As mais difíceis partituras

A música é uma coisa intrigante. Embora eu goste muito de ouvir, me sinto um completo analfabeto só de olhar para uma partitura. Meu cunhado Rodrigo é um gênio musical nato e tentou (coitado) me ensinar a ler aquelas várias linhas com tracinhos, risquinhos, pontinhos e bolinhas.
E tudo que o Rodrigo conseguiu obter, foi um sujeito olhando pra ele com a mesma cara que um macaco babuíno faria ao olhar para o código fonte do Windows.

Mas é fato que só de se olhar, dá pra perceber que certas peças musicais detém, digamos, uma certa complexidade suficientemente interessante para figurar com honras no Mundo Gump.
São elas:
“A fada do ar e a valsa morta” composta por John Stump como uma homenagem a Zdenko G. Fibich.
Saca só o naipe da partitura. (eu queria muito poder ouvir como isso sôa musicalmente)
%name As mais difíceis partituras(clique na imagem para ver em tamanho real)

Outra partitura que arrepia os cabelinhos de qualquer um é esta aqui, chamada “String Quartet No. 556(b)
for Strings In A Minor (Motoring Accident)” uma obra prima, senão da música, ao menos das artes plásticas.
%name As mais difíceis partituras
Falando em artes plásticas, temos musicos que dão uma de desenhistas ao criarem suas composições. O que dá em musicas desse visual aqui:
%name As mais difíceis partituras
Atushi Ojisama and Ijigen Waltz

Outra composição bem bizarra é a “Lament of the Introspective Turnbuckle”, de Andrew Fielding
%name As mais difíceis partituras

Comments

comments

17 comentários em “As mais difíceis partituras”

  1. é claro q é zuação

    tm um milhao de notas na mesma linha

    nem vai ter tantas teclas assim, sem contar q a velocidade das notas nao condizem com tempo. etc

  2. Bom, se analisar melhor parece uma grade com varios instrumento.
    Mencionam ao longo da partitura violinos, clarinetes, trompa… o compositor só esqueceu de separar.
    Mas que é doido é!

  3. Bem, pelo oq eu li sobre a primeira, ela foi feita para não ser tocada… Fora isso, tem umas partes d zuação, tipo: “explodam os instrumentos”, alguma coisa sobre pingüins e tals…

  4. [quote comment=""]Bem, pelo oq eu li sobre a primeira, ela foi feita para não ser tocada… Fora isso, tem umas partes d zuação, tipo: “explodam os instrumentos”, alguma coisa sobre pingüins e tals…[/quote]

    Isso é pura bizarrice mesmo. Mesmo se isso fosse possível de ser tocado, o som seria um lixo.

  5. :shocked: isso á uma zoação !!!!!!!!!!!!!eu sou músico e sei que são impossivel se serem tocadas[quote comment=""][quote comment=""]Bem, pelo oq eu li sobre a primeira, ela foi feita para não ser tocada… Fora isso, tem umas partes d zuação, tipo: “explodam os instrumentos”, alguma coisa sobre pingüins e tals…[/quote]

    Isso é pura bizarrice mesmo. Mesmo se isso fosse possível de ser tocado, o som seria um lixo.[/quote]

  6. Quem fez isso aí ñ tinha mesmo o q fazer! Pq tem mais de 20 notas na mesma linha e é uma rabisquera q só. Bom… eu tentei ler pra tocar no violino e ñ tem rítmo nenhum. É só zuação mesmo. ;]

  7. Sou iniciante ñ aprendi a ler muito bem partituras,imagina eu nunca vou conseguir ler isso eu ñ consigo nem ler partituras normais imagina eu tentar ler isso.De tantas notas até chega a formar desenhos,quem enventou isso ñ teve o que fazer por isso enventou essa locura.

  8. D: Toco teclado, orgão e piano, isso é praticamente impossivél de ser tocado, na verdade não foi criado para ser tocado, não deve sair ritmo, melodia nenhuma nisso! 😀

    ;]

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.