Mundo Gump – 9 anos!

Caramba, parece mentira que o Mundo Gump completou seu nono ano de existência… 

Meu, nove anos é coisa pra dedéu… São mais de 90.000 comentários, há livros inteiros aqui dentro… No caso deste blog então, onde eu sozinho faço tudo, do TI ao atendimento, marketing, relações públicas, editoria, matérias e em paralelo ainda consigo ter uma vida de artista/empresário chego a me surpreender como eu consigo criar tempo.

Sim, porque o tempo é uma coisa finita, e eu arriscaria dizer, a única coisa que é um bem realmente democrático na face da Terra. Isso porque a hora tem 60 minutos tanto para um mendigo quanto para o Donald Trump e para o Bill Gates. A menos que você mate um cara, você não tem como tirar o tempo dele.

O ano tem a mesma quantidade de dias, seja você pobre, rico, branco, preto, gay e até argentino. Tudo bem que se você for judeu o ano é diferente, mas o TEMPO, essa variável cada vez mais valiosa e escassa, passará igual.

É por isso que no dia 23 de janeiro, no dia do aniversário do blog, e meu de idade, e meu de casamento (15 anos e com a mesma mulher!) eu optei por não ser um escravo do tempo. Eu desbundei. Peguei a patroa, o bacuri e queimei chão rumo a uma vila de pescadores, escondida em meio à mata Atlântica, onde o mar é cristalino, as areias são brancas, o celular não pega e a água de coco é quatro reais.

Foi ótimo. Esqueci do trabalho, esqueci deste blog, esqueci do facebook… Praticamente não vi televisão, e meus dias se resumiam a brincar com meu filho no paraíso e desmaiar para aguentar o dia seguinte.

A melhor coisa que uma pessoa super conectada pode fazer é tirar uns dias para ficar analógico. É onde está a verdadeira felicidade. Não que escrever online e conversar em chats não me animem. Eu gosto muito disso, de jogar ps3, ver netflix, fazer skype com meus amigos e parentes no exterior, vasculhar a net em busca de bizarrices que mereçam um post,  e coisa e tal. Mas se desplugar de tudo é tão bom, meu…

A vida nos grandes centros é muito cheia de atividades. É o tempo todo daqui pra lá, e telefone e como dizia Vinícius de Moraes, “…e tome gravata… o amor sem paixão, o corpo sem alma, o pensamento sem espírito (e tome gravata!) e lá um belo dia, o enfarte; ou, pior ainda, o psiquiatra”

A gente praticamente esquece de parar e olhar uma pedra, uma planta. Um menino correndo de uma onda… Essas coisas ajudam a nos mostrar que estamos vivos e em paralelo ao mundo fervilhante de apitinhos de skype, barulhinhos de messenger, e telas azuis do windows. Há sim o azul, mas no céu. Os cantos, são dos pássaros e não de recalcados de twitter narrando a novela ou o reality que você não vê, e os amigos mais próximos podem ser dois sujeitos estranhos enfiados em sungões puídos molhando os seus dreadlocks no mar.

De fato, há muitas noções do que é felicidade, e longe de mim cagar regra. Não faz o meu tipo. Há quem pense que felicidade é ser o primeiro da fila de compra do último gadget, correr de Ferrari em Mônaco, há quem pense que é dar um rolezim de carro zero, ou só tirar a bermuda para colocar a sunga. Pra mim, felicidade está nas coisas simples.

É isso aí.  Só posso agradecer a todos os leitores que contribuem com este espaço, lendo e sugerindo pautas, os anunciantes que ajudam a manter o Mundo Gump no ar e com conteúdo grátis para todos. No primeiro post deste blog, a exatos 4.364 posts atrás, eu dizia que o estava criando, mas não sabia onde que isso ia dar. A verdade é que até agora ainda não sei onde que a gente vai parar.  Nove anos de blog e a gente segue em frente.

42 comentários em “Mundo Gump – 9 anos!”

    • O lance é que eu acho que minha casa não comportaria tanta gente, hehehe. Tem mês que as visitas passam de um milhão de pessoas. Se vier geral vai ser o megarolezinho do século, acho que nem naquela área do Rock In Rio comporta, hahaha. POr isso que eu digo que meu sonho era ganhar só um real de cada leitor. Nada mais.

  1. Cara, pq vc não faz um post comemorativo contando sobre o início do seu site? Ainda na era do blogspot! Da onde você tirou idéia de criá-lo, como foi, etc etc… Seria interessante. Ao menos pra mim seria…

  2. O blog tem 9 anos e acho que há uns 8 (ou serão os 9 mesmo?) eu o acompanho.

    Parabéns ao melhor blog que existe (na minha humilde opinião)! Parabéns ao Mundo Gump!

