Os lagos mais perigosos do mundo

Sempre costumamos a pensar em lagos como lugares belos e calmos, com águas límpidas e plácidas. Basicamente isso:

%name Os lagos mais perigosos do mundo

Mas a verdade é que nem todos os lagos são essa maravilha aí não.

1- Lago fervente

%name Os lagos mais perigosos do mundo

O nome diz tudo. Localizado na República Dominicana, este lago é realmente a segunda maior fonte de água quente natural da Terra. A pate “fria” fica nas bordas externas, onde a temperatura é de  82 a 90 graus. Ninguém conseguiu saber a temperatura exata no centro do lago até hoje! Sabe-se  que ela passa dos cem graus, porque o lago ferve diuturnamente.

Isso é assim porque a água infiltra através de rachaduras no leito da terra e encontra magma, aí a água evapora e sobe, sugando mais água do lago para baixo.

2-Beleza que mata

%name Os lagos mais perigosos do mundo

Apesar de seu nome folclórico, o lago ferradura, localizado perto da cidade de Mammoth Lakes, é um assassino estranhamente silencioso. A cidade de Mammoth Lakes foi construída em cima de um vulcão ativo, (provavelmente não o melhor planejamento urbano), e durante anos Horseshoe Lake foi considerado um lago inofensivo. Mas cerca de 20 anos atrás, as árvores ao redor do lago de repente começaram a murchar e morrer. Depois de excluir todas as doenças possíveis, os cientistas determinaram que as árvores estavam sufocando com níveis excessivos de dióxido de carbono que sugiram de fendas no fundo do lago.  Em 2006, três pessoas se abrigaram em uma caverna perto de Horseshoe Lake e morreram por causa do grande volume de dióxido de carbono na caverna.

3- Lago Karakay

%name Os lagos mais perigosos do mundo
Situado nas deslumbrantes montanhas Urais da  Rússia ocidental, este majestoso lago azul profundo é um dos lugares mais mortais do mundo.

Durante um projeto secreto do governo, a Russia usou-o como uma lixeira para resíduos radioativos durante décadas, começando em 1951.

Agora ele é tão tóxico que uma visita de cinco minutos pode dar uma dose de radiação mortal a um homem adulto. Se alguém passar mais de uma hora nas proximidades do lago não há a mínima chance de sobrevivência. Durante uma seca em 1961, o vento levantou uma nuvem de poeira tóxica que atingiu 500.000 pessoas, uma tragédia só comparável ao lançamento da bomba atômica lançada sobre Hiroshima.

4- Lago Kivu

%name Os lagos mais perigosos do mundo

Esse lago devia mudar de nome para lago Sifú.

Ele que fica na fronteira entre a República Democrática do Congo e Ruanda, têm várias camadas de dióxido de carbono em seu leito de rocha vulcânica, também estima-se que ele contenha nada menos que 55 bilhões de metros cúbicos de metano gerado pelas bactérias no fundo do lago.

Isso gera uma combinação mortal de gases que torna Lago Kivu o mais mortal dos três lagos explosivos do mundo. Se um simples tremor de terra ocorrer na área desse lago, a agitação no leito pode liberar quatrilhões de bolhas de gás que gerarão uma nuvem letal para os 2 milhões de pessoas que residem na bacia do Lago Kivu, que poderão ou morrer de explosões de metano ou silenciosamente pelo avassalador gás dióxido de carbono, que te põe pra dormir e te mata silenciosamente. Uma tribo nas proximidades desse lago morreu anos atrás e ninguém sabia o porque. Foi graças a essa desgraça que se descobriu o leito de gases mortais no lago.

5- Lago Michigan

%name Os lagos mais perigosos do mundo

Dos cinco Grandes Lagos na fronteira Canadá-Estados Unidos, o Lago Michigan é o mais mortal do grupo. No verão, o lago é um ponto popular da natação para os moradores e visitantes, apesar de suas perigosas correntes que ceifam algumas vidas a cada ano. A forma do Lago Michigan torna particularmente propensas a correntes de retorno perigosas. Sabe-se que esse lago se torna mais letal nos meses de outubro e novembro, quando mudanças repentinas e significativas nas temperaturas do ar e da água aumentam a força das correntes e ondas.

