Fogo colorido


Eu vi lá no Saber é bom demais que uma empresa americana está vendendo velas e lamparinas cujo fogo é colorido. Um belo efeito.
O conhecimento de como colorir o fogo remonta ao tempo dos romanos. Mas com os avanços da química novos produtos e solventes foram inventados e isso maximizou as possibilidades.
Eu já dei uma pesquisada inicial e vi como é feito mais ou menos. Tem que parar e fazer alguns experimentos para conseguir obter a mistura correta e o co-solvente exato.
Mas aqui vai o que eu consegui levantar por enquanto:

Chama vermelha: pó de carvão
Chama amarela-violeta: farinha
Chama amarela: sal de cozinha
Chama azul: enxofre em pó ( + )
Chama verde: sulfato de cobre (CuSO4) ( + )
Chama fucsia: cloreto de litio (LiCl )
Chama laranja: cloreto de calcio (CaCl+)
Chama verde: cloreto de bario (BaCl2)
Chama verde: acido borico
Chama verde-esmeralda: sulfato de cobre
Chama violeta: nitrato de potassio
Chama azul & vermelha: cloreto de potássio


O segredo ao que parece não está nos componentes que alteram a cor da chama e sim no co-solvente que deve ser algum óleo inflamável que não dá cheiro. Talvez uma mistura de algum álcool com parafina líquida. Eu suponho que eles também usem um produto para realçar a cor. Existe uma maneira de realçar a cor do fogo usando -acredite se quiser – PVC. Conhecido como policloreto de vinila. Assim que der eu farei alguns experimentos.

AVISO: NÃO SE ARRISQUE BRINCANDO COM FOGO!

Não venha reclamar depois igual ao Freddy Krueger, senão eu vou zoar você.

19 Comentários

  1. Charlespito 3 de março de 2007
  2. Guinho0101 3 de março de 2007
  3. Rafael Collaço 4 de março de 2007
  4. Philipe 4 de março de 2007
  5. RT 4 de março de 2007
  6. alberto 4 de maio de 2007
  7. Philipe 4 de maio de 2007
  8. ana maria 9 de setembro de 2008
  9. Philipe 9 de setembro de 2008
  10. ***nha 14 de maio de 2009
    • Philipe 14 de maio de 2009
  11. Carlos Carrera 2 de agosto de 2009
  12. Jéssica 3 de novembro de 2009
    • Philipe 4 de novembro de 2009
  13. Davidsonddd 11 de março de 2011
  14. Anonimo 18 de outubro de 2011
  15. Motta_baixo 14 de dezembro de 2011
  16. Saletelemos 17 de maio de 2012
    • Vittorio Diraniari 22 de maio de 2012


Deixe seu comnetário

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *