Max vence o BBB

Max vence o BBB Pois é. Meu amigo Max Porto venceu o BBB. Muito legal foi engraçado ver a vibração da galera aqui na minha rua. Muita gente gritou. Parecia gol do flamengo.

Eu confesso que não acompanhei o BBB no início e só fui descobrir que o Max tava lá porque entrei no orkut pra perguntar uma arada pra ele (o Max é do time de malucos, digo artistas, que fazem bonecos, daí acabamos trocando algumas infos de vez em quando) e qual não foi minha surpresa ao ver dezenas de recados do tipo: “boa sorte na casa”, “cuidado com o paredão” e etc. Eu pensei… Calma aí. Será que… Fui olhar e era mesmo: O Max tava no BBB.

Com isso eu acabei ficando compelido a assistir aquela bagaça. A coisa coincidiu com a minha volta ao fabuloso – e repetitivo – mundo da TV à cabo. E assim eu tinha um canal só passando aquilo. Entre um zapping do Discovery para o NatGeo e Sexyhot, eu acabava passando pelo canal do BBB e volta e meia lá estava o Max se agarrando com a Fran, e aquela morena rebolando provocantemente para a câmera.

É engraçado ver uma pessoa conhecida virar uma celebridade a jato como foi com ele. O troço é tão impressionante que volta e meia eu vejo pessoas conversando sobre o cara, sobre o BBB, principalmente no meu trabalho. Quando eu comento que conheço ele todo mundo leva meio que um susto. Acho que as pessoas levam um susto porque é como se algo daquele universo restrito da telinha magicamente sai para o mundo real.

Dentro daquela idéia da teoria dos seis graus de separação, é como se as pessoas que me conhecem descobrissem que de um modo mágico, acabam ligadas a ele.

Engraçado foi nas duas vezes em que o Max falou do Mundo Gump lá no BBB. O cara é leitor aqui do blog e tão logo ele falou, já veio muita gente aqui me avisar: “Se prepara, o Max falou do Mundo Gump no BBB”.

O impacto das declarações do Max não afetou a visita de leitores de modo significativo, mas foi legal ver o cara lembrar do meu blog. Afinal, isso me dá trabalho, e qualquer reconhecimento, por menor que seja, é satisfatório. Até mesmo o cara lembrar de uma parada que leu aqui e citar no programa.

Bom, parabéns ao Max, que entrou para a minha lista de amigos ricos, (hahaha). Eu fico pensando: Será que com um milhão de reais na conta ele ainda vai fazer bonequinhos? Pergunto isso porque me colocando no lugar do Max, eu fico pensando se eu faria. E a resposta é sim. Certamente que eu continuaria fazendo bonecos.

Voltando ao universo do mundo Gump, graças ao Max, a média global do poder aquisitivo dos leitores subiu, hahaha.

Será que o Max vai levar à cabo suas idéias de quando entrou na casa? Ele queria montar um estúdio de animação 3d se ganhasse. fonte

Eu que mexo com 3d não faria isso. Eu aplicaria essa nota preta, viveria de renda e faria 3d como já faço bonecos, só por diversão.

O que você faria com um milhão de reais na conta?

Related Post

28 comentários em “Max vence o BBB”

  1. Cara quanta coincidencia esse assunto, ontem mesmo em uma conversa com um amigo meu de infancia fiquei sabendo que um outro amigo meu das antigas esta bem pra caray la em Brasilia, como medico, o cara ta ganhando uma nota, nao preciso dizer quanto é, mas é mais de qq deputado, senador, presidente ganha. Ae como vc disse, agora tenho mais um amigo rico na lista, ae eu pensei justamente sobre isso, eu devo conhecer umas 5 pessoas q estao no meu msn que ganham bem por mes, mas esse em Brasilia é disparado o q esta melhor. Fico bolado como as nossas decisoes em certos momentos de nossa vida irao refletir pra todo o resto, é claro q existe a chance de “mudar a qq hora”, mas cada ano q passa fica mais dificil. As vezes pensamos em fazer oq gostamos e nem sempre isso é vantajoso em termos financeiros, tenho amigos que fazem oq gostam e ganham uma grana preta tb… Bom resumindo, muitas vezes é questao de sorte vc poder fazer oq gosta e ter retorno financeiros disso, mas sei tb que na maior parte das vezes depende da gente correr atras tb. Valeu philipe, grande abraco. Obs.: Fala pro MAX que eu quero parte desse milhao, votei demais nele! huauhaahuahua

