Sobre Philipe Kling David

Designer, blogueiro, escritor e escultor. Seu passatempo preferido é procurar coisas interessantes e curiosas para colocar neste espaço aqui. Tem uma grande atração por assuntos que envolvam mistérios, desconhecido e tecnologia. Gosta de conversar sobre qualquer coisa e sempre tem um caso bizarro e engraçado para contar.
Saiba mais...

43 Comentários


  1. Esstou acostumado com um monte desses bichos.. apesar de estranhos.. a grande maioria é inofensiva.. e o Grilo Mole fas cosquinha em você pra você soltar ele!!

    Responder
  2. Beto

    Cobra cega não é cobra, é um anelídio (está mais para uma minhoca). Toda cobra enxerga muito mal, elas usam um sentido especial para a caçada, é como se enxergassem o cheiro, por isso ficam com a língua para fora o tempo todo.

    Responder
  3. Alexandre

    Olha, eu não vi nada de mais em colocar a mão em um tatu-bola. Se ele estiver em forma de bolinha, é claro. Agora se tem bicho que eu odeio é aranha, sanguessuga e barata. Eu adoro esmagar aranha e barata. O primeiro bicho em nunca vi em toda a minha vida. O número 6 também não. E olha só o nome da coisa. E a boca dele então?
    Nããão botaria essa porra na mão por nada!!

    Responder

  4. [quote post="1528"]Eu já tive a estranha experiência de me sentar sobre um jacaré gigante do pantanal (que estava vivo). Mas colocar na mão eu acho que não colocaria.[/quote]

    como é isso??????? vc coloca a bunda em cima do bichano, mas não colocaria a mão???? isso não me parece saudável!!!!! ahauhauahuahuahuaha!!!!!!

    Responder
  5. Raphael Braga

    Fala aê Philipe!

    Cara eu já vi uma Lampreia numa aula de biologia.
    Mas não colocaria a mão num treco daqueles nem por uma boa grana!
    A parada mais parece um intestino que criou vida e ganhow dentes!

    Responder

  6. Cara este tatu bola parece um transformer!! Hehehehehehehehe!!!! Quem sabe o Michael Bay contrata ele para o próximo filme.

    Responder
  7. Brown

    Bichos estranhos…mas e pensar que NÓS evoluímos de primatas, que evoluíram de pequenos mamíferos que cavavam tocas para colocar suas crias, que evoluíram de répteis que antes colocavam ovos ( como parentes de jacarés e sapos, por exemplo). A tartaruga não deu certo na Terra por causa da carapaça, e os grnades répteis desapareceram do planeta num cataclismo qualquer…senão dividiríamos hoje o planeta com outras duas ou três espécies inteligentes, igual a um filme de ficção científica. Imagine saindo do avião o embaixador Barata ou o Papa Crocodilo Australiano…

    Responder
  8. Bia

    Olha, desculpe, mas vou ter q corrigir o Beto… A cobra-cega realmente não é cobra, mas tb não é anelídeo. Um anelídeo grande assim é o minhocoçu, q é uma minhoca gigante mesmo. A cobra-cega é um anfíbio ápode, ou seja, sem pés. Mas a foto do post não é um nem outro. É um réptil parente das cobras e dos lagartos q se chama “cobra de duas cabeças”, do grupo Amphisbaenidae. Eu já tive uma, mas de uma espécie diferente da q está na foto. Desisti dela pq dava muito trabalho pra alimentar. Como ela é cega, eu tinha q segurá-la e dar comida na boca. Ou seja, eu já botei a mão nesse bicho. hehehe

    Responder
  9. Fabrício

    Depois de ver a Lampreia começo a achar que o Alien existe….
    Ela é igual a um filhote de alien!!!!!

    Responder
  10. igor

    [quote comment=""]Depois de ver a Lampreia começo a achar que o Alien existe….
    Ela é igual a um filhote de alien!!!!![/quote]
    [quote comment="6798"]Cobra cega não é cobra, é um anelídio (está mais para uma minhoca). Toda cobra enxerga muito mal, elas usam um sentido especial para a caçada, é como se enxergassem o cheiro, por isso ficam com a língua para fora o tempo todo.[/quote]

    Na verdade existem duas espécies, denominadas popularmente de cobra-cega. Uma é da ordem das cobras, squamata e outra é um anfíbio!
    As cobras usam a língua como veiculo de percepção do ambiente para analise do mesmo em um órgão especializado na percepção de sinais químicos denominado órgão de tomosvary. Elas têm outro recurso que é a fosseta loreal, um órgão termosensivel, usado para percepção de presas de sangue quente e mudanças da temperatura.

    Responder

  11. [quote post="1528"]como é isso??????? vc coloca a bunda em cima do bichano, mas não colocaria a mão???? isso não me parece saudável!!!!! ahauhauahuahuahuaha!!!!!![/quote]

    Hehehe, eu tava passeando no Pantanal e os caras do barco puxaram o jacaré pra dentro. Quando eu cheguei e vi o bicho, achei que era empalhado, porque ele tava paradinho. Os caras do barco tinham amarrado a boca dele. Aí sentei em cima pra tirar uma foto.
    Quando vi que tava mexendo dei um daqueles clássicos saltos mortais de goleiro em final da copa do mundo. Quase que mergulho no rio Paraguai.

    [quote post="1528"]mas são 11, e não 10! =)[/quote]

    O tatuzinho é um extra. Resolvi colocar mais um de bônus.

    Responder
  12. Yako

    Estranhamente pessoas se chocam quando vêem formas estranhas. Já imaginou o que há no meio das pernas dessa linda mocinha ao seu lado aí no Cyber Café? É, meu amigo…existem certas coisas que nem vendo dá para acreditar.

