Vem aí o skate de levitação

Vem aí o skate de levitação
Quem não lembra de Marty Mc Fly andando naquele skate de levitação magnética em De volta para o Futuro 2?
Quem assistiu aquilo no auge da adolescência e pode dizer que não desejou, do fundo das próprias entranhas possuir uma coisinha sensacional como aquela?

Ou melhor, uma speedbicke do Retorno de Jedi?Vem aí o skate de levitação

Pois parece que isso está a um passo de ser viabilizado comercialmente. Volta e meia eu toco na questão da levitação aqui no Mundo Gump. Não só pelo fato de ser uma coisa incrível, algo que afeta nossa forma de pensar o mundo. Não só pelo meu próprio pai fazer coisas levitarem aqui na minha casa e na UFRJ, não só pelo fato de que isso afeta diretamente a questão da pesquisa ufológica, onde objetos efetuam movimentos e fazem coisas impossíveis, como levitar.

A levitação é uma das mais instigantes fronteiras tecnológicas, e isso vai afetar de maneira dramática o mundo em que vivemos. E devemos isso à ciência e seus avanços.
Até pouco tempo atrás, como na última década, capas de invisibilidade, máquinas de teletransporte e tapetes que levitam eram considerados a maior das viagens na maionese.
Mais uma vez, Julio Verne, Isaac Azimov, Philip K. Dick, George Lucas, Gene Rodenberry e seus predecessores estavam certos em várias coisas que surgem em seus livros, contos e filmes. Muito do que parecia ser sonho hoje é realidade. Já teletransportamos moléculas simples. Já teletransportamos a energia elétrica. Já temos celulares. A capa invisível é uma realidade. E agora os físicos da universidade de St. Andrews, na Escócia jogou uma luz no universo da mecânica de levitação.
Não é nenhuma novidade que um físico focalize suas atenções ao estudo das propriedades gravitacionais do planeta para tentar modificá-las de maneira controlada e localizada.
O professor brasileiro, Dr. Fran de Aquino vem se dedicando há alguns anos a estudar isso. Fran alega que descobriu uma maneira e atualmente está trabalhando em parceiria com outros pesquisadores e interessados para construir um modelo físico que demonstre sua anulação gravitacional.

Mas a pesquisa dos professores Ulf Leonhardt e Dr Thomas Philbin da Escócia partiram de um efeito natural da gravidade chamado “força Casmir”. Esta força faz com que os objetos se atraiam.
O alvo da pesquisa dos dois era a produção de micro máquinas que tivessem partes móveis com o mínimo, preferencialmente, nenhuma fricção. E isso só é possível com a levitação. Mas os resultados obtidos prometem ser usados para levitar coisas grandes, como pessoas e veículos.

A força Casmir é proveniente da mecânica quânntica, teoria que descreve o mundo subatômico dos átomos e das partículas deste universo. Ela não é a teoria que faz mais sucesso com os físicos tradicionais, por propor muita coisa que soaria como ficção científica a ouvidos mais tradicionalistas de pessoas com os”pés no chão”.

A força nem é de carga elétrica ou gravitacional. Trata-se de fllutuações em todos os campos pervasivos de energia, que penetram através de espaços vazios entre os átomos e é esta razão que faz com que os átomos se mantenham juntos, como se fosse uma cola invisível.

Agora usando um dispositivos de lentes, os professores Ulf e Thomas conseguiram modificar a força Casmir para repelir ao invés de atrair. A descoberta foi publicada no criterioso New Jouranl of Phisics.

Como a força Casmir causa problemas para a questão da nanotecnologia, todos os que se dedicam a este campo novo da ciência comemoraram muito a descoberta, que permitirá que microcscópicos objetos criados colem-se uns nos outros. Isso vai viabilizar de fato as micro-máquinas, porque a força Casmir é a principal causa de fricção no nano-mundo, em particular em sistemas de máquinas microeletromecânicas.

Eles acreditam que seja possível levitar objetos grandes como pessoas, e que a descoberta ajudará todos os outros que buscam há décadas maneiras baratas e eficientes de fazer isso, sem sucesso.
Com a lente e os equipamentos criados específicamente para isso, no futuro será possível levitar objetos pesados “a alguma distância” dos mesmos. O professor Ulf Leonardt lidera um dos quatro grupos de pesquisa – três deles britânicos – que estão viabilizando e já publicaram a teoria do manto invisível, onde a luz corre ao redor do objeto, como se fosse a água de um rio dando a volta numa pedra, o que faz com que o objeto fique invisível. Algo como aquele do Harry Potter.

Veja a matéria original sobre os cientistas que desvendaram um dos mistérios da levitação

Related Post

6 comentários em “Vem aí o skate de levitação”

  1. nem sabia q o tio edu tava trabalhando na UFRJ…
    entao se eu conseguir passar pra la, ano q vem agnt acaba se encontrando no corredor rs, =]
    haha
    mas levitar seria o auge…

  2. Opa

    No http://www.lostinlost.globolog.com.br/ eu vi um vídeo do lost que fala sobre alguma coisa ‘casmir’ ou ‘cashmere’ … vc chegou a ver ?

    []s

  3. Porra, Philipe, essa histéoria toda é sensacional.

    Tomara que seu pai tenha tempo de ir atualizando aquele blog que vocês abriram, porquê esse assunto é interessante demais pra ficar disperso. A levitação parece ser realmente solução pra uma caralhada de problemas de ordem econômica e ecológica. Parabéns, a todos que estão envolvidos nisso.

    E eu sou voluntário pra qualquer teste que vocês venham a querer fazer!

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

shares