Bicho bizarro: O caranguejo do coco

Esta estranha criatura aí da foto é conhecido como caranguejo do coco. Ele é um caranguejo gigante, que pode chegar a um metro comprimento e chega a pesar 17kg. Eles tem 8 patas e suas maiores características são as fortes pinças capazes de partir um coco ao meio! A criatura consegue escalar o tronco de palmeiras e coqueiros em busca dos frutos. O caranguejo do coco é nativo das ilhas paradisíacas do Oceano Índico. Ele tem hábitos noturnos e é o único caranguejo do gênero Birgus.


Além do coco, que ele costuma devorar, o caranguejo consume frutas, folhas, cascas dos ovos de tartaruga e até mesmo de outros animais.

Este animal é fortemente atraído por objetos brilhantes. É normal que pessoas com propriedades nestas ilhas descubram que jarros de planta e objetos de prata foram roubados pelos caranguejos do coco.

Descobri este monstro aí em cima no Ugly Overload.

Parece um daqueles aliens nojentos do Half Life…

O caranguejo do coco é usado como iguaria e segundo alguns teria sabor e modo de preparo similar  à lagosta. Não existem dados estatísticos para determinar se o animal corre algum risco de extinção, mas sabe-se que de acordo com a sua dieta, pode eventualmente tornar-se venenoso aos humanos.

Saiba mais

21 Comentários

  1. Edu 14 de outubro de 2008
  2. João 14 de outubro de 2008
  3. JOCA 14 de outubro de 2008
  4. Robson 14 de outubro de 2008
    • Claudia 16 de fevereiro de 2013
  5. Rodrigo IronMan 14 de outubro de 2008
  6. guare 14 de outubro de 2008
  7. Max 14 de outubro de 2008
    • Ajdmiranda 19 de abril de 2012
  8. Chaicoski 14 de outubro de 2008
  9. zezão 15 de outubro de 2008
  10. Gustavo 15 de outubro de 2008
  11. danielle 16 de outubro de 2008
  12. TE ODEIO DEU VIADO! 16 de outubro de 2008
  13. Marcus Vinicius 29 de outubro de 2008
  14. oioimkl 17 de dezembro de 2009
  15. Santos 4 de fevereiro de 2010
  16. ingrid 12 de abril de 2010
  17. Marco 4 de dezembro de 2010
    • Anônimo 5 de dezembro de 2010
  18. Guimbadriver 13 de dezembro de 2010


Deixe seu comnetário

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *