A bactéria comedora de gente ataca no Sri Lanka

AVISO: ESTE POST CONTÉM IMAGENS CHOCANTES. PASSE BATIDO.

AVISO 2: LEIA O AVISO 1 E OBEDEÇA.

 

Se você é persistente e quer mesmo ver este post, faça por sua conta e não venha encher o saco depois.  O post está aqui em baixo:

Essa senhora tinha 59 anos de idade e trabalhava como lavradora no Sri Lanka. Ela resolveu se unir aos filhos para construir uma casa própria num terreno que havia comprado. Durante a obra, a senhora acabou se cortando no rosto. Era apenas um arranhão, mas ele infeccionou. Ela esperou que a infecção melhorasse sozinha, mas a infecção só piorava. Gradualmente, sua carne foi apodrecendo ao redor do pequeno corte até que ele se tornou uma valeta purulenta. A dor era excruciante.  Só aí ela procurou ajuda médica.

Chegando no hospital, os medicos fizeram o procedimento padrão. Limparam a ferida e extirparam a carne necrosada. Ela teve alta e voltou para casa. Os dias se passaram e ao invés de melhorar, a ferida abriu mais ainda. Ela tornou a voltar no hospital, e o procedimento se repetiu. Agora a laceração já atingia seus músculos faciais. A senhora era tratada com altas doses de antibióticos, mas os antibióticos já não faziam nem cosquinha na bactéria.
Eu acho que há uma grande chance de que ela estava infectada com uma rara cepa de bactéria para o qual NÃO EXISTE CURA e que está COMENDO GENTE NO MUNDO TODO, inclusive aqui no Brasil, mas os órgãos de imprensa evitam divulgar. Li especulações em foruns underground que isso esta acontecendo para não gerar pânico desnecessário. É provável que eles estejam temendo o sensacionalismo desnecessário. Pode ser tabém que a bactéria comedora de carne não seja tão voraz quanto pintam por aí. Na duvida, eu não gostaria de ser cobaia perto deste bichinho.

Dizem que essa bactéria é mortal e nada consegue parar seu avanço. Quanto mais tempo demora, mais ela se expande, destruindo todo tipo de tecido mole. A única esperança de sobrevivência está em cortar o membro afetado o mais rapido possível. Ex: Se o cara pega isso no dedo, o mais garantido é cortar o braço fora!

No caso dela, a bactéria estava comendo seu rosto com enorme voracidade. Eu creio que já não haja esperanças de sobrevivência para ela.

Aqui estão as fotos.

A Bactéria comedora de gente ataca novamente

 

 



Aqui está o video:

 

Obs: Seguindo a tradução do site russo, este caso se deve ao o vírus da dengue, mas pelo relato, parece um problema de tradução, e julgo ser uma bactéria que começou a comer seu rosto por uma ferida. Isso é compatível com fasciite necrosante, o caso da famigerada “bactéria assassina”. Eu nunca ouvi falar de dengue comendo carne humana, mas é importante dizer que em termos de doenças tropicais, isso não é totalmente impossível, porque esses patógenos sofrem mutações.

Há na internet diversos sites mencionando outros casos assustadores de bactérias assassinas. Não sei dizer se todos os casos se devam a uma só cepa bacteriana, (provavelmente não) mas os resultados das fotos são assustadores. É muito provável que seja um caso de fasciite necrosante, aquele tipo de doença que a gente só costuma ver em filme de zumbi. A fasciite necrosante tem diversas bacterias causadoras, e é conhecida desde o século XIX, mas seus casos vem aumentando, segundo estudos. O nosso leitor Rodrigulliver Andrade disse no Facebook:

Cara, sou funcionário público da saúde e já vi mais de 1 caso bizarro desses aqui no Rio de Janeiro. Um foi no hospital da Lagoa. Um médico amigo meu mostrou as fotos do coitado. Fasciite necrótica geralmente é causada por Clostridium ou Estreptococos. Se não tiver diagnóstico rápido, tem que amputar e o índice de morbidade é altíssimo.

Segundo o artigo dobre Fasciite necrosante da Wikipedia: Muitos tipos de bactérias podem causar fasciite necrosante (ex. Estreptococos do Grupo A de Lancefield, Vibrio vulnificus, Clostridium perfringens, Bacteroides fragilis) do qual o estreptococo do grupo A (também conhecido como Streptococcus pyogenes) é a causa mais comum.

Talvez isso explique porque dizem que ela é tão letal que mata duas a cada três pessoas que entram em contato com ela, e inteiro ninguém sai. Tirando os exageros comuns em foruns de conspiração e assuntos underground correlatos, a parada não é brincadeira. Segundo o artigo científico linkado no fim do post:

O tratamento deve ser iniciado o mais cedo possível, já que o atraso de poucas horas pode ser crítico.

Por que estou postando isso? Porque a cada dia que passa mais e mais casos de fascite necrosante surgem nos hospitais do Brasil. Coincidência ou surto? Difícil de dizer. É bom lembrar que nós somos coniventes com isso ao jogarmos nosso esgoto IN NATURA nas praias, lagoas, rios e cursos d´água, onde as bactérias que causam a doença podem a se concentrar. Uma correta assepsia de ferimentos e lesões cutâneas reduz o risco. Os médicos dizem que a melhor coisa a fazer é: Se cortou na praia, nadando no rio, na cachoeira, no mato, no jardim, lave com água e sabão no mesmo dia! E nunca espere seu ferimento ficar podre para procurar um médico.

Aqui esta um artigo científico falando do problema.
fonte

Artigos relacionados

53 Comentários

Compartilhe suas ideias