A vacinação contra rubéola: Esterilização em massa? Não!

Hoje a primeira dama me mandou toda preocupada um email que ela recebeu (indício de furada número um) de uma amiga falando que a vacinação em massa contra a rubéola e proposta pelo Ministério da Saúde seria na verdade uma ação velada do governo para esterilizar em massa a população do Brasil. O tal email vinha tecendo todas as relações do atual (por pouco tempo) ministro da saúde Temporão com sua posição polêmica a favor da legalização do aborto. O email é uma coisa prolífica em dados e detalhes sobre um plano cuidadosamente arquitetado para diminuir a população brasileira. O email misterioso diz ainda que em 2006 houve um programa semelhante na Argentina, e que

“Constatou-se a presença do HCG em várias amostras da vacina usada contra a rubéola. A suspeita que ocasionou a investigação foi iniciada pelo fato de que havia muito poucos casos da doença na Argentina. Esses casos não mereciam uma campanha de grande escala”

Segundo o email o tal HCG seria

Gonadotropina Coriônica Humana (HCG), um hormônio da gravidez que é necessário para que um zigoto que acabou de ser concebido se implante na parede uterina depois da concepção. Quando recebe o HCG numa vacina, o corpo o percebe como um intruso e cria anticorpos que lutam contra a presença do hormônio no corpo. A reação imunológica do corpo se volta contra a gravidez, provocando abortos quando ocorre a concepção.

Então a primeira dama, que pretende ser mamãe do gumpinho algum dia, ficou toda cabreira com o tal email e cogitou não tomar a vacina.O email conspiratório termina com um parágrafo de efeito:

“Nas campanhas de vacinação em massa na Argentina, Nigéria, Filipinas e outros países, o UNICEF mostrou que sabe aliar as piores intenções com as aparências mais angelicais”.

O VIRUS DA RUBÉOLA PODE CAUSAR ISSO AQUI:

Fonte

Pessoa com rubéola. Conheça os sintomas

Muito bem. Tá na hora de desmistificar mais uma dessas babaquices que sacanas inconseqüentes inventam e soltam na internet para se divertirem vendo o pânico se disseminar. O que os caras não pensam é que este tipo de “brincadeira” pode resultar em milhares de crianças com problemas congênitos como os xipófagos ali em cima.Não é nada bonito fazer isso com os outros.Vamos desconstruir os argumentos do tal email.

ARGUMENTO TOSCO 1: Na Argentina na mesma vacina foram encontradas substancias esterelizantes.

Não foi. A informação no email é falsa (mas engenhosa, tenho que reconhecer)

ARGUMENTO TOSCO 2: Essas vacinas são aplicadas em partes localizadas estratégicamente no planeta sobre as áreas subdesenvolvidas e de superpepulação. ( Numa parceria com a unesco)

Só se considerarmos subdesenvolvidos países como a Inglaterra e Estados Unidos. Não existe absolutamente nenhuma região no mundo (incluindo países da África) em que a população tenha diminuído após vacinações de rubéola. Pela lógica mais banal, se a população não diminuiu significa que o “créu” rolou solto na velocidade 5 por lá, resultando em muitos bacuris. Como quem é esterilizado não pode ter filhos, se as mulheres de lá tiveram filhos, não houve esterilização nenhuma.Ponto.
ARGUMENTO TOSCO 3: O ministro Temporão é a favor do aborto

Meu carro é vermelho. Meu blog está na internet. O Brasil cobra mais imposto do que devia. Eu não bebo mais coca-cola. Será que tudo isso está ligado? Será uma conspiração universal? Não. Uma coisa não tem nada a ver com a outra. Mas a idéia de que o ministro José Gomes Temporão sendo pessoalmente a favor da legalização do aborto enquanto procedimento médico que hoje é realizado clandestinamente em verdadeiros açougues vitimando milhões de mulheres jovens com a conivência de setores hipócritamente importantes da sociedade parecerá um monstro aos olhos dos defensores ferrenhos da gravidez de crianças acéfalas. Pra quem é militante anti-aborto, esta idéia de que o Ministro vendo que não vai conseguir passar a lei do aborto resolve optar por um jeito mais drástico, mais eugenista, é de fato irresistível.

ARGUMENTO TOSCO 4: Qual o sentido da campanha? Por que tanto investimento nisso? Se esta nem é uma doença tão grave perante tantas outras?

