fbpx

Curiosidades, Lugares

Espaçonaves soviéticas abandonadas

Veja como estão os ônibus espaciais soviéticos num enorme hangar abandonado do Cazaquistão

Escrito por Philipe Kling David · 41 segundos de leitura >

O fotógrafo e explorador urbano Ralph Mirebs mostrou imagens extraordinárias do que resta hoje dos ônibus espaciais soviéticos. São protótipos que hoje não passam de sucata da era espacial, que estão juntando poeira em um hangar abandonado.

Esse hangar abandonado está localizado no Cosmódromo de Baikonur, no Cazaquistão, mas apesar de sua aparência decadente, ele ainda está em operação.

A razão do cosmódromo ainda operar, é que com o encerramento do programa de ônibus espaciais da NASA, a nave russa “Soyuz” é a única maneira dos astronautas chegarem à Estação Espacial Internacional.

Os protótipos do ônibus espacial “Buran” chegam a dar pena de ver. Fico imaginando que maneiro seria arrematar essa porra num leilão e fazer nele uma hambugueria temática.

São os últimos restos do programa espacial soviético, que começou em 1974 e foi finalmente fechado em 1993. O “Buran” só voou uma única vez, em 1988. Em um teste que durou 205 minutos, a nave fez duas voltas em torno da Terra. Infelizmente, o ônibus espacial foi bastante destruído no hangar, quando em 2002, uma tempestade provocou o colapso do telhado.


Escrito por Philipe Kling David
Designer, blogueiro, escritor e escultor. Seu passatempo preferido é procurar coisas interessantes e curiosas para colocar neste espaço aqui. Tem uma grande atração por assuntos que envolvam mistérios, desconhecido e tecnologia. Gosta de conversar sobre qualquer coisa e sempre tem um caso bizarro e engraçado para contar. Saiba mais... Profile

Foto Gump do dia: A Cauda da baleia

em Curiosidades, foto gump do dia, incrível
  ·   16 segundos de leitura

Novas reações nucleares estão ocorrendo em Chernobyl

em Curiosidades
  ·   2 Minutos de leitura

6 respostas para “Espaçonaves soviéticas abandonadas”

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.