      • Entao ainda tenho uma chance! HUAHUAHUAAHU Mas seria legal conhecer essa figura de perto, é aquilo q vc falou, é uma sensacao estranha de achar que as pessoas q estao na telinha sao meio q intocáveis, algo q para a maioria nao tem como nem chegar perto ou sequer conhecer. Bom, se ele tiver lendo isso fica um pedido para conhece-lo! Grande abraco Philipe.

  2. Mundo Gump? Conheci agora e estou gostanto.

    BBB? Acho que faz mal pra muita gente que, despreparada, gasta tempo em algo que só os educa a serem consumidores e a buscarem valores de vida errados. Mas, alguns ganham dinheiro. Vale a pena o custo?

    Uma sugestão de leitura de um texto que escrevi:
    http://trink.wordpress.com/2009/04/03/bbb-paredao-final/

    Abraço a todos.

    Parabéns Philipe pelo Mundo Gump. Vou ler mais.
    Run…

    • Cara ja pensei assim tb e acho q é claro que se vc fica o dia inteiro na frente da tv realmente é falta do que fazer, mas ver apenas a parte editada onde nao te toma nem 20 min por dia nao tem problema algum. O lance do BBB ao meu ver é claro q é puramente comercial, sendo um dos programas que mais gera renda para Globo, acredito eu, mas o legal disso tudo é vc ficar analisando as atitudes e reacoes das pessoas que estao envolvidas la dentro, acho bacana mesmo que a principio elas demonstrem uma certa falsidade coisa q com o tempo é dificil segurar, resumindo, a sua opiniao vai continuar sendo essa, nao adianta eu falar qq coisa aq pra tentar de persuadir.

  3. O BBB, da mesma maneira que pode tornar uma pessoa conhecida, pode transformá-la em vilã, do dia para a noite.
    Eu conheço o Rogerinho, que foi BBB tb, e a edição passou a impressão que o cara era um canalha frio e calculista e etc, porém, como meu vizinho, ele sempre foi um cara animado, que curtia festas e etc, nada daquilo que a TV fazia a gente acreditar que era (nos 20 minutinhos diários).
    O problema é que o povo realmente acha que conhece a pessoa pelo que passa na TV.
    Eu não assisto ao BBB, mas se o Max for um cara gente boa, mereceu ganhar, já que, pelo o que eu ouvi, evitou confusão e levou o jogo na limpa.
    A propósito, nada contra quem assiste, mas acho que, se você precisa parar e ver a vida de outra pessoa acontecer, é sinal de que sua vida é desinteressante até pra você mesmo. Mude seus rumos.

    • É isso ae, opiniao é que nem c* cada um tem a sua mesmo, cada um le e interpreta da maneira que quer e isso vai ser sempre assim, nao sei se o comentario foi pra mim devido ao que escrevi antes, mas se foi, nao tem problema nao, é isso mesmo, a vida toda é isso, mesmo tentando agradar a todos e por mais que vc queira muito ser gente boa e andar na linha vc NUNCA vai conseguir isso, por isso temos que ler ouvir e analisar e filtrar e oq realmente presta vc carrega pra vc, oq nao, vc esquece e joga fora. Nao faz muito sentido vc dizer uma coisa dessas se vc parar e pensar q mesmo nao querendo vc “vive a vida dos outros” a toda hora, com ou sem BBB, na sua rotina diaria, conversamos, brigamos e no final estamos todos juntos em uma sociedade intergrada onde vc vai reclamar do vizinho ou elogiar aquele colega de trabalho. Mesmo nao querendo vc vai estar envolvido e isso nao quer dizer q vc estara vivendo a vida de outra pessoa ou mesmo q sua vida seja desinteressante. Abra a cabeca.

