Telepatia: Garoto com poderes telepáticos de 5 anos vai ser testado por cientistas

Telepatia existe? Há quem acredite que sim, e há quem acredite que não. Como todas as coisas que se encontram na fronteira do desconhecido, a telepatia é vista por muitos como um antigo truque de mágicos, ilusionistas e até estelionatários. De fato não foram poucos os golpistas que usaram as alegadas capacidades do “poder mental” para tirar dinheiro dos trouxas. Na mágica, isso é chamado entre outros nomes de “mentalismo”.

Mas esqueça por um minuto esse negócio de golpes, charlatanismos e 171. No pau da goiaba, como se diz:

A TELEPATIA EXISTE?

Responder a essa pergunta não é tarefa fácil. Já não parece fácil a priori, mas quando entra o método científico em cima, a coisa fica ainda mais complicada.

O termo ” telepatia” surgiu pela primeira vez em 1882, criado por Frederick W. H. Myers ,em um artigo de 1882 “Proceedings of the Society for Psychical Research”. O termo acabou por substituir expressões originais para o mesmo fenômeno, como transferência de pensamento.

Basicamente, podemos dizer que caso a telepatia realmente exista, ela seria uma forma de capacidade extrassensorial. Existem diversas outras “anomalias extrassensoriais” possíveis, e talvez por isso a telepatia seja colocada num balaião de “poderes” paranormais, tais como premonição, clarividência, telecinese, psicometria, etc.

Todas essas estranhas capacidades do ser humano são o campo de estudos do ramo paracientífico da Psicologia, a chamada Parapsicologia. A Parapsicologia trava uma batalha secular para tentar determinar se afinal, a telepatia existe mesmo, ou não. Atualmente, o consenso científico formal é que o fenômeno da Telepatia não existe de fato, embora relatos e evidências se avolumem ao ponto de manter o assunto em permanente estado de verificação.

É por conta disso que muitos  experimentos científicos sobre a telepatia continuam sendo realizados, incluindo aqueles feitos recentemente por universidades respeitáveis nos Estados Unidos (alguns com resultados positivos).

A ideia de que uma mente seria capaz de transmitir um conjunto de ideias para outra mente, é fantástica. Pessoalmente falando, eu acredito plenamente na telepatia, porque eu mesmo já consegui realizar essa façanha, (que de façanha não tem nada) algumas vezes, sempre de modo espontâneo e sem qualquer controle. Uma das mais estranhas situações de telepatia é tão estranha que nem sequer posso dizer que é telepatia mesmo. Esse caso ocorreu quando eu era uma criança ainda e me marcou muito. Eu nunca contei isso antes. Eu devia ter uns nove anos ou menos e estava vendo show da Xuxa.
Nesse dia, a Xuxa recebeu um convidado, era ninguém menos que o Ney Latorraca. O Ney foi no Show da Xuxa e ela o entrevistou brevemente. Depois daquele monte de conversa fiada que não me lembro direito, a Xuxa faz quele ping-pong de perguntas que a Marília Gabriela também gostava de fazer. Eu estava ali, de saco cheio, esperando a porra do desenho do He-Man, e nada daquela bosta de entrevista acabar. No fim, vira para ele e pede:  “Uma frase!” Ney para para pensar por um segundo.

Nisso foi como se eu tivesse sido atingido por uma clara ideia que eu tinha a completa percepção de que ela não era minha. E eu sei que não era mesmo, porque a frase veio pronta na minha cabeça. E era uma frase que eu nunca, jamais tinha ouvido ou lido antes, pelo menos até a altura dos meu nove anos de idade:

Cada segundo é um milagre que nunca se repetirá.

Assim que pensei isso vi estarrecido Ney Latorraca repetir a frase, letra por letra na televisão!

Eu fiquei sem ação. Eu senti claramente que aquilo não era um pensamento meu. E se não era, porra, então de onde veio aquilo?

Foi tão impressionante, tão acachapante e estranho aquilo pra mim que nunca contei a ninguém. Afinal, eu tinha feito telepatia com a televisão? Ou com Ney Latorraca? Mas não poderia ser, porque o programa da Xuxa não era ao vivo, ele era gravado. Então, como isso é possível? Eu nunca achei uma resposta que não fosse uma manifestação do inconsciente coletivo. EU sabia que seria inviável fazer telepatia com uma televisão, pelo fato simples de uma Tv não ter mente. Anos depois do ocorrido eu ainda me pegava pensando naquilo de vez em quando. Aí outra hipótese me ocorreu, também envolvendo a telepatia. Talvez eu tivesse feito uma conexão telepática com alguém que tivesse recebido aquela “mensagem” primeiro, como num “delay” comum de transmissão via satélite.

Sei lá. Foi estranho. Tempos depois a coisa se repetiu numa aula, quando eu novamente captei uma frase que um professor iria falar, poucos segundos antes dele falar. E não era nada previsível. Era a frase “Aviso aos navegantes”. Esse termo surgiu na minha mente no meio duma aula de História na sétima série. Foi como uma mágica, a coisa chegou na minha cabeça vinda do nada.
Apenas três ou quatro segundos depois, um professor de Português que eu tinha, chamado Paragó colocou a cabeça na janela da minha sala e disse ” Aviso aos navegantes… (não lembro o que ele disse em seguida, pois eu entrei em estado de choque naquele momento. Acho que era sobre entregas das provas.)

Poderiam esses dois casos estranhos ocorridos comigo ser coincidência? Eu duvido, principalmente no primeiro caso, por ser uma frase dessas de para-choque de caminhão que eu simplesmente não conhecia. E no segundo caso, que me desculpem os céticos, mas quem diabos pensa em “aviso aos navegantes” do nada, lendo sobre a Revolução Francesa?

É por isso que eu acredito em telepatia, mas não quer dizer que eu esteja certo. Há uma diferença enorme entre eu dizer que EU acredito e o que a ciência reconhece como verdade mesmo nesse mundo bizarro em que vivemos. Mas do mesmo modo relativístico, não é o fato da ciência dizer que algo não existe que faz com que um fenômeno que eventualmente possa existir desapareça, como uma string apagada da Matrix.

Então, se já aconteceu comigo, talvez aconteça com outras pessoas. É bem provável que isso realmente ocorra e numa mesa de bar, basta levantar o assunto para que surjam amigos contando como estavam numa situação de pensarem e talvez até falarem uma mesma frase ao mesmo tempo. Já aconteceu com você? Pode ser coincidência, pode ser um estado mental similar, pode ser identificação, pode ser um monte de coisa e nesse meio aí, eu perguntaria: “e telepatia, por que não”?

O menino telepata de 5 anos

Aos cinco anos, Ramses Sanguino não é uma criança comum. O menino está sendo saudado como um caso raro de criança telepática depois que sua mãe recentemente postou um vídeo dele aparentemente lendo sua mente e recitando números que ela escreveu sem o seu conhecimento. A filmagem chamou a atenção dos cientistas que estão agora estudando suas habilidades.

Sim, é o clássico truque do metalismo do século XIX que eu mencionei lá em cima. Mas pode não ser. Um bom cientista não conclui sem testar.

Ramses, é portador de uma forma de autismo. Ele é aparentemente capaz de recitar até 38 números escritos por qualquer pessoa sem que ele veja. Sua mãe, Nyx Sanguino, disse que não houve trapaça envolvida em qualquer um dos vídeos caseiros que ela fez, acrescentando que Ramses é “especial” desde o momento em que ele nasceu.

“Eu sabia que, mesmo antes de ele nascer, ele estava fadado a ser especial. Alguém que iria mudar o mundo”, disse ela.

