O porto da morte

O porto da morte

Era quase como um cemitério de elefantes, mas no mar. Eles vinham, gigantes, imponentes, enormes, impávidos e colossais, cortando a água como fizeram desde seu nascimento, para desacelerar os motores. Ao se aproximar da costa, já se notava uma mancha escura junto à praia. Era um verdadeiro enxame de pessoas, que aguardavam, como formigas, ávidas para desmantelar o gigante moribundo…