      • Não. Não respondi pra você não, mas sim uma crítica ao tipo de programa, que não traz absolutamente nada de construtivo e ainda faz a gente parar pra ver a vida dos outros acontecerem na TV, ao invés de irmos atrás de viver as nossas próprias.
        Se você se sentiu ofendido com isso, sinto muito, a intenção não era essa. Apenas fazer as pessoas pensarem se não compensa mais gastar tempo consigo mesmo do que simplesmente gastá-lo vendo a vida dos outros acontecer.
        E outra, convivio social é algo inerente ao ser humano, enquanto ver o BBB é apenas observar a vida do outro a troco de nada. Ajudar seus amigos é algo bacana, observar os outros na TV só por observar é que é viver a vida dos outros.

        • Eu estou aqui assistindo a discussão e penso que BBB nada mais é que um show. É um show de tv, gente. Penso que se algumas pessoas tem vidas medíocres – e de fato tem – elas vão acabar fazendo um determinado uso do programa. Outros, verão o programa de um modo diferente. Não existe apenas uma forma de ver um programa de Tv. Me parece bem claro que uma pessoa inteligente pode assistir BBB observando de um ponto de vista crítico, tentando entender qual o objetivo oculto por trás da seleção de cada “melhor” momento e isso diz muito acerca da mão invisível que governa a mente do povo. Mas é perfeitamente possível e aceitável que outra pessoa inteligente decida acompanhar a “novela” e não gaste seus preciosos neurônios refletindo sobre nada daquilo.
          Eu penso que o BBB não é essencialmente nem bom nem mau. Ele é apenas um show de Tv, cujo objetivo é obter audiência e dinheiro. Eu tenho certeza que o BBB fatura a cada paredão cerca de seis sou sete milhões de reais, só com votos, tirando o merchã. Então, é um bom negócio.
          Eu não posso condenar uma empresa como a GLobo por ganhar dinheiro com um produto que ela comprou da Endemol.
          Algumas pessoas realmente abdicam de suas vidas para acompanhar o BBB. Eu conheço uma pessoa que fica 24 horas praticamente ligada no payperview vendo isso. Almoça, janta e só para para ver o jornal nacional.
          Veja a que ponto uma pessoa pode chegar. Acorda e vai dormir vendo ficção fantasiada de realidade e seu único contato com a “realidade” é o jornal nacional.
          Agora é fácil criticar porque nós nos colocamos, com nossa cabeça numa vida que não nos pertence, sem conhecer os mecanismos que fazem com que a pessoa busca se alienar. Falar dos outros é fácil. Difícil é ser elas.
          Outra questão que eu queria abordar aqui é que o BBB enquanto fenômeno de massa é funcional e opera muito bem como um elo de conexão social. Veja, basta você citar o BBB para horas e horas de muita conversa. Então não podemos alegar que o BBB não presta. Ele funciona como um ponto de conexão social entre pessoas que podem ter níveis socioeconômicos diferentes. Eu penso que uma pessoa culta deva saber falar sobre tudo e qualquer coisa. Se BBB está na pauta, eu penso que o cara que busca ser uma pessoa culta deve saber o que está acontecendo, mesmo que de relance. É muito comum vermos pessoas desdenhando e dizendo que não acompanham para soar como uma certa “catiguria”, que a diferencia da massa. Mas pra mim cultura geral ampla é ampla mesmo. Vai do ratinho ao BBB, passando pelo Fala que eu te escuto e o filme hermético iraniano que ninguém entende ou o filme de arte francês que ninguém consegue falar o nome sem parecer uma bichona.
          Não é o tipo de informação que faz a pessoa, mas o que importa realmente é o que ela faz com a informação que recebe.

          • Mais uma vez, vc Philipe mandou bem, conseguiu escrever muitas das ideias q tenho mas q as vezes nao consigo concatenar, um dia chego lá! Resumindo, mais uma vez seu site consegue unir tantos pontos de vista e tantas opinioes que faz dele um sucesso q é. Grande abraco Philipe.

  4. O engraçado é você dizer que a citação do Max em rede nacional não alterou a visitação do seu site, mas sim uma postagem imbecil sobre um cadáver de uma menina, não preciso dizer mais nada…

  5. Fala aí Philipe, já que vc é amigo dele…O lance dele é homem mesmo? E rolou um caso com o tal de Flavio mesmo? Teve até troca de pulseirinhas….

    • Cara pelo que sei ele é heterossexual. MAs o povo fala muito, né? Também, se ele fosse homossexual não mudaria nada. Eu continuaria amigo do cara do mesmo jeito. tenho varios amigos e amigas gays e isso não faz a menor diferença pra mim. O importante é o que a pessoa é por dentro e não a condição sexual dela.

  6. Oi, Max! Desde que te vi na capa da Capricho sabia q você ia ganhar!!! 😀

    Philipe, você conhece mesmo o Brunno, do blog Virouzona? Bom, foi por causa dele que eu cheguei até aqui. So se você conhecer que eu vou acreditar que a teoria dos seis graus funciona mesmo! ehheheehhe

    Aí eu vou contar pra todo mundo que eu conheço alguém que conhece alguém que conhece alguém que conhece o Max! Hahahahahah!!! Que divertido!!!

    • Se tem alguém que eu posso chamar de amigo é o Brunno. Nos conhecemos há um bom tempo, desde que ele entrou para a equipe de um filme meu (que não saiu). Eu criei o mundo gump por causa do meu apreço pelo blog dele, o virou kibe. (olha o primeiro post do blog. fala dele lá)

      • Pois é… o viroukibe era meu blog predileto até aparecer o MG! Hehehe!!!

        Até hoje, quando encontro meus colegas de trabalho da época do Virou Kibe, a gente canta “no mi-cro-zomba eu vou levar você-ê, pois virar kibe é o meu destino” ahhahahahaha!!!!

        Quando você encontrar o Max, diz que a Daniela, amiga do Batata, amigo do Brunno que é amigo seu, mandou aqueeeele abraço!!!!

        • Esse lance dos graus de separação é legal, né? Você sabia que me conhecendo você fica ligada ao Bin LAden e até ao Forrest Gump? Incrível? Não eu consegui mostrar as ligações. Tá aqui no blog Se quiser te mando o link.

  7. No tempo em que a xuxa fazia sucesso todo conhecia alguem que conhecia uma paquita, nessa veio a pergunta? Quantas paquitas existial afinal? milhoões?Assim acontece com os bbbs todos mundo conhece alguem que conhece algum bbb, são tb como as paquitas?

  8. Entao Kling somos 2 hauehuaeh. O ganhador da edicao passada é conhecido meu. E eu tambem descobri isso no orkut. na verdade foi um pouco mais engracado no meu caso.

    Eu estava no msn. e de repente ao mesmo tempo diversas pessoas perguntando se eu conhecia o Rafinha. Na minha ingenuidade perguntei que Rafael?

    Dai fiquei curioso e fui ver no meu orkut os Rafaels que eu conhecia e fiquei bolado tambem. No comeco achava que todos no bbb eram atores mas hoje em dia acredito apenas em manipulacao da producao.

  9. Cheguei aqui via @interney e gostei do jeito que vc escreveu o texto. Vou virar leitor do seu blog só pra diminuir um pouco a renda percapita da galera que frenquenta…

    😆

  10. o que eu faria com um milhão? primeiro colocaria na conta pra ir rendendo enquanto eu planejo tudo: dar uma volta pelo mundo, bem roots, sem esbanjar nada, mas conhecendo tudo! depois voltava pra cá, compraria imóveis e continuaria fazendo meus desenhos! meu sonho é montar uma galeria de arte/balada/bar/cineminha/loja/point pra encontrar os amigos e fazer uns jobs! jejeje: fácil! 😉

  11. Sei co´mo é quando um famoso fala de vc, depois que o Interney falou no seu Talk Show: AndersonZ1, ganhei 25 seguidores em menos de uma hora =O o que eu gotei e muito..shauhas.

    P.S: Será que se o Max comentar aqui eu vo aparecer no Print que alguem der aqui na tela? 😎

    AndersonZ1.

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

shares