A explicação é que fica muito mais difícil as pessoas saberem que tem vacinação sem serem avisadas sobre isso. Enquanto não houver telepatia global, o único jeito do povo se mexer é com grandes campanhas. Considerar que esta não é uma doença grave só pra quem não teve filho abortado ou que nasceu cego ou surdo ou com outra deformidade devido a rubéola durante a gravidez.

ARGUMENTO TOSCO 5: Se rubéola atinge a mulher grávida, por que então vacinar os homens?

Óbvio que é para que o homem não passe a doença para mulher. Além do mais, como lembrou Arie aqui nos comentários, o homem pega a rubéola do mesmo jeito que a mulher. Na mulher grávida a rubéola é bem pior, traz mais conseqüências, mas isso não significa que o homem não pegue. Pega sim.

ARGUMENTO TOSCO 6: Por que a faixa etária é justamente a idade reprodutiva? A faixa de maior fertilidade da população?

Provavelmente porque são as faixas de maior concentração populacional. Além disso, é nesta faixa que se concentra a população economicamente ativa do país. E provavelmente as faixas abaixo tomaram a vacina na infância. E talvez as estatísticas mostrem que as faixas acima já foram vacinadas e seu número não justifique uma relação de custo/benefício eficaz.

ARGUMENTO TOSCO 7: Por que até quem já teve rubéola precisa se vacinar novamente?

Quem já teve está naturalmente imunizado, mas quem garante isso? O cara pode achar que teve e não está imunizado e com isso ele é vetor potencial. Além do mais, a própria propaganda é clara que as mulheres grávidas ou que pretendem engravidar nos próximos meses não devem se vacinar. Isso significa que o governo não está preocupado com nada dessa baboseira de esterilização, senão, essas seriam as primeiras a ser vacinadas.

ARGUMENTO TOSCO 8: As taxas de natalidade na Argentina caíram depois da vacinação de 2006

Ok. Que bom. Legal. Tomara que aqui continuem assim também. A verdade é que a taxa de natalidade vem caindo em todos os países industrializados. Enquanto no campo mais pessoas significavam mais braços para o trabalho, quando a população migrou para os centros urbanos mais bocas significam mais custo, mais remédio, mais escola, mais roupas. O que era ativo virou passivo e a revolução industrial permitiu que um único cara a uma maquina faça o trabalho de 200.000 funcionários. Com isso,surgiu a idéia de crianças nas escolas. Surgiu a idéia de que trabalho infantil é sacanagem. O mundo mudou. Os três filhos que eram padrão na década de 80 agora deram lugar a um só (quando os casais tem algum). O mundo mudou. Vacina não tem nada a ver com isso. Só nas classes mais baixas o problema das familias de 20, 30 pessoas continua. No Brasil graças a falta de planejamento familiar+ignorância e descaso social, temos a calamidade das crianças grávidas, um bando de menina pobre de 12, 13 a 15 anos que vão dar feito chuchu na serra lá no baile funk e o resultado é que viram verdadeiras maquinas de fazer pivetes, porque se a vó não pegar para si a responsabilidade da criação dos bacuris, essas crianças vão mendigar nas ruas expostas ao que há de pior no mundo.

ARGUMENTO TOSCO 9: Tem poucos casos de Rubéola no país para justificar vacinar todo mundo

Foram 8683 casos confirmados em 2007. fonte Pra mim isso é muito sério. Bem mais do que foi com a tal “febre amarela” episódica que causou desespero, filas nos postos, medo na população, vendeu muito jornal fez a manchete dos noticiários numa época sem grandes notícias e logo depois, sumiu.

ARGUMENTO TOSCO 10: A vacina é obrigatória. Compulsória.

Papo furado. Você já viu alguém chegar algemado no posto de saúde para tomar vacina? Nem eu.

Além disso, você acha que uma esterilização em massa nessa proporção não geraria um caos econômico pro país? Como ficam escolas, a Jonson&Johnson e todos os milhões de estabelecimentos, fábricas, produtos e setores que dependem da natalidade para viver? Também é bom raciocinar que uma esterilização em massa só faz sentido quando aplicada na raiz do problema, que é o pobre. Pobre (segundo estatísticas do IBGE) é quem tem mais filho. Não seria muito inteligente por exemplo, privar compulsoriamente um milionário paulista de ter filhos e não vacinar o Zé das couves, servente, pagodeiro e Mc nas horas vagas, que tem doze namoradas em rodízio, todas elas ativas sexualmente. Talvez até aquela magrinha de 11 anos, filha do dono do bar na entrada do morro…

O governo brasileiro não teria nem competência para criar um plano decente de esterilização em massa. Isso é delírio.

