O fantasma do Picasso?

Galera, conforme prometi no facebook, aqui está o post do misterioso fantasma do Picasso.

O caso começou quando o leitor Gilson Ricardo me escreveu para contar que o sobrinho dele,m Jairo Wanderson, lá de Chapecó -SC estava viajando em Foz do Iguaçu -PR com o pai dele. Na hora da “aparição”, o pai dele estava dormindo. Jairo teria ido até a janela para tirar uma foto da paisagem. Ao bater a foto ele não percebeu, mas depois que viu a imagem, notou um rosto fantasmagórico aparecendo atrás dele.

Esta é a foto que Jairo tirou (clique para ver no tamanho real):
%name O fantasma do Picasso?

Como estava com uma neblina, o Rosto é facilmente visível. E como a neblina é uniforme, me pareceu bastante curioso o rosto em questão. Olha em detalhes o rosto (realcei no Photoshop aumentando o contraste):
%name O fantasma do Picasso?

Eu achei o rosto incrivelmente parecido com o do famoso artista Pablo Picasso.

Seria o fantasma do Picasso?

%name O fantasma do Picasso?

Minha primeira (e única até agora) hipótese para a foto é que Jairo tirou a foto de um reflexo da Tv do quarto de hotel, que estava atrás dele. Por ser luminosa, a imagem da Tv teria ficado claramente definida no vidro fumê da janela do hotel.

Uma coisa que me leva a supor que o “fantasma” não é nada além de um reflexo na Tv é o corte vertical e horizontal no próprio fantasma. Veja:
%name O fantasma do Picasso?

Isso sugere que o mesmo estaria no canto do vídeo. Neste caso, teríamos aqui um exemplo de um mero engano. Mas o problema é que Jairo, através do Gilson Ricardo diz que na hora da foto a Tv não estava ligada.

Isso nos leva a duas potenciais situações:

1- A aparição ocorreu no aparelho de Tv quando Jairo estava de costas.

2- A Tv estava ligada e Jairo se confundiu (ou mentiu sobre este fato)

Não é a primeira vez que tomo conhecimento de fantasmas surgindo em televisores. Há muitos anos que pesquisadores buscam através do que chamam “Transcomunicação Instrumental” o contato com pessoas desencarnadas através de equipamentos eletrônicos.

Buscando por TCI na internet, podemos encontrar diversos videos e imagens que sugerem ser de pessoas já desencarnadas, se comunicando com este plano através de mecanismos sutis, que são ampliados pelos equipamentos eletrônicos. Pessoalmente eu tenho uma certa reserva para com estes estudos porque considero que a ampla maioria dos que já vi são meros casos de pareidolia, embora deva admitir que algumas imagens são de fato intrigantes. Veja:
%name O fantasma do Picasso?
Embora o contato com espíritos usando equipamentos eletrônicos pareça algo super moderno, é espantoso descobrir que se trata de um estudo deveras antigo. Já em 1927, o famoso inventor americano Thomas Edison, declarou estar pesquisando um aparelho que lhe permitisse estabelecer contato com os mortos. Apesar dos seus esforços ele não obteve sucesso e apenas em 1959 foram obtidos os primeiros sucessos neste campo, quando Friedrich Jungerson gravou acidentalmente as primeiras vozes de espíritos enquanto tentava gravar gorjeios de pássaros em Molbno, Suécia.

O fato da aparição na Tv me lembrou um caso que li há muito tempo (acho que foi aqui mesmo no blog) de uma leitora que contou que um rosto assustador aparecia na tela de Tv dela de vez em quando. O Rosto surgia do nada na tela, sem que a Tv estivesse ligada. Numa das aparições, a Tv estava inclusive desligada da tomada, e o macabro espetáculo teria sido testemunhado por mais de um familiar.

Seja como for, esta é uma ideia um tanto quanto perturbadora:  Você acorda no meio da noite para beber água e ao cruzar a sala, vê surgir uma pessoa de olhando fixamente pra você no meio da televisão. Cruz credo!

Bom, esta é a minha hipótese. Gostaria de ler as hipóteses dos demais leitores. É o Picasso? É na Tv? Surgiu do lado de fora? Seria um fenômeno parapsicológico?  É um inseto? Pareidolia? Balão meteorológico?

Deixo aberta a discussão e convido o próprio Jairo e o Gilson Ricardo a elucidar as duvidas da galera.

Agradeço ao Gilson Ricardo e ao Jairo pela autorização de postar o caso no Mundo Gump, bem como o uso das imagens.

Artigos relacionados

Comments

comments

26 comentários em “O fantasma do Picasso?”

  1. Tem um fenômeno chamado “escotoma” também (o psicológico, não o físico), que eh mais ou menos o que o Sir Leigh fala em “O Código da Vinci”: “a mente vê o que quer ver”, ou seja, um tipo de “nuvem” que impede que vejamos o que está na frente de nossos olhos…

    Quanto às experiências com aparelhos eletrônicos, tive a oportunidade de conhecer um desses, pena que esqueci o nome do troço… o local era o INPP (Instituto Nacional de Pesquisas Psicobiofísicas), sediado na Fac. Espírita aqui em Curitiba – PR em meados de 1989. Na época o chefe do depto. era o Wilson Picler, atual Dep. Federal aqui do Paraná. Tinha uma história que um primo meu me contava (ele trabalhava lá na época, eu ia lá porque estava interessado em cursar eletrônica, o que acabou acontecendo nos 4 anos seguintes) que um dia o James (outro funcionário) estava fechando o laboratório quando o negócio começou a falar sozinho do nada, o cara saiu correndo desesperado… eu hein!!

  2. Pra mim, ou é um caso de Pareidolia (quando a mente associa imagens disformes a algo que já conhecemos) – e por isso vemos o rosto (nunca tinha visto essa palavra, “escotoma” descrita no post acima); ou, mais provavelmente, o vidro da janela estava fechado e refletiu uma imagem da televisão ou de alguém atrás do fotógrafo, como o Philipe surgeriu. E foi exatamente o que pensei quando vi a foto, antes de ler o resto do post.

    Acho o Picasso um dos maiores artistas de todos os tempos, que pena que numa era de Lady Gaga não deve ser o fantasma dele pra dar um jeito nas coisas hehehe.

    Aliás, esse “fantasma” não me parece nada com ele. E chama a atenção o fato do pai do rapaz estar dormindo no momento da foto. O rosto não parece justamente de um homem entre 30 e 50 anos dormindo? x_x

  3. É pode ser pareidolia ou montagem. Se ele estiver dizendo que não fez nenhum tipo de alteração, a câmera pode ter captado algum reflexo, só pode. Ou será que o fantasminha tava espiando os dois…
    Ah, só uma correção, Chapecó fica em Santa Catarina.

  4. Tenho duas experiências com fotos, parecidas com essas.
    Uma, inclusive, consigo “prova” (no caso, a foto). O problema deste caso é que a foto não foi tirada por mim, é uma “lenda” urbana aqui da faculdade, então não dá pra saber se alguém alterou ou não.
    Conta a história que uma turma de Ed. Física daqui do ano de 2004 (se não me engano), foi tirar a foto de formatura e, ao revelar, apareceu uma “pessoa” a mais na foto. O pior é que a foto está exposta no salão de entrada do prédio da ed. física e, se você contar o nome dos formandos (em uma tabela que fica embaixo da foto), dá pra reparar que não bate com a quantidade de pessoas que aparece; realmente tem uma “cabeça” a mais na foto.
    O pior é que a cabeça em questão fica no último degrau do palanque da foto. Ou seja, a pessoa (se for uma real), teria que ter subido, ficado parada no momento da foto e ainda, nenhum dos outros formandos nem o fotógrafro teria que ter reparado na “entrada” do penetra curioso.
    É totalmente Gump a situação.

    Vou ver se consigo “fotografar” o painel, com foto e nomes, com minha máquina. Daí depois repasso.

  5. Reflexo sem duvida, na verdade se olhar um pouco mais de longe da pra até pra ver os contornos esquerdo e abaixo da tela assim como a borda branca da mesma. (Ou auto induzi uma pareidolia =x)

    Eu diria que ele usou um notebook ou a tela de um monitor mesmo com a imagem pausada e tirou a foto após ver que a mesma refletia no vidro, seria bem interessante se a mesma não estivesse cortada :B

  6. O rosto em qestão me lembrou muito mais o José Serra que o Picasso. Será que não é o reflexo de um close no rosto do Serra em alguma propaganda eleitoral?

  7. É, o fenômeno eletrônico existe de fato. Eu mesmo já capitei uma voz com uma câmera digital em um local totalmente silencioso. Era uma mulher que sussurava claramente “Eu a matei”. Não é tão incomum quanto parece ser. Meu amigo também tem gravações de vozes em um dos quartos da casa dele.

    • Nossa, deve ter sido assustador.
      Um caso muito legal de TCI é o da Anna Sharp, que tentava fazer isso usando um gravador numa casa vazia em Petrópolis nos anos 80. Após chamar pela casa algum espírito, ela deixou o gravador ligado e saiu. No fim do dia ela voltou e ao tocar a fita ouviu um grito:
      -NÃO BRINQUE COM O QUE NÃO CONHECE!
      A Anna nunca mais mexeu nisso, hahaha. Se cagou de medo.

  8. Estranho, de um mês para cá tenho feito trabalhos em argila que ficam legais e o tempo todo estou me lembrando de Picasso, das fotos que vi na Internet, de reportagens dele pintando, esculpindo, desenhando…também pintando com a luz…sim, ele pintava com a luz no ar e alguem fotografava – acho que isso até já apareceu no Mundo Gump.Porquê será que Picasso fica futucando o inconsciente coletivo nessa época de outubro? Deve ter alguma razão. O pior é que comecei a vender os trabalhos de argila pintados e estou ganhando uma boa grana…

  9. Olá gente essa e minha primeira vez aqui e gostaria de compartilhar com vcs um acontecimento intrigante que me fez chegar até esse site, sou corretor de imóveis e ontem dia 11 de outubro fui visitar uma granja que esta a venda e como de praxe tirei várias fotos do local, tanto da parte interna da casa como do exterior, e ontem mesmo passando as fotos para o computador percebi que na foto que tirei da sala, apareceu uma imagem estranha na tv, e essa imagem possui varias cores, parece um lago e tem detalhes vermelhos, outros na cor azul, o mais estranho e que a tv não estava ligada, e a sala e bastante clara, sera que isso tem explicação cientifica, pode ser efeito do flash? derepente a sombra de algum enfeite da sala? como faço para enviar a foto pra vcs? fiquei tão assustado que resolvi procurar sobre isso na net, por isso cheguei nesse forúm.. …

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.