O colecionador de moscas

Imagine uma pessoa que mata moscas o dia todo. Esta pessoa que você imaginou existe e está na China (pra variar).

O colecionador de moscas

Ele se chama Wu Xi Lin e matou nada menos que 13 milhões de mosquinhas em dez anos de trabalho duro. Não, Wu Xi não é maluco. Ele apenas é dono de uma empresa especializada em capturar mosquitos, moscas e baratas na cidade de Yu Yao, província de ZheJiang. Na foto vemos Wu todo pimpão pesando suas mosquinhas assassinadas,  desinfectadas e preservadas.

O que será que vão fazer com este treco? Espero que não seja para comer.

Fonte: XinHuaNet

Related Post

11 comentários em “O colecionador de moscas”

  1. Não sei não Philipe se não é para comer, esse pessoal adora uma iguaria estranha, esse dias vi na net um doido que caçava formiga para fazer um chá afrodisiaco…o cara ficou rico só vendendo produtos feitos de formigas de tudo que é tipo, montou uma industria para dar conta dos pedidos….

  2. Agora, quanto ao fato de a maior parte das pessoas bizarras se encontrarem na China é uma simples questão estatística: como a maior parte da população mundial se encontra na China, logo a maior parte dos bizarros se encontram na China. É um efeito similar ao efeito “bandido flamenguista”.

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

shares