A arte da caça РParte 1

-Nome?
-Laerte Soares Giancarlo Motta
-Idade?
-46
-Estado Civil?
-Casado.

Leia maisA arte da caça РParte 1

Roubaram até as favelas!

O complexo do Alem√£o e seu esplendor Deu na Folha de S√£o Paulo hoje: Favelas do Rio somem em filme para o COI Omiss√£o n√£o foi proposital, diz comit√™ para Jogos-2016 SERGIO TORRES DA SUCURSAL DO RIO O comit√™ organizador da candidatura carioca √† Olimp√≠ada de 2016 apresentou √† Comiss√£o de Avalia√ß√£o do COI um …

Leia maisRoubaram até as favelas!

A maior aranha do mundo

A maior aranha do mundo √© a Goliath bird eater. Ela tem este nome pelo √≥bvio motivo de comer passarinhos. Muita gente morre de medo de aranhas, mas esta tar√Ęntula √© inofensiva aos humanos. Apesar de carregar presas venenosas como todas as aranhas, seu veneno n√£o √© letal a humanos, s√≥ a pequenos insetos, roedores …

Leia maisA maior aranha do mundo

Uma f√°brica de brinquedos na China

O tão esperado dia das crianças vem chegando e com ele, o sonho de brinquedo de muitos bacuris se aproxima da realidade, ou da decepção, em certos casos.

√Č ineg√°vel que os pais, pelo menos os da classe m√©dia, s√£o altamente afetados por este tipo de marketing que gerou o dia dos pais, dia das m√£es, dia das crian√ßas, e agora quer implantar o “dia da sogra” como uma data presente√°vel.

Como se j√° n√£o fosse suficiente a p√°scoa e seus ov√Ķes de chocolate (a m√≠dia e o marketing querem que voc√™ pense que quanto maior o ovo, maior seu amor pelo presenteado) o natal e seus milh√Ķes de comerciais com velhinhos de √≥culos sorrindo com panetones ou chester bolinha nos bra√ßos, o ano novo e suas roupas brancas com detalhes em prata, e as cores da moda para atrair de tudo, menos desgra√ßa, o carnaval e a cerveja, e seus pacotes de viagem, seus hot√©is com traslados, os ingressos, os abad√°s e as lembrancinhas de lugares long√≠ncuos o in√≠cio das aulas e os materiais, cadernos, mochilas, livros. As √©pocas de gastan√ßa se espalham pelo ano.

O fato, meus amigos é que somos engrenagens de uma maquina que não se sustenta. Uma bicicleta gigante que está em permanente pedalar para não cair. Somos forçados pela lei do consumo capitalista. Bem, isso não é necessariamente uma constatação tão ruim, uma vez que, sob certos aspectos, até na natureza o consumo é praticado. Pelos menos nós já saímos da fase de consumir uns aos outros.

Aí vem a pergunta fatídica : Será?

Leia maisUma f√°brica de brinquedos na China

Tr√™s casos “baratos”

Este post √© pro Fernando, que vive reclamando que eu parei de contar casos meus aqui. Ent√£o pra recuperar o “delay”, vou meter logo tr√™s de uma s√≥ vez. Segura a√≠ Fernand√£o! – E se n√£o acreditar, pergunta pra minha v√≥ que ela confirma! Metade das cole√ß√Ķes eu fiz quando morei com ela. Me lembrei …

Leia maisTr√™s casos “baratos”