100 Comentários


  1. Até hoje não li zumbi todo,da uma preguiça uasduhasuduas faz 2 anos que falo que vou ler ai paro na parte 7 ‘-‘..

    Responder
  2. Zacca

    Eu cheguei no blog recentemente, não acompanhei toda sua saga, mas consigo vislumbrar um pouco do tamanho de sua satisfação.
    Parabéns, grande conquista !!!! Filme e game é pra poucos.

    Responder

  3. Cara, meus parabéns! Tiro o meu chapéu pra você, que considero um ícone da rede brasileira. Seus contos são fodas, seu site é fora de série e tudo o está acontecendo, você merece imensamente. Pra quem te acompanha já há alguns anos, é motivo de muita felicidade ver o que está rolando com você! Muito mais sucesso! E to na espera do Zumbi 2!

    Responder

    1. Valeu mesmo, cara. Acho que é uma conquista coletiva, porque muitos leitores participaram diretamente da criação do conto do zumbi aqui. O David acaba que foi filho de muita gente… Então sair do conto do blog para um livro e depois um game… É muito bacana. Quem sabe o Leonard não vai no vácuo?

      Responder

      1. nossa o Leonard num apocalipse zumbi ia se muito bizarro, ja penso, no meio do tiroteio, pau quebrando ele só pucha Kuran do bolso e fala, cai dentro carniçada, ai manda um monte de maluco pra caixa. o cara ia simplesmente detona tudo. hehehe

        Responder
  4. Caio Surian

    PQP PHILL, só faltou eu soltar fogos de artificio de satisfação! Meus parabéns!

    Responder
  5. Flavia

    Nossa!!! Que louco! To curiosíssima pelo game e pela trilha sonora e ansiosíssima pela segunda parte!!

    Responder

  6. Ver algo Brasileiro de qualidade, não tem preço. Me vi espelhado em vc, pois tenho ideias semelhantes e ver isso acontecer aqui, da ainda mais gás pra quem quer fazer realmente isso. Ambientação incrível, só falta, acho eu, um pouco mais de "destroços orgânicos". No mais, toda sorte do mundo, e Go ApocalipZ !!!

    Responder

    1. Aquele video era só uma previa. NADA daquele video vai estar no demo ou no game. O jogo, segundo os caras lá, vai ser um bilhão de vezes melhor.

      Responder
  7. Leandro

    Que do caralho Philipe, pra falar o português bem claro. Desejo muito sucesso e que a coisa decole mesmo. Muito inspirador pra quem tbm ta tentando virar projetos de maneira independente. Grande abraço.

    Responder

    1. Eu sinto que o futuro vai ser cada vez mais assim, amigos que se unem e criam coisas independentes, para vender fora do esquemão. A internet foi fodástica ao permitir esse diluição do mercado. Falando nisso, eu sinto realmente que muitas universidades estão marcando passo feio ao não prepararem a galera para essas novas possibilidades. Acho que TODOS os cursos deviam ter pelo menos, no minimo, uma disciplina de economia básica, de técnicas de negociação e elaboração de plano de negócios.

      Responder
  8. Jc

    Meu, não resisti em comentar. Acompanho desde o começo o seu blog e me sinto feliz com todo caminho percorrido. Parabéns, cara. Que o seu talento continue nos proporcionando frutos. Um abraço.

    Bicho, um box eh meu.

    Responder

    1. Hahaha bom saber Jc. Realmente é uma estrada longa que até me espanta quando olho para trás. A gente vai inventando as modas, de 90% das doideiras que eu plano só 10% germinam. Mas acho que o importante é nunca parar de plantar e estar sempre atento para os inputs externos.

      Responder
  9. Rafael

    Cara! Muito bem! Parabéns mano! Vc é mto obstinado e isso nos inspira! Quero muito que as coisas dêem tudo certo pra vc e todos os seus projetos! Tenho orgulho de que isso tudo venha de um blog nacional! Nós todos somos fodas!

    Responder

    1. Cara eu acho que o importante é a gente estar fazendo o que a gente curte. Eu vejo um galerão passando perrengue em empregos horríveis, porque estão focados na grana. A merda de focar na grana é isso… Eu foco no prazer, pq vai que dá uma cagada e eu me foda amanhã… Pelo menos saberei que me diverti pra caralho quando eu era vivo.

      Responder

  10. Parabéns!! Eu também ainda não li Zumbi, mas fico muito empolgado em saber que um projeto nacional desse gabarito está em andamento, ainda mais com o selo “Philipe K. David” de qualidade… Sem puxa-saquismo…

    Agora, se for rolar um livro “A Caixa” ou um jogo no estilo Adventure Point and Click pra eu controlar o Anderson eu compro na hora! 🙂

    Responder

    1. Próximo livro que sairá do forno É A CAIXA! Já game não sei, porquê leva muito tempo para fazer um game… Mas… Talvez um boneco do MUUUNGO para vender num box de camiseta + livro + boneco role! Estou preparando para lançar em parceria com um amigão meu um esquema de bonecos criados digitalmente e prototipados em impressora 3d com finalização manual. Isso deve acelerar MUITO o processo de criação de bonecos. Vamos ver no que vai dar.

      Responder
  11. Letícia

    Parabéns Philipe! Você merece tudo isso e muito mais. Nesse “mundinho” da internet é muito difícil encontrar pessoas como você, inteligente, educado com os leitores, não se deslumbrou com o sucesso, não se “vendeu” na internet, faz matérias com qualidade e divide o conhecimento numa boa. Gente como você ainda me faz ter esperança que o mundo tem jeito. Muito sucesso para você e tudo de bom para a família.

    Responder
  12. Rodolfo Ricieri

    Parabéns, acompanho o site há anos, você merece cara, boa sorte !

    Responder

    1. Eu hoje vou conversar com um editor do Brasil. Dependendo da conversa, você vai poder comprar nas livrarias, ou na Amazon, em versão física ou digital. Dependendo do que resolvermos, talvez vc possa comprar em todos esses lugares.

      Responder
  13. luiz

    caralho, cara parabens!!!!
    acompanho esse site faz muito tempo e me pergunto como que “O Relato de um MIB” não alcançou ~como vou dizer?~ diversas plataformas (tá certo?). eu me lembro do rebuliço todo que isso gerou, culminando em você escrevendo como 3 pessoas diferentes em 3 computadores. rsrs foi um puta estardalhaço e um baita sucesso.
    uma sugestão: os icones que estavam à esquerda (no video) poderiam ser rearranjados, pra aproveitar melhor o espaço e dar um design mais bonito (o design do video me lembrou do jogo “Incidente em Varginha” um game brasileiro que eu achi muito foda)
    no mais é isso cara
    Parabéns de verdade!!!

    Responder

    1. De todos os projetos do blog o Relato de um mib foi o que mais rendeu confusão e diversão. Até semana passada tinha nego postando no face o “alien capturado da nasa”. Mas o relato de um mib nunca foi pensado como uma literatura, diferente dos outros projetos. Ele era conto, era também interatividade máxima e uma pitada de viral para trazer visitas a este blog, hehe. A história, no fim, ficou um background interessante que um dia poderá servir de base para levantar uma série nacional ou até um game. Eu cheguei a conversar com uma editora dos EUA sobre a possibilidade de lançar o relato de um mib como livro lá nos EUA, mas aí veio a crise, a mulher evaporou e ficou só nisso.
      Com relação a estética da interface do game do video, ela não é a interface do nosso game. Aquilo ali era um teste apenas. Não tinha estudo de usabilidade nem nada. Aquela interface era totalmente ilustrativa, criada pelo José Jacques, o criador daquela parada.

      Responder
  14. Marco Villela

    Imaginava um jogo mais voltado pro terror, pelo menos nesse primeiro vídeo faz parecer FPS.

    Responder

    1. Então Marco, algumas pessoas já me perguntaram isso, se seria um game de terror. Na verdade, isso era algo que ninguém da equipe realmente queria. Há bons games de terror no mercado, e há um publico que curte bastante essa linha e tal, mas nós somos saudosistas de um tempo em que o game era mais diversão e menos tensão. Seguimos pela via de um game sarcástico, violento e brutal, em FPS cooperativo. Uma das nossas inspirações é o clássico Duke Nukem. Não apenas porque todos nós da equipe curtimos este tipo de game, mas porque achamos que para um primeiro projeto, ele teria mais apelo (e estávamos certos). Teríamos mais chances de “pegar o barco” com algo mais apelativo, o que não significa que, no futuro, depois que “já tivermos um barco”, que não possamos fazer algo no gênero terror.

      Responder
      1. Marco Villela

        Legal, eu tbm sou um grande fã desse estilo. Joguei muito Duke Nukem no meu saudoso PS1. É que eu estava com o jogo do The Walking Dead na cabeça, e estava imaginando algo parecido. Sucesso na sua nova empreitada Philipe!

        Responder
  15. Micox

    Incrível cara. Parabéns aí. Sou um dos que acompanha o blog desde o começo e tem sido bom acompanhar o sucesso de um blog de qualidade.
    PS.: Empreitei o livro do mundo gump pro pessoal da família e ele se perdeu nas multidões. Onde compro outro?

    Responder
  16. Micox

    …Complementando: Só não gostei do nome do jogo. Afinal ficou muito parecido com o já existente “Apocalipse Z”. Vai dar problema até na hora de procurar via google.

    Responder

    1. Micox, o nome ainda é provisório. Pode ser que fique definitivamente projeto ApocalipZ, mas pode ser que mude de nome. Nome de game é uma questão de marketing, e ainda não estamos nessa fase. A gente ainda esta na fase de fazer o bebê. Dar o nome pra criança só depois que ela vier ao mundo.

      Responder
  17. Juliana Vetromille

    Caracaaaaaaa, to mto feliz por vc Philipe, que novidade FODA! Um milhão de parabéns!!!!!
    Quanto ao game, sei q não vou jogar, rsrsr, sou uó em games, meu Mario nunca ficou grande, rsrsr, mas sei q pra vc e mtos fãs do MG é uma enorme realização, mas quanto ao filme e aos livros, nossa, pode crer que estarei aqui super empolgada pra o lançamento e irei comprar e recomendar a todos!
    Nossa, e quando vc falou q vai ter continuação, MEUDEUSDOCÉU, nem acredito, tanto tempo esperando por isso! Mega feliz aqui!
    Parabéns novamente!
    Bjos
    Juju

    Responder

    1. Tem continuação sim… è David Carlyle e companhia limitada no Brasil contaminado. Vamos ver no que vai dar.

      Responder
  18. Fernando Martini Carvalho

    Que issooooo cara!!! Que baita surpresa!!! Pode ter certeza que esse jogo já tem um comprador garantido!!

    Responder
  19. Carlos Dente

    E que venham os livros das |Crônicas de Leonard!

    Philipe, tenho um exemplar de ‘O Melhor do Mundo Gump’ e me interessei bastante por este livro do ‘Zumbi’, mas sabe o que tenho vontade de ler? ‘Capitão do Mato’, que nunca encontrei.

    Responder
  20. Thiago chipset

    Um game com Leonard na minha mesa, já!

    ps: Parabéns pelo livro e game, mas o que espero mesmo é o filme, bem gore!

    Responder
  21. Fábio Fuzari

    Como leitor assíduo e seu fã declarado, nada mais poderia dizer além de PARABÉNS! Você é um cara que merece sucesso naquilo que faz, pois fica claro para nós, leitores, que você faz por prazer.

    Pode ter certeza que irei adquirir e recomendar aos amigos!

    Abraços e muito, mas muito sucesso!

    Responder
  22. João Krause

    Caramba Phillipe,
    Meus parabéns! Pelo trabalho excelente que vem fazendo você merece isso e muito mais!
    Fico na torcida.
    O Butcher ficou bem legal, mas tem duas coisas que me incomodaram: Como é que o butcher come? O crânio de touro parece inviabilizar isso… O arco de serra também ficou estranho… exceto por ele, todas as demais lâminas estão fincadas nele. O arco teria de ser inserido ali cirurgicamente, isto é, teria que abrir o braço, inserir o arco e costurar tudo… também não seria prático para o uso, a não ser que o arco estivesse preso no osso. A rigidez do metal é bem maior que a da musculatura, de modo que com o esforço de corte esgarçaria a carne. Tem o problema ainda de, no local onde está inserida, funcionar como uma tala para o cotovelo, o que reduziria a mobilidade do braço e aceleraria o processo de esgarçamento muscular… ainda tem o problema de a serra quebrar com certa facilidade, o que geraria a necessidade de trocá-la com frequencia. Se levarmos em consideração que zumbis não são muito motoramente coordenados, seria bem difícil encaixar a lâmina nos pininhos e girar a borboleta para dar aperto… com uma mão só!
    Por favor não entenda como crítica vazia! Estou tentando ajudar.
    Grande abraço,
    João

    Responder

    1. João, não é uma crítica vazia. Na verdade, o que tu falou sobre a serra faz todo o sentido
      Já estamos corrigindo.
      Obrigado! =]

      Responder
  23. John Doe

    Philipe, creio que todas as felicitações já foram postadas… vai ser difícil inovar. Sinceros parabéns e votos de muito sucesso na empreitada! O restante, já foi dito acima.
    Abraços,
    J.D.

    Responder
  24. Ana Luiza

    Parabéns Philipe! Todo o sucesso é merecido, quando sair o livro vai ser mais um na minha futura biblioteca 😀

    Responder
  25. Verônica

    Que ótimo Philipe! Você além de talentoso é um empreendedor! Um cara que não tem medo de arriscar. Sorte de nós que podemos te acompanhar no Mundo Gump! Estou muito feliz por você! O Brasil precisa de mais pessoas com a sua coragem e criatividade e tenho certeza que o seu blog inspira muito a molecada mais jovem que vem aqui “gumpear”. Sucesso!!!

    Responder
  26. Clara Kesia

    Caramba, que massa mesmo!
    Li toda a saga, e embora raramente faça um comentário (foi mal, cara)…
    Posso mesmo usar a camiseta: Mundo Gump, eu li tudo.
    Mas parabéns, tomara que dê muito certo, e na boa, o David aqui me prendeu bem mais que a bagaça do The Walking Dead – me refiro aos livros.
    Mundo Gump em vôos mais altos, uhuuu! o/

    Responder
  27. Rogério Calsavara

    Fantástico! Parabéns por tudo! Tenho muito a te agradecer por tudo que você já me proporcionou de diversão e informação aqui no Mundo Gump. Então novamente: PARABÉNS E MUITO OBRIGADO!!!

    Responder

  28. Cara, parabéns mesmo.

    Comecei a ler seu site a pouco tempo e estou gostando muito, faço parte de um site de games, e temos alguns gameplays gravados focados somente em jogos de “terror”, chamado de “Jogos Malditos”, vou me informar com o responsável se ele ja está sabendo desse jogo, será MUITO legal divulgar o trabalho de um brazuca.

    Parabéns novamente.

    Abs

    Responder
  29. vinicius maciel

    excelente notícia, acompanho o Mund Gump a muito anos e esta é uma das melhores notícias que li por aqui. PARABÉNS Philipe !!!!!

    Responder
  30. Verena

    Me diz, o zumbi é rápido como do Guerra Mundial Z ou lento como TWD?
    Pois eu não consigo decidir qual é menor pior: Um que corre mas que ignora se você estiver doente terminal; ou um que não corre mas que não liga pro exame de sangue….

    Responder

    1. Os zumbis do meu universo são pessoas mortas animadas por atividade residual no tronco cerebral. Elas correm se tiverem certeza que estarão ao alcance de comer. Se não há comida, (cheiro) ele tenderá a entrar numa espécie de entropia. Ficará parado cada vez mais, como um boneco de cera. O meu zumbi não fica vagando aleatoriamente. Ele só entra em “trabalho” se houver uma demanda interna. Este tipo de zumbi caga para o fato de alguém estar doente ou ferido. Ele só não ataca outros zumbis. Mas ele não é um atleta. As funções vitais são confusas, e podem ser muito disconexas, fazendo um andar de bebê caso a demanda pela carne dele esteja alta, ou mais perto de um andar/correr humano, caso ele tenha se alimentado recentemente. Os zumbis também não são todos iguais no comportamento físico nem no gerenciamento energético. Mas nada aqui é igual ao Guerra Mundial Z. Está mais perto dos zumbis do Romero, e dos do TWD.

      Responder
  31. Carolina Moraes

    Nooooooooossa que máximo!!! Eu vou jogar e isso é certeza! E ainda vou divulgar pra galera assim que sair.

    Responder
  32. WiLL

    Eae cara, leio teu blog a um ano, um pouco mais, mas não sabia da existência do livro. Já tou catando a minha cópia no amazon.
    E parabéns cara, tou louco para ver teu filme, e um game? SENSACIONAL! Parabéns!

    Responder

    1. Eu tb estou curioso de como vão ficar todas essas coisas interligadas, mas o filme é um curta, de zero orçamento, então não espere muito dele.

      Responder

  33. Parabéns! São ótimas notícias! Este conto é, sem dúvida (opinião minha, ok? rs) teu conto mais legal…

    Fiquei empolgadaço prá jogar!!!

    Responder

    1. Valeu, eu tb curto este conto, mas não sei se é o que eu gosto mais. De vez em quando penso que é…
      Tb estou doido pra jogar e explodir zumbis!

      Responder
  34. Pedro Henrique

    Te acompanho desde o programa do Jô rsrsrs, parabéns mano, a porra ficou seria então!

    Responder
  35. Ciro

    Cara, parabéns! Se eu não fosse um assalariado com certeza financiaria esses projetos hehehe…
    Você já pensou em colocar isso lá no kickstarter? Com certeza ia chover colaboração no projeto.

    Parabéns novamente, você merece esse reconhecimento todo

    Responder

    1. Cara já pensei sim, mas não tive coragem (falando sobre o curta), acho que tenho que ter um produto realmente foda para conseguir apoio no kickstarter… Já no caso do game, vai depender das negociações com investidores.

      Responder
  36. evandro

    Show esse video é do game? vai ser foda, só que eu gosto de jogar com o atirador do lado direito da tela.

    Responder
  37. Rayssa Galvão

    Poxa, parabéns! Acompanho o blog desde 2008 ou 2009. Nunca apareci muito nos comentários, mas sempre recomendei para todo mundo que eu conheço =D. Fico realmente muito feliz, certamente farei um esforço financeiro para comprar esse box e espero que muitas outras novidades fantásticas venham por aí.

    Caso você precise de um revisor para o livro, aliás, eu trabalho com isso. Ou ficaria feliz em indicar outras pessoas da área que fariam um trabalho excelente (o mundo editorial está cheio de gente que acaba fazendo uma revisão ruim, então é bom ter cuidado!). Já tinha até pensado em me voluntariar (de graça mesmo) para revisar os posts do blog, que volta e meia saem com alguns errinhos (o que é perfeitamente compreensível), mas é muito material e levaria bem mais de 6 meses para revisar tudo (!!!). Se você achar uma boa ideia, fica a oferta. Como é trabalho voluntário, eu só poderia ocupar meu tempo livre, o que faria com que o resultado levasse ainda mais tempo, mas o faria com muito prazer.

    Parabéns mesmo, de coração. Eu não consigo imaginar ninguém que se empolgaria mais com isso do que o dono desse blog genial. =D

    Responder
  38. André S. de Matos

    Parabéns Philipe!
    Dá muito orgulho em vez tanto material de qualidade pronto e sendo produzindo em território nacional!
    Fico muito feliz por todas as conquistas!

    Abraço.

    Responder

  39. o conto é muito bom e a arte do livro ficou bem bonita, parabéns. desejo sucesso!
    mas quanto ao jogo, acho que não é a melhor idéia. abre o steam e da uma olhada: tem 500 milhões de jogos de zumbi lançados recentemente. um melhor que o outro, um igual ao outro. a unreal engine 4 é animal, mas convenhamos: não vai ficar um jogo tão diferente assim, seja lá o esforço e as ideias. acho que nao vale o investimento, mas é só minha humilde opinião.

    um abraço

    Responder

    1. Valeu Anon.
      Você tem razão quando diz que existem muitos jogos de zumbi no mercado. É um fato irrefutável, e alguns são muito bons mesmo. As grandes produtoras de games no mundo (até a Rockstar) já lançaram games com temática de zumbis. Suponho que no seu ponto de vista, isso signifique uma saturação. Talvez você esteja certo, ou, o que também é provável, não esteja vendo a coisa pelo ângulo certo.
      A pergunta deveria ser: Por que existem tantos jogos de zumbis?
      E eu iria além e ampliaria a pergunta para “por que existem tantos filmes e jogos de zumbis?”.
      A explicação para isso se baseia na teoria econômica onde a demanda conduz a oferta. Só pode existir tantos produtos com zumbis porque há um MERCADO para isso. As grandes companhias de games do mundo, investem fortunas multimilionárias em games sem certeza de mercado? A resposta é não.
      Como paralelo, eu apresento o mercado de cervejas. Você faz ideia da quantidade de marcas de cerveja que existem?
      Com tantas, seguindo seu raciocínio, seria a burrice suprema vender cerveja, já que tem cerveja de tudo que é país, rotulo, garrafa, sabor, preço e qualidade no mercado. Mas se isso estivesse certo, não era para essa porrada de marca ter falido? Como pode?
      A razão é que o mercado é tão grande que todas as cervejas encontram um bebedor. E com games não seria diferente. O cara que zerou Dead Island no ano passado pode jogar nosso jogo. Não é porque ele jogou red dead redemption no modo zumbi que ele no futuro não jogaria o nosso jogo. O cara que jogou left for dead e curtiu pode querer jogar nosso jogo. Seguindo a ideia da Ubisoft onde um cara que jogou Assassins Creed ficou curioso para ler o livro, não vejo porque um cara que leu o meu livro não teria curiosidade para viver o David na pele, ou o contrário… Jogar, ficar curioso com o personagem e entender como ele ficou daquele jeito. Dessa forma, acho que fica uma coisa mais ampla do que só um mero mata-mata, como o Serius Sam da Croateam, que é basicamente “atire em tudo que se mexer e siga em frente”.

      Efetivamente, podemos admitir, que existem pessoas que não gostam de nada envolvendo zumbis. Para esses existem outros jogos como corrida, futebol, jogos de porrada, adventures, tycoons, etc.
      É claro, de posse de uma engine poderosa, n[os poderíamos tentar chutar o pau da barraca e criar um tipo de jogo diferente de tudo que já se viu. Mas… Ia vender?
      Você arriscaria inovar em sua primeira ação num mercado tão disputado? As chances de uma inovação extrema dar certo logo de cara e catapultar um projeto aos pícaros da glória é ridícula, praticamente nula. Com base em tudo isso, pensamos que seja talvez mais SEGURO seguir numa linha onde há uma demanda clara e permanente: FPS shooter + Zumbis + Co-op.

      Pode parecer que as decisões são tomadas ao acaso, mas não e bem assim. Por exemplo, se você tivesse que trabalhar na feira, e pudesse escolher apenas uma fruta para vender. Você venderia Banana ou Noni?
      Eu venderia banana, mesmo sabendo que varias bancas vendem banana, porque a chance de ninguém saber o que é Noni são altas.

      Responder

      1. é, talvez eu tenha me precipitado no comentário. acho que concordo contigo. enfim, com certeza vou conferir o resultado! um abraço

        Responder

  40. Cara Philipe, sempre se superando, parabéns pelo empreendimento (filme, livro e game), estamos (eu e meu filho) ansiosos pelo game. Um forte abraço!!!

