Domenica del Corriere e suas capas espetaculares

Tenho postado pouco, eu sei. Isso se deve a um período bastante conturbado que estou passando, com muito trabalho. Pra falar a verdade, já tem duas semanas que praticamente não desfruto de descanso no final de semana, emendando um trabalho no outro e dando aulas nos sábados o dia inteiro, e ralando em outros projetos diversos de meus clientes no domingo.  Ontem, depois de terminar mais um desses trabalhos, fui dar uma olhada na Tv e estava passando um programa ufologico, que mostrava um caso antigo, bem famoso e singular, chamado “caso Zamora”.

 

Lenny Zamora
Lenny Zamora

Basicamente, o “caso Zamora” conta a história de um policial linha dura que durante uma perseguição no Novo México, deu de cara com uma nave ovóide prateada, que primeiro ele pensou que fosse um carro capotado, mas logo depois notou um “trem de pouso” e começou a pensar que fosse algum aparelho de testes da Força Aérea. Ele estava ali olhando quando viu dois tripulantes andando ao redor da nave. E aquilo não era gente!

Assim que foram surpreendidos pelo policial, eles correm para a nave e ela decolou verticalmente, emitindo um jato de luz azulado que derreteu a areia vitrificando-a instantaneamente. Após subir uma dezena de metros do solo, a coisa desligou o motor e passou a um vôo silencioso. Foi a falta do som que deu ao policial a certeza de que tinha testemunhado algo de outro mundo!

A nave disparou, sumindo em grande velocidade. – Estruturalmente, o caso é bem simples, mas ficou famoso por se tratar de uma testemunha de alta confiabilidade, um oficial da lei, que era famoso por sua seriedade. Além disso, marcas no solo deixadas pelas sapatas do ufo foram analisadas por peritos da própria USAF que atestaram que a profundidade dos sulcos indicavam um peso bastante razoável, sem marcas ao redor, confirmando que o que quer que tivesse feito aquelas marcas, decolou mesmo, como o oficial reportou, e posteriormente marcas estranhas das pegadas dos tripulantes foram encontradas. O Caso Zamora foi dramatizado pelo Discovery, e assim que vi a dramatização, me intrigou que o Zamora do Discovery era muito diferente do cara das fotos. O caso Zamora é um dos poucos casos com elementos fisicos envolvendo naves e tripulantes relatados por pessoas da lei nos EUA e está em aberto até hoje.

Mas voltando para desligar a maquina, resolvi verificar se Lenny Zamora era mesmo o sujeito que eu pensava que era. (era!)

O lance é que fuçando sobre o caso, me deparei com este incrível desenho:

600full (1)

Sendo um ávido entusiasta das ilustrações tradicionais, e tendo sido um ilustrador ufológico durante algum tempo, fazendo as capas da Revista UFO, eu imediatamente me vi atraído e intrigado por aquela capa que retrata o caso Zamora. Fiquei curioso com o periódico, chamado Domenica del Corriere.

Domenica del Corriere

Fui investigar, pois eu nunca havia vistou ou sequer ouvido falar dessa revista. O estilo da ilustração me lembrou muito os trabalhos do Benicio, e as pinturas do Earl Norem que ilustravam as capas da Espada Selvagem do Conan na década de 80. Houve um período em que a ilustração era muito forte no mundo e rivalizava com força contra a fotografia. Essa revista marcou época.

Mais que a temática ufológica, as ilustrações eram o que me atraíam. E quanto mais eu pesquisava, mais capas sensacionais iam aparecendo. Eram incontáveis. Pareciam nunca ter fim! Separei algumas para este post. Quem curte ilustração vai gostar deste post, porque há muitos doces para os olhos!

O rprimeiro ilustrador de Domenica del
O primeiro ilustrador de Domenica del Corriere
Walter Molino
Walter Molino

Eu descobri que o tal Domenica del Corriere era uma revista popular, de periodicidade semanal que fazia um absurdo sucesso na Itália. A revista foi fundada em Milão no ano 1899 e acabou em 1989. Aparentemente os numeros envolvendo casos estranhos, insólitos e bizarros faziam grande sucesso e estampavam as capas. A revista era quase sempre ilustrada na capa e contra-capa com algum desses fatos “gumps”, o que certamente contribuiu para que eu me apaixonasse de cara por ela, mesmo após sua “morte”.

De fato, eu acho que as ilustrações com seu apelo quase sempre energético, dramático, fortemente urgente, davam uma contribuição expressiva para o sucesso de vendas que passou de um milhão de exemplares na década de 50.

Posteriormente, Achille Beltrame foi substituído por Walter Mollino que criou também capas memoráveis, que devem ter influenciado muita gente.

Foram incontáveis capas, muitas delas verdadeiras obras de arte de um tempo em que não tinha “undo”. Embora me atraiam muito as capas ufológicas, havia todo tipo de capa. Alguns temas eram bem mais mundanos, como eleições, brigas e intrigas políticas, mas havia também muitas capas de naufrágios, guerras, explosões, e coisas do tipo. E outras capas, que tentavam imaginar o futuro, com carros estranhos e robôs esquisitos, viagens interplanetárias, etc.

