O túmulo do chefão

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on pinterest
Pinterest
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest
Share on whatsapp
Categorias
Night mode

Eu estava dando uma navegada quando me deparei com este tumulo do japão. É difícil acreditar que isso seja realmente um túmulo, mas o fato é que o cara mandou construir uma sala de estar sobre sua “residência de descanso eterno”. O resultado é algo tipicamente sinistro, como conviria muito bem a um chefão da máfia japonesa. Se o cara faz isso aí no Brasil, em dois dias teria uma família morando ali. Eu acho muito interessante como o ser humano buscou a sofisticação na questão da morte ao longo das eras. Desde as pirâmides egípcias, obras primas mundialmente conhecidas e visitadas diariamente por legiões de turistas, mas cuja razão de ser não passa de intrincadas e complexas sepulturas. Falando em piurâmides, amaior de todas é a de Quéops. Quéops, era filho de Snefru. Ele deu continuidade às tendências construtivas de seu pai de forma impressionante. Sua pirâmide, construída em Gizé, é a maior de todas as pirâmides egípcias, com uma altura original de 145 metros, permanecendo como a mais alta estrutura construída pelo homem até o século XIX. Seu peso total seria, originalmente, por volta de 6.000.000 de toneladas, sendo composta por um milhão de blocos de pedra montados ao longo de 20 anos. Revestida com uma cobertura de mármore (que foi desgastada e/ou removida ao longo do tempo) e com um bloco de metal brilhante (ouro ou uma mistura de ouro e prata) em seu ápice, a pirâmide de Quéops era cercada por um complexo de estruturas que incluíam pirâmides menores para suas rainhas e mastabas para os nobres de sua corte. Outra sepultura bastante sofisticada, considerado por muitos o mausoléu mais bonito do mundo, é o Taj Mahal. Considerado patrimônio universal pela Unesco, me lembro claramente que ainda criança fiquei absolutamente estupefato quando descobri que aquele não era o castelo do rei da Índia, mas sim um mausoléu. Foi algo bastante desconsertante pra mim. A Índia é um lugar interessante para se observar o trabalho insano dos arquitetos e artesãos para proporcionar aos seus líderes locais que se assemelham a palácios quando eles morrem. Um bom exemplo é o túmulo de Sheik Salim Chishti. O Tumulo é ricamente adornado com mármore branquíssimo, totalmente esculpido com detalhes mínimos. A obra de arte fica no complexo de Fatehpur Sikri, em  Jamia Masjid. Também na Índia, fica a tumba de Adam Khan. A tumba dele é a única em estilo Mughal que tem um design octogonal. O lugar é impressionante e se compõe de tantas salas, antesalas, corredores e câmaras que seu apelido é “labirinto”. A construção é ricamente decorada e tão esplêndida que quando a Índia foi tomada pelos Ingleses, eles desrespeitaram os costumes locais e removeram as sepulturas, tornando este mausoléu na casa de um funcionário do governo.Você moraria num mausoléu? Eu também não.Provavelmente por conta disso a casa do funcionário foi convertida em um escritório algum tempo depois. Ainda na Índia, este magnífico palácio não é o que parece ser. Como você pode imaginar, este também é um espetacular mausoléu. A tumba de Humayun é maior que o Taj Mahal. Ela é quadrada e cada lado tem exatamente a mesma dimensão com uma precisão impressionante. Humayun foi o segundo imperador mongol que governou uma região correspondente ao território atual do Paquistão, Afeganistão e partes do norte da Índia. Enquanto o Taj Mahal foi construído pelo imperador Shah Jahan para sua esposa favorita, o túmulo de Humayun, fora mandado construir por sua esposa, após a morte do rei. Na verdade, o estilo arquitetônico da tumba de Humayun é muito semelhante ao Taj Mahal. Suspeita-se que o estilo deste último, provavelmente foi influenciado pelo primoroso trabalho na tumba de Humayun. fonte Outra tumba bastante impressionante, não só pela opulência mas também pelo esmero com que foi construída, escavada na rocha por milhares de artesãos que produziram uma verdadeira escultura é o mausoléu do sultão  Saad, do Marrocos.   Dá uma olhada no grau de detalhamento das paredes do mausoléu: Nos EUA, esta magnífica construção é a tumba do general Ulysses S. Grant. Ao morrer ele ganhou um túmulo que é uma réplica em escala do capitólio. Já na Coréia do Norte, após a morte do pai de Kim Jong Il, ele resolveu transformar o palácio imperial no mausoléu de seu pai, Kim Il-Sung. A tumba é o tipo de coisa que podemos chamar de “faraônica”. Uma construção colossal que surge feito uma montanha a partir de uma praça central tão imensa que dá a sensação de não sermos nada. O ditador mandou embalsamar o corpo do pai, e anualmente milhares de norte-coreanos vão visitar o defunto que dorme num palácio monstruoso, absolutamente quieto. Na Escócia, o Mausoléu de Hamilton, um rico duque que bateu as botas por aquelas bandas, se impõe na paisagem. Por fora, não parece grande coisa. Mas a parte de dentro revela um trabalho arquitetônico espetacular. Curiosamente, o túmulo é a única referência ao duque que restou. Este curioso telhado é a entrada de um túmulo em Bangaladesh. Aqui, no tumulo de Suhrawardy Udyan, existem três sheiks enterrados, e uma outra curiosidade acerca deste lugar, é que Mujibur Rahman escreveu a declaração de independência do Paquistão aqui. É previsível que uma figura de grande prestígio e poder como um rei queira deixar algum registro de sua importância quando esteve vivo. Talvez por isso, os túmulos e mausoléus atinjam proporções insanas que evoquem esta importância. Talvez por isso, uma das tumbas mais importantes do mundo seja a de Qin, o primeiro imperador chinês, que não só construiu um complexo edifício para ser sua  sepultura como encomendou uma réplica de tamanho natural de CADA UM DOS SEUS OITO MIL SOLDADOS! Essas réplicas foram feitas com todo o detalhe que era possível na época. Estão paramentados para a guerra com roupas absurdamente detalhadas. Cada um dos oito mil soldados são feitos de terracota, e posteriormente enterrados com ele no ano 210 antes de Cristo. Acredita-se que 700.000 trabalhadores e artesãos levaram 38 anos para a completar o exército que não se compõe apenas dos soldados, mas também da cavalaria completa do rei! Tá achando pouco? Então espere só até saber que Qin Shihuang foi enterrado com fabulosos tesouros que deixariam o Indiana Jones sem dormir.  Além dos tesouros incalculáveis, estavam objetos artísticos impressionantes, como uma réplica do cosmos onde pedras preciosas representavam os astros, pérolas os planetas e lagos de mercúrio representavam os mares. Quin mandou fazer um RIO de mercúrio onde um barquinho navegava. A tumba fica perto de uma pirâmide de terra com 47 metros de altura e 2,18 quilômetros quadrados de área. O sítio arqueológico, descoberto por puro acaso por dois agricultores que escavavam um poço para achar água é tão monstruoso que desde 1974 quando foi descoberto, ainda não foi devidamente explorado. Isso porque a erosão provocada por chuvas possa danificá-la.  O complexo do mausoléu foi construído para servir como um palácio ou corte imperial. Está dividido em vários ambientes, salas e outras estruturas e cercado por uma muralha com diversos portões. A tumba seria protegida pelo exército de soldados em terracota guardados nas proximidades, mas os restos de muitos artesãos e suas ferramentas foram encontrados, o que faz acreditar que tenham sido enterrados com o imperador para impedir que revelassem as riquezas ou as entradas aos saqueadores. (um truque cruel, porém engenhoso, que os faraós também adotavam) fonte

