A vacinação contra rubéola: Esterilização em massa? Não!


Hoje a primeira dama me mandou toda preocupada um email que ela recebeu (indício de furada número um) de uma amiga falando que a vacinação em massa contra a rubéola e proposta pelo Ministério da Saúde seria na verdade uma ação velada do governo para esterilizar em massa a população do Brasil. O tal email vinha tecendo todas as relações do atual (por pouco tempo) ministro da saúde Temporão com sua posição polêmica a favor da legalização do aborto. O email é uma coisa prolífica em dados e detalhes sobre um plano cuidadosamente arquitetado para diminuir a população brasileira. O email misterioso diz ainda que em 2006 houve um programa semelhante na Argentina, e que

“Constatou-se a presença do HCG em várias amostras da vacina usada contra a rubéola. A suspeita que ocasionou a investigação foi iniciada pelo fato de que havia muito poucos casos da doença na Argentina. Esses casos não mereciam uma campanha de grande escala”

Segundo o email o tal HCG seria

Gonadotropina Coriônica Humana (HCG), um hormônio da gravidez que é necessário para que um zigoto que acabou de ser concebido se implante na parede uterina depois da concepção. Quando recebe o HCG numa vacina, o corpo o percebe como um intruso e cria anticorpos que lutam contra a presença do hormônio no corpo. A reação imunológica do corpo se volta contra a gravidez, provocando abortos quando ocorre a concepção.

Então a primeira dama, que pretende ser mamãe do gumpinho algum dia, ficou toda cabreira com o tal email e cogitou não tomar a vacina.O email conspiratório termina com um parágrafo de efeito:

“Nas campanhas de vacinação em massa na Argentina, Nigéria, Filipinas e outros países, o UNICEF mostrou que sabe aliar as piores intenções com as aparências mais angelicais”.

O VIRUS DA RUBÉOLA PODE CAUSAR ISSO AQUI:

monstro2ho5 A vacinação contra rubéola: Esterilização em massa? Não!   Curiosidades

Fonte

rubeola1oe5 A vacinação contra rubéola: Esterilização em massa? Não!   Curiosidades

Pessoa com rubéola. Conheça os sintomas

Muito bem. Tá na hora de desmistificar mais uma dessas babaquices que sacanas inconseqüentes inventam e soltam na internet para se divertirem vendo o pânico se disseminar. O que os caras não pensam é que este tipo de “brincadeira” pode resultar em milhares de crianças com problemas congênitos como os xipófagos ali em cima.Não é nada bonito fazer isso com os outros.Vamos desconstruir os argumentos do tal email.

ARGUMENTO TOSCO 1: Na Argentina na mesma vacina foram encontradas substancias esterelizantes.

Não foi. A informação no email é falsa (mas engenhosa, tenho que reconhecer)

ARGUMENTO TOSCO 2: Essas vacinas são aplicadas em partes localizadas estratégicamente no planeta sobre as áreas subdesenvolvidas e de superpepulação. ( Numa parceria com a unesco)

Só se considerarmos subdesenvolvidos países como a Inglaterra e Estados Unidos. Não existe absolutamente nenhuma região no mundo (incluindo países da África) em que a população tenha diminuído após vacinações de rubéola. Pela lógica mais banal, se a população não diminuiu significa que o “créu” rolou solto na velocidade 5 por lá, resultando em muitos bacuris. Como quem é esterilizado não pode ter filhos, se as mulheres de lá tiveram filhos, não houve esterilização nenhuma.Ponto.
ARGUMENTO TOSCO 3: O ministro Temporão é a favor do aborto

Meu carro é vermelho. Meu blog está na internet. O Brasil cobra mais imposto do que devia. Eu não bebo mais coca-cola. Será que tudo isso está ligado? Será uma conspiração universal? Não. Uma coisa não tem nada a ver com a outra. Mas a idéia de que o ministro José Gomes Temporão sendo pessoalmente a favor da legalização do aborto enquanto procedimento médico que hoje é realizado clandestinamente em verdadeiros açougues vitimando milhões de mulheres jovens com a conivência de setores hipócritamente importantes da sociedade parecerá um monstro aos olhos dos defensores ferrenhos da gravidez de crianças acéfalas. Pra quem é militante anti-aborto, esta idéia de que o Ministro vendo que não vai conseguir passar a lei do aborto resolve optar por um jeito mais drástico, mais eugenista, é de fato irresistível.

ARGUMENTO TOSCO 4: Qual o sentido da campanha? Por que tanto investimento nisso? Se esta nem é uma doença tão grave perante tantas outras?

A explicação é que fica muito mais difícil as pessoas saberem que tem vacinação sem serem avisadas sobre isso. Enquanto não houver telepatia global, o único jeito do povo se mexer é com grandes campanhas. Considerar que esta não é uma doença grave só pra quem não teve filho abortado ou que nasceu cego ou surdo ou com outra deformidade devido a rubéola durante a gravidez.

ARGUMENTO TOSCO 5: Se rubéola atinge a mulher grávida, por que então vacinar os homens?

Óbvio que é para que o homem não passe a doença para mulher. Além do mais, como lembrou Arie aqui nos comentários, o homem pega a rubéola do mesmo jeito que a mulher. Na mulher grávida a rubéola é bem pior, traz mais conseqüências, mas isso não significa que o homem não pegue. Pega sim.

ARGUMENTO TOSCO 6: Por que a faixa etária é justamente a idade reprodutiva? A faixa de maior fertilidade da população?

Provavelmente porque são as faixas de maior concentração populacional. Além disso, é nesta faixa que se concentra a população economicamente ativa do país. E provavelmente as faixas abaixo tomaram a vacina na infância. E talvez as estatísticas mostrem que as faixas acima já foram vacinadas e seu número não justifique uma relação de custo/benefício eficaz.

ARGUMENTO TOSCO 7: Por que até quem já teve rubéola precisa se vacinar novamente?

Quem já teve está naturalmente imunizado, mas quem garante isso? O cara pode achar que teve e não está imunizado e com isso ele é vetor potencial. Além do mais, a própria propaganda é clara que as mulheres grávidas ou que pretendem engravidar nos próximos meses não devem se vacinar. Isso significa que o governo não está preocupado com nada dessa baboseira de esterilização, senão, essas seriam as primeiras a ser vacinadas.

ARGUMENTO TOSCO 8: As taxas de natalidade na Argentina caíram depois da vacinação de 2006

Ok. Que bom. Legal. Tomara que aqui continuem assim também. A verdade é que a taxa de natalidade vem caindo em todos os países industrializados. Enquanto no campo mais pessoas significavam mais braços para o trabalho, quando a população migrou para os centros urbanos mais bocas significam mais custo, mais remédio, mais escola, mais roupas. O que era ativo virou passivo e a revolução industrial permitiu que um único cara a uma maquina faça o trabalho de 200.000 funcionários. Com isso,surgiu a idéia de crianças nas escolas. Surgiu a idéia de que trabalho infantil é sacanagem. O mundo mudou. Os três filhos que eram padrão na década de 80 agora deram lugar a um só (quando os casais tem algum). O mundo mudou. Vacina não tem nada a ver com isso. Só nas classes mais baixas o problema das familias de 20, 30 pessoas continua. No Brasil graças a falta de planejamento familiar+ignorância e descaso social, temos a calamidade das crianças grávidas, um bando de menina pobre de 12, 13 a 15 anos que vão dar feito chuchu na serra lá no baile funk e o resultado é que viram verdadeiras maquinas de fazer pivetes, porque se a vó não pegar para si a responsabilidade da criação dos bacuris, essas crianças vão mendigar nas ruas expostas ao que há de pior no mundo.

ARGUMENTO TOSCO 9: Tem poucos casos de Rubéola no país para justificar vacinar todo mundo

Foram 8683 casos confirmados em 2007. fonte Pra mim isso é muito sério. Bem mais do que foi com a tal “febre amarela” episódica que causou desespero, filas nos postos, medo na população, vendeu muito jornal fez a manchete dos noticiários numa época sem grandes notícias e logo depois, sumiu.

ARGUMENTO TOSCO 10: A vacina é obrigatória. Compulsória.

Papo furado. Você já viu alguém chegar algemado no posto de saúde para tomar vacina? Nem eu.

Além disso, você acha que uma esterilização em massa nessa proporção não geraria um caos econômico pro país? Como ficam escolas, a Jonson&Johnson e todos os milhões de estabelecimentos, fábricas, produtos e setores que dependem da natalidade para viver? Também é bom raciocinar que uma esterilização em massa só faz sentido quando aplicada na raiz do problema, que é o pobre. Pobre (segundo estatísticas do IBGE) é quem tem mais filho. Não seria muito inteligente por exemplo, privar compulsoriamente um milionário paulista de ter filhos e não vacinar o Zé das couves, servente, pagodeiro e Mc nas horas vagas, que tem doze namoradas em rodízio, todas elas ativas sexualmente. Talvez até aquela magrinha de 11 anos, filha do dono do bar na entrada do morro…

O governo brasileiro não teria nem competência para criar um plano decente de esterilização em massa. Isso é delírio.

Então, o fato é: Tome a porcaria da vacina. Não caia nesses emails de pessoas ingóbeis nem repasse estas porcarias de hoax antes investigar um pouco. Repassando esses emails de hoax, VOCÊ estará contribuindo para disseminar o MEDO em pessoas que por culpa do SEU email alarmista-conspiratório não se vacinarão e que poderão infectar grávidas, resultando em crianças abortadas ou com má formação congênita e a culpa será INTEIRAMENTE SUA!

Pense nisso.



Escreva o que achou deste post. (Apreciaremos sua educação)
  1. Scan disse:

    Como tiveram a coragem de inventar em algo tão sério(prevenção de uma doença), tamanha bobagem.
    Eu fico imaginando, será que o ser que perdeu seu tempo digitando este texto, estaria ele acreditando nisso ou é pura sacanagem mesmo?