    Responder
  41. Toshiba

    Parabéns Philipe, você muito mais cara. Te acompanho a muito tempo, e fico olhando todos os dias pra ver se tem algo novo, as coisas que você encontra são demais.
    tenho certeza de que o livro vai vender muito, o game então nem se fala.
    Vou ficar aguardando para saber onde poderei comprar o livro.
    Abraços.

    Responder
  42. Toshiba

    Parabéns Philipe, você merece muito mais cara. Te acompanho a muito tempo, e fico olhando todos os dias pra ver se tem algo novo, as coisas que você encontra são demais.
    tenho certeza de que o livro vai vender muito, o game então nem se fala.
    Vou ficar aguardando para saber onde poderei comprar o livro.
    Abraços.

    Responder

    1. Valeu mesmo, cara. O livro do zumbi provavelmente terá duas fases. Eu negociei com a editora que vai publicar ele o seguinte: Até a editora ter o livro pronto, publicado e colocado nas livrarias, eu posso ir vendendo ele diretamente e via amazon. Só vou fazer umas pequenas correções em coisas que vi que poderiam melhorar no protótipo e já lanço ele aqui.

      Responder

  43. Porra, parabéns quádruplo!!!!
    Tu escreve bem pacas, mas me espantou esse raro reconhecimento por parte da indústria nacional. 😀

    Mantenha-nos informados conforme as coisas forem saindo. E acho que é inédito ter livro, filme e game de um autor contemporâneo Brasileiro. o/

    Responder
  44. Leandro263

    Que foda! Parabéns, deve ser muito dez ver algo criado por você dando tantos frutos… O negócio foi se espalhando por diversas mídias que nem o t-vírus… Parabéns aos produtores do game tb, tá ficando fenomenal!
    Agora, na boa: quando é que vc dorme, hein? Dá tempo?

    Responder

    1. Cara posso dizer que durmo menos do que eu gostaria. Porém mais do que eu deveria. Valeu mesmo. Hoje ainda eu posto uma atualização do lance do game.

      Responder
  45. Ester

    Eai Philipe,tudo bem? curti muito o conto do zumbi,o livro já está venda?

    Responder
  46. WANDERSON MOURA

    Cara, vc é fodastico, estou desde as 6 da manhã “fuçando” seu blog, muuuuuuito loco cara. Vc é uma inspiração, não conheço muito da sua trajetória, na verdade encontrei o seu blog procurando por mitologia hindú e me deparei com umas lendas do Himalaia, pelo google e seu blog tava lá…. e cá estou eu, li A CAIXA e terminei agora pouco de me recuperar de alguns sustos, vc inspirou em mim uma vontade de escrever mais do que eu ja tinha, se puder me da algumas dicas, tipo criar dialogos bacanas, cenários interessantes ficaria agradecido. Terminei de ler “NAS MONTANHAS DA LOUCURA” DE LOVECRAFT, e cultuo STEPHEN KING, já li alguns dele tbm como “SACO DE OSSOS”, “O ILUMINADO” “IT Vol 1 e Vol 2”, enfim vc agora faz parte desse panteão. Felicidades e Muito mais que o sucesso q vc merece amigo…

    ps.: O Leonard, de alguma forma me remete a uma Ordem pela qual tenho uma certa obsessão, me lembrou de alguma forma Os Maçons, não sei ao certo o por que, principalmente na parte 40, quando ele e Anderson foram “transportados” para Irlanda (uma outra obsessão minha Lebor Gabála Érenn) e explica ao coitado sem fôlego que as torres foram construídas pelos de sua Ordem e eram usadas pra se comunicar com seres de sobrenaturais de tremendo poder…Uau.

    Responder
  47. Fabio Oliveira

    wow muito massa! cara parabéns desejo muito sucesso, eu como fã já fiquei contente, imagino tu como esta, vendo um trabalho ganhando proporções como estas … adoro a temática zumbi agora mesmo to jogando dying light, essa coisa de mundo pós apocalíptico e sobrevivência acho muito legal, mantenha a gente informado

    Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.