6- Lago Mono

%name Os lagos mais perigosos do mundo

O Mono Lake, localizado no Condado de Mono, na Califórnia, é um antigo lago salino. O lago não tinha peixe, mas trilhões de camarões de água salgada e moscas alcalinas prosperavam em suas águas únicas.

Até 1941, este impressionante lago era saudável e forte. Mas, então, Los Angeles, que estava apenas começando um surto de crescimento, drenou a Bacia do Mono. Este mau uso dos recursos naturais continuou por quase 50 anos e quando foi interrompido em 1990. Mas era tarde. O  Mono Lake tinha perdido metade do seu volume, sua salinidade havia dobrado, e ele tornou-se um lago alcalino tóxico repleto de carbonatos, cloretos e sulfatos. Uma comissão foi formada para obrigar Los Angeles para corrigir seu erro, mas o projeto de restauração levará décadas para ser concluído.

 

7- Lago Monoun

%name Os lagos mais perigosos do mundo

Localizado no Oku Volcanic Field, em Camarões, o lago Monoun parece ser um lago comum. Mas suas aparências enganam, pois este é um dos únicos três lagos na terra que já explodiu sem aviso em uma erupção que produziu uma nuvem nociva de dióxido de carbono, que matou 37 pessoas em 1984.

Doze das mortes eram de pessoas que estavam andando em um caminhão que parou e quando eles saíram do caminhão para investigar, o gás letal os matou.

8- Lago Nyos

%name Os lagos mais perigosos do mundo

Em 1986, o Lago Nyos, que fica a apenas 62 milhas do Lago Monoun, explodiu também, depois de um bolsão de magma no fundo do lago vazou um volume colossal de dióxido de carbono na água, transformando-a em ácido carbônico. Um movimento sísmico abruptamente emitiu uma gigantesca nuvem de dióxido de carbono na atmosfera, matando milhares de pessoas e animais em cidades e aldeias locais.

A tragédia foi o primeiro caso conhecido de asfixia maciça disparada por um evento natural. O lago continua a representar uma ameaça porque sua parede natural é frágil e até mesmo o menor tremor poderia destruí-lo. Se a água do lago Nyos fluir livremente, ele poderá destruir muitas aldeias no caminho para a Nigéria.

9- Lago de ácido sulfúrico

%name Os lagos mais perigosos do mundo

O ácido sulfúrico que enche o interior do cone, é formado pelas emissões de gases sulfurosos e enxofre emitidos pelo vulcão. Qualquer animal, planta ou ser vivo que cair ali, vira gosma.

Este lugar aprazível fica na Costa Rica e se chama Vulcão Irazu. O Vulcão fica próximo à cidade de Cartago. A cratera do Irazu tem 300 metros de profundidade. Embora vulcões sejam muito quentes, a temperatura perto da cratera é de 7,3 graus.

Além de ser um lugar bizarro, o cume deste vulcão (ativo) é o único ponto da América onde é possível ver o Oceano Pacífico e o Oceano Atlântico, do alto dos seus 3.432 metros!

10- Lago da morte (nome que diz tudo, né?)

%name Os lagos mais perigosos do mundo

Este lago incrível e lindo é também perigosíssimo! Ele fica na ilha da Sicília, e tornou-se famoso por suas águas, que não são inerentemente água apenas, mas ácido sulfúrico concentrado, tão destrutivo, que o lugar ficou conhecido pela fama da mafia Cosa Nostra jogar ali seus desafetos.   Em poucos minutos a lagoa mortal, alimentada por duas fontes subterrâneas com H2SO4 , destrói qualquer matéria orgânica, deixando o espaço em seu entorno totalmente estéril.

 

Artigos relacionados

Comments

comments

7 comentários em “Os lagos mais perigosos do mundo”

  1. Tem um outro lago mortal desses de ácido sulfúrico, na ásia eu acho… Nele é feita extração de enxofre.
    Philipe, tu vai fazer matéria sobre a-coisa-que-passou-no-céu-do-sul-do-país?

  2. Olá.
    Estive no Iazu em 2005 e tanto nas placas ao redor da cratera como o guia informam que a cor esverdeada se deve ao excesso de Cobre na água misturado com enxofre. Apesar da combinação H2SO4 poder ser obtida por lá, o lago não é de ácido sulfúrico como o texto deixa a entender. A contaminação por cobre associado à temperatura gera vapores tóxicos sim, mas não ácidos.

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.