    Responder
  13. Drucila

    Arrasaaaaaando
    Adorei o tatu-bola!
    Menino cada bicho esquisito.
    Eu heim?

    Cobra com uma cabeça já é problema, imagina com duas?
    Se as nossas domésticas baratas fossem coloridas, daria menos nojo.
    Assim como os pardais, se não fossem cinzas e horrorosos, mas pink, salmão, azuis de todos os tons, vermelho, amarelinho, seriam umas gracinhas.

    Responder

  14. [quote comment=""]Arrasaaaaaando
    Adorei o tatu-bola!
    Menino cada bicho esquisito.
    Eu heim?

    Cobra com uma cabeça já é problema, imagina com duas?
    Se as nossas domésticas baratas fossem coloridas, daria menos nojo.
    Assim como os pardais, se não fossem cinzas e horrorosos, mas pink, salmão, azuis de todos os tons, vermelho, amarelinho, seriam umas gracinhas.[/quote]

    Responder
  15. juaum

    Não vejo nada de mais no tatu bola, aki onde eu moro, é normal tu encontra esses bicho, mas o nº 6 e o nº9, nem fudendo eu boto na mão

    Responder
  16. Amélia

    olha não vejo problema em pegar num tatu-bola ele é inofensivo!!
    Minha prima de Pernanbuco ganhou um do pai,o dela já é adulto,mas também só dorme!!
    Eu já peguei ele na mão é fofo demais!!!
    por que não tenta!? ;]

    Responder
  17. bruno

    Naquele “escorpião sem cauda” vc pode pôr a mão, ele é um pseudoescorpião, não tem o metassoma dividido (equivalente a cauda do escorpião), e por isso msmo não tem o ferrão com veneno ;]

    Responder
    1. Rafael

      na verdade não é um pseudoescorpião. É um ambipligio. 😀 taxons diferentes 😀

      Responder
    2. Rafael Guimaraes.

      Só deixando claro que apesar do nome comum ser “tailess whip scorpions” o numero 4 é um Amblypigy, nada haver com escorpião, ou pseudoescorpião ou opilião gigante 😀 eles são bem mais comuns do que se pensa, possuem habitos cavernicolas. já vi alguns aqui no brasil 😀 e ele não é gigante, é o tamanho normal dele. e não possuem glandulas de veneno 😀

      Responder

  18. [quote comment="59499"]Naquele “escorpião sem cauda” vc pode pôr a mão, ele é um pseudoescorpião, não tem o metassoma dividido (equivalente a cauda do escorpião), e por isso msmo não tem o ferrão com veneno ;][/quote]

    Mas é meio nojento, né? Se bem que o lance de “nojento” é uma questão meramente cultural, né?

    Responder
    1. Xaviis

      Caro Philipe,
      como meu Amigão Rafa bem falou na resposta do post acima, o numero 4 é um Amblypigy, que tb é um Chelicerata, assim como os Pseudo-scorpiones. Porem pode-se diferenciar um do outro por algumas caracteristicas visíveis a olho nu: o Pseudo-escorpião tem pedipalpos grandes (bem avidentes tambem) e quelados (em forma de pinça), parecidos com o de escorpião, mas o amblipige, tem os pedipalpos espinhosos, curvados, formando (comoja vi escrito por aí) uma pseudo-pinça. Outra característica bem evidente é que o pseudo-escorpião tem quatro pares de apendice locomotores (perninhas^^) de igual tamanho, enquanto que o primeiro par do amblipige é modificado, tátil, semelhante a antenas [para contar as pernas, sugiro que comece de traz para frente^^]
      Espero ter colaborado!!!
      e já que gosta tanto de falar sobre esses “pequenos seres (ou não tão pequenos assim)”, entra em contato, trocamos ideia.
      Valew

      Responder
  19. dtruhyjjm

    😐 😐 :worry: :] x_x :*( :$ 😛 :raisebrow: :omg: D: :lol2: :love: :meh: O_o :ohhyeahh:

    Responder
  20. edna

    Olha, eu não colocaria nenhum desses bichinhos na mão!!!!!!!!!!!!!!!
    Só de olhar me da pânico!

    Responder
  21. Flávia

    O único bicho que eu teria mesmo medo de colocar na mão , seria o Jacaré , por medo mesmo. Agora quanto ao resto, eu pegaria na mão tranquilo, até pq nunca tive medo de nenhum bichinho em especial ^^

    Responder

  22. meu pai cristo :omg: sao coisas relmante feias pra bebel sera q nao tem coisa melhor pra deixar na mao tenho certeza q as pessoas q pegaram esses bichos ficaram com muitos pesadelos este post é uma prova q aliens existem 😎

    Responder
  23. tharcisio

    o q vc diz q é um escorpião da tanzania se chama amblipigeo abração.

    Responder
  24. eu so lindo

    que legau muito lindo :gasp: :gasp: :gasp: :gasp: :gasp: :gasp: :gasp:

    Responder
  25. Zero

    No 4, não é um escorpião sem cauda. É um amblipígio, que é inofensifo ao ser humano pois não tem veneno

    Responder
  26. Andre

    Cara aquilo n era um “4- Escorpião sem cauda gigante da Tanzânia” e sim um Amblipígio, um animal muito raro e pouco conhecido e ja vi muitas pessoas como vc comfundirem ele com uma aranha…mas com escorpiao eu nunca ví

    Responder

    1. Corrigi lá, valeu. Confundi com um escorpião sem caudas por não ver quelíceras e pelos pedipalpos avantajados.

      Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>