5 casos bizarros sobre a morte na hora certa

Compartilhe

mortezy0 5 casos bizarros sobre a morte na hora certa

Pode parecer estranho, e até mesmo mentira, mas acredite se quiser, algumas pessoas morreram exatamente conforme predições.

Quer um exeplo?

CASO 1 – A morte de Domiciano

O imperador Domiciano, que viveu entre os anos 51 e 96 d.C. teve o dia de sua morte registrado por predições astrológicas.  Imagine como devia ser difícil para algum estudioso de ocultismo da época dar a notícia ao imperador de que ele tinha data e hora para morrer? Pois foi isso que aconteceu e Domiciano passou a ter verdadeiro pânico daquele dia. Sua morte foi determinada na quinta hora do dia 18 de setembro de 96 dC. Como qualquer pessoa, Domiciano tinha medo de morrer e cada vez mais perto do fatídico deadline (desculpa o trocadilho) ele começou a surtar e mandou matar seus escravos e empregados íntimos temendo que algum deles o quisesse morto.

Um pouco antes da meia-noite determinar o início do dia crítico para ele, Domiciano ficou tão nervoso que não conseguia dormir. Levantou-se da cama e perambulou pelo palácio. Após algum tempo ele perguntou a seus criados qual era a hora e eles com medo da loucura do monarca disseram a ele que era a sexta hora do dia.

Domiciano ficou satisfeito. Para ele, havia passado o perigo.

Convencido de que vencera a predestinação, Domiciano saiu para tomar um banho e comemorar sua liberdade da data maldita. No caminho, Domiciano foi avisado de que o secretpario de sua sobrinha, Estefano o esperava com notícias em seus aposentos. Domiciano rumou para o palácio de volta e ao chegar lá recebeu de Estefano um pergaminho com o nome de vários conspiradores.  Enquanto Domiciao lia atentamente o pergaminho, Estefano sacou uma adaga e o acertou pelas costas.

Domiciano ainda conseguiu reagir e ambos lutaram ferozmente. POrém, mais conspiradores surgiram e o imperador foi dominado e executado a golpes de adaga.

Domiciano morreu conforme predito, na quinta hora do dia 18 de setembro de 96 dC.

CASO 2- O medico que diagnosticou sua própria morte

Saca só como foi a morte do Doutor Joseph Green. Ele era um medico conhecido que viveu de 1791 a 1863. Dr. Green, como era conhecido, estava em seu leito de morte, acompanhado de seu próprio médico. Subitamente, o Dr Green olhou para o médico, arregalou os olhos e disse: “Congestão”.

Levou a mão em seu pulso e disse ao médico: “parado”. Em seguida, morreu.

CASO 3- Chegou e partiu com o cometa

O gênio literário Mark Twain nasceu em 1835. Ele costumava brincar dizendo que nasceu no dia em que o cometa Halley surgiu no céu. à medida em que envelhecia e falava sobre a morte, Mark Twain costumava brincar que só morreria quando o cometa Halley tornasse a passar. Pois não é que em 1910, quando o cometa Halley surgiu nos céus, Mark Twain partiu desta para melhor? Ele morreu dia 21 de abril daquele mesmo ano.

CASO 4- Morreu de rir

A morte de Calcas, um adivinho grego que nasceu por volta do ano 12 a.C. foi bem estranha. Ele estava plantando uvas para fabricar vinhos quando um adivinho rival estava passando. O rival de Calcas disse a ele que ele que era inútil plantar as parreiras, pois Calcas nunca iria beber daquele vinho. Calcas ficou irado, mas conteve-se.

O tempo passou, as parreiras geraram belas uvas e delas foi feito vinho. Calcas guardou seu ódio e decidido a fazer o concorrente engolir o que havia predito meses antes, o convidou para um jantar.

Durante o banquete, Calcas tomou uma taça do vinho na mão e desafiou seu desafeto a repetir-lhe a profecia.

Contra todas as probabilidades, e sem saber que nas mãos de Calcas estava o vinho predito, o desafeto de Calcas repetiu-lhe palavra por palavra.   Isso provocou tamanho surto de riso em Calcas que ele não conseguiu se conter.  Sufocou e morreu, sem de fato nunca ter provado daquele vinho.

CASO 5- Se despediu e foi para o além

Charles Davies, um cantor britânico de 67anos estava no palco, fazendo o fim de seu show. Sua apresentação era um solo da velha canção de soldados “goodbye” no jantar anual do coral de vozes masculinas Costwold, em echington, na Inglaterra. Charles Davies terminou sua apresentação com as palavras “desejo a todos um último adeus”

Sob os aplausos da platéia, Davies tombou e morreu.

CASO bônus – O sujeito perseguido pelo numero 13

Ea para ser só 5 casos de mortes estranhas, mas como sempre, não vou me negar a dividir com você esta morte inacreditável. O cara se chamava Arnold Shonberg. Ele era um compositor austríaco que viveu entre 1874 e 1951. Arnold era fascinado pela numerologia. Este fascínio o perseguiu por toda sua vida, pois ele pensava que poderia saber o futuro através de complexos calculos numéricos. E estes calculos o levaram a uma certa obsessão “zagállica” pelo numero 13. Arnold tinha nascido em 13 de setembro de 1874 e por conta disso, era perseguido pela idéia constante de que o numero 13 estaria diretamente ligadoà sua morte.Como os numeros sete e seis somam 13, Arnold Schonberg resolveu acreditar que ele iria morrer quando fizesse 76 anos de idade. Ao verificar o calendário, Arnold viu horrorizado que o dia 13 de julho cairia numa sexta-feira.

Quando aquele fatídico dia chegou, Arnold tentou ludibriar a morte, permanecendo deitado durante todo o dia, para desespero de sua mulher, que não aceitava aquelas “maluquices”. Arnold dizia para todos que estava decidido a passar o dia inteiro na cama, de modo a evitar eventuais acidentes. Poucos minutos antes da meia noite, sua esposa foi ao quarto dele para dar uma “zoada” no velho, pois nada de ruim havia acontecido. Ao chegar no quarto, ela encontrou Shonberg deitado. Ele olhou para a esposa e pronunciou apenas “harmonia” e então morreu.

A hora de sua morte foi 23:47, 13 minutos antes da meia-noite, numa sexta-feira 13, no seu septuagésimo sexto ano de vida.

Artigos relacionados

16 comentários em “5 casos bizarros sobre a morte na hora certa”

  1. “CASO 2- O medico que diagnosticou sua própria morte

    Saca só como foi a morte do Doutor Joseph Green. Ele era um medico conhecido que viveu de 1791 a 1863. Dr. Green, como era conhecido, estava em seu leito de morte, acompanhado de seu próprio médico. Subitamente, o Dr Green olhou para o médico, arregalou os olhos e disse: “Congestão”.

    Levou a mão em seu pulso e disse ao médico: “parado”. Em seguida, morreu.”

    O predecessor de House! 😛

    E o caso do Calcas chegou a dar pena… coitado.

  2. Sem comentário.

    Que eles descansem em paz. 😛

    Mas que foram mortes bizarras, foram.

    O mais foda, foi o “CASO 1 – A morte de Domiciano”.
    Imagina tu saber o dia e hora que vai morrer.
    :omg:
    E quando a hora esta chegando.
    :omg:

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.