O homem na piscina de mercúrio

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on pinterest
Pinterest
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest
Share on whatsapp
Categorias
Night mode

Veja esta foto que loucura. Este homem está dentro de uma piscina de mercúrio.

O mercúrio é um metal líquido na temperatura ambiente.

Parece estranho, dá a sensação que a piscina é rasa, mas não. Ela é funda mesmo, porém o mercúrio é tão denso que o cara simplesmente não consegue afundar nele. O homem está flutuando na superfície do líquido como o isopor flutua na água.

Esta foto inacreditável foi publicada na revista National Geographic em 1972. Não se sabe se o sujeito que passou por esta incrível experiência ainda está vivo, já que o mercúrio é tóxico. O mercúrio é 13 vezes mais denso que a água e pode causar diversas doenças. Mas certamente, se ainda estiver vivo, este sujeito tem uma história para contar que provavelmente ninguém mais tem.

Incrível.

Fonte

Comments

comments

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on telegram
Telegram

19 respostas

  1. hehe. Ele parece o Dustin Hoffman no filme Papillon.

    Alias, Philipe, por que você não fala um pouco da historia (de fugas) do Papillon? ele certamente teve uma vida Gump

  2. Caramba se o Tiozinho estiver vivo é um milagre, segue abaixo alguns dos poucos sintomas que ele poderia ter sofrido devido a esta exposição:

    Geralmente quem foi intoxicado pelo vapor do mercúrio pode apresentar sintomas como dor de estômago, diarréia, tremores, depressão, ansiedade, gosto de metal na boca, dentes moles com inflamação e sangramento na gengiva, insônia, falhas de memória e fraqueza muscular, nervosismo, mudanças de humor, agressividade, dificuldade de prestar atenção e até demência. Mas pode contaminar-se também através de ingestão. No sistema nervoso, o produto tem efeitos desastrosos, podendo dar causa a lesões leves e até à vida vegetativa ou à morte, conforme a concentração.

    Em caso de acidente, os primeiros socorros são:

    -Inalação: transladar a vítima para o ar fresco. Buscar auxílio médico.
    -Contato com a pele: Retirar a roupa contaminada. Lavar a área afetada com água e sabão. Buscar auxílio médico.
    -Contato com os olhos: Lavar imediatamente os olhos com água. Buscar auxílio médico.
    -Ingestão: Enxaguar a boca com água. Buscar auxílio médico.

    Por isso, tomar cuidado quando as crianças em nossas casas brincam com termómetro, pois quando quebram é interessante o comportamento do mércurio e para quem já viu chama muito a atenção, o contato é extremamente perigoso, sem contar que ao evaporar (não exala cheiro) contamina todo o ar… x_x x_x x_x

      1. Caramba..e quanod eu era criança, sempre quis brincar com bolinhas de mercurio do termometro, ms meus pais nao deixava…agora eu sei o pq ;D

  3. Olá Philipe!!!
    Sou Fã do Mundo Gump a muito muito tempo, porém nunca postei um comentário, acho q por falta de criatividade para escrever mesmo, mas acho seu blog super criativo, inteligente, bizarro e tosco…hehe
    Mas hoje resolvi postar um comentário, pois fiquei super curioso em descobrir que vc é de Três Rios, pois moro em Paraiba do Sul, a cidade minuscula vizinha de Três Rios, e trabalho aqui em TR, todos os dias no trabalho entro em seu blog para ver as novidades, (se meu patrão ver isso ele me mata…hehe) e justo na sua cidade natal…hehe

    Bom, parabens pelo blog e sucesso pra tu cara!!!
    Abraços e FUI!!!

    Obs:Não tem nada a ver com o post…mas o q vale é a intenção!!!hehe

  4. A taxa de absorção pela pele é baixa, mas na forma de vapor chega a 98%. O Mercúrio orgânico (oriundo da ação de bactérias) é muito mais tóxico que a forma metálica. Antigamente, o Mercúrio era usado no tratamento da Sífilis (na forma de banhos de corpo inteiro) e curava pela sua toxidade (era a “Quimioterapia” da época). Não me pergunte como eles afundavam as pessoas (devia ser o mesmo processo usado para averigüar a inocência das bruxas, rs).

      1. Eu brinquei com mercúrio de termômetro quebrado recentemente também, mas sem encostar, mas aí meu pé deu uma zikizira e eu achei que era por causa do mercúrio, mas era só uma micose mesmo

  5. ahahahaha, o mercurio nao é toxico em contacto com ele, mas se for por muito tempo é sim. este homem nao teve o tempo suficiente para que o mercurio estivesse a entrar o corpo sendo 1 metal pesado, que entre e nunca mais sai. Mas nunca vi tal coisa. Eu falo com os meus colegas sobre tipo: ” vamos dar um salto para uma pescina de mercurio” ou do tipo: ” sabem qual é o comulo do suícidio? jogar volei com uma bola de potassio” (esta fui eu que enventei. mas o que parecia inacriditavel pensar numa coisa desntas, é verdade mesmo. o.O

  6. Papo de “urso”! qando eu era mais novo trabalhei em uma farmácia e a nossa diversão era brincar com o merc?rio que tinha dentro dos termometros, quando algum deles quebrava. Fazíamos vàrias experiêmcias, era muito divertidpo ver como as bolinhas se agregavam e se partiam quando era derrubado de certa altura. È verdade que nunca o aquecemos para daí extrair vapor, mas das brincadeiras e dos contactos, nunca minguém apresentou algum sintoma indesejado.

    Agora voce saberia me dizer porque è líquido esse metal? È estranho, porque é de se esperar que todo metal seja sólido!
    E como ele é encontrado na natureza?
    Qual o mecanismo de ação quando é usado no garimpo para agregar as particulas de ouro? Sei que aì sim, tem vapor porque eles aquecem o mercúrio para faze-lo evaporar, só restando o ouro!

Deixe um comentário para Philipe Cancelar resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

© MUNDO GUMP – Todos os direitos reservados. Proibida a reprodução sem autorização.