Comments

comments

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on telegram
Telegram

9 respostas

  1. WOW… Que exagero, God.

    ==
    Phill… Uma coisa. Eu queria muito que voce lesse aquela tal historia que eu escrevi… Que pedi para voce postar aqui, mas por tais motivos nao pode, não… Queria muito mesmo que voce lesse, para me dizer o que achou. Voce entende de criar historias, então… Ia ser uma honra..

  2. Meu Deus parabens cara vooc é um dos unicos blogs sobre coisas interessantes q eu conheço, vooc e o Medob.com q apesar de ser mais voltado ao terror fala sobre muitas coisas interessantes.
    Muito obrigado mesmo pelo site e por sempre postar matérias fodasticamente fodas.
    Feliz ano novo e que vooc continue seu otimo trabalho.
    Abraços.

    André Pretorius

    1. André é muito bom ver nosso trabalho sendo reconhecido. Suas palavras me animam muito. Sei que tenho muita coisa a melhorar ainda, mas minha meta é trabalhar duro para deixar o Mundo Gump ainda mais interessante para os leitores. Agradeço de coração pelo feedback.

    1. É verdade. A maioria das igrejas antigas funcionavam como mausoléus, porque se acreditava que ao ser enterrado no interior da igreja, o (nobre) teria mais chances de ir direto para o paraíso.

  3. O mais incrível da tumba do Qin é que eles ainda não chegaram no túmulo, está enterrado sob uma montanha artificial, estão aguardando ter mais tecnologia para chegar lá sem destruir nada. É lá que está o tal lago de mercúrio, onde seu túmulo deve estar flutuando. A constatação de que o lago deve existir é dada pelo alto índice de mercúrio ao redor do local.

  4. Quanto mais importante a pessoa, mais grandiosa e a sua visão da posterioridade, pelo memos no que diz respeito à mamória pos morte, ou simplesmente um capricho de ostentação pra “inglês ver”.
    já que ele próprio não vai desfrutar nada do luxo e do conforto de um “mausoléu bem equipado”.
    Pirâmides, Palácios, apenas o ultimo descanso…? Lembro de uma reportagem em que o futuro defunto preparava o seu túmulo com o que há de mais moderno, como calefação, televisão. conteiner com comida, sistema de alarme e comunicação, etc, para no caso de ser enterado “não morto”, poder pedir “pinico”,e se virar até que o socorro não chegue, se for o caso. mas também seria um local muito luxuoso de qualquer forma, para os outros visitarem e comentarem: “como era xique o fulano!” PURA PERDA DE TEMPO!. MORREREMOS TODOS, muitas vezes uma morte bem “besta’ e sem significado menhum, e provavelmente vamos todos pro mesmo lugar, nos encontraremos lá, e que não seja real aquela maxima que diz:”O RICO SERÁ HUMILHADO E O POBRE EXALTADO!”etc,etc. “AZULIVRE, SÔ!” Que assunto bizarro e “funesto”, ne? Mas dà muito “pano pra manga!”
    È o Plilipe, de sempre, mostrando o seu talento.PARABÉNS!

Deixe um comentário para André Pretorius Cancelar resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

© MUNDO GUMP – Todos os direitos reservados. Proibida a reprodução sem autorização.