Claro, toda mãe que se preze pensa isso do filho, mas Nyx (curioso nome sem vogal, né?) insiste:

“Mesmo quando ele era um bebê, ele não gostava de brinquedos, ele só gostava de ler. Ele começou a ler quando ele tinha 12 meses de idade e poderia até dizer palavras em Inglês, espanhol, grego, e algumas em  japonês. Quando ele tinha 18 meses de idade, ele sabia todas as tabuadas em Inglês e Espanhol e tinha aprendido da tabela periódica e todos os números atômicos. ”

Kim Peek
Kim Peek

Porra aí é foda. Portadores de síndrome de Savant, um certo tipo de altismo apresentam rendimentos mentais fora da curva. É o caso do falecido Kim peek que conseguiu decorar a tabela de Cep de TODOS os lugares DOS ESTADOS UNIDOS, bem como a Lista telefônica! E a Bíblia. O cara podia ouvir uma unica vez uma musica tocada no piano para reproduzir exatamente igual, tal qual um robô. Ele podia inclusive fundir estilos, tocar Handel com estilo Rachmaninoff, e coisas do tipo. O caso de Kim Peek, o cara que jamais esqueceu uma só palavra de todos os livros que ele leu na vida, foi a referência para o personagem de Dustin Hoffman em Rain Men.

Se o menino for um Savant, isso explica sua alta capacidade mental para palavras, tabuadas e tabela periódica com números atômicos. Mas nada, eu disse NADA pode fazer um Savant saber a priori números escritos num papel sem que ele veja. Nada a não ser a telepatia. E é por isso que este caso interessa à ciência.

Ramses-Sanguino

O menino poderia ser também um gênio? Um superdotado? É possível,  mas Nyx jura que seu filho é muito diferente, porque ela não pode explicar como ele aprendeu algumas das coisas que ele conhece.

“Ensinei-lhe algumas palavras de outras línguas, mas não tenho ideia de como ele aprendeu palavras em Hindi, árabe, hebraico com apenas três anos.  Pode ter sido através do computador que muitas vezes é deixado ligado. ”

Dra. Diane Powell
Dra. Diane Powell

O poder do cérebro incomum de Ramsés tem fascinado milhares de pessoas, incluindo a renomada neurocientista Dra. Diane Powell. O ex-membro do corpo docente da Harvard Medical School, ela atualmente trabalha numa clínica privada em Medford, Oregon, e está estudando Ramses como parte de sua pesquisa sobre telepatia.

Dra. Powell acredita que, se entendida corretamente, a telepatia pode vir a ser um método alternativo de comunicação entre as crianças autistas e seus pais.

“Encontrei muitas crianças autistas que foram relatadas com tendo poderes telepáticos e eu queria verificar se essas alegações poderiam ser avaliadas e realmente testadas sob condições rigorosas, controladas. Estou tão confiante que a telepatia existe quanto eu sou de um monte de coisas que foram realmente aceitas pela ciência. Eu nunca diria 100 por cento sobre qualquer coisa – mas eu tenho visto evidências “.

A Dra. Powell concorda que estar trabalhando com Ramses em uma pesquisa de telepatia coloca em risco a sua credibilidade como uma médica e cientista, (porque o mundo é bem escroto, né minha gente?) mas o que ela diz que já testemunhou sobre o menino a empolgou muito e a convenceu a continuar.

Ela testou o garoto usando o simulador de números aleatórios para escolher números para Nyx escrever e pensar. Ramses em seguida, tentou ler a mente de sua mãe e adivinhou todos os números com sucesso, tal qual no vídeo.

Em outro teste, o menino foi capaz de adivinhar corretamente nada menos que 16 entre 17 números que estavam escondidos fora da visão dele, incluindo um de dois dígitos.

“Fiquei espantada quando começamos a testar Ramses”, disse Nyx. “Nós temos uma ligação muito forte, que pode ter algo a ver com suas habilidades – mas isso está além de qualquer coisa que eu poderia ter imaginado. Eu não sei como explicar isso. Espero que a doutora Powell seja capaz de me dar algumas respostas. ”

Segundo a médica, Ramses é uma das crianças com cinco anos mais inteligentes do planeta, fato que faz com que Nyx sinta-se orgulhosa, bem como ansiosa. Ela está preocupada em encontrar a escola certa para o menino. Ele aparentemente já pode resolver problemas de álgebra, e começou a ter problemas na escola depois que começou a corrigir seu professor. “Eu coloquei ele em uma escola comum, mas foi um pesadelo”, disse Nyx.”Ele era o único que podia ler em sala de aula.”

