Lixo espacial – Olha só o tamanho da sujeira!

Compartilhe

A Agência Espacial Européia (ESA, na sigla em inglês http://www.esa.int/esaCP/index.html) divulgou nesta terça-feira imagens do lixo espacial em órbita em volta da Terra.

bee hive 5 h1a252 Lixo espacial   Olha só o tamanho da sujeira!

 

 

 

Segundo a agência, entre o primeiro lançamento, em 1957, e janeiro de 2008, cerca de 6 mil satélites já foram enviados para a órbita terrestre. Destes, apenas 800 estariam ativos e 45% estariam localizados a uma distância de até 32 mil quilômetros da superfície terrestre.

Além dos satélites desativados, as fotos de satélite mostram resíduos espaciais como fragmentos de aeronaves espaciais que se quebraram, explodiram ou foram abandonados. De acordo com a ESA, aproximadamente 50% dos objetos que podem ser rastreados são derivados de explosões ou colisões na órbita terrestre.

O lançamento do Sputnik – o primeiro satélite artificial, lançado em 1957 pelos soviéticos, marcou o início da utilização do espaço para a ciência e a atividade comercial.

Durante a Guerra Fria, o espaço se tornou o principal terreno de competição entre os Estados Unidos e a antiga União Soviética – uma disputa que atingiu seu ápice com a corrida para conquistar a Lua, na década de 60.

Por ocasião das Olimpíadas de Tóquio, em 1964 foi lançado o primeiro satélite de televisão para a órbita terrestre, com o objetivo de transmitir os Jogos Olímpicos.

Mais tarde, os lançamentos russos diminuíram e outros países inauguraram seus programas espaciais.

Uma estimativa da ESA indica que o número de objetos na órbita terrestre cresceu de maneira estável desde o primeiro lançamento. Segundo os dados, cerca de 200 novos objetos são lançados todos os anos.

15 mhg garbage4347 Lixo espacial   Olha só o tamanho da sujeira!

Em 2001, os pesquisadores americanos Donald Kessler e Philip Anz-Meador, que estudam o lixo espacial, afirmaram há uma possibilidade de que, em vinte anos, já não seja mais possível realizar operações em órbitas mais próximas da Terra.

Fonte: BBC

É impressionante a quantidade absurda de satélites em volta do planeta. Eu fico imaginando que talvez a raça humana venha a se extinguir e acabe que só os satélites e o lixo espacial que soltamos por aí sejam os testemunhos de nossa existência. A quantidade de lixo torna as operações espaciais mais arriscadas. Os astronautas tem que ser muito corajosos de efetuar operações fora do ônibus espacial com esses detritos voando rápidos como balas de revólver por lá.

Artigos relacionados

12 comentários em “Lixo espacial – Olha só o tamanho da sujeira!”

  1. Incrivel e triste ao mesmo tempo…

    Quando você olha para essa porra de bola azul e pensa que nao somos a unica especie a viver aqui, que há outras… E tratamos tao mal o planeta como se fosse nosso…

    Daqui a pouco nem a luz do sol vai passar entre esse lixo todo! Nem meteoro entra!

  2. :gasp: Eu sempre fiquei pensando o que acontecia com todos os satelites desativados,agora eu tô vendo. Pior é que de vez enquando corremos o risco de um desses satelites cair na terra,como aconteceu com aquele satelite espião que estava desativado,mas foi destruído antes de chegar aqui. Mesmo assim, devia ser pesquisado um modo de não poluir o espaço

  3. [quote post="1816"]Pior é que de vez enquando corremos o risco de um desses satelites cair na terra[/quote]
    Pedaços de detritos caem diáriamente. A maioria se desintegra na entrada, mas uma ou outra peça maior cai mesmo, e o povo costuma achar que é pedaço de disco voador, ou o que é pior: Ovo de Et!

    A maioria do lixo pode ficar milênios vagando na órbita. Eventualmente eles vão acabar saindo, sendo catapultados para o espaço ou sendo atraídos para a terra e se desintegrando na entrada.

  4. [quote comment="15822"]vocês sabiam que a maior parte desse lixo poderia ser reciclado?
    isso é o que é jogar recursos fora.
    tomem cuidado com suas cabeças![/quote]

    É verdade… essa lixarada toda poderia ser reutilizada tanto pela nasa tanto para outra instituição q precisasse desses metais inativos… eles gastam tanto dinheiro em missões super-ultra-hiper-mega importantes a fim de achar et’s em outras galáxias, mas não vêem q precisam gastar esse dinheiro pra limpar a nossa orbita…
    Pode não parecer, mas isso representa um sério risco à humanidade… como são metais, essas coisas podem servir de catalisadores do calor do sol tornando o clima na Terra mais quente… não sei se estou falando merda, mas acho q isso poderia ocorrer, ou já está ocorrendo… me corrijam se eu estiver errado…

  5. poh… não sei se já mostraram… mas alguém já viu o que esse cara faz com a comida?
    http://jakeben.blog111.fc2.com

    vi ele na globo.com http://colunas.g1.com.br/redacao/2008/04/17/no-japao-marmitas-reproduzem-capas-de-discos/

  6. Ja li em algum lugar que alguns do satelites que sao lancados atualmente ja sao construidos de forma que apos a sua desativacao eles “caem” pra terra e se desintegram, mas nao sei se a maioria dos satelites eh desse tipo.

    ps. A foto nao pode ser real.

  7. [quote comment=""]
    ps. A foto nao pode ser real.[/quote]

    Não é uma foto. è um infografico que mostra os detritos. Se fosse uma foto, cada satélite da imagem teria o tamanho de um estado.

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.