  3. Parabéns pelos 9 anos Philipe. Só tu mesmo pra ser mestre em fracionar o tempo para ser empresário, blogueiro, escultor, marido e pai. Que venham mais anos ainda de posts divertidos, esquisitos e tutoriais de escultura. Parabéns!

  4. Parabéns Philipe pelos 9 anos de Mundo Gump.Sempre que quero ver coisas novas e curiosidades bacanas,venho em seu site,é automático para mim,Parabéns e tudo de bom………..

  5. Nossa nem parece que faz um ano do outro post de aniversário!!! O tempo voa, e realmente pra todos!! Parabéns por mais um ano do ótimo blog que é o MUNDO GUMP, Parabéns pra vc!!! e pelo seu casamento!! Muitas felicidade da forma simples que você gosta!!! E que venham muitos aniversários de blog, casamento e seu!!!

  6. Parabéns Philipe, pra vc, pro seu casamento e pro Mundo Gump, que é meu companheiro de todas as manhãs, blog preferido q recomendo a todos os meus amigos, sempre!
    Tomo até a liberdade de dizer q é um blog de “amigo” meu, o Philipe do Mundo Gump, é sim, pq pra vc nós somos anônimos, mas pra nós, ainda mais quem está no seu face, acompanhamos sua jornada não só de blogueiro, mas de pai, marido, escultor, fotógrafo e outras tantas coisas mais q vc faz nessa vida, portanto considero sim, vc como um amigo, q “vejo” todos os dias e fico aqui torcendo por vc, pela Nívea, pelo Davi e pelo Mundo Gump, q todos vcs tenham muuuuuuitos mais anos de vida, alegrias e claro, GUMPICES pra compartilhar com a gente, seus seguidores, torcedores e amigos virtuais!
    Longa vida ao Mundo Gump!
    Bjos, Juju

  7. muitas felicidades Philipe, pra ti pelo aniversario, pra ti e pra 1ª Dama pelo casamento e pro Mundo Gump por ser o blog mais foda que eu conheço, acompanho teu trabalho não sei faz quanto tempo, e só da pra dizer que é muito bom, que o blog dure mais uns 200 anos cara.

    Obs: puta merda continua “As crianças da noite” pelo amor de Deus cara!!!!

  8. Parabéns pela empreitada. Ainda luto todo dia para conseguir administrar meu tempo, mas só para acabar, no final do dia, de cara com a triste realidade: a cada dia que passa, sou menos dono dele. Nosso tempo, no final das contas, acaba sendo mais “dos outros” do que “nosso”, propriamente. Dos compromissos, das obrigações, e, principalmente, da fila de espera, seja ela qual for.
    – Gostei do “digital” voltar para “analógico”, de vez em quando, e ir mais devagar. Afinal, tendo pressa, estaremos apenas querndo que o fim chegue logo… e ele chega.
    – Me faz lembrar (e isso é ótimo, pois o cérebro continua funcionando) da melhor definição de tempo, ou de quanto ele dura, que já ouvi até hoje, e foi em uma palestra: a real duração de um minuto depende de qual lado da porta do banheiro vc. está; pode ser algo pequeno; pode ser uma eternidade…. rsssss….
    – enfim, realmente é muito bom se desligar (ou desplugar) de vez em quando e aproveitar para recarregar as baterias com o cérebro “hibernando”, num paralelo com os notebooks: há quem defenda que as baterias recarregam melhor com a máquina parada.
    – Felicidades e vamos que vamos, pois vc. citou o grande “poetinha” Vinícius; eu cito Cazuza: o tempo não para; não para, não, não para…

  9. PARABENS!! Adoro! O Mundo Gump é o melhor, mais inteligente e mais divertido site do tipo! Amo os posts e as fotos! Meus preferidos foram os posts sobre o Cemitério no Everest, a cidade em que se queima os cadáveres na Índia, a cidade em um cemitério em Manila e as lendas urbanas brasileiras! Ah, o da UVB tb arrasa hahahahha!! Adoro os posts grandes, que prendem sua atenção! Sei que vc trabalha e tem um filhininho, então nem vou reclamar te pedindo pra postar mais.. Mas admito que adoro entrar e ver a página inicial cheinha de coisas misteriosas novas! Ta de parabens!! Beijocas!

  10. Parabens, mesmo de coração. Você é um poeta. Como voce disse , temos que recarregar as baterias de tempos em tempos, e nada como dar valor as coisas sem valor de vez em quando.
    ABRAÇOS!

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.