    Responder
  2. Ninguém ^-^ disse:

    Cara, odeio isso.
    Tempos² que não recebo esse tipo de e-mail.

    Sabe aquele do “ursinho” dentro da pasta Windows ser vírus e talz? Bem quando esse e-mail começou a aparecer direto por aí.
    Uma vez eu recebi do meu pai e, pensei: “Porra, meu pai quem enviou, deve ser sério.”
    Eu ainda era tri leigo ainda nesse assunto de computadores e talz e, como não tinha contato direto com ele, só por telefonemas perdidos na semana, decidi seguir o que ele me disse no e-mail.
    Pronto, ferrei o pc. huahuahuahua
    Depois, fui falar com ele, que me disse tempos depois que não era pra seguir aquilo que ele não seguiu, que não era pra eu seguir e ninguém mais.
    Pronto, fiquei puto da vida. huauhauha

    huahuahuauha
    Fora mais um monte de coisas desse tipo, na época de 1999 até 2003 recebia direto isso. :(

    Responder
  3. Marcio Melo disse:

    Poizeh amigo, eu e minha mãe tivemos rubéola a muitos anos atrás, eu era novo ainda e ela inclusive perdeu um bebê que estava esperando.

    Você disse tudo no final.

    Ainda tem aquela lenda urbana que a vacina de gripe para idosos é um plano obscuro do governo para dizimar a classe da 3º idade e dar uma desafogada no INSS. hahahaha . A mãe de minha sogra crê plenamente nisso.

    Responder
  4. Nivea disse:

    Ah!!!! Agora vou tomar a vacina mais tranquila!
    Valeu pelo esclarecimento e pelo serviço de utilidade pública.
    BEIJO!!!

    Responder
  5. Vitor Carvalho disse:

    Se a idéia do governo é esterilizar a população e, conseqüentemente reduzí-la, então o governo está dando um senhor tiro no pé, por que foi baseado principalmente nos mais carentes (bolsas auxílio várias), que ele conseguiu se reeleger.
    Idéia de gerico seria, então reduzir a quantidade de eleitores potenciais, já que por mais que o barbudo negue, ele pretende, sim, um terceiro mandato.

    Responder
  6. Philipe disse:

    [quote comment="31053"]Se a idéia do governo é esterilizar a população e, conseqüentemente reduzí-la, então o governo está dando um senhor tiro no pé, por que foi baseado principalmente nos mais carentes (bolsas auxílio várias), que ele conseguiu se reeleger.
    Idéia de gerico seria, então reduzir a quantidade de eleitores potenciais, já que por mais que o barbudo negue, ele pretende, sim, um terceiro mandato.[/quote]

    Nossa, pode crer. Nem me liguei neste argumento. Super bom.
    Se bem que o Lulalá teria que ser imortal para esperar que crianças nascendo agora pudessem votar nele, hehehe.

    Responder
  7. Cheetara disse:

    “barbudo negue, ele pretende, sim, um terceiro mandato”

    Sei que a conversa/post não tem nada a ver com isso, mas sinceramente, mesmo achando o Lula um idiota completo, não consigo ver esse medo-de-ditadura-castrita-que-a-classe-média-leitora-de-veja tem desse 3 terceiro mandato.

    O Lula tá falando “não, não quero” a mais de dois anos. Tá até preparando a sucessora dele (a tal da muié lá) sinceramente, tá na hora de perceberem que o Lula é mais Neoliberal que o FHC (e esse sim, pelo Ego e tudo mais, tinha vontade de um terceiro mandato) (ok, pode ser que não tinha, mas tinha um Ego tão grande -se não maior- que o o Lulla)

    Mas desculpe pela mudança de assunto. vou tomar a vacina hoje.

    Responder
  8. Philipe disse:

    Cheetara, o lance é que as pessoas que conhecem bem o Lula sabem que ele é ardiloso pra caramba. Ele (ao contrário do que a ampla maioria gosta de dizer) é muito esperto e sabe que anunciar uma candidatura ao 3 mandato agora daria munição aos opositores. O que ele faz? Cria uma “boneca de Olinda” para se queimar enquanto ele vai economizando sua imagem para uma arrancada avassaladora no final. Não creio que as pessoas tenham medo de mais um governo do Lula, mas sim da utilização da maquina do Estado para fins escusos. No fundo, Lula seria adepto do “faça o que eu digo mas não faça o que eu faço”. Quem são os ídolos dele, com quem mais de uma vez Lula se aconselhou?
    Fidel castro – ditador, décadas e mais décadas enraizado no governo de Cuba. Populista até o último fio da barba.
    Hugo Chavez – Não precisa de apresentações. O papa do populismo mais nojento. Todos nós sabemos que ele é o criador de uma escola política onde prega que a “Oposição é inimiga do povo” e chega a fechar canais de Tv porque falaram mal dele.
    O medo das pessoas não é do governo do Lula, mas do destino que nossa democracia pode ter nas mãos de alguém que militou contra a reeleição quando melhor lhe convinha e a favor idem.
    Lula não é burro não. Me mostre alguém que consegue quadruplicar seu patrimônio em 4 anos de governo, é aclamado pelo povão, transforma o idiota do filho dele num dos caras mais ricos do mundo da TI e não tem nem um processo, nem uma investigação, nem CPI contra ele. Isso é burro? Burro sou eu. :happy:

    Responder
  9. Atila disse:

    Ótimo post Philipe, é uma droga esse tipo de “corrente”que sai espalhando mentiras destrutivas. Fica na mesma linha daquele argumento: temos que suspender pão francês, pq 99% dos assassinos comeram um no dia do crime”

    Responder
  10. Philipe disse:

    hahahaha. POde crer.

    Responder
  11. Vitor Carvalho disse:

    Ah, sim, Philipe, as crianças demorariam a crescer a atingirem a idade pra votar. Mas os pais votam! E vc acha que o povo quer parar de fazer filho??? Imagina se esse lance de esterilização fosse verdade: quem votaria num governo que, baseado na baixa natalidade, reduziria o número de “bolsas isso”, “bolsas aquilo”, partindo-se do princípio de que esses programas do governo “ajudam” pessoas que quanto mais filhos tiverem melhor?
    Abraços!!! e parabéns pelo Mundo Gump. Adoro este espaço na net e sempre tou “Gumpeando” por aqui”

    Responder
  12. Felipe disse:

    Bom, vou aproveitar oque o amigo acima fez e sair do tema do tópico.
    Na minha humilde, porém sincera, opinião, o Lula fez e vem fazendo um excelente governo. É só olhar os dados: taxa de desemprego diminuindo, miséria (bem ou mal) diminuindo, dívida externa completamente controlada, FMI sem pegar no nosso pé, concursos públicos ocorrendo a todo momento, valorizando-se assim o funcionalismo público, milhares de escândalos políticos vindo à tona (inclusive com o Governo Federal metido), etc.
    Medo eu tenho é do PSDB e da “real” política neoliberal de privatizações e terceirizações do serviço público (suspensão do concurso público para empregar parentes através de empresas particulares e licitações fraudulentas) e conseqüente desvalorização do servidor público; Medo eu tenho é de uma Polícia Federal amordaçada, ameaçada e sucateada como na época do FHC; Medo eu tenho é de um novo “Engavetador Geral da República”, que resolveu arquivar muitos dos escândalos daquele governo, como por exemplo a fraude do painel eletrônico, e que muita gente esqueceu hoje; Medo eu tenho é de um presidente que chama os aposentados de “vagabundos”; Medo eu tenho é de um presidente que passa mais tempo fora do país em viagens turísticas maquiadas de “viagens para defender os interesses do Brasil”, e etc.
    Pô, o Governo Lula é currupto? Tem muitos casos de corrupção? Tem. Mas foi o Lula quem inventou a corrupção no país? Não. Foi o Lula quem desatou as pernas da PF e do MP para que eles pudessem trabalhar livremente, coisa que não acontecia antes.
    Ou vocês acham que oque vem acontecendo hoje, não acontecia antes? Vocês acham que foi o Governo Lula quem inventou o famoso “Mensalão”? Não. Isso já vem de muito, muito, muito tempo atrás. E só agora veio à tona. Não foi o Lula quem inventou. Não foi só ele o Presidente conivente.
    O Lula é um escroto? É. Mais me diga UM político que não o é?
    Acho que deveríamos pensar bem nisso, antes de ir na onda de uma classe média-alta pseudopoliticamente informada e que está com raivinha porque não pode receber uma bolsa escola ou uma bolsa família.
    Neste último parágrafo não falo de você, Philipe, nem de nenhum comentador deste tópico. Eu só acho que o ser humano, em especial o brasileiro, tem uma tendência a acreditar piamente em tudo que o seu ciclo prega (eu me incluo nessa), sem pesquisar e investigar se aquilo é realmente verdade. Vide as religiões.
    Se alguém do alto escalão do nosso grupo social, ou a maioria dele, falar que maçã nacional cura a AIDS, teremos uma forte tendência a acreditar e abandonaremos a camisinha.
    No dia em que cairmos em si e começarmos a ter realmente as nossas próprias idéias e um pensamento crítico, aí sim vamos começar a reconstruir, digo, construir o Brasil.

    Responder
  13. Cheetara disse:

    Tem sentido Philipe. Que o Lula é uma especie de “Genio-ao-estilo-Getulio” isso é inegavel. E é bastante lógico a ideia de usar a moça lá (que eu nem sei o nome) pra queimar o filme dela e distrair todo mundo. Só que eu acho que eu acho muito mais facil utilizar isso pra ter um OUTRO CANDIDATO guardado. nada de 3 mandato, coisa que pareceria, mesmo pro Brasil, uma especie de inicio de ditadura. se ele já tá sendo rechaçado completamente pela midia (em especial a Veja, que na minha opnião tem um prazer “sado” em chama-lo de burro e ignorante) imagine quando ele se transformar em um proto-ditador. E diga o que disserem, a classe média é bem mais poderosa que o povão na hora de chutar politicos (alguem acha que os “caras pintadas” foi um movimento popular? e a “marcha de Deus pela familia e propriedade em 64?)

    e não creio que o Lula esteja fazendo um bom governo não, Felipe. Com todas as conjecturas que o governo teve (bom momento comercial no mundo, “boom” dos combustiveis alternativos – que tem pesquiza a no minimo 20 anos- poços de petroleo achados, etc etc etc) o Brazil deveria estar crescendo no minimo ao nivel da India. Mas ainda na minha cidade natal (Salesópolis) metade do povo não tem saneamento basico.

    De qualquer forma, se o Lula tem como norte Castro e o Chaves, a direita brasileira tem como norte os Generais-64 e os EUA-guerra fria. Na politica (como o Philipe vem falando sempre) o Brazil é uma vergonha patetica…

    Responder
  14. Philipe disse:

    Dilma Russef. Concordo com os dois leitores acima. A gente tá é num belo dum mato sem cachorro. O brasil melhorou, claro. Isso é inegável. Vem melhorando há um bom tempo. Acho que o governo poderia ser mais ágil com algumas coisas e menos populista com outras. Mas no cômputo geral, eu acredito que o brasil está bem melhor do que poderia estar. E também está bem pior do que poderia estar.
    Parece paradoxal, mas não é. Precisávamos da reforma política e tributária logo. Mas cadê o interesse?

    Responder
  15. Mohamed Pataxó disse:

    Como profissional de saúde e cidadão eu te aplaudo pelo post…
    clap clap clap…

    Responder
  16. Loiradosul disse:

    Vou ser mãe em 2009 e já tomei sim a vacina O_o O_o O_o O_o

    Responder
  17. Felipe disse:

    Cheetara, a questão da falta de saneamento básico, tanto no seu, quanto em todos os municípios brasileiros que ainda sofrem com este problema, a meu ver, não é culpa do governo federal. A competência para isso é do prefeito e do governador de cada cidade e município. Dinheiro para isso eles têm. Pode ter certeza que têm. Agora aonde, como e quando eles gastam e aonde eles enfiam, aí já é outros 500. Eu não preciso citar aqui a imensa carga tributária que pesa no bolso de todos os brasileiros. Você acha que todo este dinheiro está sendo aplicado em prol do povo e do desenvolvimento da nação? Ou está indo para o bolso dos políticos corruptos?
    Então, minha cara, o problema não está SÓ no governo federal, mas também nos estaduais e municipais (em especial no caso em que a senhora exemplificou). ;)

    Responder
  18. Natalia disse:

    Ai jizuis!

    Hahaha

    Essa eu não tinha visto ainda…

    Beijos

    Responder
  19. Falcao disse:

    Grande post Philipe. Essas correntes ja sao uma merda, mas a da rubeola eh ainda pior pelas consequencias que pode trazer.

    Pergunta pro Felipe ai de cima, tu nao acha que os petistas tao parecidos com os malufistas de antigamente. Nao se envergonham de defender o “rouba mas faz”.

    Responder
  20. Guaré disse:

    Ué, não entendi. Porque a primeira informação (da Argentina) é engenhosa? Pra mim parece um barro jogado que colou. 0__o

    Responder
  21. Filipe disse:

    pelo amor de deus gurizada, vcs sao tao ingenuos assim?
    vamos acordar pro mundo….vamos ler e se interar, tem uma rede de medicos concordando com tal afirmação e sei pq vivo nesse meio e soh eu sei o quanto de falcatrua existe por ai, principalmente peos remedios…

    abrasssssssssss
    pra q se vacinar?se eh algo q atinge 17 crianças por ano, numa população de 180 milhoes brasileiros….
    qq vc me dizem disso?

    Responder
  22. Philipe disse:

    Eu digo que esta estatística tá mais furada que peneira. Chama um medico desse aqui pra provar que tem uma tentativa de esterilização. Se eles provarem isso eu retiro o tópico.

    Responder
  23. Carla disse:

    Se é ou não uma tentativa de esterilização eu não sei, o fato é que tem algo bem estranho, pois tenho uma amiga que estava grávida de dois meses e aí no dia da vacinação ela foi lá se vacinar…não deu outra, ela abortou no mesmo dia… vcs acham que as enfermeiras não sabiam que a vacina provoca aborto em mulheres que já estão grávidas?!!!!

    Responder
  24. Philipe disse:

    A propaganda é clara. Mulheres gravidas ou que desejam engravidar nos próximos meses NÃO podem se vacinar. pô, isso fala na televisão!

    Responder
  25. a quantidade de asneiras que eu recebo por e-mail é extratosférica… mas essa eu não recebi!

    que bobeira ein? esterilizaçao em massa? e depois, acaba o país?

    Responder
  26. Arie disse:

    Ótimo artigo! Bom pra esclarecer essas correntes que vivem pipocando aí pela net.

    Mas só uma correção!! :P
    ARGUMENTO TOSCO 5: Se rubéola atinge a mulher gravida, por que então vacinar os homens?
    Óbvio que é para que o homem não passe a doença para mulher.
    Tá errado! Homem também pega a doença e tem os mesmos sintomas que mulheres, igualzinho…
    A distinção que existe é se uma mulher grávida pegar rubéola pode prejudicar o bêbê.
    Rubéola no homem é igual rubéola de mulher.

    É igual sarampo.. homens e mulheres podem pegar e ambos tem os mesmos sintomas, coceira, vermelhidão.

    :curious:

    Responder
  27. Philipe disse:

    [quote comment="31474"]Ótimo artigo! Bom pra esclarecer essas correntes que vivem pipocando aí pela net.

    Mas só uma correção!! :P
    ARGUMENTO TOSCO 5: Se rubéola atinge a mulher gravida, por que então vacinar os homens?
    Óbvio que é para que o homem não passe a doença para mulher.
    Tá errado! Homem também pega a doença e tem os mesmos sintomas que mulheres, igualzinho…
    A distinção que existe é se uma mulher grávida pegar rubéola pode prejudicar o bêbê.
    Rubéola no homem é igual rubéola de mulher.

    É igual sarampo.. homens e mulheres podem pegar e ambos tem os mesmos sintomas, coceira, vermelhidão.

    :curious:[/quote]
    Verdade. Boa observação. Vou adicionar isso lá.

    Responder
  28. Fábio disse:

    Talvez a camara dos deputados possa dar mais informações

    http://www.camara.gov.br/sileg/integras/593057.doc

    Responder
  29. João disse:

    Acabei de ver que nesse site tem um parecer da OPAS, (Organização Pan Americana de Saúde), e falam justamente sobre a veracidade desses rumores.
    http://www.opas.org.br/mostrant.cfm?codigodest=381

    Dêem uma olhada e comentem depois;

    Responder
  30. Philipe disse:

    Fabio, o problema é que os caras da Câmara e Senado são tão sucetíveis a cair em hoax quanto qualquer um. (talvez até mais do que a gente, pq eles não parecem ter tanta experiência com a net assim.)
    Dá pra ver que o deputado ou assessor fez um CtrlX e CtrlV no documento. Eu tentei rastrear a fonte deste hoax e parece que saiu do blog de um cara que é bem conhecido por fazer abobrinhas e marmotas deste tipo. Então é normal que a coisa se espalhe e um deputado recebendo isso de outro vai achar que é sério.
    Recentemente, o senador Artur Virgílio pagou o maior mico ao criticar uma empresa que simplesmente não existe.
    http://g1.globo.com/Noticias/Politica/0,,MUL16083-5601,00.html
    Mas por outro lado acho que o papel do parlamentar foi correto em exigir explicações mesmo. Porque ele tem obrigação de honrar a montanha de dinheiro (nosso) que recebe em salário mais auxílios e etc. Lá não tem a resposta não?

    Responder
  31. Lucas disse:

    Caracas meu, curti lá o link que você mandou. É importante esse parecer das autoridades sobre o assunto. Também acredito que isso seja especulação da internet, mesmo porque tem um campo no site da rubéola chamado PLANO DE AÇÃO DA CAMPANHA( http://www.brasillivredarubeola.com.br ), que tem as justificativas da campanha, a situação epidemiológica da rubéola no Brasil, vale a pena ver lá também..
    abraço

    Responder
  32. Graf disse:

    Interessante é a ideia deles que se vc injetar um hormônio na pessoa o organismo dela cria anticorpos e começa a matar o hormônio… quer dizer então que se eu injetar insulina numa pessoa sã então ela deveria virar diabética? se injetar hormônio do crescimento numa criança pequena ela nunca mais cresce?

    Responder
  33. Luisa disse:

    Pessoal, ontem enviei um email sobre essas especulações para o “fale conosco” do site, recebi um email essa manha.. Dêem uma olhada:

    A vacina da Rubéola não provoca infertilidade.
    Ao contrário, ela traz mais segurança para as pessoas que ainda terão filho.
    Tendo em vista que ajuda a prevenir a Síndrome da Rubéola Congênita (SRC), que pode ocorrer nos bebês, quando as mulheres grávidas pegam Rubéola.
    De maneira nenhuma está campanha serve para esterilizar a população em idade fértil.
    Esta é apenas uma estratégia criada pelo Ministério da Saúde para livrar a população da Rubéola, assim como fez com a Paralisia Infantil e com o Sarampo.
    Todas as informações necessárias sobre a campanha, para tirar este tipo de dúvida, estão em nosso site http://www.brasillivredarubeola.com.br , na área de “Plano de ação”.

    Neste ícone também constam o custo da campanha, os números de casos da doença e outros dados que possam interessar.
    Todas estas informações são públicas e estão abertas a todos, desde o primeiro dia da campanha.

    1)A vacina contém algum agente esterilizante?