Então, o fato é: Tome a porcaria da vacina. Não caia nesses emails de pessoas ingóbeis nem repasse estas porcarias de hoax antes investigar um pouco. Repassando esses emails de hoax, VOCÊ estará contribuindo para disseminar o MEDO em pessoas que por culpa do SEU email alarmista-conspiratório não se vacinarão e que poderão infectar grávidas, resultando em crianças abortadas ou com má formação congênita e a culpa será INTEIRAMENTE SUA!

Pense nisso.

75 Comentários

  1. Scan 26 de agosto de 2008
  2. Ninguém ^-^ 26 de agosto de 2008
  3. Marcio Melo 26 de agosto de 2008
  4. Nivea 26 de agosto de 2008
  5. Vitor Carvalho 26 de agosto de 2008
  6. Philipe 26 de agosto de 2008
  7. Cheetara 26 de agosto de 2008
  8. Philipe 26 de agosto de 2008
  9. Atila 26 de agosto de 2008
  10. Philipe 26 de agosto de 2008
  11. Vitor Carvalho 26 de agosto de 2008
  12. Felipe 26 de agosto de 2008
  13. Cheetara 26 de agosto de 2008
  14. Philipe 26 de agosto de 2008
  15. Mohamed Pataxó 26 de agosto de 2008
  16. Loiradosul 26 de agosto de 2008
  17. Felipe 26 de agosto de 2008
  18. Natalia 26 de agosto de 2008
  19. Falcao 27 de agosto de 2008
  20. Guaré 27 de agosto de 2008
  21. Filipe 27 de agosto de 2008
  22. Philipe 27 de agosto de 2008
  23. Carla 28 de agosto de 2008
  24. Philipe 28 de agosto de 2008
  25. Danilo - Autozine 28 de agosto de 2008
  26. Arie 28 de agosto de 2008
  27. Philipe 28 de agosto de 2008
  28. Fábio 28 de agosto de 2008
  29. João 28 de agosto de 2008
  30. Philipe 28 de agosto de 2008
  31. Lucas 28 de agosto de 2008
  32. Graf 28 de agosto de 2008
  33. Luisa 29 de agosto de 2008
  34. Luisa 29 de agosto de 2008
  35. Clara 31 de agosto de 2008
  36. Victória 31 de agosto de 2008
  37. Philipe 31 de agosto de 2008
  38. Philipe 31 de agosto de 2008
  39. Adriano 1 de setembro de 2008
  40. Maverick 1 de setembro de 2008
  41. Phoenix 2 de setembro de 2008
  42. Phoenix 2 de setembro de 2008
  43. Eduardo Wagner 2 de setembro de 2008
  44. Philipe 2 de setembro de 2008
  45. Philipe 2 de setembro de 2008
  46. Philipe 2 de setembro de 2008
  47. Frederico 3 de setembro de 2008
  48. Terror 4 de setembro de 2008
  49. Philipe 4 de setembro de 2008
  50. Benghard 4 de setembro de 2008
  51. Luisa 8 de setembro de 2008
  52. Alexandre 9 de setembro de 2008
  53. Roberto Gamalhães 10 de setembro de 2008
  54. hosana 10 de setembro de 2008
  55. mateus 10 de setembro de 2008
  56. ts 10 de setembro de 2008
  57. Max 11 de setembro de 2008
  58. Leonardo 11 de setembro de 2008
  59. Raiza 11 de setembro de 2008
  60. Leonardo 12 de setembro de 2008
  61. mateus 12 de setembro de 2008
  62. Gabriela 12 de setembro de 2008
  63. ana basaglia 13 de setembro de 2008
  64. jocas 15 de setembro de 2008
  65. els 15 de setembro de 2008
  66. Cynthia 17 de setembro de 2008
  67. kezia 30 de setembro de 2008
  68. jenifer 4 de outubro de 2008
  69. Diego 7 de outubro de 2008
  70. Hallison Liberato 8 de março de 2010
  71. Ricardo 16 de março de 2010
  72. Fabio 7 de abril de 2010
    • Philipe 8 de abril de 2010
  73. William 21 de maio de 2010


Deixe seu comnetário

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *