A Lua da minha casa

Sharing is caring!

Hoje eu resolvi fazer um teste com a minha câmera e fui para o play filmar a Lua. Infelizmente o satélite não estava na fase cheia, e havia um pouco de nebulosidade, mas mesmo assim acho que deu pro gasto. Usei minha lente de 500mm e o tripé com a Canon T3i do filme. Espero que curtam.

 
Dá pra dobrar o zoom usando um adaptador que não tenho. Acho que se eu dobrar o zoom poderei ver um alien dando um barro na cratera, hein?

18 comentários em “A Lua da minha casa”

  1. Porra, sinistra a capacidade da camera.
    Agora, os efeitos especiais vão ter que ficar profissionais ou com essa capacidade vai parecer aqueles efeitos do Chapolim ou das séries da Record 

    Responder
  2. Nossa, Philipe, que boa tua camera! ( invidia!)

    Por falar em Lua, pode ser falta de informação minha, mas não lembro de foto das parafernalias que os americanos deixaram (?) na Lua feito por nenhum telescopio. Deve existir… Sabe  nos informar?

    Responder
  3. Legal hein Philipe, muito bom a camera. A respeito disso eu fiquei curioso em saber qual seria o telescópio caseiro mais potente que dá pra comprar, e se com um aparelho desses seria possível ver as sucatas das missões lunares na superficie, tem alguma informação a respeito??? Daria um post legal isso. Valeu.

    Responder
  4. Você pode comprar um adaptador que duplica o zoom ou pode comprar várias “lentes de aumento” que são acopladas na parte da frente da lente, no caso, para uma 500mm pode sair meio caro, mas combinando as duas, pode multiplicar por 5 seu zoom sem grande perda na qualidade…

    Responder
  5. bacana hein, gostei. so q ta tremendo pacas, ta num tripe mesmo? e o começo, na parte das nuvens, tem muito ruido, q eu saiba a t3i tem um iso bom antes de deixar ruido. faltou ajuste? de resto ficou bacana. e cuidado com a lente de aumento, dependendo do modelo a qualidade vai la embaixo, com distorcao, aberracao cromatica etc. pq vc usou zoom digital? filma em full hd e faz o zoom pelo software, fica melhor

    Responder
    • Eu estava vendo se era possível. Quando surgiram aquelas nuvens, eu não tinha setado o iso ainda, e acabou que ficou granulado. Na verdade, treme bizarramente mais, porque a minha câmera esta com a alça, e ela é meio larga. Tava ventando pra caramba e a vibração da alça tava aparecendo no video. E o tripé tava no aperto maximo. Não pensei em fazer o zoom por software. Boa ideia.

      Responder
      • Ah, entendi, vi sua resposta agora, eu achei q era avisado no email. entao, da zoom sempre analogico, da lente, ai se quiser aproximar mais, em vez de dar zoom digital faz pelo software q eu acho q fica mais manipulavel, ai vc tem um com qualidade fullhd pra mexer qndo quiser, e as copias, com os ajustes de zoom e tudo mais. mas ficou muito legal. imaginei q estava ventando, vibrou bastante. sera q tem algum tripe q vibre menos? ah, e vc pode usar o estabilizador otico, caso vc veja q esta vibrando ou fotografando da sua mao

        Responder
  6. “Acho que se eu dobrar o zoom poderei ver um alien dando um barro na cratera, hein?”

    ou avistar alguma nave/satélite/arma ou estação espacial secreta americana e ser perseguido … não, estou zoando mas tbm não estou zoando XD … teve um infeliz que sofreu com isso nos eua …

    Responder

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.