    Não. A vacina DV, a ser utilizada nesta campanha é composta pelos vírus atenuados da rubéola da cepa Wistar RA 27/3M e pelos vírus atenuados da cepa Edmonston Zagreb do sarampo, cultivados em células diplóides humanas. Oriunda do laboratório Serum Institute of Ìndia Ltd. foi adquirida por meio do Fundo Rotatório da Opas. A vacina TV, a ser utilizada nesta campanha, contém as cepas Wistar RA27/3 do vírus atenuado da rubéola, Schwarz de sarampo e RIT 4385 derivado da Jeryl Lynn do vírus da caxumba, cultivados em células diplóides humanas. Oriunda do Instituto de Tecnologia em Imunobiológicos – Bio-Manguinhos, da Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz).

    2)Qual a situação epidemiológica da doença no país?

    No ano de 2006, a partir da Semana Epidemiológica (SE) 33, houve aumento significativo do número de casos confirmados de rubéola. Os surtos ocorreram nos estados do Rio de Janeiro e Minas Gerais. A disseminação do vírus ocorreu por todo o ano de 2007 afetando 20 dos 27 estados, totalizando 8.156 casos confirmados, distribuídos principalmente nas regiões Sudeste, Sul, Nordeste e Centro-Oeste (Figura 5). O vírus identificado foi do genótipo 2B.

    Com relação à ocorrência de casos de SRC (Figura 6), a taxa mais elevada (3,3 por 100.000 crianças menores de 1 ano de idade) foi em 2001 com 72 casos confirmados. As estratégias de imunização para MIF reduziram o número de casos de SRC, entre os anos de 2002 a 2006, porém, em 2007, 12 casos foram confirmados pelo critério laboratorial.

    3) Qual o fornecedor da vacina?

    Instituto de Tecnologia em Imunobiológicos – Bio-Manguinhos, da Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz).

    4) Porque existe um público-alvo diferente em algumas regiões?

    Para definir a meta da campanha em cada município ou bairro (dependendo do porte) serão utilizados três formulários: (1) o formulário para população residente; (2) o formulário para população institucionalizada; e (3) o formulário para população em trânsito.

    Formulário para população residente

    - Refere-se à população que reside no município, por localidade, cuja base são as projeções oficiais de população do município fornecidas pelo IBGE. Nos municípios com 100% de cobertura do PSF comparar os dados com os do Siab.
    - Em todas as UF a população de 20 a 39 anos deverá ser desagregada por sexo e idade, considerando grupos de idade: 20 a 29 anos e 30 a 39 anos.
    - No MA, MT, MG, RJ e RN a população de 12 a 19 anos também deverá ser desagregada por sexo e faixa etária, considerando os grupos de idade: 12 a 14 anos e 15 a 19 anos.
    - As mulheres que estiverem grávidas durante o mês da campanha serão vacinadas imediatamente no pós-parto ou pós-aborto. Por isto, é necessário conhecer o total de grávidas estimadas* no município para calcular quantas mulheres estariam nesta situação durante o período da campanha para disponibilizar as vacinas nas maternidades ou nas unidades de saúde.

    Formulário para população institucionalizada

    - Refere-se à estimativa da população que se agrega em instituições/organizações por motivo de trabalho, estudo, lazer, convivência ou outro, ou seja, é o quantitativo de pessoas que serão vacinadas em instituições/organizações a exemplo de empresas, escolas, universidades, serviços de saúde, presídios, conventos, quartéis, dentre outros.
    - Para obter essa população a coordenação da campanha deverá solicitar as informações formalmente ou coletar o dado em visita às instituições/organizações. Nessas ocasiões é importante identificar o melhor horário e dia para realizar a vacinação.
    - Por meio deste formulário também pode ser verificado os faltantes à vacinação e se é necessário nova visita à instituição/organização.

    5) Porque vacinar quem já teve a doença ou já foi vacinado?

    O caráter da campanha de vacinação é de realizar a eliminação da circulação do vírus da rubéola no País, assim a mesma deverá ser realizada de forma indiscriminada para a população alvo. Existem muitas doenças com manifestações idênticas à rubéola, pelo qual o antecedente de enfermidade exantemática não indica que a pessoa teve rubéola. A vacina é muito segura e a pessoa vacinada sempre terá um benefício: se não estiver protegida ficará imunizada e se já está protegida, reforçará seu nível de imunidade, tanto para rubéola como para sarampo.

    Confesso que fiquem BEM mais tranquilo.

    Responder
  34. Luisa disse:

    ooops! corregindo: tranquilA!

    Responder
  35. Clara disse:

    O problema é que eles salientam que inclusive quem já tomou a vacina deve tomá-la de novo. Pra quê? Eu já tomei essa vacina na faculdade esse ano, quantos raios de vezes terei que tomá-la pra ficar imunizada? Eu hein, coisa esquisita! Aos quinze anos fui vacinada, esse ano, já fui vacinada, não serei vacinada de novo.

    Responder
  36. Victória disse:

    Por quê você está tão preocupado em defender o governo?
    Qual o nome da pessoa que mandou o e-mail para a 1ª dama?
    Você é o que dela pra receber um e-mail dela TÃÃO preocupada?
    Quais as evidências que de fato não havia componente esterilizante na vacina da Argentina? Como você comprova isso?
    No Brasil, muitas mulheres vem enfrentando problema com fertilidade. O que estaria causando esse problema, então?? Já que no Brasil estamos enfrentando SEMPRE uma campanha de vacinação.

    Obrigada.

    Responder
  37. Philipe disse:

    [quote comment="31985"]Por quê você está tão preocupado em defender o governo?
    Qual o nome da pessoa que mandou o e-mail para a 1ª dama?
    Você é o que dela pra receber um e-mail dela TÃÃO preocupada?
    Quais as evidências que de fato não havia componente esterilizante na vacina da Argentina? Como você comprova isso?
    No Brasil, muitas mulheres vem enfrentando problema com fertilidade. O que estaria causando esse problema, então?? Já que no Brasil estamos enfrentando SEMPRE uma campanha de vacinação.

    Obrigada.[/quote]

    Hahaha. A “primeira dama” aqui é a minha esposa e não a mulher do Lula.
    A prova mais banal de que esse papo de esterilização na Argentina é hoax é que tem um monte de neném lá. Basta pesquisar.
    Outra coisa, problema de fertilidade é uma coisa. Esterilização compulsoria é outro, totalmente deiferente.
    Existem mil razões para problemas de fertilidade, como endometriose, azospermia, etc. Nada disso tem relação com esterilização em massa.
    Victória, vamos pensar: Qual o sentido de fazer isso? Por que o governo iria querer esterilizar a população? Me dá um único motivo plausível aí.
    Não tem. Eu desconfiaria muito se os caras dissessem que só pobres das classes C e D devem se vacinar. Mas a vacinação atinge toda a população.
    Eu não estou preocupado em defender o governo. Muito pelo contrario. Eu uso meu espaço aqui para dar porrada no governo direto em coisas que eu considero erradas. E dou as mesmas porradas em idiotas boçais que usam a internet para disseminar o pânico por puro prazer. E este é o caso deste email.
    Não é possível que as pessoas não se dêem ao trabalho de raciocinar sobre um email que chega pra elas com historinhas de teorias da conspiração.

    Responder
  38. Philipe disse:

    [quote comment="31924"]O problema é que eles salientam que inclusive quem já tomou a vacina deve tomá-la de novo. Pra quê? Eu já tomei essa vacina na faculdade esse ano, quantos raios de vezes terei que tomá-la pra ficar imunizada? Eu hein, coisa esquisita! Aos quinze anos fui vacinada, esse ano, já fui vacinada, não serei vacinada de novo.[/quote]

    Porque vacinar quem já teve a doença ou já foi vacinado?

    O caráter da campanha de vacinação é de realizar a eliminação da circulação do vírus da rubéola no País, assim a mesma deverá ser realizada de forma indiscriminada para a população alvo. Existem muitas doenças com manifestações idênticas à rubéola, pelo qual o antecedente de enfermidade exantemática não indica que a pessoa teve rubéola. A vacina é muito segura e a pessoa vacinada sempre terá um benefício: se não estiver protegida ficará imunizada e se já está protegida, reforçará seu nível de imunidade, tanto para rubéola como para sarampo.

    Responder
  39. Adriano disse:

    O blogueiro escreveu:

    “Essas vacinas são aplicadas em partes localizadas estratégicamente no planeta sobre as áreas subdesenvolvidas e de superpepulação. ( Numa parceria com a unesco)”

    De onde vc tirou este argumento…. por acaso vc é tão gump a ponto de acreditar que a unesco e a onu são do “bem” e não quer esterilizar os pobres para controlar seus nascimentos? mostra ai esta citação que só confirma….

    Revacinar não justifica!!! A Clara não foi esclarecida, nem eu!!!

    Responder
  40. Maverick disse:

    e sobre essa notícia:

    http://www.lifesitenews.com/ldn/2008/aug/080814.html#3

    claro que pode ser especulação, mas…

    Responder
  41. Phoenix disse:

    O fato é que essa notícia (sobre a suspeita no Brasil) está rodando a internet pelo mundo, mais do que aqui no Brasil.

    Eu não duvido que essa vacina “aditivada” exista, e até mesmo já tenha sido usada em algum país. Por exemplo, você afirma que na Argentina isso foi mentira… mas onde está a evidência da sua afirmação? Citações, links?

    Inclusive, quanto ao que você disse sobre o público-alvo da vacina e suas classes sociais… quem não garante que as vacinas que vão dar lá no morro é a mesma que vou tomar no meu bairro de classe-média?

    Apesar de particularmente eu achar que isso não está acontecendo (e torcer para que não mesmo), eu não acho que seja um simples boato gratuito, mas sim que foi levantada uma suspeita cabível que merece uma análise.
    Seu blog mostrou menos evidência do que o “boato”. O email do boato contém diversos links fora do Brasil, e alguns que nem se referem ao Brasil em questão.
    Não se pode ficar totalmente seguro em relação a isso, enquanto o resto do mundo investiga seu país.
    Acreditar de imediato é burrice, mas não questionar é mais burrice ainda.
    Se querem realmente desmentir isso, deviam encomendar análises laboratoriais dessa vacina e levar esse assunto à midia brasileira – seria uma garantia que o governo brasileiro não está dando um tiro no próprio pé.

    Responder
  42. Phoenix disse:

    Vamos supor que se apenas “uma em cada cinco” vacinas tiver o agente esterilizante… isso ja seria o suficiente para:

    a) garantir que 20% das mulheres que tomou a vacina não tenham mais filhos, o que já é bastante estatisticamente;

    b) o país não “acabar” pois restaria 80% reproduzindo;

    c) ninguém poder provar nada, já que haverão mulheres pós-vacinadas tendo filhos normalmente;

    d) tornar mais dificil a detecção do agente nas vacinas, pois só algumas teriam o agente, e estas seriam muito bem “encaminhadas” aos postos de saúde dos morros e favelas — onde as pessoas não suspeitarão, não processarão o governo e muito menos tem acesso à internet pra saber disso.

    Responder
  43. Só com uma argumentação isso já cai por terra:
    O Brasil tem já tem déficit na previdência social, antes mesmo da base da pirâmide populacional se inverter, ou pelo menos se igualar com as faixas superiores. Ou seja, a parcela da população ativa que contribui para o inss, que paga os aposentados, mesmo sendo maior, o arrecadado já não cobre todas despesas.
    Agora vc acha que o governo vai esterilizar o povo, diminuindo a população e fazendo assim o pais entrar em colapso por falta de dinheiro arrecadado para pagar os aposentados?

    Responder
  44. Philipe disse:

    [quote comment="32328"]O fato é que essa notícia (sobre a suspeita no Brasil) está rodando a internet pelo mundo, mais do que aqui no Brasil.

    Eu não duvido que essa vacina “aditivada” exista, e até mesmo já tenha sido usada em algum país. Por exemplo, você afirma que na Argentina isso foi mentira… mas onde está a evidência da sua afirmação? Citações, links?

    Inclusive, quanto ao que você disse sobre o público-alvo da vacina e suas classes sociais… quem não garante que as vacinas que vão dar lá no morro é a mesma que vou tomar no meu bairro de classe-média?

    Apesar de particularmente eu achar que isso não está acontecendo (e torcer para que não mesmo), eu não acho que seja um simples boato gratuito, mas sim que foi levantada uma suspeita cabível que merece uma análise.
    Seu blog mostrou menos evidência do que o “boato”. O email do boato contém diversos links fora do Brasil, e alguns que nem se referem ao Brasil em questão.
    Não se pode ficar totalmente seguro em relação a isso, enquanto o resto do mundo investiga seu país.
    Acreditar de imediato é burrice, mas não questionar é mais burrice ainda.
    Se querem realmente desmentir isso, deviam encomendar análises laboratoriais dessa vacina e levar esse assunto à midia brasileira – seria uma garantia que o governo brasileiro não está dando um tiro no próprio pé.[/quote]

    Amigo, não seja inocente. O link do hoax usa links como forma de justificar uma pretensa credibilidade que não tem. Qualer um sabe que isso engana 90% dos trouxas.
    Ele aponta para blogs. Não aponta para sites confiáveis, nem um linkinho para uma revista como Science, Nature, ou periódico científico de rigor técnico. Não há referências diretas a laboratórios sérios nem nada disso. Fazer link assim para enganar trouxas é a coisa mais fácil do mundo. Pra mim então seria mais fácil ainda. Eu poderia fazer isso também. Mas não quero iludir vocês. Ao contrário eu quero apenas mostrar o quão frágil este argumento é usando apenas palavras mesmo. POrque não precisa de muito mais que isso, já que os divulgadores dessa idéia ingóbil não saíram disso também.

    A internet está cheia de lixo e de pessoas que duplicam este lixo. Um link a mais ou a menos não garante rigorosamente NADA.

    Mas eu opto por analisar apenas a logica furada daqueles argumentos. Não dá pra esterilizar alguém usando o método que ele argumenta. Você já viu um médico dizendo isso aqui mesmo neste post. Qualquer um cria um blog e escreve a merda que for. O fato de estar em inglês não muda nada, pois dá pra escrever besteira em qualquer língua. Fazer blogs é gratis. Mas cadê a prova?

    Quero lembrar que acusações mirabolantes exigem provas mirabolantes. A quem acusa cabe o ônus da prova.

    Cabe ao tal Julio Severo, o blogueiro irresponsável que inventou esta merda surgir com uma amostra comparada em laboratórios diferentes atestando a presença de elementos comprovadamente esterilizantes na vacina. Do contrário, é papo furado.

    Sou cético com relação a esterilizações em massa. Primeiro porque o governo não tem o MENOR interesse em redução populacional. Se tivesse investiria mais em planejamento familiar, que é o que realmente precisamos neste país. Segundo que só ignorantes que não conhece a Farmanguinhos podem pensar que o Brasil iria distribuir uma vacina com algum agente esterilizante. Como eu conheço, minha esposa já trabalhou lá, sei da seriedade do Instituto Oswaldo Cruz, eu tenho total convicção que este é um hoax pernicioso. E ver que pessoas entram aqui sem provas nem argumentos querendo justificar essa barbaridade me deixa ainda mais impressionado.

    Gente raciocinem comigo. Este é um blog de bizarrice, certo? Eu não seria o mais indicado para apontar meu dedo acusador com relação a uma conspiração desse naipe no Brasil? Seria. Mas não faço isso porque sei que é fraude.
    Se o governo fizesse isso, ele estaria dando armas nas mãos da oposição. Você acha que a turma do PFL não iria lamber os beiços de saber que o governo lula fez algo assim? Provar isso é mole. Qualquer laboratório de qualidade consegue encontrar os sinais quimicos dos alegados esterilizantes. Se até agora não teve nenhuma crise bombástica, é porque não tem nada mesmo.
    Além do mais, basta ver que nascem bebês na argentina todo dia. Então ou esta esterilização lá foi uma bela duma merda ou é o que eu digo, um belo dum hoax.

    Responder
  45. Philipe disse:

    [quote comment="32330"]Vamos supor que se apenas “uma em cada cinco” vacinas tiver o agente esterilizante… isso ja seria o suficiente para:

    a) garantir que 20% das mulheres que tomou a vacina não tenham mais filhos, o que já é bastante estatisticamente;

    b) o país não “acabar” pois restaria 80% reproduzindo;

    c) ninguém poder provar nada, já que haverão mulheres pós-vacinadas tendo filhos normalmente;

    d) tornar mais dificil a detecção do agente nas vacinas, pois só algumas teriam o agente, e estas seriam muito bem “encaminhadas” aos postos de saúde dos morros e favelas — onde as pessoas não suspeitarão, não processarão o governo e muito menos tem acesso à internet pra saber disso.[/quote]

    Se você visse como as vacinas são fabricadas e como é o processo, entenderia que isso é muito improvável, pois exigiria um esquema caro de rastreamento e controle. Não tem como fazer algo assim sem vazar. Com a quantidade de inimigos e opositores do governo desesperados pela popularidade do LUla, isso seguramente já teria vazado.

    Responder
  46. Philipe disse:

    Só confirmando que de fato essa maluquice estúpida saiu do blog de um cara chamado Julio Severo. Segundo o link que o spam aponta para “comprovação” das alegações do Julio, esta pitoresca parte aqui me chamou a atenção:

    Brazilian pro-life activist Julio Severo, who is in hiding from the Brazilian government for his refusal to participate in forced vaccination programs, notes that, strangely, even those who have already received the vaccine, or who have already had rubella (thus ensuring immunity) will be required by the government to receive the vaccine during the current drive.

    Pelo amor de Deus. Vocês não leram esta mesma merda que eu li, né? O cara alega que está escondido das autoridades com medo de ser obrigado a tomar a vacina. hahahaha. E ainda tem gente acreditando nessa merda. PQP!
    Alguém escondido do governo com medo de tomar vacina. Imagino que para os gringos retardados que repetem essas idiotices, isso possa parecer real, com comboios de soldados armados dando vacinas nos pobres-semi-macaco nas suas casas de palafitas nas beiras dos rios amazônicos sob os auspícios de ditadores militares bigodudos. Esta é a imagem do Brasil lá fora. E Julio Severo tira proveito e reforça isso.
    Talvez até tenha 1% de chance dele estar escondido do governo mesmo, mas de ser processado por inventar essa historinha irreal que pode culminar em crianças de verdade cegas e com defeitos congênitos.
    E o pior são os links relacionados. É um monte de site daquele tipo conspiratório, que fala sobre ondas hipnóticas na televisão, satélites controladores mentais e neurotoxinas alienígenas nos sorvetes. Além de blogs que nem mesmo domínio próprio não tem.

    Responder
  47. Frederico disse:

    Aproveito para acrescentar que um dos motivos da vacina ser aplicada mesmo em quem já teve a doença é que o diagnóstico da rubeola só é possível pro exames laboratoriais, os mesmo sintomas (febre, indisposição, manchas no corpo) podem ser causados por diversas virose, como tanto no caso de rubeola como no de virose o tratamento eh o memso, esses exames em geral nao sao feitos.

    Responder
  48. Terror disse:

    Elogiarei o seu texto, e seu modus operandis de se expressar. Contudo no final, discordo TOTALMENTE, de você. Não sou do tipo que “repassa” correntes mas observo. E realmente o efeito é relevantemente cáustico. Ao soltar-se uma ‘mentira’ que instile o panico, alguém provavelmente irá ler…e ao ler TOMAR UMA DECISÃO de “cúsentir” ou “rejeitar”. É mais um menos assim….se eu colocar uma faca sobre a mesa…você pega a faca e mata alguém com ela eu serei o CULPADO entao ? Comparação TOSCA ? Talvez…mas “adminta” que não te deixou com vontade me me esguelar…..abraço. x_x

    Responder
  49. Philipe disse:

    Eu não sei se o que eu falei e a sua comparação com colocar uma faca na mesa pode ser feita porque são situações diferentes.
    O meu objetivo é criar um senso de responsabilidade nas pessoas que criam e repassam hoaxes sem se dar ao trabalho de um investigação mínima antes. É claro que aos olhos da lei, ninguém que faz isso (e a ampla maioria o faz por bom coração e inocência) vai ser enquadrado criminalmente pelos problemas decorrentes do ato de repassar o hoax. Mas se as pessoas começarem a ter consciência que querendo ajudar podem estar na verdade ajudando a criar o caos e disseminar o medo, talvez o mal uso da tecnologia comece a melhorar.
    Se um só leitor passar a refletir sobre seus hábitos nos emails, o texto já terá valido à pena.
    Mas o seu ponto de vista está certo. Foi bem observado.

    Responder
  50. Benghard disse:

    Já ouviram falar em sociedades SECRETAS, Nova Ordem Mundial, etc… Porque será que tem que andar com o comprovante no bolso, não é? Tudo em nome da segurança. Quando vier um decreto pra salvar o mundo, por que não guardar o domingo? A pulga continua atrás da orelha como sempre.

    Responder
  51. Luisa disse:

    Galera, acabei de assistir a esse pronunciamento do Ministro da Saúde, que fala sobre a importancia da Campanha Brasil Livre da Rubéola. http://br.youtube.com/watch?v=KJ33k64lTYU&feature=related

    Falem o que quiserem, mas eu não acredito que tenha nada por trás dessa campanha a não ser a intenção social que é proteger a população brasileira de uma doença tão séria quanto a Rubéola.
    (:

    Responder
  52. Alexandre disse:

    Que o Lulla é um energúmeno todo sabe….. ele é um idiota inconsequente…..
    Mas eu tenho medo é dos que estão por trás deste marionete… estes sim são comunistas ferrenhos e convictos que não descansarão enquanto não implantarem seu ‘regimezinho fascista de esquerda’.

    Responder
  53. Roberto Gamalhães disse:

    A Rubéola é uma doença infecciosa de origem virótica cuja população de maior risco são as mulheres grávidas pois pode causar aborto, morte intra-uterina ou malformações fetais. A vacina contra a rubéola é constituída de vírus atenuados. A vacinação está indicada na prevenção da rubéola a partir dos 12 meses de idade, quando é aplicada na forma de vacina combinada contra sarampo, caxumba e rubéola (VACINA TRÌPLICE VIRAL).

    Ok… Uma vez imunizada, a pessoa já possui anti-corpos. Isso não é vacina da gripe. Por favor. A dose é única. Pra que então ficar tomando mais vacina. Uma vez imunizada, o vírus não entra mais no corpo humano. O vírus não sobrevive.
    Vamo levar em conta que isso não é distribuíção de balas! Há eu quero! :B

    Tem algo estranho nessa campanha. Não foi explicado pq uma pessoa já vacinada tem que vacinar de novo. Isso não tem que ser feito todo ano. Uma vez com os anticorpos e é pra vida toda.
    Gostem ou não gostem….
    Não confio nesse governo vermelho de bando de comunistas e ladrões (atualmente e no passado).
    Vamos ter opinião própria e enxergar a verdade!
    Vamos tirar o vermelho do Brasil!
    A… propósito. sou ati-PT. Não voto em CorruPTo! E não vou com a cara daquele analfabeto que se diz presidente!
    se Vc tbm não:
    http://www.grupoinconfidencia.com.br/

    Responder
  54. hosana disse:

    eu achei uma droga….so por isso vou tenque ser vacinada….eu tenho tralm a de vacina….é uma merda…. :omg:

    Responder
  55. mateus disse:

    Me responda uma coisa. Por que nao estão avisando que gravidas ou que mulheres que estao tentando engravidar nao pode tomar a vacina? Esta semana já vi 10 mulheres gravidas que foram vacinadas…e outro lado, vi tambem mulheres já ligadas, mas com 41anos nao conseguirem ser vacinadas por que nao se enquadram no perfil do grupo a ser vacinado.

    Vcs querem saber por que?
    Porque as prefeituras tem um objetivo de vacinar um determinado numero e atingindo este numero entrará uma verba extra.

    dinheiro é tudo para as pessoas, nao tem nada de esterelizaçao, tem é dinheiro na jogada.

    Responder
  56. ts disse:

    dificilmente vc viu mulher que sabe que está grávida vacinando, até porque o agente pergunta antes, não pode vacinar 30 dias antes de engravidar nem durante a gestação. Quanto ao colega Roberto Gamalhães, existem dois tipos de memória imunológica uma de curta e outra de longa duração, tipo celular, mesmo assim alguns antígenos precisam ser “relembrados” ao corpo, não há nada de estranho nisso.

    Responder
  57. Max disse:

    http://www.viomundo.com.br/voce-escreve/vacinese-contra-a-desinformacao/

    por CONCEIÇÃO LEMES, com foto de RONDON VELLOZO

    De tempos em tempos, os grupos “anti-vacinas” entram em cena. Em 1999, o veículo era o boca a boca e o alvo, a vacina contra gripe em idosos. Quando do lançamento da campanha nacional, difundiu-se, principalmente na região Nordeste, que a vacina seria uma forma de exterminar os velhinhos, que davam muita despesa à previdência social. Grande mentira. Tanto que, atualmente, são os próprios idosos que pressionam pela vacinação.

    A difamada da vez é a vacina contra a rubéola e o veículo, a internet. Logo após o início da campanha nacional, em 9 de agosto, informações falsas começaram a circular anonimamente pela rede. Uma onda que ainda às vezes faz marolas. Má-fé, desinformação, desequilíbrio emocional, irresponsabilidade ou vontade de “aparecer”?

    “Provavelmente um pouco de tudo”, avalia a médica Marília Mattos Bulhões, coordenadora do Programa Nacional de Imunizações do Ministério da Saúde. “O problema é que isso acaba repercutindo no nosso dia-a-dia. Além de treinar as equipes de vacinação, resolver questões estratégicas de postos e distribuição de vacinas, perdemos tempo, desfazendo boatos, num momento em que estamos para lá de assoberbados.”

    Por isso, a doutora Marília faz um pedido: “Antes de passar adiante qualquer mensagem alarmista sobre vacina, pesquise nos sites das sociedades brasileiras de Imunizações, Infectologia, Medicina Tropical ou de Pediatria, para saber se a informação é consistente e verdadeira. No caso de dúvidas sobre a rubéola, consulte o site do Ministério da Saúde: http://www.brasillivredarubeola.com.br . Com essa atitude, além de não disseminar terror e inverdades, você se informa e contribui para eliminar a doença no Brasil até 2010”.

    “Noto que alguns colegas continuam desinformados sobre a rubéola e passam informações equivocadas às gestantes que se vacinaram sem saber que estavam grávidas”, afirma a obstetra e especialista em medicina fetal Denise Lapa Pedreira, com base em quase 70 e-mails que recebeu em função de entrevista concedida ao Viomundo. “Os médicos, especialmente os obstetras, também precisam se informar mais.”

    A campanha nacional contra a rubéola termina dia 12 de setembro. Até 8 de setembro, 48,5 milhões de pessoas já haviam se vacinado. O objetivo do Ministério da Saúde é imunizar 66,7 milhões. Isso equivale a 95% de cobertura da população-alvo. Devem se vacinar homens e mulheres entre 20 e 39 anos. Nos estados de Mato Grosso, Maranhão, Rio Grande do Norte, Rio de Janeiro e Minas Gerais, também os jovens de 12 a 19 anos.

    E as difamações contra a vacina da rubéola? Bem, para você não cair na roubada de passar adiante uma delas, pedimos à coordenadora do Programa Nacional de Imunizações do Ministério da Saúde, para botar em pratos limpos as mais comuns.

    Viomundo – É verdade que a vacina contra a rubéola conteria HCG (hormônio da gonadotrina corionônica) e, em conseqüência, causaria infertilidade?
    Marília Bulhões – Mentira. O HCG é um hormônio que só aparece na gravidez. É ele que sinaliza se a mulher está grávida ou não. A vacina não contém esse hormônio. Isso é sustentado científica e politicamente pela Organização Pan-Americana da Saúde (OPAS) e pela Organização Mundial da Saúde (OMS). Aliás, a vacina não contém nenhuma substância além das indicadas na bula. O único componente da vacina é o vírus atenuado [mais “fraco”] da rubéola. Canadá, Estados Unidos, Panamá, Uruguai, Chile, Costa Rica, entre outros países, utilizam a mesma vacina que nós há muitos anos.

    Viomundo – É verdade que a campanha de vacinação seria na realidade uma campanha contra a fertilidade?
    Marília Bulhões – Mentira. A única finalidade é prevenir a rubéola. Mais precisamente evitar que a grávida tenha a infecção pelo vírus selvagem [é o que causa a rubéola propriamente dita] e o transmita ao feto, levando à infecção congênita, que pode ocasionar a abortos. Mas que também causa a síndrome da rubéola congênita. Aí, o bebê pode nascer com surdez, cegueira, problemas graves no coração, retardo mental, entre outros problemas. Para que isso não ocorra mais, é necessário que todas as pessoas suscetíveis se vacinem. A rubéola não é uma doença só de mulheres. O homem, ao se infectar, pode transmiti-la à esposa, namorada, prima, colega de trabalho – em casa, ônibus, metrô, avião. A doença passa de uma pessoa para outra facilmente.

    Viomundo – É verdade que a vacina contra a rubéola seria abortiva?
    Marília Bulhões – Mentira. Mais de 150 milhões de mulheres já foram vacinadas na América Latina e no Caribe. A vacina não causa aborto.

    Viomundo – É verdade que a vacina causaria danos e malformações congênitas se administrada durante a gravidez?
    Marília Bulhões – Mentira, como já salientou a doutora Denise Pedreira em entrevista ao Viomundo. Nas campanhas realizadas no Brasil em 2001 e 2002, milhares de mulheres tomaram a vacina sem saber que estavam grávidas. O seguimento de mais de 20 mil mostrou a segurança da vacina durante a gravidez. Nenhuma das crianças dessas mães nasceu com surdez, cegueira, doenças cardíacas congênitas ou retardo mental – que são as características da síndrome da rubéola congênita. Todas nasceram saudáveis e estão se desenvolvendo plenamente para alegria das suas famílias. Os estudos mais recentes evidenciam que a vacina não provoca mal nem à mãe nem ao feto. A doença, sim!

    Viomundo – É verdade que a interrupção da gravidez seria o mais aconselhável às mulheres que tomaram a vacina durante a gravidez?
    Marília Bulhões – Mentira. De modo algum! O Ministério da Saúde contra-indica a interrupção da gravidez nessa situação. A vacina é segura. E cada vez mais isso fica mais claro com o acompanhamento de grávidas vacinadas inadvertidamente.

    Viomundo – É verdade que a OPAS recomenda que a mulher só engravide um a três meses após ter tomado a vacina?
    Marília Bulhões – Mentira. O comitê técnico da OPAS não contra-indica a vacinação contra rubéola em mulheres tentando engravidar. O que existe é uma recomendação de não engravidar nos 30 dias seguintes. A recomendação não é porque a vacina faça mal, mas para evitar que ela seja associada a eventos que podem ocorrer principalmente no início da gravidez por outras causas. Até a década de 1990, havia recomendação internacional de a mulher não engravidar nos três meses posteriores à vacina. Com os estudos, isso se demonstrou impróprio. Tanto que, desde o início dos anos 2000, esse cuidado é dispensável.

    Viomundo – É verdade que a campanha atual é da OPAS e não do Ministério da Saúde?
    Marília Bulhões – Mentira. A realização desta campanha foi uma decisão do Ministério da Saúde do Brasil. O que existe é um compromisso dos países membros da OPAS de eliminar a rubéola nas Américas até 2010.

    Viomundo — É verdade que a rubéola e a síndrome da rubéola congênita não seriam prioridade de saúde pública?
    Marília Bulhões – Mentira. Só no Brasil, em 2007, foram registrados 8.684 casos da doença. Desse total, 161 eram gestantes. Dessas mães, 20 bebês nasceram com a síndrome da rubéola congênita. São crianças que precisam de intensos cuidados médicos a vida inteira. Sofrem elas e suas famílias. O custo emocional é elevadíssimo. Representam também elevado custo para a sociedade. Logo, é eticamente inaceitável um caso sequer da doença em criança. Afinal, ela é 100% prevenida com a vacina.

    Viomundo – É verdade que a determinação dos grupos de idade para vacinação não se basearia em critérios científicos?
    Marília Bulhões – Mentira. A campanha é direcionada aos grupos onde se concentram os mais suscetíveis à rubéola. Os suscetíveis são pessoas que nunca tiveram contato com o vírus – selvagem ou da vacina –, portanto não desenvolveram imunidade contra a doença. Em 2006-2007, os homens entre 20 a 39 anos foram os mais afetados por surtos de rubéola, representando 70% dos casos confirmados da doença. Entre as mulheres de 20 a 39 anos, existem bolsões com risco de se infectar pelo vírus da rubéola e ter um bebê com a síndrome da rubéola congênita. Especificamente nos estados do Maranhão, Rio Grande do Norte, Minas Gerais, Rio de Janeiro e Mato Grosso, existem bolsões de pessoas suscetíveis de 12 a 19 anos; são jovens que não foram vacinados na infância.

    Viomundo – É verdade que quem já tomou a vacina anteriormente não precisaria se vacinar agora?
    Marília Bulhões – Mentira. Se você estiver nas faixas etárias visadas pela campanha, deve se vacinar, sim. A vacinação é indiscriminada para evitar que os bolsões de pessoas suscetíveis ao vírus persistam após a campanha. Lembre-se de que o objetivo é erradicar o vírus da rubéola no Brasil.

    Viomundo – Essas difamações seriam “coisa de brasileiro”?
    Marília Bulhões – Seguramente, não. Isso já aconteceu em campanhas de outros países, como Nicarágua e Argentina.

    Viomundo – O que a senhora gostaria de acrescentar aos nossos leitores sobre a vacina da rubéola?
    Marília Bulhões – Caso você receba qualquer outra mensagem alarmista sobre a vacina, não a passe adiante antes de checar. Seja responsável e conseqüente. Pesquise nos sites das sociedades brasileiras de Imunizações, Infectologia, Medicina Tropical e Pediatria, para saber se a informação é consistente. Também consulte o site do Ministério da Saúde: http://www.brasillivredarubeola.com.br Além de não disseminar terror, você se informa e contribui para banir a doença no Brasil até 2010. Vacine-se contra a desinformação

    Responder
  58. Leonardo disse:

    O que me deixa alarmado nesses casos é a alta confiança que as pessoas tem no governo e na UNICEF. Se vcs acham que tudo é invenção do cara que criou o boato por e-mail, pq não pesquisam pelo google a história da UNICEF?

    A UNICEF a muito tempo está ligada a International Planned Parenthood, essa agência internacional só possui menos abortos no seu histórico do que o governo Chinês. O objetivo de diminuição da população global, principalmente em países de terceiro mundo, já esta na agenda dos países ricos desde a era Kissinger nos EUA (vide documentos liberados em 1989, que demonstram claramente planos de depopulação de 1974, incluindo o Brasil entre os países – National Security Study Memorandum 200 ou NSS 200, pesquise lá não acredite só na minha palavra).

    A vacinação de países pobres é perfeita para esconder essas agendas de controle de população, as vacinas em si são benéficas claro, mas os agentes esterilizantes encontrados na Argentina (2006) e Filipinas (1995) são bem reais. Grupos Católicos promoveram as pesquisas nas Filipinas que encontraram o agente B-hCG nas vacinas anti-tetânicas, e conseguiram impedir o resto do programa de vacinação no país pelo Supremo Tribunal Federal de lá (http://www.lifesitenews.com/ldn/2002/oct/021030a.html).

    Agora pq a UNICEF faria isso?Pq um programa escondido de esterilização?

    Os países de terceiro mundo são facilmente explorados pq sua população não é educada, em países como a Suécia ou a Finlândia as taxas de natalidade são baixíssimas pq a população é educada e sabe fazer controle de natalidade sem a intervenção do governo (camisinha e outros anticoncepcionais). Agora já que eles não podem educar a população, tornando assim menos manipulável, eles agem por programas que deveriam ser somente benéficos (ninguém contesta a validade de se imunizar crianças contra o Pólio por exemplo). Não existem provas de que isso está acontecendo agora no Brasil, mas deveríamos suspeitar de tudo que a UNICEF faz.

    A internet, na minha opinião, é o último meio de comunicação e de informação que não é controlado pela elite. Se vc acha que vai achar alguma verdade sobre o que acontece no mundo no Jornal da Globo, vc está mais cego e desinformado do que pensa. No entanto é preciso saber separar o joio do trigo, não descarte uma teoria ou informação só pq ela parece impláusivel.

    Obs. fora do tópico: Em um de seus primeiros posts Phillipe, vc citou o fechamento de uma Rede de TV venezuelana pelo Presidente Hugo Chaves, concordo que o Hugo Chaves seja populista ao extremo, mas se vc não sabe duas TVs privadas venezuelanas (estilo Globo), participaram descaradamente na tentativa de golpe contra Chaves logo que ele assumiu em 2002 (existe um documentário, feito por uma TV francesa se não me engano, que registrou toda a crise de dentro do Palácio Miraflores), apesar dele não me inspirar confiança ( parece ditador), eu também fecharia uma TV privada que participa de golpes, ainda mais pq o governo que fornece a concessão para que ela funcione.

    Responder
  59. Raiza disse:

    Eu nem ia tomar a vacina por causa disso,seu texto foi bom,vou ver se ainda dá tempo de ir tomar.Eu só fico meio receosa porque uma amiga tomou e passou mal pra caramba,e não falaram nada com ela sobre possíveis reações alérgica,e eu sou alérgica a uma porção de coisas,fico com medo,queria que tivesse mais esclarecimento.

    Responder
  60. Leonardo disse:

    Se não me engano a maioria das vacinas são preparadas em ovos embrionados, então quem possui alergia a ovos deve evitá-las. Não sei se existe alternativas de vacinação para alérgicos.

    Responder
  61. mateus disse:

    vi mulheres gravidas vacinadas sendo vacinadas sim, sou medico e trabalho fazendo ultra sonografia ao lado de um posto de saude.
    e digo mais, duas já abortaram.

    Responder
  62. Gabriela disse:

    Fiquei sabendo q estou gravida agora, já vai fazer dois meses de gestação , tem uns 30 dias q vacinei contra a rubéola. O que pode acontecer, fiquei com medo desses comentarios.