“O professor gostava dele no início e chamou-o de “pequeno professor”. Mas logo Ramsés começou a corrigir o professor em sua ortografia e Matemática e o professor começou a isolá-lo dos outros estudantes. Eu tive que tirá-lo da escola. ”

Nyx está ensinando Ramses num sistema de homeschooling agora.  A mãe diz que a maioria das pessoas não consegue entender a maneira como ele pensa. “Ele está obcecado com números e vai contar tudo, casas, livros, cartas, e ele não vai parar até que ele tenha contado tudo o que ver pela frente.”, Ela diz.

“Ele formula questões de Matemática para as crianças pequenas, o que às  vezes é difícil para fazer amigos. Preocupa-me que ele pode acabar sozinho. ”

A Dra. Powell espera que sua pesquisa irá resultar em patrocínio para matricular o menino numa escola especial para crianças autistas. E Nyx está esperançosa também – ela espera que algum dia seu filho será capaz de usar suas habilidades para, nas palavras dela,  mudar o mundo. ”

“Eu realmente espero que um dia que Ramsés vai inventar uma cura para o câncer ou algo grande assim”, disse ela. “Ele é tão inteligente que às vezes ele me assusta.”

Pessoalmente acho uma puta sacanagem essa expectativa em cima do pobre menino. Mas para além disso, realmente é interessante saber se ele consegue realizar o poder de Xavier. Assim, seu apelido pode evoluir para “Pequeno Professor X”.

Related Post

36 comentários em “Telepatia: Garoto com poderes telepáticos de 5 anos vai ser testado por cientistas”

  1. ja aconteceu comigo também
    acho que cada cérebro emite uma frequência de ondas(ou algo mais quântico)diferente em cada pessoa
    e agora foi provado o entrelaço quântico de partículas, acredito que o cérebro consegue emitir algo mais avançado do que conhecemos , e entre o que pensamos e falamos a um delay de milissegundos
    naquele seu momento de um segundo de concentração olhando para ele, seu cérebro entrou na mesma “frequência” que o dele(acho que vc e varias pessoas)
    temos de estudar isso porque se descobrimos o funcionamento… a comunicação a distancia entre pessoas será incrível

  2. Particularmente, também acredito em telepatia. Certa vez, num passado distante (final de 2001), estava assistindo TV com minha namorada na época. Estávamos de frente para a TV e de lado um para o outro (ou seja, não nos víamos diretamente). Era um programa de auditório no qual um vidente fazia previsões para o ano seguinte. Em certo momento, ele começou a falar nomes de famosos que morreriam naquele ano. E falou um último nome que não pude compreender. Nessa hora, ouvi nitidamente a voz da minha namorada me perguntando: “Quem que ele falou?”. E eu respondi: “Não sei, também não entendi”.

    Quando olhei para ela, estava assustada olhando fixamente para mim. Perguntei: “O que foi?”. E ela: “Como você sabe que eu não entendi o nome que ele falou?”. Eu: “Ué, você me perguntou”. Ela: “Não perguntei, não. Estava aqui quietinha, me esforçando pra entender qual era o nome que ele tinha falado”.

    Além desse caso, é comum quando estou com minha esposa e, enquanto formulo uma frase que exige algum esforço mental, independente dela estar olhando para mim, antes que eu comece a falar, ela diz: “Oi? Não entendi”.

    Enfim, ótimo artigo! Espero que essas pesquisas continuem e tragam mais luz sobre o assunto.

  3. Philipe, será que tá certo aquela parte do texto que diz que foi o Sandro Sotilli que começou a estudar a telepatia? Sandro Sotilli foi um jogador do Internacional que é fã da banda de bailão San Marino, acho que zoaram a wikipédia

  4. Que fake brabo, apenas mais um caso de uma mãe querendo aparecer às custas do filho. O guri é inteligente sim, mas não tem poder algum.