 

a18276bbf55ad417d96762b9f3a4198e

19ce84b185bebbee7a96fd95b36f8bd3

600full (2)

600full (3)

600full (4)

600full (5)

600full (6)

600full (7)

600full (8)

600full (9)

600full (10)

600full (11)

600full (12)

600full (13)

600full (14)

600full-la-domenica-del-corriere-cover

600full-la-domenica-del-corriere-cover (1)

600full-la-domenica-del-corriere-cover (2)

433480423_21d7f8306d_o

432675613_febb1d6de7_o

432674545_6732139874_o

433477864_e364bfbbf7_o

25_07_1965_int

21dpqo3

ufoarticolo09_800_800

image140

Aeroporto_1954

laika-domenica-del-corriere

33_1-thumb

936full-la-domenica-del-corriere-cover

medium_uggiano

15b

38b_1962

15_04_1962

molino16121964

600full (15)

 

Juntando essas duas aqui em baixo, temos praticamente uma cena do filme do James Cameron:

875b84a30de3d41d6e7863e9b9e15a1e

600full (16)

 

600full (17)

600full (18)

600full (19)

 

Muitas capas impressionam pela inovação:
600full (20)

Outras pelos ângulos:

600full (21)

415bf77e342233e865ff87bb84d9bc68

 

A maioria ainda guarda aquela sensação de urgência e perigo que tornou a arte dessa revista célebre:

600full-la-domenica-del-corriere-cover (3)

 

Algumas capas parecem verdadeiras pinturas clássicas:

peppiniella

10_05_1959_anteriore

Domenica_del_Corriere_13_2-thumb

16

ffa1500aa88ca8cc5a12a73d823748f0

c32987156b7bdfd8f0d6d4ec1f0db044

210785d1d0ce8ec70bde62bda985f954

deec9c84a1185754a6845160bd2383f4

2541fe5ea4d278dfbe4ba3bfd7059f29

 

7953126c4f0bbfcee7cc7f752e779187

 

Eleições, guerras e coroações… A revista cobria tudo que acontecia no mundo.

600full (22)

img0606

a97822fe7d96e919a8e2715f177cef49 domenicadelcorriere

Uma das mais célebres capas, cobria um atentado que seria o estopim da Primeira Guerra Mundial:

ladomenica-sarajevo

 

 

7d626904b341d8ba22697500a2736d24

 


Destaque para esta capa curiosa que remete à um monstro marinho na Baía da Guanabara:

600full

 

Tragicamente, tal qual em muitas publicações mundiais (eu não arrisco dizer todas), as capas ilustradas foram perdendo força para as fotografias. A revista rapidamente entrava em declínio e finalmente fechou nos anos anos 90.

13-agosto-1971

fonte

 

 

Related Post

7 comentários em “Domenica del Corriere e suas capas espetaculares”

  1. Belas ilustrações,lembram muito as das historias do perry rhodan,mesmo que os artistas que trabalham para grandes editoras como a Marvel,DC,Image sejam ótimos,eles não consegue superar os grandes mestres como Earl Norem e Joe Jusko,parece que a vida nos personagens deles,ainda bem que o saudoso Alex Ross nos brinda com a sua saudosa arteatualente ,creio que as ilustrações tenham se tornado menos popular pela *morte* das revistas pulp,ainda bem que a Dyamite comics trouxe vários personagens clássicos de volta como o sombra e miss fury.

    Você atiçou minha curiosidade agora Philipe,você tem algum exemplar de espada selvagem de conan ou perry rhodan na sua coleção ?

    E acima de tudo,gostaria de lhe parabenizar pelas excelentes postagens que você produz no blog,e a grande pessoa e grande profissional que você é.

  2. Philipe não sei porquê estou com um pouco de dificuldade de comentar no blog,mas ai vai minha mensagem sobre o dominica del corriere

    Belas ilustrações,lembram muito as das historias do perry rhodan,mesmo que os artistas que trabalham para grandes editoras como a Marvel,DC,Image sejam ótimos,eles não consegue superar os grandes mestres como Earl Norem e Joe Jusko,parece que a vida nos personagens deles,ainda bem que o saudoso Alex Ross nos brinda com a sua saudosa arteatualente ,creio que as ilustrações tenham se tornado menos popular pela *morte* das revistas pulp,ainda bem que a Dyamite comics trouxe vários personagens clássicos de volta como o sombra e miss fury.

    Você atiçou minha curiosidade agora Philipe,você tem algum exemplar de espada selvagem de conan ou perry rhodan na sua coleção ?

    E acima de tudo,gostaria de lhe parabenizar pelas excelentes postagens que você produz no blog,e a grande pessoa e grande profissional que você é.

    Ps:Você desativou os comentários via disqus no blog ?

    • O disqus tava dando algum bug que travava com algumas pessoas e aí eu tirei. COm relação às capas, tenho varias do Conan Até hoje. Minha coleção do Conan tinha centenas de revistas, mas fui trocando e muitas perdi numa mudança. Uma caixa inteira delas sumiu!

  3. Ilustrações maravilhosas!!!! Fiquei com vontade de imprimir todas e enquadrar pra decorar minha casa! Vou tentar copiar algumas com papel e lápis.

  4. Essas ilustrações das capas da Domenica del Corriere são sensacionais. Verdadeiras obras de arte. Assim como também são magníficas as ilustrações feitas por Gustave Doré.

    Quanto mais você as observa, mais detalhes que não havia visto antes pode acabar encontrando. Sem contar que cada ilustração desses gênios retrata uma história.

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

shares