    Responder
  63. ana basaglia disse:

    rubéola é doença séria?? basta uma googlada e muitos sites de médicos, governos, universidades, explicam q é uma doença benigna. até o próprio site de nosso governo, lá pelas tantas, escreve q o único problema seria pras mulheres grávidas…
    conspiração? tb não acredito, é muita viagem… alguém já escreveu q precisaria mais do q um blog-viagem-sensacionalista, precisaria de links de revistas sérias, estudos sérios confirmando a conspiração…
    sabem o q realmente está faltando?
    RACIOCÍNIO sobre os dados apresentados.
    vcs não se perguntam sobre a duração de uma vacina? por qto tempo a vacina garante imunização?
    os casos de rubéola q têm acontecido no nosso país atingem qual porcentagem de nossa população?
    vcs sabiam q a rubéola é sazonal, provocando surtos a cada 6-10 anos?
    vcs sabiam q o único perigo real é a rubéola nos 3 primeiros meses de gestação (rubeola congênita), mas segundo o Min. Saúde, entre 97 e 2005 foram registrados 334 casos desse tipo de rubéola? [http://www.cives.ufrj.br/informacao/rubeola/rubeola-iv.html]
    sim, se acontece comigo é 100%, mas pensando em termos de população… somos em qtos milhões aqui no brasil?
    ninguém se pergunta se vacina tem efeito colateral?
    ninguém se questiona se existem riscos em bombardear um sistema imunológico saudável, em equilíbrio, com tantos elementos químicos (muitas vezes em quantidade superior ao recomendado em outros países) q compõem uma vacina??
    e a questão financeira: qual o acordo financeiro entre governo e grandes indústrias farmacêuticas multinacionais q permitem essas campanhas? esses acordos são transparentes? esses acordos acontecem da mm maneira no mundo todo?
    vcs sabiam q a indústria farmacêutica é o 4º maior lobby no congresso americano? [dados publicados no jornal valor econômico, mas não tenho o link aqui, sorry]
    vacina deve ser uma escolha pessoal, mas o q falta muito é informação. vacina não pode ser vendida como “mal não faz”, isso não é verdade! cada um de nós deveria poder ESCOLHER, baseado em convicções pessoais, informações, dados concretos e claros, e conclusões próprias!
    eu, particularmente, jamais tomaria essa vacina! nem a dou aos meus filhos. essa é a minha escolha. não acho q estou arriscando a saúde deles (e tenho 2 meninAs e 1 menino), muito menos arriscando a saúde das pessoas ao meu redor: somos saudáveis, temos acesso a sistemas de saúde, temos informação, vivemos em equilíbrio, e se alguém aqui pegar rubéola, vamos tratar e sarar, sem seqüelas. qdo as meninas estiverem em idade de procriar, deverão fazer seus exames pré-natais e tomarem suas medidas de precaução. simples, não?

    em tempo:
    pra quem escreveu sobre vacina de gripe da 3ª idade, segue um link pruma notinha q saiu na folha de sp dia desses (http://www1.folha.uol.com.br/folha/ciencia/ult306u441210.shtml), divulgando 2 estudos, um americano e outro canadense, q concluiu q vacinar idosos contra a gripe pode não ser uma forma eficiente de prevenir pneumonia e morte, afinal. interessante, não?
    outro dado:
    o último caso de poliomielite selvagem (paralisia infantil) documentado no brasil é de 1989. de lá para cá, os únicos casos de polio registrados são causados pela vacina. pra se pensar…
    é isso!
    abs a todos e boa reflexão!!

    Responder
  64. jocas disse:

    Meus Amigos, realmente o plano é muito bem arquitetado tanto é que todos ainda não acreditam.

    Responder
  65. els disse:

    a despeito da circulação desta noticia de origem duvidosa, dizendo ser a vacina contra rubéola uma forma de “esterelizar” a fim de evitar o crescimento populacional, eu fico com uma pé lá outro cá, mas fica a minha pergunta, talvez eu esteja errado ou não me lembro:
    pq só agora começaram a dizer q os homes tem o mesmo risco de contrair a rubeola, pois eu nunca vi nenhum anuncio de propagandas ou até mesmo incentivo do nosso governo para que os homens tb se vacinassem.
    mas de qualquer forma antes de tomarmos qq decisão é bom senmpre pesquizar, de preferencia em lugares acima de qq suspeita.
    um abaço

    Responder
  66. Cynthia disse:

    Quando minha irmã me enviou este email eu fiquei chocada. O cara que escreveu esse texto é um reacionário conservador que acha que o ministro da saúde vai sair por aí matando todas as criancinhas só porque ele é a favor da legalização do aborto. Alguém notou o discurso anti-homossexuais dele no final? Tipo, para fazer uma cirurgia do mudança de sexo, o SUS vai matar quem precisa de atendimento na saúde. Cruzes! Como é que essas coisas se espalham?

    Responder
  67. kezia disse:

    ola….tenho 21 anos….e estou com suspeitas de gravidez….então venho por meio desse recado me imformar ….axo que ja faz mais de 1 meses que tomei a vacina da rubeula…..existe sites que dizem que ñ a perigo engravidar com 30 dia apos te tomado a injeção….é verdade?estou assuntada preciso de ajuda….

    Obrigada….

    Responder
  68. jenifer disse:

    bom eu achei muito interesante :ohhyeahh: :ohhyeahh: D: D: :omg: :worry: :wow: :love: :lol2: :lol2: :lol: :injured: :D :/ :happy: =D x_x x_x :*( :cool: :B :$ :| :argh:

    Responder
  69. Diego disse:

    Caralho, quanta gente ignorante. Não é a por acaso que esse Julio Severo consegue levar tanta gente. HAHAHA. o melhor foi o comentario do Philipe sobre o blog em inglês: (http://www.lifesitenews.com/ldn/2008/aug/080814.html#3)

    “Só confirmando que de fato essa maluquice estúpida saiu do blog de um cara chamado Julio Severo. Segundo o link que o spam aponta para “comprovação” das alegações do Julio, esta pitoresca parte aqui me chamou a atenção:

    Brazilian pro-life activist Julio Severo, who is in hiding from the Brazilian government for his refusal to participate in forced vaccination programs, notes that, strangely, even those who have already received the vaccine, or who have already had rubella (thus ensuring immunity) will be required by the government to receive the vaccine during the current drive.

    Pelo amor de Deus. Vocês não leram esta mesma merda que eu li, né? O cara alega que está escondido das autoridades com medo de ser obrigado a tomar a vacina. hahahaha. E ainda tem gente acreditando nessa merda. PQP!
    Alguém escondido do governo com medo de tomar vacina. Imagino que para os gringos retardados que repetem essas idiotices, isso possa parecer real, com comboios de soldados armados dando vacinas nos pobres-semi-macaco nas suas casas de palafitas nas beiras dos rios amazônicos sob os auspícios de ditadores militares bigodudos. Esta é a imagem do Brasil lá fora. E Julio Severo tira proveito e reforça isso.
    Talvez até tenha 1% de chance dele estar escondido do governo mesmo, mas de ser processado por inventar essa historinha irreal que pode culminar em crianças de verdade cegas e com defeitos congênitos.
    E o pior são os links relacionados. É um monte de site daquele tipo conspiratório, que fala sobre ondas hipnóticas na televisão, satélites controladores mentais e neurotoxinas alienígenas nos sorvetes. Além de blogs que nem mesmo domínio próprio não tem.”

    Pessoas, se forem comentar algo, seria bom ler todos os posts anteriores, para saber se você não está sendo redundante e se a resposta que você procura já não foi respondida. :P

    Pra finalizar eu queria alertar para o perigo e preocupações irresponsáveis que isso pode trazer para uma pessoa. Olhe alguns posts anteriores uma garota de 21 anos que está com supeita de gravidez e aflita por ter tomado a vacina.

    Caralho… só acabando tudo e começando de novo… afe… quanta gente imbecil no mundo. x_x x_x x_x x_x x_x x_x x_x x_x x_x x_x x_x x_x x_x x_x x_x

    Responder
  70. Quantas pessoas com rubéola você conheceu na vida?
    Quantos fetos “colados” ou com duas cabeças você viu na vida?
    E se viu algum, quantos foram por causa da rubéola?

    E alguém que escreve “tosco” para um assunto sério como esse não deve ser levado a sério.

    No mais, sua opinião sem comprovação não vale muito. Cadê as fontes? Ah, você não tem?

    Deve ser um PeTralha a desserviço da sociedade.

    Responder
  71. Ricardo disse:

    SOU QUÍMICO ANALISEI VÁRIAS AMOSTRAS DAS VACINAS E POSSO GARANTIR QUE VC ESTÁ TOTALMENTE ERRADO EM SUAS DECLARAÇÕES.

    Responder
  72. Fabio disse:

    NUNCA VI UMA PESSOA ESCREVER TANTA BESTEIRA EM TÃO POUCAS LINHAS.
    ESSES SEUS ARGUMENTOS SÃO OS MAIS FURADOS E FRACOS QUE EU JÁ VI.
    VC NÃO TEM BASE E NEM CONHECIMENTO ALGUM, PRECISA SE INFORMAR MEHOR. JÁ ESTÁ COMPROVADO QUE ESSAS VACINAS ESTERILIZAM SIM A POPULAÇÃO. SÓ VC NÃO VÊ, OU NÃO QUER ACREDITAR, NISSO.
    POR ISSO, REFORÇO: “NÃO SE VACINEM CONTRA A GRIPE SUÍNA. NÃO SEJA MAIS UMA VÍTIMA”. FICA A DICA.

    Responder
    • Philipe disse:

      Fabio, contra-argumente COM ARGUMENTOS. Traga as PROVAS das suas alegações. Sem provas elas são balelas, conversa fiada para boi dormir.
      Cadê os SEUS argumentos?
      Tenho amigos que trabalham na Fiocruz, mexem com vacinas, eu posso garantir que essa coisa de esterilização em massa da população é esquizofrenia babaca feita para assustar as pessoas.
      Não existe esta coisa de esterilização, até mesmo porque, não é econômicamente vantajoso pra ninguém.

      Responder
  73. William disse:

    Só para constar, em 2008 tomei a vacina contra a rubéola e foi tudo bem, não doeu, não me senti mal. Mas logo depois, no fim de 2008, sem qualquer motivo aparente, contraí a rubéola e fiquei alguns dias mau, deitado, com febre e cheio de bolinhas vermelhas na pele.

    Não posso concluir que foi a vacina, mas sempre fui saudável e me parece uma coincidência terrível.
    Sinceramente? Vocês querem se proteger contra doenças? Se alimentem bem para ter um sistema imunológico funcionando bem para que ele sim te proteja.

    Responder

Responder.