    Tinha que adivinhar 5 números de 1 a 9 e ainda errou 2. Cadê a telepatia? hahahahahahah

      • Quando lemos algo, vocalizamos sem perceber. Tenta ler um texto, e sentirá movimentos quase imperceptíveis da língua. Será que não existe uma maneira do menino perceber isso, ou alguma expressão facial ou dica que as próprias pessoas não percebem que estão fazendo?

        • pode ser que o menino tenha adquirido uma habilidade de detectar o que a mãe pensa baseado em minúsculas e quase imperceptíveis expressões faciais. Anos atrás um cavalo ficou famoso por sua capacidade de fazer contas. Obviamente o cavalo não fazia conta alguma, mas ele conseguia saber os numeros baseando-se apenas na expressão do dono. A unica forma de saber se o menino não esta usando o macete do cavalo calculista é justamente usar o metodo cientifico para determinar o grau de confiabilidade. Para isso é preciso não só testes rigorosos mas uma “homologação” do caso através de revisão por pares nas pesquisas.

  5. Realmente é muito expectativa pra uma criancinha. Eu e minha irmã sempre cantamos a mesma música na mesma hora (sem combinar néh), ou falamos as mesmas frases, principalmente quando éramos crianças, não sei se pq somos gêmeas.
    Mais o lance da tv foi surreal, isso é bem diferente. Tem um documentário no Phylos muito interessante sobre telepatia, com muitos experimentos e entrevistas.

    • Acho que realmente tem alguma coisa a ver. É muito comum isso entre gêmeos. Será então que é porque alguma coisa que realmente possuímos, alguma substância em comum, no caso de gêmeos que se divide, tipo um pouco para cada um? Se soubéssemos o que realmente é aí sim pode poderíamos controlar.

  6. Muito interessante. Na verdade eu acho que essas aparentes manifestações “telepáticas”, como as que você descreveu que aconteceram contigo, sejam de outra natureza, ou outra classificação. Telepatia propriamente dita seria algum tipo de manifestação voluntária, controlada e permanente. Não é o caso dessas manifestações isoladas e ocasionais, que muitas pessoas tem, inclusive comigo também já aconteceu fato semelhante. Meu pai contou um fato parecido que aconteceu com ele também. Como vê, isso é mais comum do parece.

    • Pense isso como um musculo que você nunca usa, mas que de vez em quando pode ter um espasmo. Será possível aprender a treinar o processo cerebral que gera a telepatia? Talvez sim, mas antes é preciso que tenhamos certeza que ela exista, para depois entender como fazer isso funcionar legal sob efeito da vontade. Quase tudo em parapsicologia não ocorre sempre sob a manifestação da vontade.

  7. fico pensando o quanto a mente humana é “travada” me sinto um merda vendo essas pessoas savant que consegue desenvolver incrivelmente algumas partes do cérebro, espero que esse menino consiga ter uma vida tranquila e principalmente consiga fazer amigos.

  8. Vamos imaginar a seguinte situação: temos que criar um super computador. Esse PC tem que conseguir se “alimentar” sozinho, se mover, se reproduzir e principalmente, ele tem que evoluir até onde nós mesmos não conseguiríamos nem imaginar. Esse PC não poderia ser classificado como um mp3, mp4, mp5…o número de funções dependerá do tempo e da maneira de uso. Se nós somos essa máquina perfeita, então a telepatia, a telecinesia e tudo o que tem de mais gump no mundo são essas funções novas surgindo. Não sei se aquela história de usarmos apenas 10% do cérebro é lenda urbana ou é real, mas bate perfeitamente com a minha analogia.

  9. Comigo acontece o oposto, às vezes tenho a impressão de que as pessoas sabem o que eu estou pensando. A própria ideia de que existam telepatas já me deixa preocupado; como alguém que valoriza imensamente a privacidade, alguém entrando na minha cabeça seria a pior das invasões.

    • Diego eu posso estar enganado, mas a ideia de “alguém entrar na mente alheia para saber o que ela esta pensando” não deve ser o funcionamento padrão da telepatia, se fosse, como um telepata faria para saber, por ex, num ônibus, qual o pensamento pertence a qual pessoa?

  10. Particularmente, queria ter o poder de adivinhar só uns 6 números aí, de 1 a 60 rsrsrs… Mas agora falando sério, imagino que há muita coisa a ser descoberta ainda sobre a mente humana, sobre aquela parte mais profunda que ainda não temos tecnologia (ou bagagem evolutiva) ainda para desvendar.

    • Eu acho que já postei aqui sobre pessoas que sonharam com números da loto. Acontece mesmo! E elas ganham! Mas eu acho que neste caso não é telepatia e sim clarividência. (mas me parece que esses dois fenômenos podem estar ligados de alguma forma)

  11. Não vou dar minha opinião sobre telepatia, porque não vem ao caso. Mas no caso do menino, acho que a mãe é uma maluca querendo ganhar em cima de um menino especial. Achei meio psicopata a mulher.

  12. Eu acho interessante quando alguem fala “cura para O câncer”, porque câncer não é uma doença só. Existem VÁRIOS tipos deles, mesmo que o tecido original (tipo, Cancer de estomago) seja o mesmo. Como se vai descobrir a cura para várias doenças diferentes de uma vez só?

    • É uma boa questão. De fato, o “câncer” é o apelido popular de um monte de doenças diferentes. São células diferentes processos diferentes e etc e tal. Mas é possível (note que ão estou afirmando nada) que essas doenças possuam alguns elementos em comum, passíveis de serem rastreados por marcadores químicos, que podem ou não servir para atrair as células de defesa a atacarem as células defeituosas com o marcador. Supostamente é assim que a tal droga da Usp funciona. A droga, neste caso não é o que cura a doença, ela é só o marcador químico que faz o sistema imunológico “achar” a célula com defeito rapidamente. Quem faz o “serviço” é o próprio corpo da pessoa.

  13. Não sei se o meu caso se encaixa 100%, mas foi uma das experiências mais estranhas da minha vida. Em 2007 eu fazia curso pré-vestibular e ao longo do ano eu “marquei” o rosto de algumas pessoas que estudavam lá também. Em 2010, quando mudei o turno do meu curso, eu tinha absoluta certeza de que ao menos uma sete ou oito pessoas que fizeram cursinho comigo estavam na mesma sala que eu da faculdade. Ao longo do tempo fui fazendo certa amizade com essas pessoas e fui perguntando se elas fizeram o curso pré-vestibular no mesmo lugar e mesmo ano que eu. A resposta foi negativa em todos os casos. Enfim, foi muito estranho. Até hoje penso o que pode ter ocorrido.

  14. Alguns sábios chegaram a disponibilizar bastante conhecimento a respeito da telepatia e outros supostos sentidos ocultos do ser humano (como clarividência, clariaudiência, saída em astral e etc). Samae Aun Weor foi um deles, o cara que escrevey vários livros compilando conhecimentos disseminados hoje pelo Instituto Gnosis Brasil aqui no país, para qualquer um que procurar o instituto.

    Algumas filosofias orientais são bem fortes nesse sentido com conhecimentos milenares em relação ao assunto, atrelando estes sentidos/’poderes’ inclusive ao que chamam de Chakras, campos energéticos contido no corpo humano, com destaque para os 7 principais cada um atrelado a um suposto ‘poder’. Telepatia seria supostamente desenvolvida de acordo com o desenvolvimento do 7o chakra ou coronário (eles simbolizam com aquele simbolo do Om).

  15. Em ordem de sigilo da loucura:

    O de Sangue Azul e Frio reina a Terra.
    O Oculto governa entre as massas cegas.
    Os de fora, no planeta Terra, vivem no meio de nós.
    Existência da metafísica psíquica humana.
    Os poderes mentais transcendem a razão, tornam-se ameaças e segregam quem é diferente.

    O fantástico ainda é muito fantástico e deve continuar assim.
    Poucos estão preparados para a verdade.

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

shares