como se fosse uma colagem…
    Acho lindo quem se veste como quer, que customiza sua propria roupa, quem foge do industrial…
    Isso pra mim, sim é personalidade!!!
    E VIVA A DIFERENÇA!

    • Quando eu conheci a primeira dama, eu tava numa de customizar minha própria roupa. Eu tinha pintado o Lobo (aquele personagem) numa calça e achava super maneiro. Um dia, a mãe dela bateu lá em casa querendo saber quem eu era e o que estava rolando com a filha dela. Um tempo depois ela me disse que haviam falado pra ela que eu era maconheiro, pois usava uma calça psicodélica e que “só podia ser maconheiro quem usa roupa assim”. Eu me senti super mal por ser julgado pela minha roupa. Além do mais, e se eu fosse mesmo maconheiro? E o kiko?
      O que eu aprendi com isso é que a personalidade não está na roupa, está no recheio. A roupa é só uma embalagem.
      As pessoas tendem a julgar o livro pela capa.

  8. Só eu que li “Aracaju” no nome do lugar lá? =/
    Na boa, eu respeito o gosto dos caras e tal, só acho que tudo tem limite sabe? Da pra ser “não tão igual” sem precisar ser um freak aos olhos de 90% da população mundial.
    Não sei por que mas lembrei do Verissimo (é?):
    “Existe uma linha muito tênue entre hobby e doença mental”
    =p

  9. Droga post duplo pois não da pra editar o comentario.
    Assim… eles não se vestem assim todos os dias né? Se for só a “roupa de domingo” deles e la existe o costume de zoar foda assim nas roupas então quem somos nós aqui do outro lado do mundo pra falar que é escrotisse né.

    • O pior e imaginar que eles podem ver pessoas fantasiadas no carnaval aqui no Brasil, sem falar das mulheres peladas que todo fevereiro exibem bundas e peitos na Tv gratuitamente e pensar a mesma coisa, com o adicional de achar que toda brasileira é puta.

    • só lamento por você.

      dizer que odeia japonês por causa dessas coisas é realmente uma escrotisse maior do que qualquer ponto de vista sobre as pessoas aí em cima.

      quem é você pra generalizar os japoneses baseando-se nessas fotos ?

  10. ta tem todo o papo de ser diferente e como isso e otimo e talz…
    MAIS PORRA! nao e mudança pra melhor! e uma porra de modinha de adolescentes miguxos que nao tem vida e que nao tem merda nenhuma pra fazer. dae vem o papo do ”eles podiam estar se prostituindo, roubando, matando…”, mas foda-se!!! eu tambem podia estar matando e roubando, mas prefiro nao fazer nem isso nem nenhuma daquelas palhacites ali em cima. e so mais uma escrotiçe pra chamar atençao, e devia ser encarada desse jeito pelas pessoas.

    mas foda-se ne….pelo menos nao e no meu pais.

  11. Muita gente está jogando pedra, mas isso é estilo e cultura lá. Do mesmo jeito que eles acham as vestimentas das brasileiras de 15 anos HORRÍVEIS, grande parte das pessoas aqui acha o mesmo das japonesas de 15 anos.
    É muito interessante ver como o mundo é culturalmente dividido. Aqui, os homens preferem mulheres gostosas e com bundas enormes, e lá, quanto mais fofa e e sem corpo a mulher for, mais assediada ela é.
    Palavras minhas, que já morei em Osaka. 😀

  12. Sabe, mt gente ai olha e tira uma opinião como se fosse um crime o q esse pessoal faz nos “fins de semana”. Ora tem gente q gosta de ir pra uma danceteria, ou um barzinho, alguns gostam de ir pra academias e outros gostam de se fantasiar e mostrar até aonde a criatividade é capaz de voar. Lógico que se formos pensar que esse pessoal vive tds os dias assim, vão pra escolas e trabalhos vestidos desse jeito, ai jah tah “avacalahando o negócio” pessoas são pessoas e não personagens de animes e mangas, mas todas as pessoas encontram um jeito de fantasiar uma “realidade alternativa”, um momento pra deixar de “ser eu mesmo”, seja no barzinho ou na bola do final de semana, pensar como a vida pode ser tão mais simples e bela. Uma coisa eu afirmo concerteza se a vida deles não prejudica a dos outros então não tem nada de errado no q eles fazem. Flws! um abraço

    1º comment lol :B

    • Concordo integralmente. Não vamos esculhambar os caras só porque se vestem de modo curioso. Eu acho muito massa o jeito loucão de vestir deles -mas eu não faria isso, a menos que fosse uma festa a fantasia ou evento de cosplay – e deve dar trabalho pensar nisso. Tipo o coroa com os aquários no pescoço… Imagino que ele ficou horas pensando a roupa mais esdrúxula que poderia criar. E pra mim, isso tem um certo valor.
      Não me lembro quem disse que era uma vergonha e coisa e tal. Não acho. Pra mim vergonha mesmo é cracolândia, com aquele monte de viciados-zumbis que infectam as grandes cidades.

  13. Japas não sabem brincar mesmo… Parece que sempre se reprimiram tanto que qdo tentam se soltar enfiam o pé na jaca.. Se vestir dessa maneira sem estar numa festa à fantasia simplesmente não é natural. É bonito adotar o discurso “viva a diversidade”, mas eu prefiso a honestidade e o olhar crítico. O tipo de postura que esse pessoal adota, tão artificial, só reflete o que o desespero por conseguir qualquer tipo de atenção e a falta de personalidade e equilibrio fazem na vida de alguém…. Com tantas influencias que o mundo globalizado oferece, as pessoas tendem a perder o rumo, não saber quem são, tudo que demonstre o poder de consumo passa a ser aceitável, normal… (sim! para se vestir assim é preciso consumir mangas, animes, games, além das próprias quinquilharias) Mas internamente estamos em conflito. Se “caissem na rede”, nossos antepassados seriam considerados ridículos em sua forma de vestir e ser. Seus valores seriam classificados como patéticos nos comentários de um blog como esse. Tudo isso em comparação ao padrão que o big brother (1984) determina como aceitável, interessante, curioso… Estou fora dessa! Viva a cultura construída! Que evolui, se modifica com um sentido… Abaixo o subproduto da globalização!

    • Desculpa viu, mas eu sou otaku, gosto de anime, mangá, vídeo game e etc.
      Acho as decoras (aquelas tds de rosa e bichinho) LINDAS!
      E posso te dizer com certeza: não é só para se mostrar, é para se divertir!
      Sim, cada pessoa têm seu jeito de se divertir! E esse é o jeito que eles gostam, não só os japoneses, viu?!
      Mesmo que dentro de casa, lembro de uma vez que fui na casa de uma amiga e nós ficamos lá colocando coisas no cabelo e provando várias roupas cor-de-rosa.
      Perda de tempo? Se você considerar idas a um barzinho, danceterias, sair com seus amigos, enfim, se divertir uma perda de tempo, então eu deixo você considerar isso perda de tempo também.
      Porque isso não é mais nada do que diversão!
      Um jeito de se descontrair… =/
      E isso tudo oque você disse é preconceito sim, e muito.
      E depois as pessoas dizem que os humanos estão ficando cada dia piores e o mundo se acabando por conta disso…
      De que adianta ficar falando e fazendo pose dizendo que isso é errado, isso é feio, isso é contra o costume da sociedade, e querer que o mundo melhore? Sem respeito o mundo não vai pra frente! Como as pessoas querem paz se nem respeitam o jeito de ser do próximo? Seu jeito de se divertir?
      E como resposta ao seu “Abaixo o subproduto da globalização!” eu lhe digo: Abaixo o subproduto da sociedade!

  14. Uns diriam que eles não tem identidade, que estão a procura, se ocidentalizando, mas acredito em outra teoria, possuem tanta identidade que procuram quebrar um pouco dela.

  15. É um jeito de ganhar pão… aehuaehaeuhaeu (tá eu sei que eles não ficam pedindo esmolas)
    Uma forma de se expressar, como os Gothicos (lembro até do post sobre o casamento), os Rippies, o Hip-Hop… É eu também achei ridículo mas quem sou eu pra falar o que é normal e o que não é, o que é legal e o que não é, afinal, desde criança somos submetido a lavagens celebrais. ehuhaeuhaeuaeh
    Ah, então, eu acho que não é ter “coragem” ou não ter, a questão é se gosta ou não gosta e não é “os japoneses” que se vestem assim e sim “alguns japoneses”, nunca devemos julgar alguns por muitos ou muitos por todos, cada um tem o seu gosto.
    “Nós” temos muito essa mania de criticar e desprezar o que não é comum entre “nós”, um bom exemplo é uma certa Religião da Idade Média que matava e reprimia os que não era da mesma (já estou entrando em outro assunto que não é bom mexer, foi mal).
    Bom, mas tem gente que vive na Idade Média ainda, fazer o que… aehuaehuaehuea

  16. acham isso feio ?
    acho pior aqueles funkeros de sabado a noite, com motorola V3 no pescoco ouvindo funk da tati quebra xota, sei la como eh nome dela.

  17. Parece um concurso do ridículo, meu! Apesar de que tem umas roupas que ficam bonitas mesmo, dão aquele climão retratado nos animes e mangás, voce se sente imerso naquele mundo de fantasia, da impressão de que o Japão é como se fosse outro planeta bem diferente do resto da Terra. São extravagantes e bizarros, mas é uma viagem, uma coisa de louco, algo que quebra conceitos, e é uma diversão sadia. Prefiro mil vezes esse baile a fantasia urbano do que a diversão das drogas que nossos jovens ocidentais buscam.

  18. Um dia ainda vou pro Japão pra ver essas coisas. O que é mais foda é a liberdade de poder se vestir do jeito que quiser sem ninguém encher o saco. Acho muito maneiro isso.

  19. Japoneses me desculpem por isso mas:
    Mamããããe, faz eles pararem! :*(
    Cara teve duas garotas ai,que pô parecia que tinham saido de filme de terror… O_o
    Putz uma com os olhos todos pretos, e outra com um olho vermelho e o outro branco :omg:

  20. Qual a diferença deles e dos Punks? Grumje , Hipies, pra mim é a mesma merda, cada um pode fazer o que tiver na cabeça desde que não prejudique os outros,

  21. Não é por nada não, mas eu queria que as pessoas do Brasil, que comemora o Carnaval de maneira mais ou tão quanto surreal quanto estas pessoas, fosse tão rico quanto estas pessoas são. Eles se vestem de maneira tão eculiar e bizarra porque podem, mesmo com a crise eles tão se divertindo. Mas, e aqui que o povo só leva ferro e vive feliz? Aqui sim é um lugar de bobos-alegres.

    • queria q fossemos melancolicos e choroes ? sai dessa, venha para Alegria, se sua vida é ruim, vamos juntar nossas poucas alegrias e comemorar juntos!

      Agora vc quer comparar um pais com trossentas dinastias com cultura forte, com o nosso colonizado por um bando de portugues burro que escorregaram pra dentro de um barco e brotaram aqui ?
      -.-

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

shares